Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 16, 2009

FAA COBROU MODIFICAÇÕES NO PHENOM 300

O site flightglobal informou que a FAA, órgão que regula a aviação civil nos EUA, cobrou da Embraer diversas exigências como condição para o jato Phenom 300 receber a certificação final. Entre as exigências estaria a limitação da aeronave para voos acima de 30.000 pés.

A FAA testou o jato em altitudes mais elevadas que as autoridades brasileiras em relação à formação de gelo sobre a aeronave, exigindo da fabricante brasileira um “anti-icing” para o bordo de ataque das asas e do estabilizador horizontal quando a aeronave voar acima de 30.000 pés. A agência norte-americana, em seu relatório técnico, informou que foi reportado a presença de formação de gelo em três ocasiões acima de 30.000 pés.

Dentre as duas opções encontradas, proibir o voo em condições de formação de gelo acima de 30.000 pés ou restringir o voo nesta altitude, a Embraer optou pela segunda opção segundo a FAA.

A Embraer não foi consultada pela Flightglobal sobre o caso.

fonte/ Flightglobal

CHEGAM AP BRASIL OS MI-35 DA FAB

Estão sendo desembarcados na Base Aérea de Porto Velho (BAPV), neste momento (17h45, horário de Brasília), os três primeiros helicópteros de ataque Mi-35M, de fabricação russa, adquiridos pela Força Aérea Brasileira (FAB). Os aparelhos foram trazidos por pelo Antonov An-124-100 “RA-82078” (C/n 9773054559153/710) da companhia civil Volga-Dnepr, que pousou no Aeroporto de Porto Velho por volta das 16h00. O cargueiro irá pernoitar no Brasil, pois o desembarque dos três Mi-35M deverá levar cerca de duas horas, retornando para a Europa amanhã. Dois dias depois (18, sexta-feira), virá um Ilyushin Il-76TD, trazendo sistemas de apoio, peças e outros itens.


Toda a operação foi realizada em extremo sigilo e com medidas excepcionais de segurança, que impediram qualquer acesso da imprensa à área, assim como qualquer registro fotográfico do momento histórico. Segundo nossa reportagem pôde apurar, o Comando da Aeronáutica aparentemente planeja fazer um grande evento em janeiro de 2010, com autoridad…

IRÃ ESPERA ATAQUE ISRAELITA ATÉ O FINAL DO ANO

No espaço de três dias, Damasco foi o palco para uma grande reunião de amigos: Hassan Nasrallah, líder do Hezbollah, Ahmad Vahidi, o general ministro da Defesa iraniano, e claro, o anfitrião, Ali Habib, o ministro da de Defesa sírio. Estes três homens importantes não se encontraram por acaso entre os dias 8 e 10 de Dezembro. Eles acreditam que o Irão vai ser alvo de uma "agressão sionista patrocinada pelos americanos." Até ao final de 2009 ou no início de 2010. No espaço de um mês, portanto.

As informações recolhidas pelas agências secretas iranianas - assumindo o fracasso da via diplomática aberta pela Administração Obama - asseguram que, logo a seguir ao natal, Telavive terá luz verde de Washington para atacar Teerão.

Ninguém no regime islâmico quer ser apanhado desprevenido: "A contagem decrescente para a guerra está perto do fim e devemos ter a nossa parceria estratégica em grande forma", exultou o general Vahidi no comité de defesa Irão-Síria.

Vahidi viajou num a…

LIVRO SOBRE ACIDENTE DA TAM PODE SER RECOLHIDO

Familiares das vítimas do acidente do voo 3054 da TAM ajuizaram ação na Justiça paulista pedindo indenização e concessão de liminar para recolher exemplares do livro "Voo da Esperança", no qual um medium defende a tese de que os passageiros morreram, porque tinham de pagar dívidas de vidas passadas. Segundo o autor, Woyle Figner Sacchetin, as vítimas seriam os "algozes de Gália", um exército mercenário romano que teria queimado pessoas vivas 60 anos Antes de Cristo.

O acidente da TAM ocorreu em 18 de julho de 2007, na região do aeroporto de Congonhas, quando o Airbus, que vinha de Porto Alegre, perdeu o controle na aterrissagem, saiu da pista e bateu num prédio da TAM Expres, causando a morte de todos os 199 passageiros.

A ação foi impetrada pela professora Carmem Caballero, que teve duas filhas, Júlia Elizabete, 14 anos, e Maria Isabel, 10 anos, além da mãe, Maria Elizabete, 65 anos, mortas no acidente. "A família ficou profundamente abalada por este livro. E…