sábado, 14 de junho de 2014

ATR DA AZUL COLIDIU COM URUBU NO AEROPORTO DE PARINTINS NO DIA 11 DE JUNHO

Os passageiros do voo 2838 tiveram um susto quando no começo da tarde de quarta-feira (11.06), a aeronave ATR-72 da Azul Linhas Aéreas colidiu com um urubu, no momento que o piloto Deniz finalizava o procedimento de pouso. O impacto foi tão grande que abriu um buraco na fuselagem, aquela parte que protege a cobertura do avião. O incidente foi às 13h48min e o piloto fazia a manobra na cabeceira da pista número 24, que fica na direção da Lixeira Pública.


O avião não pôde retornar a Manaus, e os passageiros de deveriam seguir viagem aguardaram outra aeronave. O ATR-72, de prefixo PP-PTY tem capacidade para 68 passageiros e está na pista de taxiamento do aeroporto aguardando manutenção. “ O problema maior é essa lixeira que todas as vezes ficam maquiando. Ainda bem que nada ocorreu com os passageiros”, contou um taxista a reportagem.

O diretor do aeroporto Julio Belém, Paulo Pessoa, estava acompanhando os técnicos da empresa na pista e não deu mais detalhes sobre o incidente. A colisão deverá ser comunicada ao SERIPA VII e a ANAC. Devido farta quantidade de alimentos orgânicos, fazendo a proliferação de milhares de urubus na lixeira, que ficavam sobrevoando aquela área, o aeroporto de Parintins ficou fechado por quase três horas.

fonte/ParintinsAmazonas

DETENTO TENTA FAZER COMISSÁRIA REDÉM E ATRASA VOO EM SANTARÉM, PARÁ


GTO foi acionado para intervir (Foto: G1)Grupamento Tático, da PM, foi acionado para intervir (Foto: G1)
 
Um detento tentou fazer refém uma comissária de bordo no voo 2897, que se preparava para decolar do aeroporto Maestro Wilson Fonseca, em Santarém, oeste do Pará, para a capital do estado, Belém, na noite desta sexta-feira (13).  A informação foi confirmada pela Polícia Militar, que enviou uma equipe do Grupamento Tático Operacional (GTO) para a aeronave.

De acordo com o subtenente da PM, Diogo Almeida, o detento foi agarrado por funcionários da empresa aérea que estavam dentro da aeronave e agentes de segurança que o acompanhavam. A situação deixou os passageiros nervosos. "Ele foi dominado logo de imediato por funcionários e o pessoal que estava escoltando ele, mas deixou os passageiros muito apreensivos, assustados", detalhou.


Os passageiros já haviam feito o check-in, mas voltaram para a área de embarque do aeroporto e receberam um cartão de reembarque para retornar ao voo só depois que o detento, que estava algemado, saísse da aeronave.

Enquanto o detento permaneceu na aeronave, militares do GTO fizeram a segurança do local. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal em Santarém.

O voo deveria ter saído às 22h21, mas só decolou depois de 23h.

Em nota ao G1, a Azul Linhas Aéreas informou que:

"o voo 2897, que faria a rota entre Santarém e Belém, decolou com atraso por conta do comportamento inadequado de um passageiro durante o procedimento de embarque no aeroporto Maestro Wilson Fonseca. O caso está sendo tratado pela Polícia Federal. Os Clientes receberam toda a assistência necessária de acordo com a resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e já  seguiram viagem rumo ao destino final . A Azul lamenta eventuais transtornos ocorridos aos seus Clientes".

fonte/foto/G1

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...