sábado, 2 de outubro de 2010

QUEM PAGA O JATINHO DE US$ 50 MILHÕES DA CANDIDATA MARINA ??


Na foto, as modestas instalações do jatinho da candidata pobrinha

Escândalo: Marina faz a campanha presidencial mais cara!



Como os auditores, policiais ou contadores sabem quando alguém lava dinheiro? Fácil, a pessoa começa a ter um padrão de vida bem superior aos seus rendimentos. Em outras palavras, o suspeito tem um carro que está muito além do seu salário, vive em uma casa com tamanho luxo e não há o que explique a origem dos recursos para a compra da tal casa.


Na campanha presidencial deste ano, uma candidata desponta como aquela que leva um padrão bem acima daquilo que é declarado: é a verde Marina Silva.


Em setembro deste ano, as doações da campanha da candidata superavam a marca de 13 milhões de reais, tornando a campanha de Marina mais cara que a de Lula em 2006.


Ainda sim, Marina e Guilherme Leal, seu vice bilionário e cuja empresa é acusada de biopirataria e tem mais de R$ 1,5 bilhão em multas da Receita Federal, afirmam fazer uma campanha modesta frente aos candidatos José Serra e Dilma Rousseff.


Aos moldes da campanha vitoriosa de Barack Obama nos Estados Unidos, Marina foi a primeira a pedir doações na internet. O objetivo, segundo a candidata, era garantir que as doações fossem transparentes (aqui). As doações são pífias, não tendo passado de pouco mais de R$ 160 mil até a semana passada.


Não foi o que aconteceu. No começo do pleito, Marina viajava o país todo dentro de um jatinho Legacy, propriedade da Natura, empresa do vice do PV.


Há alguns dias, em imagem exibida no Jornal Nacional, percebe-se que o avião agora é outro: um luxuoso e exclusivo jato Falcon 2000 Easy, no valor de mais de 50 milhões de dólares.  Veja a prova irrefutável:



Veja o avião por dentro



Os custos deste avião são tão caros que havia apenas dois modelos no Brasil. Agora temos um terceiro, o de Marina. Na imagem do Jornal Nacional, podemos observar no canto esquerdo da tela a logomarca da Colt Aviation, conhecida por administrar e alugar jatos de potentados, banqueiros e grandes empresas nacionais e internacionais, além dos altos valores que cobra por seus serviços.


Agora , nesta reta final de campanha, surgem dúvidas pertinentes aos eleitores:


Por que Marina trocou de avião?


Por que Dilma voa em um Citation e Serra em um Learjet, aviões bastante inferiores aos da falsa humilde ex-Marina, e ela gasta milhões em seu raid aéreo por todo o Brasil?


Por que a candidata do PV prega vida simples e sustentável aos outros, mas para si ostenta o luxo e polui o meio-ambiente voando numa máquina de US$ 50 milhões?


E a pergunta mais importante de todas: QUEM PAGA POR ESTE AVIÃO E QUE INTERESSES TÊM NISSO?


Marina Silva tem que vir a público para explicar estas questões. A sua máscara de boazinha já caiu faz tempo. Caiu com um super jato, com comissária de bordo, navegação e telefonia por satélite, interior luxuosíssimo, cama de casal, bar, escritório e um custo aproximado de US$ 10 mil por hora de vôo?


Barack Obama voou em sua campanha num jato Legacy, da JetBlue Airlines, fabricado no Brasil. Marina silva voa num avião que custo o dobro. Chique, não?

fonte/foto/BlogConversaAfiada

Enhanced by Zemanta

TEMPORAL INSTAURA O CAOS EM MANAUS

O forte temporal ocorrido ontem à tarde causou a queda de mais de 20 árvores, muitas delas interditando as vias públicas e atingindo a fiação elétrica, causando interrupção do fornecimento de energia em 50% da capital, segundo estimativa da Amazonas Energia. Dezenas de casas e bares foram destelhados. Dois carros foram atingidos pela fiação elétrica e incendiaram. Houve transtorno no trânsito em várias zonas da cidade e na Zona Oeste foi registrada chuva de granizo.

O bairro de Flores, na Zona Centro Sul da cidade, foi um dos mais atingidos. Na Rodoviária, uma parte da fachada que cobre o telhado desabou. Vários outdoors e uma árvore, no outro lado da rua, também caíram com a força do vento. Mais adiante, na avenida Nilton Lins, no Aeroclube de Manaus, os estragos foram bem maiores: dois hangares tiveram as telhas completamente arrancadas pela ação da chuva, o do Aeroclube e da JVC Aerotáxi. Duas aeronaves tombaram. A coluna de sustentação do telhado do estacionamento ruiu e seis carros foram atingidos. Entre eles, um Ford Ka azul, placas NOJ-3403, e uma picape Frontier preta, placas JVN-5611.


O diretor do Aeroclube, Cassiano Ouroso, acredita que houve uma espécie de fenômeno, como um tornado, devido à velocidade do vento no local. “Os prejuízos nossos são incalculáveis. Felizmente, foram só danos materiais. Há cinco anos tivemos um episódio como esse, que destruiu um helicóptero, mas não com toda essa violência. Acredito que tenha sido uma espécie de tornado”, afirmou.

Os fortes ventos da tempestade ocorrida na tarde de ontem também fez trepidar e quebrou o vidro de uma das portas de entrada do Amazonas Shopping, com acesso pela avenida Darcy Vargas. O fato ocorreu por volta das 15h45, sendo a área imediatamente isolada pela equipe de segurança e prevenções do shopping. O toldo que cobria uma parte do acesso de pedestres do estacionamento para um outra entrada do empreendimento também foi rasgado com pela força do vento. De acordo com a assessoria de imprensa do centro comercial, ninguém se feriu ou se machucou. Mas os visitantes relataram que houve tumulto no local.

Houve apagão de vários sinais de trânsito da cidade, como de trechos das avenidas Djalma Batista, Constantino Nery e Umberto Calderaro Filho, prejudicando o tráfego que ficou completamente parado nesses locais. De acordo com o Instituto Municipal de Trânsito (ManausTrans) todas as equipes foram para as ruas para ajudar a liberar o fluxo de veículos.

Veículos e bares ficam destruídos
Na avenida Central, no bairro Ajuricaba, na Zona Oeste, cabos da rede de alta tensão romperam durante o vendaval e atingiram dois veículos. Os carros incendiaram e ficaram totalmente destruídos. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

De acordo com moradores da rua, os cabos se romperam após serem atingidos por telhas arrancadas pelo vento. Funcionários da Eletrobras Amazonas Energia trabalharam na recuperação da rede após a liberação da área pelo Corpo de Bombeiros. O local ficou sem energia por mais de uma hora. Na avenida do Turismo, também na Zona Oeste, o vento derrubou árvores e destruiu as coberturas dos bares Toc Toc, Tom Biz e Flor de Lis. Até as 18h, os funcionários dos estabelecimentos trabalhavam na remoção dos escombros.

fonte/foto/ACritica
Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...