Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 2, 2011

NÚMERO DE ACIDENTES AÉREOS NO BRASIL É O MAIOR EM DEZ ANOS

Rio - O número de acidentes aéreos registrados no Brasil nos oito primeiros meses de 2011 é o maior no período nos últimos dez anos, conforme relatório do mês de setembro do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão ligado à Força Aérea Brasileira (FAB). Somente em comparação com o ano passado, houve um crescimento de 60%.
De janeiro a agosto, foram registrados 103 acidentes aéreos em todo o Brasil (84% com aviões e o restante com helicópteros). Média de 12 por mês ou um a cada 60 horas. Nos oito primeiros meses de 2010, o Cenipa registrou 64 casos – um a cada 90 horas. O número de ocorrências registradas pelo Cenipa nos oito primeiros meses de 2011 supera em 35% a média anual dos últimos dez anos (76,1 acidentes/ano) e é maior que o registrado durante o ano todo entre 2001 e 2008.
Além disso, nos oito primeiros meses, 2011 já contabilizou 91% dos acidentes aéreos ocorridos nos doze meses de 2009, atual recordista em acidentes nos últimos anos.
A tendên…

VÍDEOS - ACIDENTE COM FÁBIO LUIS DE ALMEIDA, FÁBIO RATÃO

PILOTO FÁBIO (RATÃO) LUIS DE ALMEIDA MORRE APÓS QUEDA DE AVIÃO EM FESTIVAL NO SÁBADO, EM BACACHERI

O piloto Fábio Luis de Almeida, conhecido como Fábio Ratão,  morreu durante uma apresentação de acrobacias com aviões históricos no Aeroclube do Paraná, no bairro Bacacheri, em Curitiba, segundo o Corpo de Bombeiros. O acidente ocorreu por volta das 14h30 deste sábado (1º). A aeronave do modelo Christen Eagle era de propriedade particular e participava do 6º Festival Aéreo do Aeroclube do Paraná.

Ainda não se sabe os motivos do acidente. De acordo com as primeiras informações, o piloto estava realizando a mesma manobra pela terceira vez, quando o avião bateu contra o solo . Às 15h, seis carros dos bombeiros estavam no aeroporto. Às 15h30, a situação estava controlada e a equipe de resgate aguardava a chegada da perícia.
"Nós estávamos uns trezentos metros do local do acidente. Eu não sou piloto acrobático mas pelo que eu sei ele entrou baixo na manobra e não conseguiu sair dela. Mais uns 50 pés ele já saía dela. Ele bateu quase saindo do chão", conta o piloto Deniv…

POLÍCIA IDENTIFICA VÍTIMAS DO ACIDENTE COM AVIÃO EM MARABÁ PAULISTA, SÃO PAULO

Queda da aeronave de pequeno porte ocorreu na zona rural de Marabá Paulista
Foto: Toninho Moré/Especial para Terra

A Polícia Militar divulgou na manhã deste domingo os nomes de três, das quatro vítimas que morreram em decorrência de uma queda seguida de explosão do avião na noite de sábado em Marabá Paulista, no Pontal do Paranapanema (SP). O monomotor modelo Bonanza, caiu e explodiu no Sítio São Sebastião, Assentamento Aparecidinha.
Morreram o empresário Ângelo Rafaele D'elia, 51 anos, Bruna D'elia, 19 anos, Syhlvia Katheiny Torreta, 23 anos, e um menino com idade presumível de 11 anos. A identificação da quarta vítrima foi prejudicada por não serem encontrados seus documentos nos destroços.
Conforme o major Donizete Martins dos Reis, comandante do 42º Batalhão da Polícia Militar com sede em Presidente Venceslau (SP), o acidente ocorreu logo depois das 20h30 do sábado. "Moradores do sítio ouviram um barulho forte seguido da explosão e sentiram o momento em que a…

AVIÃO CAI EM MARABÁ PAULISTA E MATA QUATRO PESSOAS

Um avião modelo Bonanza, que partiu de Ponta Porã (MS) com destino a Campinas, no interior paulista, caiu em uma fazenda do município de Marabá Paulista por volta das 21h30 deste sábado (1º). A bordo estavam quatro pessoas que morreram – o empresário Ângelo Rafaeli D’elia, de 51 anos, que pilotava a aeronave, os filhos Bruna D’Elia e Rafael Ângelo, de 18 e 12 anos, e Syhlvia Katheiny Torreta.
Os policiais e o corpo de bombeiros chegaram ao local depois que moradores ligaram dizendo terem visto uma grande explosão na região. Ainda segundo testemunhas, chovia forte na hora do acidente.
Os trabalhos de buscas começaram na madrugada deste domingo (2). Pela manhã, técnicos do Departamento de Aviação Civil devem dar início ao trabalho de perícia. Ainda não se sabe o que causou o acidente.
fonte/G1