Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 11, 2010

AIR FRANCE REMARCA VOO PARA AS 20 HORAS APÓS ALARME FALSO DE BOMBA

Avião da Air France fica estacionado no aeroporto de Recife após a ameaça de bomba
Foto: Aldo Carneiro/Futura Press

O voo 433 da AirFrance, que fez uma aterrissagem forçada em Recife na noite de sábado por alarme falso de bomba, foi remarcado pela companhia aérea para as 20h10 (de Brasília) deste domingo, com previsão de chegada a Paris às 9h50 de segunda-feira. A aérea disse que remarcou o voo no fim do dia para que os passageiros e tripulantes pudessem descansar, conforme a legislação trabalhista francesa.
A Polícia Federal confirmou que foi alarme falso a denúncia de bomba a bordo no voo 443 da AirFrance, depois de não ter encontrado nenhum objeto explosivo após a inspeção das bagagens, concluída por volta das 14h deste domingo. 
Segundo nota da companhia, divulgada no início da tarde, nada foi encontrado na aeronave "após todos os procedimentos de segurança das autoridades brasileiras e cumprimento total do Programa de Segurança do Aeroporto do Comando da …

AMEAÇA DE BOMBA EM VOO FOI ALERME FALSO, DIZ AIR FRANCE

A Air France informou neste domingo (11), por meio de sua assessoria de imprensa, que a ameaça de bomba no voo Rio-Paris, que fez um pouso não programado no Recife (PE) por conta da suspeita, foi alarme falso.

A Infraero, responsável pelos aeroportos brasileiros, disse, porém, que a Polícia Federal ainda não terminou a inspeção das bagagens e da aeronave, o que deve ocorrer somente por volta das 14h. Portanto, disse a assessoria da Infraero, ainda não é possível descartar a suspeita.

A Air France remarcou o voo , de número 443, que sairá da capital pernambucana às 20h10 deste domingo. A previsão é de que chegue a Paris às 9h50, no horário local.

Apesar de descartada a suspeita de bomba pela empresa, o voo só sairá somente à noite porque a tripulação que estava no voo ultrapassou a carga horária permitida pela regulamentação. De acordo com a empresa, eles estão descansando e darão continuidade ao voo.

A aeronave, que saiu do Rio de Janeiro com destino a Paris com 405 passagei…

PARAQUEDISTAS SALTAM ANTES DE AVIÃO CAIR EM PAÇO DO LUMIAR, NO MARANHÃO

O avião Cessna 182F Skylane, prefixo PT-BXQ (cn 18254677), caiu neste sábado (10) em Paço do Lumiar, município da ilha de São Luís. O avião saiu de um aeroporto particular levando um grupo de quatro paraquedistas que iam realizar um salto. Com dez minutos de voo a aeronave teve uma pane mecânica, a 2.500 metros de altura.
O piloto Benedito de Souza conseguiu retornar e tentou um pouso forçado. A aeronave caiu a 200 metros da cabeceira da pista de pouso e decolagem. Antes da queda, os paraquedistas saltaram. Segundo as primeiras informações, houve falha mecânica no motor da aeronave. Ninguém ficou gravemente ferido.

Neste domingo, peritos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) chegam de Belém para iniciar a perícia no avião que permanece no local do acidente.

fonte/ Globo/IMirante/TV Globo/foto/Imirante

"SÓ SOUBEMOS DA SUSPEITA DE BOMBA QUANDO POUSAMOS" , DIZ PASSAGEIRO

Um passageiro do voo 443 do Rio de Janeiro para Paris, que preferiu não se identificar, disse que ele e os outros passageiros só ficaram sabendo que havia a suspeita da existência de uma bomba no avião após o pouso em Recife, por volta das 20h. "Só soubemos da suspeita de bomba quando pousamos", afirmou. Havia 405 passageiros e 18 tripulantes a bordo.

O passageiro disse ao G1 que o comandante avisou que o avião teria de retornar. Isso ocorreu cerca de duas horas após a saída do Rio de Janeiro. “No voo, ele só disse que teria de retornar”, afirmou.

Segundo o passageiro, só após cerca de uma hora de espera no aeroporto foi que os passageiros souberam que havia uma suspeita de bomba no avião. “Disseram que tinham recebido um aviso da base de Paris”, afirmou o passageiro.

Por volta das 23h, o passageiro disse que estava na fila para reembarcar no mesmo avião. “Disseram que não encontraram nada”, afirmou.

Passageiros do voo 443 da Air France passam por uma nova inspeção…

AVIÃO FAZ POUSO FORÇADO NO SUL DE MINAS E FERE UM OCUPANTE

Um avião monomotor fez um pouso forçado por volta das 15h30 da tarde deste sábado (10) no distrito de Monte Verde, em Camanducaia, no Sul de Minas Gerais. Na aeronave estava um piloto, que é instrutor, e um aluno. O avião é do Aeroclube de Bragança Paulista e estava em Monte Verde para um voo de instrução.
O piloto do avião Neiva P-56C 'Paulistinha', prefixo PT-BOM (cn 1132), fez um pouso no distrito de Monte Verde, logo após a decolagem para o voo de retorno a Bragança Paulista, no interior de São Paulo.

O piloto percebeu que havia uma pane na aeronave. Ele afirmou que pensou em pousar na avenida principal da cidade, mas desistiu por conta do grande movimento. Então, optou por um desvio e fez um pouso forçado em um terreno baldio próximo ao portal de entrada do distrito de Monte Verde. No pouso forçado o avião pilonou ('capotou') e uma das asas foi arremessada a mais de cem metros de distância. Apenas o aluno teve ferimentos leves no braço ao tentar sair …

AMEAÇA DE BOMBA FAZ AVIÃO DA AIR FRANCE QUE SAIU DO RIO DE JANEIRO PARA PARIS POUSAR NO RECIFE

Aeroporto foi fechado para pousos e decolagens durante trinta minutos e todos já foram retirados da aeronave - 405 passageiros e 18 tripulantes
O voo 443 da companhia aérea Air France foi obrigado a pousar no Aeroporto Internacional dos Guararapes às 19h55 da noite deste sábado (10).

Segundo a assessoria de imprensa da Infraero, o pouso foi motivado por uma suspeita de bomba no avião. A Polícia Federal ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

O Boeing 747-428, prefixo F-GITH, havia saído do Rio de Janeiro com destino ao aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, às 16:20 hs.

Diante da suspeita de bomba, segundo a Infraero, são adotadas as medidas previstas no Plano Nacional de Segurança da aviação civil. O aeroporto foi fechado para pousos e decolagens e todos os que estavam no avião foram retirados na aeronave - 405 passageiros e 18 tripulantes. Equipes dos Bombeiros cercaram o local e a Polícia Federal acionou o esquadrão antibombas para investigações. O avião ficou parado…