segunda-feira, 23 de março de 2009

COM BLINDAGEM DE 6 TONELADAS DE AÇO, MATERIAL RADIOTATIVO É TRANSPORTADO EM C-130



A pedido do IPEN (Instituto de Pesquisa Energéticas e Nucleares), uma aeronave C-130 do Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte transportou, na semana passada, aproximadamente, 40 quilos de Cobalto 60, que é material radioativo, normalmente não transportado em aeronaves comerciais
Em função de decisão judicial, o material que se encontrava nas instalações de uma empresa, na cidade de Manaus, sem utilização, foi obrigado a ser removido. Coube ao a remoção do material de Manaus para São Paulo ao IPEN. O transporte seguiu estritamente as normas internacionais de segurança, sendo supervisionado por engenheiros do instituto.
O Cobalto foi envolvido numa blindagem de aço inox que pesava seis toneoladas e acondicionado num acoplado de dois pallets e durante todo o vôo o material foi monitorado quanto a níveis de radioatividade.

Fonte: 1º/1º GT

ULTRALEVE CAI E MATA DUAS PESSOAS EM TEIXEIRA DE CASTRO - BAHIA
















Duas pessoas morreram após a queda de um ultraleve, na tarde de domingo (22) em Teixeira de Freitas, a 809 quilômetros de Salvador.
O empresário, Gustavo Macedo Albernase, 37 anos, conhecido no município por “Gustavo da GF Florestais”, sobrevoava a cidade Teixeira de Freitas, ao lado do instrutor de voo, o piloto capixaba Fylipe Leão Lyra, de 31 anos, no momento do acidente. Ambos morreram no local.Segundo populares, o avião caiu de bico por volta das 16h30, a 600 metros da cabeceira do aeroporto da cidade, logo após o avião ter decolado. Era o terceiro final de semana que Gustavo e um grupo de amigos da cidade faziam o treinamento. Na última aula deste domingo (22), era vez do empresário Gustavo pilotar o monomotor.De acordo com agentes da delegacia de Teixeira de Freitas, peritos policiais e equipe do Cenipa - Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, analisaram materiais para identificar a causa do acidente. Devido a falta de iluminação, a perícia será retomada nesta segunda-feira (23). O local do acidente está sob fiscalização da Guarda Florestal.Segundo amigos do empresário, que era diretor presidente da empresa GF Comércio e Resíduos Florestais Ltda e acionista de uma revendedora de caminhões em Teixeira de Freitas, ele negociava a compra de um avião, por isso, teria passado o domingo fazendo treinamento. A família está abalada e não quis falar com a imprensa. O ultraleve, modelo Pelican 500, Prefixo PU-IAM, pertence a uma empresa de Táxi Aéreo de Vitória/ES, de propriedade do pai do instrutor.





Fonte: correio24horas.globo.com / Gazeta OnLine - Fotos: Reprodução / TeixeiraNews

EMBRAER VENDE 24 AVIÒES SUPER TUCANOS AO EQUADOR


A Embraer confirmou nesta segunda-feira a assinatura de um acordo com a Força Aérea Equatoriana para a venda de 24 aeronaves turboélice Super Tucano, com efetivação do contrato no ano passado.
A empresa informou que os aviões serão utilizados em missões de vigilância de fronteiras e treinamento de pilotos. O início das entregas está previsto para o final de 2009.
"Estamos muito honrados em expandir nosso relacionamento com o governo do Equador, país que opera diversos modelos de aeronaves da Embraer", disse Orlando José Ferreira Neto, Vice-presidente executivo da Embraer para o Mercado de Defesa e Governo. "O Super Tucano é a aeronave ideal para executar missões de vigilância e treinamento e estamos certos que atenderá plenamente às necessidades da Força Aérea Equatoriana. Com este acordo, atingimos a marca de 169 aviões Super Tucano vendidos."
A Embraer informou que a relação com o governo do Equador vem se estreitando ao longo dos últimos anos. A companhia aérea estatal TAME Línea Aérea del Ecuador opera atualmente dois jatos Embraer 170 e três Embraer 190. Em setembro de 2008, a Embraer entregou um jato ERJ 145, de 50 assentos, à empresa estatal Petroecuador, que utiliza a aeronave para transportar empregados entre as unidades da empresa no país, e, em dezembro, a FAE recebeu um jato Legacy 600, com capacidade para 13 passageiros.
Este é o quarto contrato de exportação que a Embraer assina para fornecer aeronaves Super Tucano para uma força aérea da América Latina. Em agosto de 2008, a Empresa anunciou acordo com a Força Aérea Chilena (FACh) para a venda de 12 aeronaves e, no início deste ano, confirmou a venda de oito unidades para a Força Aérea da República Dominicana. O Super Tucano opera atualmente nas Forças Aéreas do Brasil e da Colômbia, sendo utilizado na vigilância de fronteiras e em outras missões operacionais.

fonte: Folha Online/ foto: divulgação

VIDEO - DECOLAGEM MI-8

VIDEO - HELI DE PULVERIZAÇÃO POUSANDO EM CAMINHÃO

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...