sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

EMBARER ESTUDA DEMITIR 4000 EM 2009

A Embraer iniciará 2009 com redução de despesas e de pessoal. Com carteira de pedidos de US$ 21,6 bilhões, a empresa sente os efeitos da crise. A lista, que está sendo preparada, prevê corte de 4 mil funcionários - entre 18% e 20% do quadro em todo seu complexo industrial. A folha de pagamento da companhia, com 23,7 mil empregados, totalizou R$ 1,6 bilhão em 2007.
Além da matriz sediada em São José dos Campos, que abriga a maioria dos empregados, há fábricas em Botucatu e Gavião Peixoto, todas em São Paulo. No exterior, a Embraer tem a Ogma, em Portugal, e a sociedade Harbin-Embraer, na China, além de diversos centros de manutenção e serviços em todos os continentes.
No final de novembro, o presidente da companhia, Frederico Fleury Curado, divulgou boletim interno no qual alertava os funcionários sobre os efeitos do colapso financeiro internacional. "A verdade é que, já em 2009, estaremos sofrendo redução nas entregas de jatos", dizia em um dos trechos do comunicado. "Meus caros, como podemos constatar, a crise já está nos alcançando", revelava em tom preocupado o que seria um prenúncio de ações mais drásticas.
O Sindicato dos Metalúrgicos pretende mobilizar trabalhadores e sociedade para conter as demissões no pólo aeronáutico. Os dirigentes sindicais vão apelar ao governo do Estado de São Paulo e ao presidente Lula, a fim de assegurar as vagas ameaçadas.
Gazeta Mercantil

CAÇA-BOMBARDEIRO CAÍU NA RÚSSIA, PILOTOS SOBREVIVEM

Acidente ocorreu em Voronej, a cerca de 480 quilômetros.Causas ainda são desconhecidas.Um caça-bombardeiro Su-24 caiu nesta sexta-feira (19) na região russa de Voronej, a cerca de 480 quilômetros ao sul do Moscou, mas seus dois pilotos saíram com vida, informou a Força Aérea da Rússia.Um porta-voz da aviação, citado pela agência oficial "RIA Novosti", disse que o acidente, cujas causas por enquanto são desconhecidas, ocorreu às 13h45 de Moscou (8h45 de Brasília).O avião, que fazia um vôo de instrução, caiu a 38 quilômetros ao sudeste de Voronej, sem causar danos em terra.Os dois pilotos, que saltaram do avião com pára-quedas antes que ele se chocasse contra o solo, foram "resgatados pelos serviços de salvamento e transferidos a um centro médico para serem examinados", disse o representante da Força Aérea russa.
Fonte: EFE

CRISE FAZ COMPANHIA AÉREA JANOPESA ANA ADIAR DECISÃO DE COMPRA DE NOVOS AVIÕES

A All Nippon Airways (ANA), segunda maior companhia aérea japonesa, anunciou nesta sexta-feira que decidiu adiar sua decisão de compra dos modelos de aviões gigantes A380 e Boeing B747-8, em conseqüência da crise econômica mundial.A ANA organizou no meio do ano um comitê encarregado de decidir se a companhia precisava de aviões gigantes - e, neste caso, qual modelo deveria ser adquirido."A ANA decidiu adiar" sua decisão sobre os superjumbos, "diante das mudanças inesperadas em seu ambiente operacional por causa da crise financeira de setembro", explicou em um e-mail o porta-voz da companhia, Rob Henderson.A Airbus já contava com um contrato com a ANA para introduzir seu modelo A380 no mercado japonês, praticamente dominado pela concorrente americana Boeing.O presidente executivo da ANA, Mineo Yamamoto, disse na semana passada que a empresa pretende reduzir em 20% sua previsão de investimentos para evitar riscos financeiros.
Fonte: France Presse

APÓS QUATRO ANOS DE ALTA EMBRAER, PRÊVE MENOS PEDIDOS EM 2009

Países desenvolvidos, principais clientes, devem reduzir encomendas.Empresa reagirá 'da forma mais eficiente possível', disse presidente.O desaquecimento econômico tido como certo para 2009 deverá derrubar o valor da carteira de pedidos firmes da Embraer pela primeira vez em quatro anos.Com os compradores de aviões receosos sobre o futuro, a fabricante brasileira já trabalha com um cenário de mais entregas e menos encomendas no próximo ano. Até então, essa relação era inversa.A expectativa foi manifestada nesta quinta (18) pelo presidente da Embraer, Frederico Curado, que afirmou ter preocupação com o cenário de demanda para 2009, especialmente dos países desenvolvidos, maiores clientes da empresa.Também é esperada redução no apetite dos países emergentes, porém ainda não se sabe em que intensidade.Atualmente, a Embraer tem US$ 21 bilhões em pedidos firmes, valor que vem crescendo fortemente desde 2005, mas que deverá recuar no próximo ano. "2009 será um ano de consumo do backlog", disse Curado, referindo-se à diminuição do valor da carteira de encomendas firmes.Além dos pedidos em queda, a Embraer poderá ter problemas com as entregas programadas para o próximo ano, devido às dificuldades que alguns clientes, já com posição firme, estão enfrentando na obtenção de crédito. Nesses casos, a empresa brasileira vem se esforçando para remanejar prazos, com o objetivo de dar maior fôlego aos compradores.Curado não deu detalhes sobre a estratégia a ser adotada pela companhia para enfrentar o que será um ano "de dificuldades". Disse apenas que a Embraer tentará reagir "da forma mais eficiente possível", o que deu margem a novos questionamentos sobre eventuais demissões.O executivo respondeu prontamente que não há qualquer decisão tomada a esse respeito, porém não descartou totalmente as dispensas. "Se eu tivesse certeza que não ia fazer (demitir), diria", ponderou Curado. "Só vamos tomar uma decisão drástica se estiver em risco a sobrevivência da empresa", completou ele.Perguntado se a Embraer poderia usar parte do caixa para financiar seus clientes durante a crise, Curado rechaçou totalmente a possibilidade. Segundo ele, esse tipo de operação representaria pouco em termos de volume, devido ao elevado preço dos aviões. Além disso, a companhia comprometeria seu caixa, atitude pouco recomendável em tempos de incerteza.Outra possibilidade observada pela companhia seria aceitar aviões usados para estimular a troca por novos modelos. No entanto, essa alternativa é considerada apenas para o longo prazo, quando as condições de mercado e o cenário de demanda estiverem mais claros, segundo informou o vice-presidente de Aviação Executiva da Embraer, Luis Carlos Affonso.
Fonte: Valor OnLine

POLÍCIA PRENDE INTEGRANTE DE QUADRILHA DE ROUBO DE AVIÕES

Suspeito foi preso na casa da mãe dele em Cáceres.Investigação busca localizar outro fugitivo do grupo.Agentes da Polícia Civil prenderam um integrante de uma quadrilha suspeita de tentar roubar dois aviões no aeroporto da cidade de Água Boa (MT), em agosto deste ano. O suspeito foi preso na casa da mãe dele, localizada em Cáceres (MT), nesta quinta-feira (18).De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o roubo foi impedido por agentes da Polícia Federal, que conseguiram prender quatro assaltantes. Outros dois integrantes fugiram após troca de tiros com os policiais.A polícia segue com investigações para tentar localizar o outro fugitivo.
Fontes: G1 / TV Centro América

PHENOM 100 SAÍ DA PISTA EM GAVIÃO PEIXOTO SP

São José dos Campos, 16 de dezembro de 2008 – A Embraer informa que por ocasiãode um vôo de produção de uma aeronave Phenom 100, ocorrido na Unidade Gavião Peixoto, domingo, dia 14 de dezembro, esta veio a sair da pista, em baixa velocidade,ao final de uma aterrissagem em condições normais de operação.Tripulantes da Embraer não tiveram ferimentos, mas a aeronave registrou avarias no atuador do tremde pouso e na asa. Dados ainda preliminares indicam ação inadequada de manutençãono sistema hidráulico da aeronave.
Fonte: EMBRAER

CÉU DE BRIGADEIRO

David Neeleman e a equipe da Azul estão nas nuvens. Literalmente. O vôo inaugural de Campinas para Salvador, segunda-feira, estava com 90% de ocupação. Segundo Gianfranco Beting, diretor de Marketing da companhia aérea, um fato inédito na aviação. Mesmo porque o investimento em mídia foi bastante modesto, bem low-profile como prefere Neeleman.A partir da próxima semana, para conforto dos passageiros, a Azul adianta que vai disponibilizar um esquema de transfer, com 12 ônibus diários saindo do Shopping Villa Lobos direto para o Aeroporto de Viracopos, em Campinas.Ontem, a companhia recebeu a quinta aeronave, um Embraer 195, e fez o "vôo de aceitação", no jargão aéreo. Em 14 de janeiro de 2009, a Azul começa a operar com destino a Curitiba e Vitória.
Fonte: Gazeta Mercantil

SMILES OFERECE MILHAS EM DOBRO PARA TODOS OS TRECHOS

O Programa Smiles está com a promoção Presente de Natal Smiles, que é válida até 16 de janeiro de 2009 e oferece o dobro de milhas em qualquer trecho operado tanto pela Gol quanto pela Varig. Para isso, basta informar o número do cartão Smiles no ato do check-in.A promoção é acumulativa com a Promoção 1000 Milhas Smiles, que concede bônus adicional aos participantes, totalizando mil milhas de crédito nas contas Smiles. O regulamento das duas promoções e a tabela dos trechos incluídos estão disponíveis no site do programa (www.smiles.com.br). Mais informações na central de relacionamento Smiles, pelos telefones 4003-7001 (Azul e Prata) e 4003-7007 (Ouro e Diamante).
Fonte: Panrotas

GOL RECEBE PRÊMIO DE MELHOR COMPANHIA AÉREA DE ABIXO CUSTO DA AMÉRICA DO SUL

A Gol recebeu o prêmio de melhor companhia aérea de baixo custo da América do Sul, concedido pela Skytrax Airline Reviews, consultoria especializada no mercado aeronáutico. A premiação foi definida por meio de pesquisa realizada na internet com mais de quatro milhões de passageiros do mundo inteiro. Entre agosto de 2007 e julho de 2008, usuários de 95 países votaram em 35 itens e avaliaram desde o serviço de bordo e o conforto da cabine até o despacho de bagagem."Estamos muito felizes com o reconhecimento da Skytrax, uma das mais importantes entidades internacionais do setor aéreo. Este prêmio é mais um motivo para seguirmos adiante com o comprometimento de popularizar o transporte aéreo na América do Sul e oferecer os melhores serviços aos nossos clientes", afirma Tarcísio Gargioni, vice-presidente de Marketing e Serviços da Gol.
Fonte: Mercado & Eventos

GRUPO AIR FRANCE-KLM ADQUIRE COMPANHIA HOLANDESA MARTINAIR

A partir do dia 31, a KLM, empresa do Grupo Air France-KLM, será a única proprietária da Martinair - que completa cinco décadas este ano.A KLM já era dona de 50% das ações da empresa e adquiriu o restante do controle acionário.O negócio foi aprovado ontem (quarta, dia 17) pela Comissão Européia.
Fonte: Panrotas

JADLOG AUMENTA FROTA DE AERONAVES

O aumento vigoroso do comércio eletrônico em 2008 foi interpretado como um bom presságio para o negócio de cargas expressas em 2009. Disposta a crescer com o transporte de mercadorias adquiridas pela internet, a JadLog investiu na compra de três aviões de pequeno porte e já negocia um quarto.Nos últimos meses, a empresa comprou três aviões do modelo Gran Caravan para carga fabricados pela americana Cessna: um de segunda mão, que saiu por US$ 1,5 milhão, e dois comprados diretamente da fábrica que serão entregues em 2009, por US$ 4,4 milhões no total. Cada um carrega até 1,5 tonelada. Segundo o diretor-geral da JadLog, Ronan Hudson, a companhia também negocia a aquisição de um ATR 42 usado, com capacidade para cinco toneladas, por cerca de US$ 3,5 milhões. "Estamos investindo por meio de arrendamento financeiro, com opção de compra no fim do contrato", diz o executivo. Outros R$ 6 milhões devem ser investidos em veículos terrestres.Para 2009, Hudson estima um crescimento de 70% na receita da JadLog, impulsionado especialmente pelo comércio eletrônico. O segmento já rendeu bons resultados neste ano. No Brasil todo, as vendas pela internet deverão movimentar RS$ 8,2 bilhões entre janeiro e dezembro, volume 30% maior do que em 2007, conforme dados da consultoria e-Bit. A JadLog, por sua vez, diz ter ampliado suas receitas em 120% neste ano, para R$ 63 milhões.Antes da compra recente de aeronaves, a empresa já usava uma frota de 25 aviões, sendo 14 próprios e 11 fretados integralmente. São, na maior parte, modelos Caravan e Gran Caravan. A JadLog contrata também os porões de TAM e Gol, onde transporta cerca de duas mil toneladas mensais. A empresa tem 330 franquias e pretende conseguir mais 120 em 2009."Há uma carência grande no segmento de cargas expressas desde que a Vaspex fechou e que a VarigLog enfraqueceu", diz Hudson, em referência à empresa que pertencia à antiga Vasp e à companhia fundada pela Varig que hoje está nas mãos do fundo americano MatlinPatterson, que enfrenta problemas societários. O grande concorrente no segmento ainda são os Correios. Sozinha, a empresa estatal transporta 33 milhões de objetos por dia, sendo 600 mil por meio do serviço expresso SedEx. A JadLog, em comparação, carrega até 12 mil encomendas diárias.
Fonte: Roberta Campassi (Valor Econômico)

OCEANAIR OFERECE VÔOS PROMOCIONAIS A PARTIR DO RIO JANEIRO POR R$ 140,00

Até 1º de janeiro de 2009, passageiros da OceanAir podem comprar passagens com valores econômicos com a promoção OceanWeb 48 horas. A promoção oferece preços especiais para vários destinos operados pela companhia aérea, com destaque para a tarifa de R$140, do aeroporto do Galeão para Florianópolis.A promoção é válida para embarque de 18 de dezembro a 2 de janeiro, com emissão do ticket em até 12 horas depois da reserva. As reservas podem ser feitas pelo site da empresa (www.oceanair.com.br), pela Central OceanAir de atendimento (telefones 4004-4040 para capitais e 0300-789-8160, para demais cidades) e por agentes de viagem autorizados. As tarifas não permitem acumular pontos no Programa Amigo.
Fonte: Mercado & Eventos

QUANTAS E BRITISH AIRWAYS CANCELAM NEGOCIAÇÃO SOBRE FUSÃO

A australiana Qantas Airways e British Airways canceleram negociações para uma fusão de 6,4 bilhões de dólares. A operação, segundo analistas, tinha potencial para transformar uma indústria afetada por queda na demanda e preços voláteis de combustíveis.A Qantas e a BA anunciaram o fim das conversas em um comunicado de três parágrafos em que afirmam que não conseguiram um acordo sobre os termos da operação."Apesar dos potenciais benefícios de longo prazo para a Qantas e a BA, as companhias aéreas não chegaram a um acordo sobre os principais itens da fusão neste momento", informou a Qantas.A BA informou nesta quinta-feira que não pode concordar com a Qantas manter uma participação de mais de 50 por cento na companhia combinada, apesar de a Qantas ser maior em valor de mercado. A Qantas é avaliada em cerca de 3,3 bilhões de dólares e a BA tem valor de mercado perto de 3,1 bilhões de dólares.Segundo a legislação australiana, a Qantas deve continuar sendo majoritariamente controlada por investidores da Austrália e a sede, ações e grandes instalações devem continuar no país.Mas uma fonte próxima ao plano da Qantas afirmou que a companhia aérea ainda está aberta a fusões, especialmente na Ásia, apesar de não manter negociações ativas.
Fonte: Reuters

UNITED AIRLINES E EGYPTAIR ASSINAM ACORDO DE CODESHARE

A United Airlines e a Egyptair fizeram um acordo para o estabelecimento de serviços de código compartilhado (codeshare) entre os Estados Unidos e o Egito. O acordo, que entrará em vigor no início do segundo semestre do ano que vem, ampliará as redes internacionais das duas empresas e os benefícios oferecidos por seus planos de usuários freqüentes.Pelo acordo, a United colocará seu código nos vôos sem escalas da Egyptair entre os aeroportos Kennedy, em Nova York, e Heathrow, em Londres e o Egito. A empresa egípcia, por sua vez, terá seu código nos vôos da United de Heathrow para Chicago, Los Angeles, São Francisco e Washington e nos serviços do aeroporto Kennedy para Los Angeles e São Francisco.
Fonte: Mercado & Eventos

AMEAÇA DE GREVE RONDA OS CÉUS DO BRASIL

O setor aéreo brasileiro está em estado de greve. Uma assembléia nacional, realizada na noite da última terça-feira, rejeitou a proposta de 7,2% de reajuste salarial feita pelo Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) e o indicativo de greve de aeronautas e aeroviários permanece para os dias 24 e 25 de dezembro.De acordo com José Geraldo Lima, coordenador regional do Sindicato Nacional dos Aeroviários, embora os trabalhadores tenham reivindicado 13% no início das negociações, a categoria chegou a propor 9% de reajuste para desistir da greve, mas o percentual não foi acatado pelo patronal. "Portanto, a posição nacional é que haja a paralisação, caso os patrões não retomem as discussões com o setor", afirma.Lima esclarece que, para fortalecer o movimento, a paralisação será conjunta entre a categoria dos aeronautas, que compreende pilotos, comissários e aeromoças; com a dos aeroviários, composta pelo ‘serviço de solo’, como os mecânicos, por exemplo.Em Belém, há cerca de 400 trabalhadores na ativa, nas duas principais empresas aéreas. "As empresas estão ganhando dinheiro, os vôos continuam lotados, mas nada é repassado para os trabalhadores". No ano passado, o reajuste salarial foi de 5%, mas só o índice da inflação, segundo ele, já não agrada os trabalhadores.Segundo Lima, se as negociações permanecerem interrompidas, a paralisação deve ser iniciada primeiramente no sudeste e sul e apoiada, em seguida, nas demais regiões do país. "Rio e São Paulo estão fazendo mobilizações e nós aqui também pretendemos fazer algum tipo de manifestação nesta sexta-feira, no aeroporto", informa. O coordenador esclarece que os passageiros deverão receber uma correspondência informando sobre a possível paralisação.Na página do Snea, na internet, o sindicato informa sobre um acordo firmado com o Sindicato dos Aeroviários do Amazonas (Sindamazon), no último dia 10, prevendo o reajuste salarial de 7,2%, índice que também reajusta o vale-refeição e a cesta básica desses trabalhadores. Segundo o texto, "o Snea considera que o reajuste obtido representa o maior esforço que as empresas aéreas poderiam fazer, neste momento, sem comprometer a saúde financeira, em época de grandes incertezas".

AEROPORTO DE ATENAS ESTÁ PARADO

O aeroporto de Atenas está parado. Em plena quadra natalícia, os controladores de tráfego aéreo convocaram uma greve em nome de maiores aumentos salariais. Os trabalhadores juntam-se assim aos jovens que, nas duas últimas semanas, encheram as ruas da capital grega em protesto contra a violência policial e contra a política do Governo.Ao Rádio Clube, o embaixador português, em Atenas, explicou que a violência desapareceu das ruas. No entanto, Alfredo Duarte Costa admite que os protestos se continuam a ouvir.A vaga de manifestações começou no dia 6 de Dezembro, quando um jovem de 15 anos foi atingido mortalmente por um polícia.
Fonte: Rádio Clube (Portugal)

PRESIDENTE DO EQUADOR COMPRA JATO E DÁ CALOTE DE US$ 30 MILHÕES

O presidente caloteiro do Equador, Rafael Correa, aplicou um “beiço” histórico no Brasil (de quase R$ 250 milhões) enquanto comprava da Embraer um jatinho Legacy 600 novinho em folha. O mimo foi entregue antes da data prevista, 15 de dezembro. O Equador já teria pago US$ 12,1 milhões do custo de US$ 30 milhões da aeronave, mas diante da reputação do tiranete, a Embraer nem sabe se verá a cor do dinheiro. Originalmente que BNDES iria financiar o novo fetiche de Correa e uma esquadrilha de aviões Super-Tucano. Após o calote, o banco desistiu.NacionalismoAo contrário de Lula, que viaja de Airbus 319 franco-alemão, Correa e a presidente argentina, Cristina Kirchner, optaram por aviões brasileiros.
Fonte: Coluna de Cláudio Humberto (Jornal de Brasília)

CHINA VOLTA A PERMITIR ISQUEIROS E LIQUIDOS EM VÔOS DOMÉSTICOS

A Administração Civil de Aviação da China (CAAC) voltará a permitir, a partir do 20 de dezembro, o transporte de isqueiros e líquidos nos vôos domésticos, informou hoje o jornal oficial "China Daily".Cada passageiro poderá transportar um isqueiro ou uma caixa de fósforos em sua bagagem de mão na China.A CAAC também suspendeu a proibição para os líquidos, desde que em garrafas inferiores a 100 mililitros e que não contenham substâncias inflamáveis.A regulação para líquidos é a mesma que já está em vigor internacionalmente desde março de 2007.O gigante asiático aumentou a segurança em seus vôos domésticos com vistas à realização dos Jogos Olímpicos de Pequim, depois de dois supostos terroristas serem detidos, em março, a bordo de um avião da China Southern.O vôo tinha saído de Urumqi, na região autônoma uigur de Xinjiang (noroeste), com destino a Pequim, e os terroristas tinham a intenção de derrubá-lo queimando a gasolina que tinham conseguido levar a bordo.
Fonte: EFE

INDONÉSIA MELHOROU SEGURANÇA AÉREA E DEIXANDO A UNIÃO EUROPÉIA SATISFEITA

O Parlamento indonésio aprovou quarta-feira uma lei que reforça a segurança dos transportes aéreos, abrindo assim caminho a novas negociações com a União Europeia, que colocou todas as companhias aéreas do país na sua lista negra.A UE "saudou" a nova lei, que representa "um progresso significativo para a melhoria da segurança aérea na Indonésia", indicou num comunicado difundido pela sua representação em Jacarta.A 07 de Julho de 2007, após uma série de catástrofes aéreas na Indonésia, a Comissão Europeia colocou na sua lista negra o conjunto das 51 companhias aéreas indonésias, proibindo a aterragem dos seus aviões nos 27 países da UE.A Comissão Europeia indicou no seu comunicado que vai "discutir" no início de 2009 "a aplicação da nova lei" com as autoridades indonésias, que esperam um levantamento rápido da proibição.A nova lei visa resolver uma parte dos 121 problemas de segurança aérea assinalados pela Organização Internacional de Aviação Civil num relatório em que se baseou a decisão da UE.Os problemas assinalados são essencialmente incumprimentos na vigilância aérea e na inspecção dos aparelhos.A lei prevê a criação de uma agência de controlo aéreo independente do ministério dos Transportes.As autoridades indonésias consideram "injusto" que a proibição se referira ao conjunto das companhias, em especial a Garuda internacional, a companhia nacional.A medida afecta também embaixadas, agências humanitárias e empresas estrangeiras que proíbem o seu pessoal de viajar entre as diferentes regiões do imenso arquipélago indonésio nas companhias aéreas locais.
Fonte: Agência Lusa (Portugal)

LEI APROVA RENACIONALIZAÇÃO DAS AEROLÍNEAS ARGENTINAS

O Parlamento da Argentina transformou na quarta-feira em lei um projeto que habilita o Estado a expropriar a Aerolíneas Argentinas e suas subsidiárias do grupo espanhol Marsans, depois que fracassassem as negociações para compra e venda das empresas.A iniciativa foi aprovada no Senado com 42 votos a favor e 21 contra, após um debate de quase cinco horas no qual o governo fez pesar sua maioria. Os sete sindicatos que agrupam os 9.600 empregados da empresa aérea festejaram o fim de anos de gestão da Marsans.O projeto tornado lei, que já tinha recebido o sinal verde da Câmara dos Deputados há duas semanas, declara como empresas de "utilidade pública e submissas a desapropriação" a companhia aérea e suas subsidiárias Austral, Optar, Jato Paq e Aerohandling.Após a aprovação da lei, a Marsans disse que considera a expropriação um "confisco" "arbitrário e ilegítimo", já que contradiz um acordo assinado em julho entre o grupo e o governo argentino, no qual o Estado se comprometeu a comprar a companhia aérea.A Marsans também anunciou que solicitou uma arbitragem no Centro Internacional para Arbitragem de Disputas sobre Investimentos (Ciadi) do Banco Mundial, junto ao qual buscará uma "compensação monetária pelo confisco que o Estado argentino está instrumentando e por todas as violações aos tratados ocorridas nos últimos anos".No debate de hoje, as principais forças da oposição se manifestaram a favor da "recuperação" da empresa, mas contra que a companhia seja desapropriada em seu conjunto.O senador Gerardo Morales, da opositora União Cívica Radical (UCR), disse que a desapropriação é "a saída mais cara" para a Argentina pois deste modo o país "assume um morto" já que "pagará todo o passivo" da empresa."Estamos nacionalizando a dívida privada da Marsans. Queremos salvar as companhias aéreas, mas não o dinheiro das pessoas", disse a senadora Liliana Negre de Alonso, que denunciou que assumir uma dívida de quase US$ 1 bilhão representará uma "fraude para o patrimônio nacional".
Fonte: InvestNews com agências internacionais

TAP DIVULGA RECOMENDAÇÕES AOS PASSAGEIROS FACE AS GREVES MARCADA PARA O PRÓXIMO SÁBADO

A TAP publica hoje em vários jornais recomendações aos passageiros com voos marcados para Sábado, uma vez que “poderão ocorrer perturbações na operação” devido às paralisações marcadas por dois sindicatos.A companhia recomenda aos clientes que, “sempre que possível, efectuem o check-in online no site www.flytap.com, ou utilizem as máquinas de self-service check-in disponibilizadas no aeroporto de Lisboa, ou procedam ao check-in telefónico pelo nº: 21 843 11 44, quando viajarem apenas com bagagem de mão”.“É também recomendável que procurem informar-se e confirmar a realização dos seus voos previamente, através do call-center: 707 205 700”, acrescenta.A informação diz que a TAP “está a desenvolver todos os esforços para atenuar o impacto da greve, assegurando o maior número de voos possível, com equipamento próprio ou fretado” e avança algumas previsões sobre o desenrolar da operação no Sábado.O comunicado refere que “os voos entre o Continente e as Regiões Autónomas serão efectuados normalmente” e que as ligações com África se vão efectuar “embora com eventuais alterações de horário”.Já quanto aos voos de longo curso para o Brasil, Estados Unidos e Venezuela, a TAP diz apenas que “estão a desenvolver-se todos os esforços para garantir o maior número de ligações possível” e quanto às ligações com a Europa indica que ”será reprogramada a operação”.
Fonte: PressTur (Portugal)

FLUXO DE PASSAGEIROS EM CONGONHAS CAI 13% EM 2008

Balanço da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) registrou diminuição de cerca de 13% no fluxo de passageiros no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, em 2008. A diminuição ocorreu nos últimos dez meses, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo a Infraero. O movimento, que foi de 13,2 milhões de usuários de janeiro a outubro de 2007, caiu para 11,4 milhões nos dez primeiros meses de 2008.O número de pousos e decolagens de aeronaves também diminuiu. O movimento caiu de 173.537 de janeiro a outubro de 2007 para 154.938 no mesmo período em 2008, representando uma queda de aproximadamente 12%. De acordo com a Infraero, esses números refletem as medidas adotadas pelo setor aéreo desde o ano passado quando houve restrição dos vôos que faziam de Congonhas um ponto de distribuição e diminuição no número de slots (movimentos de pousos ou decolagens).
Fonte: Agência Estado

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...