sexta-feira, 28 de novembro de 2014

ANTONOV AN-124 POUSA NO AEROPORTO DE PORTO VELHO




Dezenas de populares curiosos em ver a chegada do segundo maior avião do mundo, em Porto Velho, se concentraram na Avenida Lauro Sodré, próximo à cabeceira da Pista do Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira de Oliveira. A aeronave chegou à Capital Rondoniense no final da tarde desta quarta-feira (26).

Segundo informações, o Antonov AN-124 decolou da Rússia e trouxe em seu interior, três helicópteros modelo MI-35 M, que serão usados pela Força Aérea Brasileira, através da Base Aérea de Porto Velho, para integrar o Esquadrão POTI. Apesar do tempo nublado e uma leve chuva que caia no momento do pouso, os populares não desistiram de ver esta grande aeronave que já passou outras vezes por Porto Velho.

fonte/foto/NewsRondonia

NOVA FOTO DO HÉRCULES C-130M, FAB 2470, ACIDENTADO NA ANTÁRTDA

Nova imagem, via ModoCharlei.com, mostra o FAB 2470, Hércules C-130M, na pista da base chilena Tenente Rodolfo Marsh, Ilha Rei Jorge, na Antártida Chilena.

fonte/ModoCharlie/foto/Felipe Prado

COMANDANTE DA GOL CANCELA VOO POR CANSAÇO

Um comandante da companhia aérea brasileira GOL anunciou aos passageiros que já se encontravam sentados no avião para levantar voo, que estava exausto e que não reunia as condições físicas necessárias para fazer a viagem.

O caso aconteceu no último domingo, dia 23 de Novembro, e foi revelado hoje, quinta-feira, pelo canal televisivo de notícias ‘Jornal da Band’ que, no trabalho apresentado inclui até um vídeo em que estão gravadas as palavras do comandante na ocasião em que se dirigiu aos passageiros.

O comandante informou que “não tinha condições nem reflexos” e seria “uma irresponsabilidade” voar naquele estado, refere um texto publicado sobre a matéria no site da Band. O piloto estaria se sentindo cansado após uma longa jornada de trabalho.

“Eu vou ser sincero com todos vocês: nós já estamos regulamentados, eu não tenho nem mais reflexos, eu não tenho condições. Seria uma irresponsabilidade com todos vocês”, disse o comandante aos passageiros do voo que acataram ordeiramente a posição do piloto, entendendo as razões que o moviam e, alguns até, se mostraram sensibilizados com a sua franqueza e decisão.

O avião, um Boeing 737-800, realizaria o voo 2125 do Aeroporto Internacional de Confins, na cidade de Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, para o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Os passageiros foram alojados num hotel e retomaram a viagem no dia seguinte, segunda-feira, pelas 21h00, acrescenta o canal televisivo

Em nota, a GOL reconhece o incidente e afirma que a decisão do piloto foi correta. A companhia não explica, no entanto, porque o comandante que já havia enfrentado longa jornada de trabalho estava na aeronave nem porque a decisão de desistir da viagem teve que partir dele, o que, no mínimo, é extremamnente preocupante, em termos de segurança de um voo e da responsabilização da companhia perante os seus clientes.

O trabalho transmitido pelo canal televisivo ‘Jornal da Band’ volta a suscitar o debate sobre a excessiva carga de trabalho que algumas companhias aéreas exigem aos seus tripulantes, situação condenada pelos reguladores e associações sindicais, além dos organismos internacionais, mas muitas vezes bem visível na carga horária exigida aos pilotos, outros tripulantes e pessoal de terra que está diretamente relacionado com as questões operacionais. Contudo, tolerado, muitas vezes, pela voluntariedade e empenho dos funcionários de cumprir horários e acompanhar a forte competitividade que existe entre as empresas de transporte aéreo no Brasil. A reportagem da Band levanta questões e aponta que algo tem de ser feito para segurança dos passageiros e dos tripulantes e para que os clientes não percam a confiança nas suas companhias aéreas.

fonte/JornalBand/NewsAvia

ICAO SOBE ALERTA PARA VERMELHO - VULCÃO DO FOGO

Vulcão Ilha_do_Fogo Fausto_Rosário_VOA 960dpi

A Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO) voltou a colocar o espaço aéreo do arquipélago de Cabo Verde em alerta vermelho, depois de na quinta-feira ter reduzido o nível para laranja. O presidente do Conselho de Administração da ASA – Aeroportos e Segurança Aérea, Mário Paixão, confirmou ao jornal digital ‘A Semana’ que o nível de segurança voltou a ostentar o sinal vermelho.

Os dados foram divulgados pelo Centro de Instruções de Ciências Vulcânicas e reproduzidas pela ICAO para todo o mundo.
“A situação continua em progresso com a presença de cinzas vulcânicas nas imediações do vulcão afectando a cidade de São Felipe e com presença de nuvens de dióxido de enxofre que se movimentam para o sentido. Ontem essas nuvens dirigiam-se para Oeste, mas tiveram uma mudança de 180 graus e no momento estão a trinta milhas do vulcão. Vamos esperar a próxima notificação”, refere Mário Paixão, em declarações publicadas na madrugada de hoje, sexta-feira, dia 28 de Novembro.

Mário Paixão explicou ao jornal cabo-verdiano que na FIR Oceânica do Sal (zona de informação de voo que controla o tráfego aéreo que atravessa o Atlântico entre a Europa, África e América do Sul) continuam os procedimentos, que se baseiam em informações e desvios de aeronaves por causa do aumento do alerta para vermelho, e de acordo com a movimentação das nuvens de cinzas e com a intensidade do vulcão que nesta madrugada sofreu novo agravamento, unindo numa única boca as diversas erupções que tinham rompido desde a manhã do passado domingo.

fonte/foto/NewsAvi

TAP ESTÁ PREPARADA PARA NOVA GREVE DOS TRIPULANTES

 A TAP contactou a “larguíssima maioria dos passageiros” com voos marcados para os próximos domingo e terça-feira para reprogramarem as suas viagens e encara a greve de dois dias com “absoluta tranquilidade”, disse à Lusa fonte oficial da companhia aérea.

A 15 de Outubro, o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) entregou um pré-aviso de greve de quatro dias, repartido em dois períodos: o primeiro foi a 30 de Outubro e a 1 de Novembro e o segundo será a 30 de Novembro e a 2 de Dezembro.

Fonte oficial da TAP adiantou à agência noticiosa portuguesa Lusa que, quando foi entregue o pré-aviso de greve, a companhia suspendeu a venda de viagens para os dias em causa e, entretanto, a “larguíssima maioria dos passageiros” já reprogramaram as suas viagens.

Por isso, a companhia liderada por Fernando Pinto encara com “absoluta tranquilidade” a paralisação dos tripulantes, lamentando “todo o impacto negativo que a greve terá para os passageiros e para a empresa”.

Em causa, acrescentou, estão prejuízos diários de cerca de cinco milhões de euros, além de afetar a “reputação e imagem da TAP”.

Na quarta-feira, o SNPVAC anunciou a intenção de manter o segundo período de greve para exigir o cumprimento do acordo de empresa em vigor desde 2006, por considerar que as conversações com a empresa foram infrutíferas.

De acordo com o comunicado do sindicato, a TAP apresentou uma proposta de alteração ao acordo de empresa que foi refutada pelos representantes dos trabalhadores e o SNPVAC apresentou uma contra-argumentação que não teve resposta, encerrando-se assim o processo.

Fonte da TAP disse à agência Lusa que “as conversações entre as duas partes têm vindo a decorrer e que a empresa mantém as portas abertas ao diálogo”, mas que “há coisas que não são possíveis de satisfazer” por terem impacto remuneratório.

fonte/NewsAvia

BARULHO DE AVIÃOASSUTA MORADORES DE SANTOS


Um forte barulho de avião ouvido de diversos lugares de Santos intrigou os moradores na tarde desta quarta-feira (26). Imediatamente, mensagens nas redes sociais começaram a questionar o que seria este forte ruído e, inevitavelmente, lembraram a tragédia ocorrida no dia 13 agosto, quando o avião do candidato a presidente Eduardo Campos caiu no bairro do Boqueirão, em Santos.
 
"Tem um avião fazendo piruetas aqui na Ponta da Praia. Tá todo mundo na janela", disse Maria Aparecida Tilly. "Aqui no Embaré pensei que era um avião prestes a cair. Passou muito baixo. Barulho alto! Meu coração veio na boca", escreveu Suzana Di Renzo. "Estou aqui na Conselheiro e também ouvi", afirmou Rita Marcelo.

"É a terceira vez que ouço, em menos de cinco minutos, um jatinho a milhão, sentido Guarujá", afirmou Vanessa Leão. “Estou com medo. Será que vai cair outro avião”, disse Tatiane Almeida.
Outras "brincaram" com o fato de um vidente ter previsto a queda de um avião na Avenida Paulista, em São Paulo. "E o medo de o vidente ter errado o local e o tipo de avião?", ironizou Guilherme Rutigliano.

Explicação
Um caça do Exército da Força Aérea Brasileira (FAB) do Rio de Janeiro está fazendo um treinamento na costa da Baixada Santista. A aeronave sobrevoava baixo e chamou a atenção da população. De acordo com a Base Aérea, trata-se de uma simulação para ver como o Exército e a Aeronáutica reageriam em situação de ataque. A previsão é que os treinamentos durem até as 18 horas.

O forte barulho foi gravado pela internauta Mariana Azevedo. Ela captou o áudio em Vicente de Carvalho.

Previsão
O ronco de uma aeronave sobrevoando por ruas próximas à avenida da praia, no Embaré, Aparecida e Ponta da Praia, além de causar temor aos moradores de Santos, que ainda se recuperam do susto após a queda da aeronave com o ex-presidenciável Eduardo Campos, preocupa ainda mais após a previsão de uma queda de avião em São Paulo ganhar força nas redes sociais.

Nas últimas semanas, o vidente Juscelino Nóbrega da Luz, que ganhou fama após afirmar que havia previsto a morte do político, fez um alerta para a queda de uma nova aeronave, desta vez, na Avenida Paulista. O acidente, que segundo o vidente, ocorreria com um avião da TAM, estava previsto também para esta quarta-feira.

fonte/TribunaDeSantos

JATO KC-390 PODERÁ VOAR JÁ EM 2016


A implementação de uma metodologia inovadora reduziu pela metade o tempo de certificação do jato de transporte militar KC-390, o maior avião desenvolvido pela Embraer. Já adotada mundialmente por agências reguladoras de aviação como a Easa (European Aviation Safety Agency), a nova metodologia vai permitir que o KC-390 entre em operação no segundo semestre de 2016, dois anos e meio antes do prazo previsto anteriormente.
 
"A nova metodologia, que delega parte das atividades de engenharia de certificação para a Embraer, já é uma tendência mundial, mas no Brasil representa uma mudança de paradigma nos processos de certificação que eram seguidos até então para aeronaves militares", disse o diretor do Instituto de Fomento à Indústria (IFI), órgão responsável pela certificação do KC-390, coronel Marcelo Franchitto.

O diretor ressalta que a transferência de atividades tipicamente realizadas pelas autoridades de certificação só pode ser feita para empresas com alto nível de maturidade tecnológica e gerencial, como é o caso da Embraer. "Dessa forma conseguimos manter a qualidade e a confiabilidade do processo elevadas", afirmou.

Segundo o diretor, a nova estratégia de certificação foi adotada para evitar que qualquer tipo de gargalo no desenvolvimento do KC-390 acarretasse atraso no projeto e prejudicasse a janela de oportunidade comercial do novo avião no mercado mundial. A aeronave vai disputar um mercado de 728 unidades para 77 países, nos próximos 20 anos. A empresa espera abocanhar entre 15% e 20% desse mercado.

O avião já recebeu uma encomenda de 28 unidades da Força Aérea Brasileira (FAB) e ainda conta com um total de 32 cartas de intenção de compra feitas pela Argentina, Portugal, República Tcheca, Chile e Colômbia. Equador, Peru e Emirados Árabes também estão discutindo a possibilidade de compra do avião com a Embraer.

O K-390, que tem seu primeiro voo previsto para o próximo mês, só tem autorização para operar após a emissão do certificado de tipo (do projeto), feita pelo IFI. O certificado é uma garantia da segurança de operação da aeronave e do cumprimento dos requisitos de projeto.

Para garantir o cumprimento dos prazos previstos no cronograma de trabalho da certificação do KC-390, o IFI está pedindo autorização para a contratação de 34 servidores temporários. A Divisão de Certificação de Produtos Aeroespaciais do IFI, de acordo com Franchitto, conta hoje com 90 engenheiros civis e militares. O pedido de contratação está sendo analisado pelo Ministério do Planejamento, que já enviou uma comitiva ao IFI para conhecer de perto o trabalho de certificação e as necessidades do Instituto.

"A nossa expectativa é que até janeiro já tenhamos a aprovação dessas contratações, que serão feitas com base na Lei 8745/03", disse o coronel. O diretor explica que o KC-390 tem dois processos de certificação em andamento, sendo um no IFI, que cuida da versão militar do avião e outro na Anac, responsável pela certificação civil da aeronave.

O plano de certificação do KC-390 (com 600 páginas), apresentado pela Embraer em maio, encontra-se em fase de avaliação no IFI. Para assumir algumas atividades do processo de certificação, como a confecção de relatórios, pareceres técnicos, simulações e ensaios, a Embraer submeteu à aprovação do IFI um manual de credenciamento. O documento habilitou a empresa como Organização de Projeto Credenciado (OPC).

Segundo o assessor técnico do IFI, tenente coronel José Renato de Araújo Costa, 624 requisitos do KC-390 deverão ser certificados pelo Instituto. A previsão é que num período de dois anos o processo de certificação da aeronave utilize um total de 47.202 homem/hora.

O projeto do KC-390 envolve hoje a participação de 1500 funcionários, sendo mil engenheiros. A Embraer informou que as atividades da produção seriada da aeronave já foram iniciadas. A primeira entrega está prevista para o fim de 2016 e a FAB deverá receber um avião por trimestre.

O diretor do IFI estima que o desenvolvimento do KC-390 tenha um consumo da ordem de 16 milhões de homem/hora num prazo de oito anos. O certificado de tipo para a plataforma básica do KC-390, também conhecida como Green, e que será emitido pela Anac, está previsto para sair no primeiro semestre de 2016.

fonte/ValorEconomico

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...