quinta-feira, 26 de novembro de 2009

VÍDEO - PRESENTE DE PAPAI NOEL

COLABORAÇÃO DO COMANDANTE ANDERSON CAYE

PASSAGEIRA COM DEFICIÊNCIA CHAMADA DE BÊBADA EM VOO DEVE RECEBER R$ 40 MIL DE INDENIZAÇÃO

O juiz da Segunda Vara Cível da Comarca de Várzea Grande, Marcos José Martins de Siqueira, condenou a empresa VRG Linhas Aéreas (grupo Gol) por causar constrangimento e transtornos emocionais a uma passageira de Cuiabá. Portadora de uma deficiência física que lhe causa dificuldades motoras, ela foi destratada por uma comissária de bordo antes da decolagem da aeronave com destino a São Paulo, no ano de 2007. A sentença fixa o valor de R$ 40 mil a título de indenização por danos morais, bem como ordena à companhia aérea o pagamento das custas processuais e honorários advocatícios. A companhia ainda pode recorrer da decisão.

De acordo com os autos da ação, a passageira se acomodou na poltrona do avião e foi abordada de forma ríspida e em voz alta por uma comissária de bordo, que exigiu que ela deixasse a aeronave por não apresentar condições de viajar. Em seguida, ainda segundo o processo, a funcionária da empresa teria acionado o interfone para questionar à equipe de solo a razão de terem permitido que uma "bêbada" entrasse na aeronave, ato testemunhado por vários passageiros. Parte deles confirmou todo o fato em juízo.

Forçada a deixar a aeronave, a passageira conseguiu retornar minutos depois, em prantos, depois que o mal entendido foi desfeito. Na verdade, a passageira seguia para São Paulo por motivo de tratamento de saúde de sua deficiência física. Portanto, não havia ingerido bebida alcoólica ou usado drogas.

Em sua defesa, a empresa alegou que não houve qualquer solicitação de assistência para portador de necessidades especiais e que a comissária, ao perceber que a passageira possuía movimentos involuntários, educadamente pediu que ela lhe acompanhasse para fora do avião para tratar do assunto de forma reservada, sem a presença de qualquer passageiro. Após a suposta negativa da passageira, ela teria retornado ao seu lugar sem problemas. Essa versão, no entanto, não foi confirmada pelas testemunhas do fato.

O magistrado, em sua sentença, ressaltou que os depoimentos dos passageiros foram coerentes e comprovaram a atitude imprópria da comissária de bordo contra a passageira que possui deficiência física.

- Por ser a aeromoça empregada de empresa que presta serviço de relevância social, deve estar preparada para enfrentar situações anômalas, como na espécie, acautelando-se para dispensar tratamento digno aos usuários daquele serviço. Logo, se assim não agiu, lançando conclusão equivocada sobre o verdadeiro estado físico da autora que, por sua vez, foi percebido pelos demais passageiros, proporcionou um desgaste à imagem e à honra da pessoa debilitada. Neste ponto é que consiste a prática do ato ilícito civil - sentenciou, citando o Código de Defesa do Consumidor.

fonte/TVCA/O Globo

VÍRUS CAMUFLADO EM SPAM DE PASSAGENS AÉREAS

CUIDADO!

A Trend Micro identificou um recente ataque de spam com mensagens que seguem a interface de uma companhia aérea brasileira e oferecem passagens por apenas R$ 1.

O texto da mensagem diz: “A promoção Voegol a R$ 1 está de volta, compre passagens de ida ou de volta para todo o Brasil por apenas R$ 1,00. Visite nosso atendimento online através do site http://www.voegol.com.br/Atendimento/ e mencione o código: VG1R. Após isso, espere o contato de um atendente e efetue a compra”.

O spam tenta se aproveitar das promoções verdadeiras que estão sendo oferecidas pela mesma companhia, porém, os links do e-mail não levam a nenhum lugar onde é possível comprar passagens baratas.

Os usuários são redirecionados a uma URL que faz o download de TROJ DLOADR.APX.O TROJ_DLOADR.APX e se conecta a outras URLs para fazer o download de TSPY BANKER.NGN. As variantes do TSPY_BANKER têm o objetivo de roubar informações pessoais de contas em bancos brasileiros.
 
fonte/ Decision Report

SÓ 1,2 % DA VERBA DE AEROPORTOS IRÁ PARA AFONSO PENA



O aeroporto Afonso Pena receberá 1,26% – R$ 70,1 milhões – dos R$ 5 bilhões previstos pela Infraero para investimentos nos 15 aeroportos de apoio às cidades que vão sediar jogos da Copa do Mundo de 2014. No ranking da distribuição de recursos, ele é o quarto menos favorecido, na frente apenas dos terminais de Salvador, Recife e da Pampulha (de Belo Horizonte).


Além disso, nenhum dos cinco empreendimentos previstos para São José dos Pinhais foi iniciado. Três deles começam em 2010 e outros dois em 2011.

Os trabalhos em 12 dos demais aeroportos já estão em andamento. Atualmente, a Infraero não realiza qualquer investimento nos três aeroportos que administra no Paraná (além do Afonso Pena, há uma unidade em Londrina e outra em Foz do Iguaçu).

Os números foram apresentados ontem pelo diretor de engenharia da Infraero, Jaime Henrique Caldas Parreira, durante uma audiência pública promovida em conjunto pelas comissões de Turismo, Desenvolvimento Urbano e Transportes da Câmara dos Deputados. O debate tratou dos investimentos em aeroportos para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

“Em cada aeroporto nós focamos no que é necessário e as principais prioridades são obras em pistas ou terminais de cargas e passageiros. No caso do Afonso Pena, a meta principal é adequar o espaço à demanda de passageiros”, explicou Caldas. Nenhuma das propostas apresentadas ontem contempla a ampliação ou construção de uma terceira pista, reivindicação que mobiliza o Paraná há uma década. Após a audiência, parlamentares da bancada paranaense fizeram uma reunião com o presidente da Infraero, Murilo Marques Barboza, para cobrar mais investimentos.

“Foi uma surpresa que a pista tenha ficado de fora. Ele (Barboza) nos disse que temos de atuar politicamente para que a obra saia e é isso que nós vamos fazer”, disse o deputado paranaense Eduardo Sciarra (DEM), um dos organizadores da reunião.

Segundo o parlamentar, também está garantida a ampliação do terminal de cargas, projeto avaliado em R$ 10 milhões e que consta no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) desde 2007. O empreendimento não foi incluído na relação da Copa porque não teria ligação com o evento.

Entre as cinco propostas de preparação para o Mundial de 2014 está a ampliação do sistema de pátios, com cinco novas posições para estacionamento de aeronaves. Para essa obra, o custo estimado é de R$ 30 milhões.

Durante a audiência, o presidente do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias, José Márcio Mollo, disse que o Afonso Pena é atualmente um dos 12 aeroportos brasileiros em que as aeronaves são proibidas de passar a noite, por falta de espaço adequado, o que prejudica a programação dos voos. Mollo fez uma previsão pessimista sobre as obras listadas pela Infraero. “Se dependermos do planejamento que está sendo feito e do histórico da Infraero em descumprir prazos, vamos sofrer um novo apagão aéreo durante, ou mesmo antes da Copa de 2014.”

O deputado paranaense Gustavo Fruet (PSDB), que participou da audiência e foi membro da CPI do Apagão Aéreo, em 2007, também disse que não acredita no cumprimento do cronograma apresentado ontem. “É pouco dinheiro e, além disso, o fato é que não vai dar tempo de terminar tudo até 2014.”

As outras quatro propostas apresentadas ontem pela Infraero para o Afonso Pena são a reforma e adequação do terminal de passageiros (R$ 1,65 milhão), a execução das obras de reforma desse terminal (R$ 37,25 milhões), o projeto completo de infraestrutura da área para hangares da aviação executiva (R$ 120 mil) e a execução das obras desses hangares (R$ 1,08 milhão).

Lanterna

Dos 15 aeroportos brasileiros que serão modernizados por causa da Copa de 2014, 11 receberão mais investimentos do que o Afonso Pena, na região de Curitiba:

Aeroporto Recursos (em R$ milhões)

Guarulhos (SP) 1.391,8

Viracopos (Campinas) 936,8

Galeão (RJ) 735,55

Brasília 524,2

Porto Alegre 495,16

Confins (Belo Horizonte) 392,16

Congonhas (SP) 284,32

Manaus 238,53

Fortaleza 214,99

Cuiabá 85,26

Santos Dumont (RJ) 76,41

Curitiba 70,10

Salvador 44,29

Recife 33,00

Pampulha (Belo Horizonte) 5,08
 
fonte/Gazeta do Povo

CÂMARA APROVA AUMENTO DE EFETIVO DA AERONÁUTICA


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou, em caráter conclusivo, o projeto de lei que aumenta em 13.495 o número de militares do Comando da Aeronáutica. O efetivo passará de 67.442 para 80.937. Agora, o projeto seguirá para o Senado, a menos que haja recurso para que seja votado pelo plenário da Casa.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, que assina a proposta, ressalta a necessidade da medida para adequar os efetivos da Aeronáutica às crescentes demandas do transporte aéreo e para prestar um serviço seguro de controle do espaço aéreo.

Jobim também cita como argumento a criação de novas organizações militares nos últimos 25 anos e o crescimento das atribuições da Aeronáutica, como participação em missões da Organização das Nações Unidas, em campanhas de vacinação e em combate a incêndios ambientais.

Novos números

Pela proposta, a nova composição dos cargos sofrerá a seguinte variação:

- oficiais superiores: de 2.455 para 3.200;

- oficiais intermediários e subalternos: de 5.700 para 7.800;

- suboficiais e sargentos: de 26.200 para 34.000;

- cabos e soldados: de 31.000 para 34.100;

- taifeiros (responsáveis pelo serviço de câmara, como limpeza e arrumação): de 2.000 para 1.750.

A proposta foi aprovada com emenda da Comissão de Finanças e Tributação, que condiciona a criação dos cargos à sua autorização expressa em anexo específico da Lei Orçamentária Anual.

fonte/Agência Câmara/ O Globo

ENTREGA DO AIRBUS DA SATA VOLTA A SER ADIADA

O avião Diáspora ainda não foi entregue a SATA.

É a segunda vez que o prazo de entrega do avião não é cumprido.


Depois da aterrissagem brusca a 4 de agosto no aeroporto de Ponta Delgada, nos Açores, o Airbus foi entregue às oficinas da TAP em Lisboa para manutenção.

Após a análise das caixas negras, concluiu-se que o segundo embate no solo excedeu a violência aceitável pelo fabricante, tendo saltado 5 rebites do revestimento das asas.

Os trens de aterrissagem tiveram, também, de ser substituídos.

Por prevenção, todos os rebites de revestimento das asas foram substituidos, o que representa cerca de 100 unidades.

Fontes ligadas ao processo indicaram que ainda falta montar os trens de aterrissagem e os reatores e que, depois, o avião terá de ser submetido a testes.

O prazo para entrega do Airbus foi adiado de outubro para novembro.

Depois de em nenhuma das datas se ter verificado o regresso do Diáspora, fica em aberto o prazo de entrega, o que deverá acontecer antes do Natal.
 
fonte/Jornal da Tarde/via RTP Açores

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INVESTE EM MELHORIAS PARA TRÊS AEROPORTOS DO INTERIOR



Os aeroportos de Caxias do Sul, Erechim e Passo Fundo começam a receber nos próximos dias investimentos de aproximadamente R$ 5,5 milhões do governo do Estado. Nesta quinta-feira (26), às 10h, o secretário de Infra-Estrutura e Logística, Daniel Andrade, e o diretor do Departamento Aeroportuário (DAP), Fernando Coronel, firmam contrato para começo das obras e aquisição de veículo de combate a incêndio. Os empreendimentos integram o programa estruturante Duplica RS. "O desenvolvimento do sistema aeroportuário prevê melhorias com objetivo de, além da intermodalidade, expandir o transporte aéreo de passageiros e de cargas e integrar a rede estadual de aeroportos", explica Andrade.

O terminal de passageiros do complexo de Caxias do Sul terá ampliação de 400m² de área edificada e 1.819m² de área a ser reformada, incluindo cobertura da entrada do prédio, aumento das salas de embarque e desembarque e ar-condicionado. A construção, no valor de R$ 2.394.150,98, tem prazo de 15 meses para ser concluída. Além disso, estão em andamento nas instalações serranas implantação do sistema de sinalização luminosa vertical na pista, taxiway e pátio, contratada em 29 de outubro deste ano, ao custo de R$ 184.331,95, com período fixado de 180 dias para entrega. Caxias do Sul se liga a São Paulo por voos diários.

O complexo de Erechim receberá restauração do pavimento asfáltico da pista de pouso e decolagem com 1,28 mil metros de comprimento e 30 metros de largura, taxiway com 65metros de comprimento e 15 metros de largura e pátio de aeronaves com 6.360 m². A melhoria está orçada em R$ 1.798.140,49 e tem prevista quatro meses para término. Em convênio com a prefeitura, ocorrem também ampliação e reforma do terminal de passageiros, em 65 m², no total de R$ 213.169,09, dos quais R$ 170.535,27 oriundos da Secretaria de Infra-Estrutura e Logística (Seinfra) e contrapartida de R$ 42.633,82 da administração municipal. Erechim é ponto de chegada e partida de aviões para Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba.

Para aumentar a segurança do aeroporto de Passo Fundo, o DAP vai adquirir caminhão de combate a incêndio, no valor de R$ 1,265 milhão. O veículo tem de estar em operação em até seis meses. Linhas aéreas unem a comunidade do Planalto Médio a Porto Alegre, São Paulo, Curitiba, Joaçaba e Caçador. As informações são do Governo do Estado.

fonte/ Diário de Canoas

INAUGURADO O AEROPORTO DE SÃO MIGUEL DO ARAGAUAIA - GOIÁS

O governador Alcides Rodrigues inaugurou às 8h30 de hoje o balizamento noturno e o terminal aeroportuário do Aeródromo de São Miguel do Araguaia, em Goiás.

As obras receberam investimento de R$ 786,4 mil, trazendo mais conforto aos usuários e possibilitando o funcionamento do local 24 horas por dia. O balizamento estava paralisado desde 2005, mas as obras foram retomadas em dezembro do ano passado e concluídas este mês. Somente no balizamento o Governo investiu R$ 545,33 mil.
 
fonte/Goiás Agora

NIKI LAUDA CONFIRMA COMPRA DE MAIS DOIS JATOS EMBRAER


Embraer E-190 Niki Lauda

A Embraer assinou contrato com a segunda maior companhia aérea austríaca, Niki Luftfahrt, para venda de mais dois jatos modelo 190, confirmando direitos de compra de um acordo acertado em julho de 2008, informou a fabricante brasileira nesta quarta-feira.

O início das entregas desta nova encomenda feita pela aérea do ex-piloto e tricampeão de Fórmula 1 Niki Lauda está previsto para o primeiro semestre de 2011. De acordo com a empresa, a Niki se tornou a primeira empresa aérea de baixo custo européia a operar o Embraer 190 com 112 assentos.

Em maio deste ano, o ex-piloto compareceu à cerimônia de entrega do primeiro jato de uma encomenda de cinco, em São José dos Campos (SP). O avião atinge entre 800 e 900 km/h e pode percorrer 4 mil milhas.
Niki Lauda abriu sua companhia aérea de baixo custo em dezembro de 2003 e opera vôos para Frankfurt, Munique, Zurique, Paris, Milão, Roma e Estocolmo.
 
fonte/foto/Embraer

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...