sexta-feira, 10 de junho de 2011

VEJA O VÍDEO NO LINK ABAIXO - VOANDO DC-3 NA COLOMBIA

PROCON DE SANTA CATARINA NOTIFICA COMPANHIAS POR CANCELAMENTO DE VOOS


O Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon) de Florianópolis notificou as companhias aéreas na tarde desta sexta-feira e cobrou explicações pela série de cancelamentos ocorridos nos últimos dois dias. Por volta das 15h, fiscais chegaram ao saguão do Aeroporto Internacional Hercílio Luz para entregar a notificação a representantes das companhias Azul, TAM e Gol. O motivo das representações foi uma série de reclamações junto ao órgão de "falta de assistência" das empresas aéreas.

De acordo com o coordenador Thiago Silva, os cancelamentos ocorridos em virtude das cinzas vulcânicas seriam um motivo de "força maior" e não eximiriam as companhias da responsabilidade por hospedagem e alimentação dos passageiros. Grupos de passageiros foram levados ao aeroporto de Navegantes, no litoral norte, para embarcarem a São Paulo no início da tarde. Por volta das 15h, apenas dois voos haviam desembarcado em Florianópolis. 

"A questão do vulcão é algo de força maior, imprevisível e não é passível de notificação", afirmou. "O que queremos saber detalhadamente é o que essas companhias estão fazendo para assistir os passageiros." Silva disse que o Código de Defesa do Consumidor estipula que a passagem aérea é um contrato de serviço e que, mesmo diante de cancelamentos, deve ser cumprido. "O artigo 31 estipula que a prestação de serviço deve ser adequada", afirmou. "Queremos saber se estas pessoas estão sendo informadas dos cancelamentos e se contam com hospedagem, transporte e alimentação."

As empresas têm 48 horas para apresentar detalhes da assistência concedida aos passageiros. Caso contrário, poderão ser multadas ou terem as vendas de bilhete suspensas temporariamente.

O que diz a GOL
Em nota, a GOL afirmou que a companhia suspendeu temporariamente as operações locais para preservar a segurança de clientes e colaboradores. "Durante o período, a empresa empenhou-se para contatar clientes com passagens marcadas para os voos que tiveram a programação alterada, via telefone, SMS e e-mail. A Central de Relacionamento também ficou disponível para receber ligações dos passageiros no número 0300-115-2121." 

Ainda segundo a nota, nos terminais, a prioridade foi atender os passageiros de acordo com o que estipula a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). "A GOL lamenta pelo desconforto relatado, mas volta a ressaltar que opera sob um rigoroso padrão de segurança e que só realiza as decolagens quando encontra as condições necessárias para fazê-lo sem riscos."

Passageiros apelam a ônibus
Passageiros que desembarcaram na tarde desta sexta-feira no Aeroporto Internacional Hercílio Luz precisaram seguir viagem de ônibus ou carros alugados. O problema ocorreu principalmente nos voos que faziam escala na capital catarinense e posteriormente deveriam seguir para Chapecó, no oeste do Estado, ou para Porto Alegre.

Ao desembarcarem, os passageiros da Gol eram informados de que não poderiam seguir viagem em uma aeronave e eram levados ao estacionamento para embarcarem em um ônibus. O fato causou muita irritação e alguns chegaram a se exaltar com as atendentes. A viagem para Chapecó, a de 500 km de Florianópolis, deve ser feita em aproximadamente oito horas de ônibus.

"Isso é um transtorno total. Ninguém te informa absolutamente nada. Cheguei aqui e me avisaram que havia esse ônibus para seguirmos até Chapecó", disse Sandra Emílio, que saiu de São Paulo e tentava chegar no oeste de Santa Catarina. "Cansativo demais. Essa espera toda e agora tenho que andar essa distância toda pela estrada para chegar em casa. Não tenho outra opção, o negócio é encarar."

Por volta das 15h30, passageiros que vinham de São Paulo e tinham como destino Porto Alegre desembarcaram em Florianópolis e muitos se recusaram a usar o ônibus disponibilizado pelas companhias.
Assim, as filas nos guichês das locadoras de automóveis se multiplicaram no saguão do terminal. "Alugamos um carro em cinco pessoas e assim vamos revezando até Porto Alegre. Eu iria voltar para casa ontem às 18h", afirmou Agnaldo Garcia, 43 anos, que passou a noite em um hotel em São Paulo depois que seu embarque foi cancelado. "De ônibus vamos chegar somente de madrugada. Pagamos mais para alugar um carro, mas depois devo reclamar com a companhia". Por volta das 16h, os passageiros que seguiriam para a capital gaúcha foram informados que seriam remanejados para um voo no início da noite. 

Às 18h, os cancelamentos de voos domésticos em Florianópolis passavam de 45%.

fonte/Terra
Enhanced by Zemanta

ANAC CASSA CONCESSÃO DA RICO LINAS AÉREAS

250Image via Wikipedia
A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) cassou a concessão para exploração de serviço de transporte aéreo de passageiros e cargas da empresa Rico Linhas Aéreas S/A.   A cassação atende a sentença judicial proferida em ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal, que pediu a cassação por falta de segurança na prestação do serviço.  Na ação, o MPF sustentou que a empresa não atendia aos requisitos legais para a prestação adequada do serviço.  As condições precárias das aeronaves e dos serviços prestados pela empresa ficaram evidenciadas após a ocorrência de acidentes com vítimas fatais, além de constantes cancelamentos de voos.

No dia 30 de agosto de 2002, uma aeronave modelo “ Brasília” , de prefixo PT-WRQ,  caiu ao tentar pousar no aeroporto de Rio Branco (AC), 23 pessoas morreram.  Em 2004, um avião do mesmo modelo, de prefixo PT-WRO, com destino ao município de Tabatinga , distante 1.108 km de Manaus, caiu a aproximadamente 40 km de Manaus . No acidente, morreram 33 pessoas.

A decisão da 3ª Vara Federal no Amazonas ressalta que a empresa concessionária do serviço aéreo público deve realizar o transporte visando em primeiro lugar a segurança dos seus usuários.  Com base na necessidade de proteção do direito à vida, a Justiça Federal condenou a União e a Anac  a promover a extinção da concessão do serviço público da empresa Rico Linhas Aéreas S/A, nos termos do artigo 299 da Lei nº 7.565/86 (Código Brasileiro de Aeronáutica).

fonte/ACritica
Enhanced by Zemanta

VEJA FOTOS DO AVIÃO DA GOL COM DESIGN SKY INTERIOR


A nova aeronave chegou ao Brasil na semana passada
A nova aeronave chegou ao Brasil na semana passada
O PR-GUG é o primeiro do total de cinco aeronaves que a Gol receberá ainda este ano
O PR-GUG é o primeiro do total de cinco aeronaves que a Gol receberá ainda este ano
A cabine de comando
A cabine de comando
O espaço entre as poltronas é de 79 centímetros
O espaço entre as poltronas é de 79 centímetros
Uma das tonalidades do teto do Sky Interior
Uma das tonalidades do teto do Sky Interior
A galley traseira do avião
A galley traseira do avião
O novo compartimento de bagagens
O novo compartimento de bagagens
A vice-presidente de Mercado e Novos Negócios da Gol, Claudia Pagnano, mostra as vantagens do novo compartimento
A vice-presidente de Mercado e Novos Negócios da Gol, Claudia Pagnano, mostra as vantagens do novo compartimento
Eduardo Bernardes, da Gol, Jose Fernando Sicília, da Boieng, Claudia Pagnano, e Gerardo Salvatierra, da Gol
Eduardo Bernardes, da Gol, Jose Fernando Sicília, da Boieng, Claudia Pagnano, e Gerardo Salvatierra, da Gol
Abaixo de cada poltrona há tomadas para o uso dos passageiros
Abaixo de cada poltrona há tomadas para o uso dos passageiros
O PR-GUG um pouco antes do voo inaugural
O PR-GUG um pouco antes do voo inaugural
Uma das turbinas da aeronave
Uma das turbinas da aeronave
A aeronave sendo levada para o Aeroporto de Confins
A aeronave sendo levada para o Aeroporto de Confins
O voo inaugural do PR-GUG saiu de Confins, em Belo Horizonte, com destino ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo
O voo inaugural do PR-GUG saiu de Confins, em Belo Horizonte, com destino ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo
Os passageiros foram surpreendidos com o novo avião da empresa
Os passageiros foram surpreendidos com o novo avião da empresa
Claudia Pagnano dando as boas vindas a bordo do novo Boeing com design Sky Interior
Claudia Pagnano dando as boas vindas a bordo do novo Boeing com design Sky Interior
 
fonte/PanRotas/foto?Divulgação

UM TELEFONE MÓVEL SOZINHO PODE DERRUBAR UM AVIÃO, DIZ ESTUDO


Londres (Inglaterra) - Um estudo confidencial da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês) vazado nesta sexta-feira revelou que somente um telefone móvel ou dispositivo eletrônico ligado durante um vôo pode desligar o sistema de um avião. Um BlackBerry ou iPad podem desvirtuar o piloto automático e acender luzes de alerta, revelam testes. As informações são do jornal inglês Daily Mail.

Os instrumentos que guiam os pilotos durante mau tempo podem também ser afetados por sinais elétricos de tablets, laptops ou smartphones com pontenciais situações catastróficas. O estudo ainda diz que nos últimos seis anos aconteceram 75 incidentes separados que envolveram dispositivos eletrônicos em
aviões e causaram grande preocupação. Com isso, a IATA está apelando acada vez mais para que os passageiros parem de ignorar os alertas para desligar aparelhos.

Uma reportagem da rede de televisão ABC News, dos Estados Unidos, revelou que pelo menos uma vez um celular provocou alerta de falhas no motor de um
avião, e pelo menos 15 vezes o sistema dos aviões foram interrompidos nos últimos seis anos por conta de um aparelho eletrônico.

Dave Carson, conselheiro de segurança da Boeing, afirmou ao
Daily Mail  que celulares e outros dispositivos ligados em um vôo podem causar problemas grandes para os pilotos. "O sinal pode sair do ar e você perde todas as indicações e direções", explicou Carson.

Questionado se um celular pode causar muitos grandes danos, ele resumiu: "Se ele estiver no lugar certo e na hora certa, sim", resumiu.

fonte/Terra/ODia

URUGUAI - VOOS SÃO NOVAMENTE SUSPENSOS POR NUVENS DE CINZAS

O tráfego aéreo foi suspenso pelo segundo dia consecutivo no Uruguai nesta sexta-feira devido à nuvem de cinzas vindas do vulcão chileno Puyehue, que já afetou 10 mil passageiros e 130 voos no país, disseram autoridades aeroportuárias uruguaias.

As autoridades esperam que a situação comece a se normalizar no sábado. O porta-voz do Departamento Nacional de Meteorologia, Marcelo González, disse que o nível de alerta segue em "risco amarelo" pela baixa visibilidade.

— Apesar de a população em geral não ser afetada pela nuvem de cinzas, a atividade aeronáutica é extremamente afetada porque as cinzas estão suspensas em partes altas da atmosfera — disse González. 

fonte/ZeroHora

TAM, Gol, Webjet e Azul retomam operações no Rio Grande do Sul

Voos de e para Santa Catarina também serão restabelecidos na tarde desta sexta-feira

Atualizada às 18h10min
As companhias Gol, TAM, Webjet e Azul anunciaram na tarde desta sexta-feira a retomada das operações no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. As atividades estavam suspensas desde a noite de quinta-feira por causa do avanço da nuvem das cinzas do vulcão chileno Puyehue.

Em nota divulgada às 14h30min, a TAM confirmou que restabeleceu os voos de e para Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC), porém informou que avalia constantemente as condições de voo nestas rotas. "Caso haja riscos, a TAM poderá voltar a suspender a operação", informa o documeno.

A partir das 18h serão retomados os voos de e para Buenos Aires (Argentina). Continuam suspensos os voos de e para Montevidéu (Uruguai), ainda sem previsão de restabelecimento.

A companhia Gol informou que restabelecerá, a partir das 16h, as operações em Porto Alegre e Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, e Chapecó, em Santa Catarina. Pela manhã, a empresa já havia confirmado decolagens para Florianópolis, Navegantes e Joinville, no Estado catarinense.

Em nota, a empresa informa que tem acompanhado em tempo real o movimento da nuvem de cinzas expelidas pelo vulcão chileno Puyehue e que, pelos últimos prognósticos, encontrou condições de realizar os voos para essas cidades com segurança.

A companhia ainda observa a situação nos países vizinhos e aguarda a autorização das autoridades locais para retomar voos de e para Buenos Aires (Argentina) e Montevidéu (Uruguai).

No início da tarde, a Gol contatava clientes com passagens marcadas para os voos que tiveram a programação alterada, via telefone, SMS e e-mail. A Central de Relacionamento também está disponível para receber ligações dos passageiros nos números 0300-115-2121 (Brasil), 0810-266-3232 (Argentina) e 5098-2403-8007 (Uruguai).

As reacomodações serão providenciadas sem cobrança das taxas previstas e, se os clientes preferirem cancelar a viagem, receberão o reembolso no valor integral dos bilhetes, de acordo com o comunicado.
A Webjet vai retomar suas operações de pousos e decolagens no Aeroporto Salgado Filho a partir das 18h. Os clientes com bilhetes comprados e reservas devem entrar em contato com 0800 723 1234 para reconfirmar os horários de partida e chegada, antes de seguirem para os aeroportos.

Em nota, a Azul Linhas Aéreas divulgou que vai operar normalmente todos os voos que chegarão em Porto Alegre a partir das 18h. A companhia afirma que está analisando ininterruptamente as condições meteorológicas do espaço aéreo brasileiro para tomar outras decisões em relação à operação.

fonte/ZeroHora

SETE VOOS CANCELADOS NO AEROPORTO INTERNACIONAL AUGUSTO SEVERO

Uma acentuada queda na temperatura, entre às 21h de ontem e às 5h desta sexta-feira (10) foi o que ocasionou a formação de uma neblina na área onde fica localizado o Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim, motivando o cancelamento de sete voos e atraso de outras oito aeronaves. De acordo com informações da Emparn, a temperatura chegou a 16 graus, quando a média para esta época do ano à noite é entre 22 e 23 graus.

O meteorologista Gilmar Bristot explica que a umidade relativa do ar chegou a 99% da noite da quinta-feira à madrugada de hoje naquela região. Essa temperatura foi verificada apenas até uma altura de 60 metros. Daí a dificuldade para a aviação, causando a dificuldade de visualização das pistas.

"Como tivemos um dia bastante nublado ontem, durante o dia, dificultou a perda da radiação solar para a atmosfera. As nuvens formaram uma espécie de estufa. Como à noite limpou, ficando o céu com poucas nuvens, essa radiação acabou ocorrendo a liberação dessa radiação e contribuiu à condensação do ar" explicou.

O fenômeno, segundo o meteorologista, foi isolado e que não deve ocorrer nesta sexta-feira porque não há formação de grandes nuvens a exemplo de ontem.

Segundo o site da Infraero, companhia que administra os aeroportos brasileiros, 15 voos domésticos e dois internacionais estavam programados. Sete domésticos e um internacional atrasaram, enquanto seis voos domésticos e um internacional foram cancelados.

Neste momento, com o aumento da temperatura e a dissipação da neblina, a situação no aeroporto Augusto Severo é considerada normal, com apenas um voo doméstico atrasado.

A reportagem do TN Online tentou contato com as companhias aéreas TAM e Trip, para obter mais informações sobre os voos cancelados/atrasados, mas não foi atendida.

fonte/TribunaDoNorte

NUVEM VULCÂNICA COBRE RIO GRANDE DO SUL E CHEGA À REGIAÃO DE CURITIBA, DIZ FAB

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou na manhã desta sexta-feira (10) que a nuvem do vulcão chileno Puyehue, que ocupou 70% do território do Rio Grande do Sul durante a madrugada, chegou à região de Curitiba. A informação foi repassada pelos órgãos brasileiros por boletim do Volcanic Ash Advisory Centres da Argentina, instituto responsável, segundo acordos internacionais, pelo monitoramento da situação no Cone Sul.

A abrangência agora da camada de nuvem inclui a região de Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba, segundo a Aeronáutica. De acordo com Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), que tem coordenado o tráfego aéreo nas áreas atingidas, a nuvem está concentrada entre 6 mil a 7,6 mil metros de altitude. Se mantidas as atuais condições meteorológicas, a tendência é que nuvens sigam para o Oceano Atlântico.

Até as 11h da manhã, dos 1.039 voos previstos até o horário no país, 106 deles (cerca de 19,8%) foram cancelados e outros 164 (15%) sofreram atrasos, segundo a Infraero.

A situação continua ruim no Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, onde diversas companhias aéreas suspenderam pousos e decolagens devido à nuvem do vulcão chileno Puyehue. No Salgado Filho, 39 decolagens foram canceladas até as 11h. Só houve um voo da Trip Linhas Aéreas que seguiu de Porto Alegre para Campo Grande (MS), segundo a Infraero. Nenhum pouso foi registrado no aeroporto até o momento.

Voos que partiriam de São Paulo, Confins, Rio de Janeiro e Curitiba com destino ao Rio Grande do Sul foram cancelados nesta manhã.

Curitiba
Todos os voos do período da manhã, de Curitiba para Porto Alegre (RS) e para Bueno Aires, na Argentina, foram cancelados. De acordo com a Infraero, por volta das 7h desta manhã já havia cinzas no espaço aéreo de Curitiba, mas elas estavam distante das rotas dos aviões.

Segundo a FAB, o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba, permaneceu fechado pela manhã por causa de nevoeiro e más condições climáticas. Até as 11h, aponta a Infraero, 31 voos foram cancelados no local e outros 18 sofreram ou estavam atrasados.
São Paulo

Treze voos que estavam previstos para sair do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, na região metropolitana, com destino a Buenos Aires (Argentina), Lima (Peru) e Montevidéu (Uruguai) haviam sido cancelados até as 11h desta sexta-feira, segundo a Infraero. No aeroporto, outros quatro voos com destino a Porto Alegre também foram cancelados.
Em Congonhas, na Zona Sul da capital paulista, foram 15 partidas canceladas, com destino a Porto Alegre (6), Curitiba (3), Navegantes (2), Joinville (2), Caxias do Sul (1) e Florianópolis (1).

Gol
A empresa aérea Gol divulgou informando que restabeleceu as operações de seus voos nas cidades de Florianópolis, Navegantes e Joinville, em Santa Catarina. Segundo a companhia, nestes aeroportos já é possível a Gol decolagens dentro de seu padrão de segurança.

Os voos com partida ou decolagem previstas para Porto Alegre, Caxias do Sul e Chapecó, no Brasil, e também para Buenos Aires, na Argentina, e em Montevidéu (Uruguai) permanecem cancelados. Segundo a empresa, os cancelamentos ocorrem devido ao avanço das cinzas do vulcão chileno Puyehue sobre o espaço aéreo dessas regiões.

Voos na Argentina
A maioria dos voos internacionais e domésticos dos dois aeroportos de Buenos Aires, na Argentina, e do aeroporto internacional de Montevidéu, no Uruguai, estavam cancelados nesta manhã. Na véspera, todos os voos internacionais e domésticos dos três aeroportos foram cancelados, segundo as autoridades.

A expectativa é que a nuvem de cinzas se dissipe no final da tarde desta sexta, o que permitiria retomar os voos no país vizinho.

fonte/G1

UM ALEMÃO FICA NU EM PLENO VOO E AVIÃO VOLTA PARA MADRID


MADRID -Um passageiro alemão ficou nu em um voo da Iberia entre Madri e Frankfurt, o que obrigou o piloto a voltar ao aeroporto para expulsar o nudista do avião, informou a companhia aérea.
 
"Um passageiro de nacionalidade alemã se despiu a bordo do avião em pleno voo, na noite de quinta-feira", explicou um porta-voz da Iberia à AFP.

"A tripulação tentou dissudi-lo, mas ele ficou agressivo. Depois, ele se trancou em um dos banheiros. O piloto decidiu voltar para Madri", acrescentou.

Em seguida, a polícia civil tirou o passageiro do avião e o levou para interrogatório. O porta-voz da Iberia admitiu não ter ideia do motivo do gesto.

fonte/AFP/Terra

DOS 36 VOOS PROGRAMADOS NO SALGADO FILHO NESTA SEXTA-FEIRA, APENAS UM DECOLOU

Atualizada às 08h32min Dos 36 voos programados da meia-noite às 8h30min desta sexta-feira no Aeroporto Salgado Filho, apenas uma partida foi realizada.

Previsto para as 6h50min, o voo 5438 da companhia aérea Trip, de Porto Alegre a Campo Grande, foi o único que levantou voo do pátio do aeroporto. O turboélice, que faz três escalas em cidades paranaenses, opera em uma altitude mais baixa do que a dos jatos.

Partidas e chegadas da companhia gaúcha NHT para esta manhã estão previstas.

font/ZeroHora
Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...