sábado, 29 de abril de 2017

EMBRAER E AMERICAN AIRLINES ASSINAM CONTRATO PARA E175


Embraer

Foto: Divulgação

A Embraer e o American Airlines Group assinaram um pedido para mais quatro jatos E175.
O contrato, em adição ao pedido original da empresa aérea em 2013, para 60 aeronaves do mesmo modelo, tem valor de US$ 182 milhões, com base no atual preço de lista. As entregas começarão no último trimestre deste ano.
"O E175 tem servido ao AAG muito bem desde a entrada em serviço e esta nova encomenda mostra a contínua confiança na plataforma", disse Charlie Hillis, diretor de Vendas e Marketing para a América do Norte da Embraer Aviação Comercial.
Com este contrato, a Embraer totaliza 336 jatos E175 vendidos para companhias aéreas na América do Norte desde janeiro de 2013, obtendo mais de 80% de todos os pedidos na categoria de jatos até 76 assentos.
fonte/foto/OVale

terça-feira, 25 de abril de 2017

ALITALIA PERTO DE FALIR...



A companhia aérea italiana Alitalia está outra vez à feira da falência e pode ser a próxima companhia nacional de bandeira a desaparecer. 

Ontem, foi dado mais um passo nesse sentido, depois de a grande maioria dos trabalhadores sindicalizados da Alitalia ter recusado os termos do plano de reestruturação proposto pela administração da empresa, que previa a redução dos salários em 30% e o despedimento de cerca de dois mil de um total de cerca de 12 mil trabalhadores da empresa. 

Na sequência deste revés, a administração da Alitalia marcou uma assembleia geral extraordinária da empresa para amanhã.

O Governo italiano também está envolvido no processo, mas são conhecidos os limites impostos por Bruxelas a ajudas estatais a companhias aéreas nacionais, como se provou no recente caso de privatização da TAP. 

Certo é que a Alitalia ainda não conseguiu apresentar qualquer lucro durante o presente século, apresentando uma situação financeira desastrosa, com dívidas gigantescas acumuladas, pressionada pela concorrência das outras companhias de bandeiras e pelas ‘low cost’. 

Segundo o ‘Financial Times’, a Alitalia precisa de uma injeção de cerca de 900 milhões de euros para sobreviver já nos próximos dias e do encaixe de mais dois mil milhões de euros para recuperar a estabilidade financeira no curto prazo. 

Outra incógnita será a posição da Etihad, companhia aérea do Abu Dhabi, que detém 49% da Alitalia. 

Os restantes acionistas são os bancos italianos Unicredit e Intesa SanPaolo, cada um com 15%, além da própria Alitalia e outros (em representação do Estado italiano).

fonte/foto/JornalEconomico/Sapo

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...