domingo, 27 de outubro de 2013

HELICÓPTERO CAI NO AEROPORTO DE ILHÉUS, Bahia, PT-HZO

 Por volta das 16h30 desse domingo (27), um helicóptero modelo esquilo (PT-HZO), caiu na pista do aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus.

As primeiras informações dão conta de que a aeronave estava a serviço de uma empresa que realiza estudos geográficos e apresentou problemas no rotor,  segundos após levantar voo da cabeceira 29 (próximo à rodovia). 

O piloto, único tripulante, não conseguiu controlar o helicóptero, que veio ao chão. De acordo com a Infraero, o tripulante não teve ferimentos graves. Ele recebeu os primeiros socorros de uma unidade do corpo de bombeiros. Pousos e decolagens foram interrompidos no aeroporto.  

Confira as imagens registradas pelo fotógrafo Sandro Andrade minutos após o acidente:
IMG_1108

fonte/foto/ OTabuleiro/SandroAndrade

MATRÍCULA: PTHZO (consulta RBA)
Fabricante:
HELIBRAS
Modelo:
AS 350 B2
Número de Série:
AS2860
Tipo ICAO :

Tipo de Habilitação para Pilotos:

Classe da Aeronave:
HELICOPTERO 1 MOTOR TURBOEIXO
Peso Máximo de Decolagem:
2250 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
005


Categoria de Registro:
PRIVADA SERV.TRANSP.AEREO PUBLICO NAO REGULAR TX.AEREO
Número dos Certificados (CM - CA):
14830
Situação no RAB:
ORDEM JUDICIAL/ARRENDAMENTO MERCANTIL
Data da Compra/Transferência:
141100


Data de Validade do CA:
21/09/07
Data de Validade da IAM:
020607
Situação de Aeronavegabilidade:
MATRICULA CANCELADA
Motivo(s):


  • Aeronave avariada por acidente ou incidente
  • IAM vencida
  • Consulta realizada em: 27/10/2013 21:03:41

    sexta-feira, 25 de outubro de 2013

    ENCONTRO INTERNACIONAL DE AEROCLUBES - PUERTO MADRYN - ARGENTINA


    NÚMERO DE PASSAGEIROS EM VOOS RECUA EM SETEMBRO PELA PRIMEIRA VEZ EM NOVE ANOS

    A demanda doméstica de passageiros por transporte aéreo caiu em setembro pela primeira vez no mês em nove anos, informou nesta sexta-feira a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
    O indicador caiu 0,56% na comparação com setembro do ano passado, levando a uma queda de 0,07% no acumulado do ano.
    Azul Linhas Aéreas e Avianca destacaram-se com as maiores taxas de crescimento de demanda doméstica, com alta de 34,72% e 33,49%, respectivamente.
    A TAM teve redução em sua participação no mercado passando de 40,8% para 39,89%. Já a da Gol subiu de 33,57% para 35,45%, acrescentou a agência.
    Do lado da oferta de assentos pelas companhias aéreas, houve queda 2,94% em setembro, também na comparação anual. No ano, a oferta tem queda de 4,37%.
    Segundo a Anac, a taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos de passageiros (que calcula a relação entre demanda e oferta) atingiu o melhor nível para o mês de setembro desde o início da série, em 2000, e chegou a 77,42%.
    No transporte aéreo internacional, a demanda de passageiros das empresas aéreas brasileiras cresceu 3,07% em setembro, quando comparada com o mesmo mês de 2012.
    A oferta internacional registrou aumento de 5,08% no mesmo período.
    "A demanda e oferta internacional das empresas brasileiras alcançaram o seu maior nível desde o início da série, em 2000, registrando crescimento há onze meses consecutivos", disse a Anac.
    O Grupo TAM teve alta de 1,26% e a Gol registrou crescimento 18,99% na demanda por transporte aéreo internacional em setembro de 2013, quando comparada a setembro de 2012.
    A taxa de aproveitamento naquele mês foi de 81,21%, um recuo anual de 1,92%, segundo a Anac.

    fonte/Reuters/UOL

    quinta-feira, 24 de outubro de 2013

    APÓS 12 HORAS, PISTA DO AEROPORTO SANTOS DUMONT É REABERTA NO RIO

    Após 12 horas, a pista principal do aeroporto Santos Dumont, na zona sul do Rio de Janeiro, foi reaberta para pousos e decolagens na tarde desta quinta-feira. Ela permaneceu fechada das 2h30 às 14h32, devido ao vazamento de óleo de um caminhão que fazia a limpeza da pista. 


    De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), dos 92 voos previstos para deixar o aeroporto das 0h às 15h, 21 (22,8%) sofreram atrasos superiores a 30 minutos e outros 21 (22,8%) foram cancelados. Seis voos que deveriam pousar no aeroporto durante o fechamento da pista principal foram desviados para o Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão).


    Um vazamento de óleo ocorrido na madrugada desta quinta-feira provocou o fechamento da pista principal do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. O combustível vazou de um caminhão que fazia a limpeza da pista. As operações de pousos e decolagens no terminal passaram a ser feitas na pista auxiliar, paralela à principal, para todas as companhias aéreas exceto a Gol, cujos voos foram remanejados ao Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão). 

    Pelo menos sete voos foram cancelados - quatro de chegada e três de partida. Segundo a Infraero, a quantidade de óleo derramado foi grande, e o trabalho de limpeza da pista só deve ser concluído no final desta manhã.  O movimento de passageiros no saguão de embarque do Santos Dumont é grande, mas não há registro de tumultos.

    fonte/AgBrasil/Terra

    DC-3 RASANTE....


    ...PARA SUA INFORMAÇÃO, CASO CONTINUE A UTILIZAR A PISTA, IREMOS IMPEDIR DANDO TIROS EM SUA AERONAVE




    Desocupação 2Ricardo Vieira Ferreira - A frase que dá título a esta reportagem foi ouvida pelo piloto e instrutor NILSON RIBEIRO DE MELO no dia 07/10/2013 no rádio do seu avião PT CUA e proferida por um troglodita da GUARDAMUNICIPAL de Maricá. Nilson é instrutor da SKYLAB e estava em exercício de pouso e decolagem com o alunoRICARDO MOREIRA e foram ameaçados na freqüência rádio 123,45 MHZ e, diante da negativa do instrutor ouviu a seguinte pérola: É POR SUA CONTA E RISCO! Terminada a instrução e tendo pousado a aeronave, dirigiu-se a sala de controle do aeroporto e redigiu o que se conhece por “RELATÓRIO DE PERIGO” remetido por email ao CENIPA – Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos aos cuidados do Major Aviador CESAR MEDEIROS SILVA JUNIOR. A ocorrência recebeu o número de protocolo na ANAC  00065139045/2013-41.
    CENIPA3
    O instrutor preparou denúncia à 82ª DP (Maricá) em 09/10/2013, mas resolveu esperar a resposta do seu comunicado ao CENIPA. O documento chegou na última 2ª feira, 21 e no seu teor recomenda que ...”este Centroorienta com veemência que você registre um boletim de ocorrência junto à delegacia de Maricá, pois entende-se que tal situação trata-se de ameaça a integridade física da pessoa e não uma questão envolvida à segurança de voo.
    NILSON recebeu recomendação do pessoal do CENIPA para levar o caso em forma de denúncia à POLÍCIA FEDERAL, para melhor apuração das ameaças.
    CENIPA 2


    fonte/MaricaEmFoco......

    MAIS UM CASO RELATADO NO AEROPORTO DE MARICÁ......

    ANAC...até quando........relato do forum da ABUL


    Semana passada passei o maior perrengue que já passei em toda minha vida na aviação. Consultei NOTAM e fiz plano de vôo para Maricá, RJ. Não havia nenhum NOTAM e o plano foi devidamente aceito na sala AIS Uberaba. Decolei do Vale dos Dinossauros SSFH sexta-feira passada com minha esposa e dois filhos. Fui controlado até o pouso em Maricá. Lá chegando, logo na saída da taxiway uma viatura me aguardava. Taxiei a aeronave até local deestacionamento e antes de desembarcar minha família já se encontravam ao lado da aeronave a viatura com 4 policiais armados e dois ''fiscais'' do município. Fui recebido com a pergunta: O Sr. está ciente que o aeroporto está interditado? Logo respondi, quando decolei, não havia nenhum NOTAM de interdição do aeródromo. Me explicaram que apesar da pista na estar interditada e de não haver NOTAM, o prefeito de Maricá interditou a área do aeródromo que é propriedade do município. Que apesar da pista não estar interditada, a área onde eu me encontrava estava interditada e que para eu sair deste local precisaria de uma autorização formal da prefeitura de Maricá, apesar da pista estar em operação e minha aeronave estar com toda documentação em dia. Ainda que não poderia decolar no domingo, como eu havia planejado, pois a prefeitura não funciona aos finais de semana. Resumindo, não teria acesso ao meu bem, para poder ir e vir, apesar de não haver nenhum NOTAM. 


    FUI EMBORA REVOLTADO, meus filhos inseguros sem entender o que estava acontecendo, e eu mesmo sem entender a situação que um cidadão pode ser colocado sem uma lógica.
    Perdi compromissos segunda-feira em Uberaba e fui à prefeitura buscar a tal autorização. Com intuito de resolver minha situação, não questioneis muito. 

    Após viagem de carro de 45 minutos de Niterói à Maricá, Munido dos meus documentos e dos documentos da aeronave, cheguei à prefeitura e após esperar 1 hora, me disseram que não poderia ter acesso ao gabinete do secretário pois eu estava de bermuda (fui passar o final de semana na praia e o calor estava imenso). Esperei mais uma hora e me ''quebraram o galho'' e me entregaram uma autorização que me permitia decolar até no dia seguinte (aí ei já não poderia mais decolar na segunda por causa da demora). A autorização continha meu nome e os dados da aeronave, assim como o prazo limite de decolagem 15/10/13, dia seguinte. Questionei a pessoa que me entregou a autorização que a previsão do tempo não era das melhores e que não havia nome dos meus familiares na autorização. Me afirmaram que somente era necessário o nome do comandante da aeronave e, se caso não pudesse decolar no dia 15, teria que pedir outra autorização. 

    Munido da tal autorização, após outros 45 minutos de carro até o aeródromo, cheguei ao portão do aeroporto, apresentei a porcaria da autorização para escutar do guardinha que somente eu poderia ingressar o aeródromo pois os nomes de meus familiares não estavam na autorização. Que precisaria retornar à prefeitura para uma nova autorização, o que muito indignadamente fiz, inclusive colocando uma calça jeans na porta da prefeitura para poder acessar o grande e imponente gabinete do secretário. Mais uma hora e meia de raiva e indignação me trouxeram a autorização. Desta vez consegui entrar no aeródromo e ter acesso ao meu bem e com plano de vôo feito, ainda tive que ir até CABO FRIO buscar abastecimento, pois além de tudo, não havia Avgas em Marica, o que me custou entre ida e volta uns bons 40 minutos de vôo. 

    A situação foi extremamente revoltante! acho que nosso país está indo para algum lugar absurdo que nossos filhos pagarão caro o preço de viver aqui. 


    fonte/ABUL.....

    quarta-feira, 23 de outubro de 2013

    ATR SAI DA PISTA EM PAPU NOVA GUINÉ



    Um  ATR-42 -300, da Air Niugini, matrícula P2- PXY,  realizando um vôo de carga de Madang a Tabubil ( Papua Nova Guiné) com 3 tripulantes , rejeitou a decolagem da pista 25, mas ultrapassou o final da pista e veio parar nas margens do rio Meiro Creek às de 09:00 L ( 23:00 Z 18 outubro ) . 

    Todos três tripulantes conseguiram sair do avião através das portinholas do cockpit , um sofreu ferimentos leves , todos três tripulantes foram liberados do hospital. A aeronave recebeu danos substanciais .

    O Ministro da Aviação Civil da Papua confirmou que o avião de prefixo P2-PXY se envolveu hoje um acidente ( 19 out ) no aeroporto de Madang afirmando que " essas aeronaves de carga ( registo de marca P2- pxy ) saiu da pista a oeste e veio parar nas margens do Meiro CREEK fora da extremidade da pista 25 ". 

    A aeronave recebeu danos na asa direita e no motor devido a um incêndio . Uma equipe de investigação foi mandada ao local. O ministro agradeceu especialmente serviços de resgate para a sua pronta resposta ao acidente. 

    A aeronave pertence à Air Farn e foi arrendado para a Air Niugini sendo operado no COA da Air Niugini .Um observador no solo relatou  que a aeronave ultrapassou o final da pista quando tentava decolar.

    Em 22 de outubro de 2013 a BEA francês informou em seu boletim semanal que o avião acelerou para decolar da pista 25, quando em rotação a engrenagem de nariz não se levantou para fora da pista , o capitão do vôo , disse em entrevistas pós voo os controles estavam muito pesado, e resolveu rejeitar a decolagem , a aeronave ultrapassou o final da pista , desceu um barranco de cerca de 3 metros , continuou por cerca de 100 metros , antes de impactar com a cerca do perímetro do aeroporto, fazendo com que a aeronave girar cerca de 45 graus , o motor direito pegou fogo , a aeronave deslizou para baixo em um pequeno riacho onde parou parcialmente submerso. 

    O gravador de voz da cabine e dados de vôo não foram submersas e foram recuperadas em bom estado. O motor direito separou da asa e caiu no riacho. A investigação é conduzida pelas autoridades de Papua Nova Guiné.

    Não há dados meteorológicos disponíveis. O Aeroporto Madang oferece uma pista (25/07) de 5170 feet/1580 metros de comprimento .


    fonte/foto/AvHerald/Andrea/Wanaku

    TJDF MANDA GOL DEVOLVER EM DOBRO SEGURO VIAGEM A 4 MILHÕES DE CLIENTES


    O Tribunal de Justiça do Distrito Federal determinou a Gol a devolução em dobro da cobrança indevida do "seguro de assistência de viagem" a mais de 4 milhões de clientes.

    A ação foi ajuizada pelo Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT), em 2011, porque o site da empresa já trazia opção da compra do seguro marcada, o que induzia os consumidores a erro. A decisão da 5ª Vara Cível de Brasília considera que a empresa "ofendeu direitos básicos dos consumidores ao induzir a compra do seguro de proteção individual denominado 'assistência viagem premiada'". Segundo o promotor Guilherme Fernandes, a ação pedia cerca de R$ 100 milhões em punições para a GOL: além do ressarcimento em dobro aos 4 milhões de clientes que compraram o seguro de R$ 3 sem querer (o que totaliza R$ 24 milhões), a ação pedia R$ 10 para cada cliente em danos morais (R$ 40 milhões) e a destinação de R$ 39 milhões para fundos de direitos coletivos de forma a evitar que ações semelhantes voltem a acontecer.

    A decisão, no entanto, condena a empresa VRG Linhas Aéreas a devolver em dobro o seguro viagem que cobrava de seus clientes. A juíza julgou improcedente o pedido de danos morais coletivos porque "os transtornos advindos da contratação de um seguro (...) não configuram dano moral, tratando-se de mero aborrecimento e chateação”.

    Para receber os valores, segundo a decisão, os clientes deverão comprovar a compra. O promotor Guilherme Fernandes estima "que menos de 1% dos consumidores" buscará receber o dinheiro de volta por isso o MP deve pedir, depois de um ano, com base no Código de Defesa do Consumidor, a destinação dos recursos para fundos de direitos coletivos.

    A decisão, de julho deste ano, foi informada ao ministério público nesta segunda-feira, segundo o promotor Guilherme Fernandes.

    A Gol recorreu da decisão no dia 10 de outubro, de acordo com o MPDF e o TJDF. Procurada, a empresa não se pronunciou até a última atualização desta reportagem.

    fonte/G1

    AÉREAS DEVEM VER QUE NÃO FAZEM FAVOR AOS PASSAGEIROS, DIZ MINISTRO


    O ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Moreira franco, sugeriu que os serviços dos aeroportos é elitista e comparou o tratamento dos passageiros nos aeroportos e nas rodoviárias, segundo informações divulgadas pela assessoria de imprensa da SAC.

    "Não tem cabimento ficar chamando passageiro ausente pelo sistema de alto-falante, você já viu isso em rodoviária, por acaso? Essa mudança cultural tem que ser promovida na operação do aeroporto", disse. Segundo as informações da assessoria da secretaria, Moreira Franco disse que “companhias aéreas e operadores aeroportuários precisam entender que não fazem favor aos passageiros”.

    O minsitro da SAC reiterou que abusos nos preços de passagens aéreas durante a Copa do Mundo serão combatidos pelo governo, mas negou estabelecer um teto para o valor desses serviços. “Não vai ter ‘teto’. O Brasil já teve experiência com ‘tetos’ tarifários, e hoje as passagens aéreas são mais baratas do que na época dos ‘tetos’”, disse.

    Ele lembrou que o governo criou uma comissão que acompanhará os preços cobrados no transporte de passageiros pelas companhias aéreas, e que esse grupo atuará no sentido de evitar que os consumidores sejam lesados sempre que forem detectados excessos.

    Moreira Franco acrescentou que “hoje a aviação não é mais um modal da classe dominante e não só de passageiros. É um transporte coletivo de pessoas e também de cargas”. Ele apontou ainda que os aeródromos ainda trabalham, no trato dos viajantes, como diretrizes hierárquicas que comprometem o seu desempenho em termos de agilidade, o que só mudará quando forem revisadas.

    Concessões
    Moreira Franco disse ainda que as concessões dos aeroportos de Confins e Galeão serão concluídas antes do final do ano. Segundo ele, as obras de ampliação, modernização e reforma nos aeroportos concedidos têm prejudicado os serviços aos usuários, mas são problemas temporários e que serão finalizados em breve por estarem dentro do cronograma.

    Segundo a agência Reuters, Moreira Franco também teria dito que a participação de 49% da  Infraero no consórcio dos aeroportos brasileiros concessionados à iniciativa privada é um peso para o Governo.

    Ele afirmou, de acordo com a agência, que o Tesouro é obrigado a fazer aportes relativos à proporção da participação da Infraero no consórcio. Ao ser questionado quando uma eventual redução da participação da Infraero poderia acontecer, Moreira evitou comentários e disse apenas "que o futuro pertence a Deus".

    Copa e dia a dia
    O ministro também garantiu que os aeroportos nacionais funcionarão bem durante a Copa do Mundo, mas disse que se procupa com os serviços dos dia a dia dos aeroportos. "Não é que eu não me preocupe com a Copa do Mundo, mas estou preocupado mesmo é em melhorar o atendimento dos passageiros no dia a dia", disse da durante o Fórum de Infraestrutura organizado pela revista "Exame".

    Por conta disso, o governo planeja tocar projetos voltados a aumentar o uso de aeronaves e aeroportos no transporte de cargas e otimizar os custos das operações, assim como estimular a aviação regional.

    fonte/G1

    terça-feira, 22 de outubro de 2013

    23 DE OUTUBRO - DIA DO AVIADOR E DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA




    PROVA REALIZADA PELA ANAC SOFRE ATRASO E PREJUDICA ALUNOS



    A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), marcou para a última segunda-feira (21), uma prova para profissionais da área de segurança da AVSEC. A prova foi marcada com horário de inicio a partir das 6:00.

    Mais de 700 inscrições foram realizadas para serem efetuadas no centro de treinamento da ANAC, em Jacarepaguá. Segundo informações cedidas por uma das inscritas, Jaqueline Muniz, os alunos ficaram desde as 6:00 horas da manhã sem se alimentar, aguardando a prova ser aplicada.

    Inscritos em prova da ANAC tiveram que esperar no calor. (Foto: Jaqueline Menezes)
    Inscritos em prova da ANAC tiveram que esperar no calor.
    (Foto: Jaqueline Menezes)

    A prova que está sendo aplicada tem a parte teórica e prática. Moradores de outros estados também participam da prova da ANAC. Segundo informações, diversos inscritos passaram mal, sendo que um deles foi levado as pressas para um local apropriado, devido a ter se sentido muito mal. Diversos alunos reclamam da ineficiência da ANAC devido ao atraso nas aplicações das provas teóricas e práticas, que teria o horário para o término às 17:00h.

    fonte/Marica.Info

    SINDICATO TENTA NOVO PROTESTO POR AUMENTO REAL NA EMBRAER

    O objetivo é pressionar a empresa a negociar diretamente com o sindicato a revisão do aumento salarial já concedido pela companhia, que ficou abaixo do reivindicado.

    A Embraer já concedeu 6,07% de aumento, corresponde ao INPC do período, a partir de setembro, enquanto aguardava as negociações sobre aumento que ocorreu no âmbito da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

    Sem um acordo, as negociações foram finalizadas, segundo a direção do sindicato.

    Agora, eventual reabertura das conversações deve ser diretamente entre as partes.

    Segundo o sindicato, a empresa ofereceu mais 0,5%, além do INPC, mas a oferta foi recusada pela entidade.
    “Até o momento, a Embraer não fez nenhuma sinalização”, disse ontem o vice-presidente do sindicato, Herbert Claros.

    Segundo ele, a alternativa agora é mobilizar os trabalhadores para pressionar a empresa. “Vamos mobilizar a categoria nos próximos dias”, disse.

    Há cerca de 15 dias, o sindicato conseguiu atrasar a entrada do primeiro turno em cerca de quatro horas.

    Na avaliação dos sindicalistas, seria importante fechar acordo com a indústria, porque a Embraer lidera as empresas do setor aeronáutico.

    Na campanha deste ano, a reivindicação base do sindicato é aumento de 13,5%.

    Nos demais segmentos que negociou, a entidade conseguiu fechar acordos salariais com índices que variam de 8% a 10%. “A Embraer é a que menos ofereceu até agora”, disse o vice-presidente sindical.

    A empresa não tem se manifestado a respeito.

    Jornada.
    Acontece amanhã, na Câmara, a pedido do sindicato, audiência, a partir das 18h, para debater proposta da entidade de redução da jornada de trabalho na empresa.
    O sindicato reivindica redução de 43 para 40 horas semanais a jornada na Embraer.


    fonte/OVale

    PANE NOS SISTEMAS DE VOO LEVA CAOS AO AEROPORTO DO PANAMÁ

    Pernambucana relata caos após pane em voos em aeroporto do Panamá

    Falha em sistema de companhia aérea deixou passageiros 'presos' no país.
    Moradora do Recife dormiu no chão do terminal com filhas de 8 e 11 anos.

    Do G1 PE

    Passageiros dormem no chão do Aeroporto Internacional do Panamá enquanto aguardam retorno ao Brasil. (Foto: Paula Salazar/ Arquivo pessoal)Passageiros dormem no chão do Aeroporto Internacional do Panamá, enquanto aguardam retorno ao Brasil(Foto: Paula Salazar/ Acervo pessoal)
    Uma falha no sistema de voos da Copa Airlines, ocorrida no último sábado (19), comprometeu viagens da companhia para diversos países com partida da Cidade do Panamá. Até a noite desta segunda-feira (21), ainda há passageiros tentando embarcar. A pernambucana Paula Salazar, 37 anos, contou ao G1 que passou duas noites dormindo no Aeroporto Internacional Tocumen, com as filhas Gabriela, 8, e  Letícia, 11 anos, além da irmã dela, Isabela Salazar, 40. A passageira disse que faltou comida nas lanchonetes e as filas para obter informação eram "imensas". A família, que voltava ao Recife após descanso nos EUA, chegou a dormir no chão do terminal.

    Paula viajou para os Estados Unidos em 11 de outubro. Visitou Miami e Orlando e, na volta, dia 19, precisou fazer uma conexão na Cidade do Panamá. O voo para o Recife partiria às 21h57 do último sábado. "Foi quando começou o inferno. Nos disseram que houve uma queda no sistema e todos os voos iam atrasar. Parecia um cenário de guerra, com bebês e idosos dormindo no chão. Eles [a empresa aérea] perderam o controle. Faltou comida nas lanchonetes, eles precisaram descer [comida] dos aviões. Também levaram lençóis para a gente dormir no chão mesmo", afirmou.

    A jornalista pernambucana só foi transferida para um hotel por volta de 1h30 desta segunda-feira (21), após mais de 24 horas no aeroporto. "E eles só mandaram [para um hotel] porque invadimos a sala VIP da Copa, com as crianças chorando. A gente não conseguia informação, as filas eram imensas. Deu para ver que a empresa não está preparada para emergências", criticou.

    A pernambucana também reclamou que a aérea priorizou o embarque de passageiros norte-americanos. "A lei de migração dos Estados Unidos é bem mais rígida. Vi diplomatas dos Estados Unidos, da Rússia, mas não vi do Brasil. Depois, até falei com a embaixada brasileira no Panamá e eles disseram que não podiam fazer nada e que, inclusive, havia ministros brasileiros que foram para uma reunião e também estavam sem ter como voltar."

    Na noite desta segunda, Paula foi acomodada com a família no voo 403 com destino ao Recife. Ela deve chegar a capital pernambucana às 7h15 desta terça (22). "Espero que não dê errado, pois era para eu estar trabalhando, as meninas na escola. Minha irmã trabalha na África. Se ela não viajar até amanhã [terça], não consegue voltar para lá", disse ao G1 enquanto esperava o embarque.

    Em nota, a Copa Airlines informou que registrou uma interrupção no funcionamento da rede de tecnologia na central de operações de voos na Cidade do Panamá nas primeiras horas do último sábado. A situação se estendeu por várias horas do dia, tendo sido parcialmente resolvida. "A interrupção provocou um efeito em cadeia, com a sobreposição de voos, o vencimento do horário de tripulantes e congestionamento nas dependências dos aeroportos. Por esta razão, a companhia aérea registrou cancelamentos e atrasos dos voos também no domingo, dia 20, e segunda-feira, dia 21", explica.

    A nota ainda diz que os "cancelamentos têm sido adotados em caráter de urgência e sempre levando em conta a segurança de nossos passageiros, funcionários e colaboradores, com a preocupação de restabelecer os itinerários de nossos passageiros da maneira mais rápida e eficiente possível". A Copa Airlines afirma que está prestando assistência aos passageiros e assumirá os gastos relacionados a mudanças ou realocações dos voos afetados.

    fonte/foto/G1

    segunda-feira, 21 de outubro de 2013

    VÍDEO MOSTRA VEÍCULOS DA PREFEITURA DE MARICÁ NA PISTA DO AEROPORTO


    AVIÃO CAI E DEIXA DOIS MORTOS EM MARICÁ, RIO DE JANEIRO

    Um avião de pequeno porte caiu na tarde desta segunda-feira (21) na Lagoa de Maricá, em uma área considerada residencial, na altura do loteamento Marine.

    Duas pessoas morreram na queda da aeronave. De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar, as vítimas são: Carlos Alfredo Flores da Cunha, 48 anos, que estava com a identificação de Juiz de Direito, e a outra seria Adelmo Louzada de Souza, que ainda não teve a idade confirmada. 

    Bombeiros auxiliaram no resgate dos dois corpos. (Foto: João Henrique | Maricá Info)
    Bombeiros auxiliaram no resgate dos dois corpos.
    (Foto: João Henrique | Maricá Info)

    Militares do Corpo de Bombeiros estiveram no local e retiraram os corpos das vítimas da Lagoa de Maricá com o auxílio da Defesa Civil. O Delegado Titular da 82ª DP (Maricá), Júlio Cesar Mulatinho, está no local auxiliando os trabalhos.

    Segundo testemunhas, a aeronave realizava estripulias enquanto sobrevoava a lagoa próximo a um campo de futebol. “O avião parou no ar, eu estranhei, pois avião não para no céu, aí depois só vi a aeronave caindo.” Disse José Augusto da Silva, 41 anos.

    Bombeiros e agentes da Defesa Civil retiraram os corpos do local. (Foto: João Henrique | Maricá Info)
    Bombeiros e agentes da Defesa Civil retiraram os corpos do local.
    (Foto: João Henrique | Maricá Info)

    Não há informações sobre o motivo da queda do avião bimotor prefixo PT-KGK sobre a Lagoa de Maricá na tarde desta segunda-feira (21). A aeronave teria decolado do Aeroclube do Brasil, em Jacarépagua e teria tentado pousar sobre o Aeródromo de Maricá, porém, o mesmo encontrava-se bloqueado por caminhões da prefeitura municipal.

    fonte/foto/Maricainfo 

    Dados da aeronave:fonte RAB

    Fabricante:
    PIPER AIRCRAFT
    Modelo:
    PA-34-200
    Número de Série:
    347450163
    Tipo ICAO :
    PA34
    Tipo de Habilitação para Pilotos:
    MLTE
    Classe da Aeronave:
    POUSO CONVECIONAL 2 MOTORES CONVENCIONAIS
    Peso Máximo de Decolagem:
    1814 - Kg
    Número Máximo de Passageiros:
    005


    Categoria de Registro:
    PRIVADA INSTRUCAO
    Número dos Certificados (CM - CA):
    7902
    Situação no RAB:

    Data da Compra/Transferência:
    231293


    Data de Validade do CA:
    09/05/18
    Data de Validade da IAM:
    010314
    Situação de Aeronavegabilidade:
    Normal
    Motivo(s):

    Consulta realizada em: 21/10/2013 19:48:43
     

    NON-STOP...BREVE NA TELONA


    DIVULGAÇÃO - VULCANAIR NA CHINA


    domingo, 20 de outubro de 2013

    PNEUS DE BOEING 747 EXPLODEM APÓS DECOLAGEM NA AUSTRÁLIA





    Um Boeing 747-400 da United, matrícula N182UA, realizando o voo UA- 840, de Sydney (Austrália) para Los Angeles (EUA), retornou para pouso após tripulação sentir que um dos pneus da aeronave explodiu durante a decolagem.


    A torre foi alertada e realizou uma inspeção na pista e constatou "lotes de borracha"na superfície. A aeronave orbitou a 10.000 pés para alijar combustível e após 90 minutos realizou um pouso seguro na pista 34L do Aeroporto de Sidney.

    Durante o deslocamento para taxiway a torre relatou um pouco de fumaça no trem de pouso principal esquerdo , e parecia que havia alguma borracha faltando as rodas . A aeronave desocupou a pista via taxiway G e parou fora da pista. Ambos os pneus da engrenagem do corpo esquerdo tinha separado das rodas, e restos de detritos das borrachas impactaram e deixaram marcas em torno das carenagens e da raiz da asa . A pista 34L foi fechada por cerca de 20 minutos até que os destroços serem removidos , mas precisou ser fechada novamente devido a danos causados pelas rodas . A pista foi aberta e fechada várias vezes ao longo das últimas 5 horas, como resultado da ocorrência.O voo foi cancelado .

    fonte/AvHerald/foto/ Airline Hub Buzz
    Enhanced by Zemanta

    QUEDA DE AVIÃO NO PANTANAL MATA OS CINCO OCUPANTES

    Cinco pessoas - dentre elas, duas crianças -  morreram após a aeronave de pequeno porte modelo P28R, prefixo PT-NKO, cair em uma fazenda entre Miranda e Corumbá na manhã de sábado (19).

    O destino do monomotor era o aeródromo da Fazenda Santa Gertrudes, em Corumbá. Duas das vítimas foram identificadas: o pecuarista Ricardo Jardim de Almeida e Fernanda Braga dos Santos Almeida, que estaria grávida. 

    Segundo a assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira (FAB), a decolagem foi feita em Campo Grande às 5h30min de hoje.

    O avião saiu do aeródromo Teruel, na saída para São Paulo, na capital, e perto do horário de pouso, previsto para as 7h, emitiu um alerta de emergência e desapareceu. Segundo a FAB, o sinal de emergência foi acionado às 7h11min (horário de Mato Grosso do Sul).

    Antes do meio-dia, um avião C-105 Amazonas, do Esquadrão Pelicano, que realiza resgates aéreos, saiu da Base Aérea de Campo Grande na tentativa de encontrar vestígios do monomotor. As buscas se concentraram no trajeto Campo Grande/Corumbá e por volta das 18h a aeronave foi avistada a 2 Km de uma propriedade rural chamada Mirador, que fica numa distância de cerca de 250 Km da capital.

    Um helicóptero do mesmo esquadrão, que já estava de plantão, foi acionado para fazer o resgate das vítimas e utilizando óculos de visão noturna, os militares fizeram o resgate dos corpos durante à noite.



    fonte/Correio do Povo /foto/CorreiodoPovo/ViaFacebook





    Dados da Aeronave (RAB)

    Fabricante:
    NEIVA
    Modelo:
    EMB-711C
    Número de Série:
    711125
    Tipo ICAO :
    P28R
    Tipo de Habilitação para Pilotos:
    MNTE
    Classe da Aeronave:
    POUSO CONVECIONAL 1 MOTOR CONVENCIONAL
    Peso Máximo de Decolagem:
    1202 - Kg
    Número Máximo de Passageiros:
    003


    Categoria de Registro:
    PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
    Número dos Certificados (CM - CA):
    9339
    Situação no RAB:

    Data da Compra/Transferência:
    310512


    Data de Validade do CA:
    21/01/16
    Data de Validade da IAM:
    110114
    Situação de Aeronavegabilidade:
    Normal
    Motivo(s):

    Consulta realizada em: 20/10/2013 10:46:36

    sábado, 19 de outubro de 2013

    AVIÃO COM 68 PASSAGEIROS SAI DA PISTA NAS FILIPINAS

     
    Um jato British Aerospace BAe 146-200da Skyjet, matríclua RP-C5525, voando para Alphaland Corporation em voo charter de Manila para Balesin Island ( Filipinas) com 68 passageiros e 7 tripulantes, saiu da pista ao pousar as 11:40L (03:49Z).
     
    A aeronave parou 200 metros depois do final da pista em uma área de lamacenta e ainda não está esclarecido se o trem de pouso do nariz afundou ou sofreu colapso.
    O CAAP ( Civil Aviation Authority Filipinas ) afirmou que o capitão do vôo calculou mal a pista e parou cerca de 200 metros após o final da pista. A aeronave recebeu danos no trem de nariz .
    Alphaland Corporation, que organizam voos de / para Balesin Island Club para seus convidados , afirmou  que o avião fretado da Skyjet, e por sorte não houve feridos.
    Não há dados meteorológicos estão disponíveis para Balesin Island ( Polillo ) .
     A ilha de Balesin tem uma pista de concreto pavimentada com 1200 metros/3940 pés.
     
    fonte/AvHerald/foto/
    Passenger photo (Photo: jackiesese):



    QUEDA DE AVIÃO COM PARAQUEDISTAS DEIXA AO MENOS 10 MORTOS NA BÉLGICA

    Pelo menos dez pessoas morreram neste sábado (19) na queda de um avião que transportava paraquedistas na região de Namur, sul da  Bélgica, anunciou o prefeito da localidade onde ocorreu o acidente.

    Avião caiu 10 minutos após decolar do aeródromo de Temploux (Foto: John Thys/Belga/AFP) 
    Avião caiu 10 minutos após decolar do aeródromo de Temploux (Foto: John Thys/Belga/AFP)

    "O avião decolou do aeródromo de Temploux com dez paraquedistas e provavelmente um piloto a bordo e caiu 10 minutos mais tarde em um campo. Infelizmente, todos os paraquedistas morreram. O balanço é de dez ou onze vítimas", declarou o prefeito de Fernelmont, Jean-Claude Nihou.

    Segundo o prefeito, o avião caiu a 250 metros de uma área residencial de Marchovelette, perto de Namur, e ficou parciamlente calcinado, o que dificulta a identificação exata do número de mortos.
    •  
    Acidente ocorreu na região de Namur, sul do país (Foto: John Thys/Belga/AFP) 
    Acidente ocorreu na região de Namur, sul do país (Foto: John Thys/Belga/AFP)
     
    fonte/G1/foto/AFP 

    Dados da aeronave (fonte/ASN)
    Tipo: Pilatus PC-6 
    Modelo B2-H4 Turbo Porter
    Prefixo: OO-NAC
    nr série construção: 710
    Operador: Paraclub Namur
     


    foto (Pilatus PC-6 OO-NAC during takeoff from Namur Airport (EBNM), 8 May 2010; (c) H.Ranter)
     

    CORPOS DE 30 VÍTIMAS DE AÉREO NO LAOS SÃO RESGATADOS

     As equipes de resgate recuperaram 30 corpos do total das 49 pessoas, entre viajantes de 11 nacionalidades e tripulação, que morreram na última quarta-feira (16) em um acidente de avião no sul do LAOS, informaram fontes oficiais neste sábado (19).

    Em comunicado, a companhia Lao Airlines, proprietária do avião acidentado, divulgou que 14 corpos foram identificados, entre eles o do piloto e de outros três tripulantes, enquanto outros 16 corpos continuam sem identificação.

    A aeronave transportava 16 laosianos, sete franceses, seis australianos, cinco tailandeses, três coreanos, três vietnamitas e um americano, um chinês, um malaio e um taiuanês.

    Também viajavam a bordo cinco tripulantes, todos eles laosianos exceto um dos pilotos, de nacionalidade cambojana, segundo a companhia aérea.

    O QV301, um avião da empresa franco-italiana ATR, caiu no rio Mekong quando se aproximava do aeroporto de Pakse, a capital da província de Champassak, uma hora e 15 minutos depois de ter decolado de Vientiane, a capital do Laos.

    A companhia atribuiu o acidente às condições climáticas 'extremamente ruins' e às intensas precipitações causadas pelo tufão 'Nari', que chegou no dia anterior ao Vietnã e segue rumo ao Laos e à Tailândia.

    fonte/G1

    Enhanced by Zemanta

    MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

    Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...