quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

BOMBA EXPLODE EM AVIÃO DA POLÍCIA NA COLÔMBIA

Pelo menos oito pessoas ficaram feridas nesta quarta-feira na explosão acidental de uma bomba de gás lacrimogêneo no interior de um avião da polícia, na Colômbia.
O general Dagoberto Rodríguez, comandante da polícia de Medellín, contou à imprensa que a explosão, que partiu em dois o avião da corporação, aconteceu no aeroporto de Medellín.
Segundo o oficial, a aeronave iria transportar 27 agentes do Batalhão de Choque ao departamento de Chocó, onde amanhã está prevista uma greve.
A explosão aconteceu às 15h10 (17h10 de Brasília). Para investigar o ocorrido, foram enviados a Medellín os generais Guillermo Aranda e Álvaro Caro Meléndez, inspetor e diretor antinarcóticos, respectivamente.
"Segundo as primeiras avaliações médicas, quatro dos feridos, que foram enviados para a Policlínica de Medellín e para a Clínica das Américas, apresentam ferimentos consideráveis, ao passo que outros quatro só apresentaram sintomas de atordoamento", contou o general Rodríguez.
O acidente causou a suspensão temporária das operações no terminal aéreo.
fonte: terra/efe

BOGOTÁ - Os cinco ocupantes de um avião AC-47 da Força Aérea Colombiana morreram nesta quarta-feira devido à queda da aeronave durante uma missão de treinamento no município de La Dorada, Departamento de Caldas, no centro do país, disseram autoridades militares.
A aeronave, modernizada e adaptada para fins de espionagem e ataque com equipamentos de alta tecnologia, decolou da base de Palanquero, perto da localidade de Puerto Salgar, Departamento de Cundinamarca.
Investigadores foram enviados ao local do acidente para tentar determinar a causa do acidente, segundo nota da Força Aérea. O avião ficou completamente destruído.
O comandante da Força Aérea, brigadeiro Jorge Ballesteros, descartou a hipótese de um ataque ou sabotagem da guerrilha Farc.
"Descartamos que pessoas que não deveriam ter acesso ao avião possam ter tido. O avião estava fazendo treinamento em uma área restrita e controlada", disse ele a jornalistas.

fonte: Abril/Reuters

HELICÓPTERO COM 18 PESSOAS A BORDO CAI NA COSTA DA ESCÓCIA


Um helicóptero modelo Super Puma com 18 pessoas a bordo caiu no Mar do Norte, a pouco mais de 190 km da cidade escocesa de Aberdeen, nesta quarta-feira. As informações são da CNN.
Segundo a BBC, todos os ocupantes do helicóptero foram resgatados e nenhum deles se feriu no incidente.
O aparelho fez essa manobra forçada quando se dirigia a uma instalação petrolífera marinha, pouco antes das 16h (de Brasília). Segundo a BBC, que cita como fonte a Guarda Costeira britânica, dois tripulantes e 16 passageiros viajavam no aparelho.
Um porta-voz do Ministério da Defesa do Reino Unido afirmou que "este foi um incidente civil, mas que está recebendo o auxílio" da pasta.
Vários helicópteros da Força Aérea Britânica (Royal Air Force, RAF) foram enviados à região para auxiliar nos trabalhos de resgate, acrescentou o porta-voz.
fonte: EFE.

QUEDA DE HELICÓPTERO MATA 14 PESSOAS NO CHILE


Região do acidente é de difícil acesso. A queda de um helicóptero em Chanco, 440 quilômetros ao sul de Santiago, causou a morte de 14 pessoas, informou o jornal El Mercurio. O acidente aconteceu por volta de 17h (de Brasília) de domingo (15), quando funcionários da Celco foram ao setor de La Vega para combater os incêndios que afetam a região. A confirmação foi feita pela intendente interina região de Maule, María del Carmen Pérez, e pelo promotor de Cauquenes, Héctor de la Fuente.Pérez afirmou não ter informações sobre os mortos, mas explicou que membros das equipes de Bombeiros e Carabineiros e o encarregado de emergência regional foram ao local do acidente, que é de difícil acesso. Em entrevista à Radio Cooperativa, o diretor interino da Corporação Nacional Florestal (Conaf) em Maule, Dante Bravo, assegurou que os brigadistas deviam ter "entre 18 e 30 anos", e "muitos deles eram pais de família".Bravo afirma que os mortos estavam combatendo desde sexta-feira um incêndio florestal de 310 hectares que afetava vários prédios de diferentes empresas, entre elas a Celco, tarefa na qual trabalhava um total de 96 pessoas com dois helicópteros.— Ao fim do dia, (o helicóptero) aparentemente caiu em algum setor das colinas — explicou Bravo.O helicóptero era o Bell UH-1H Iroquois (205) da Flight Service Helicopteros.
Fontes: EFE / ASN

ACIDENTE DE HELICÓPTERO DE RESGATE MATA 2 NA POLÔNIA


Duas pessoas morreram e outra ficou gravemente ferida devido à queda hoje (17) do helicóptero Mi-2 Plus, prefixo SP-SXF, registrado para Polish Medical Air Rescue, que estava indo socorrer os feridos em uma colisão registrada em uma estrada da região polonesa de Silésia, atingida pelo mau tempo.As condições meteorológicas adversas, com fortes nevascas, podem ter sido a causa que o aparelho tenha caído nas cercanias da localidade de Budziszow Wielki, no sudoeste da Polônia, segundo as primeiras informações.A pessoa que ficou ferida conseguir avisar sobre o acidente e notificar a posição, o que permitiu uma rápida reação dos serviços de emergência locais.O aparelho voava para ajudar os feridos em um acidente na estrada na região de Silésia, no qual foram envolvidos vários veículos e nove pessoas ficaram feridas, entre elas uma mulher grávida.O gelo e a neve foram as causas desta batida múltipla que envolveu carros, caminhões e um ônibus.
Fontes: EFE / ASN

AERPORTO DE GUARAPUAVA VOLTARÁ A TER VOOS REGULARES PARA CURITIBA EM MARÇO

A companhia aérea NHT operará com aeronave de 19 lugares, que realizará um voo de ida e um de retorno de Curitiba de segunda a sexta-feiraA partir do dia 2 de março, o Aeroporto Tancredo Thomaz de Faria, localizado em Guarapuava, na região Central do Paraná, voltará a ter voos regulares, com serviços prestados pela companhia aérea NHT. O anúncio será feito nesta terça-feira (17) pelo deputado estadual Fernando Carli Filho em reunião com políticos e empresários da região. A princípio, o terminal contará, diariamente, com um voo de ida e um de retorno do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.Há cerca de dez anos o Aeroporto de Guarapuava deixou de realizar voos regulares. A implantação de uma linha aérea na cidade foi resultado de um movimento formado por lideranças políticas da região, incluindo prefeitos, vereadores e dirigentes empresariais e comunitários.A NHT deverá operar com uma aeronave de 19 lugares, que sairá de Curitiba, de segunda a sexta-feira, às 12h15, com previsão de chegada em Guarapuava às 13h09. O retorno à Curitiba ocorrerá, também em dias úteis, às 13h29, com chegada às 14h23. A tarifa inicial está prevista em R$ 209,00. O Aeroporto de Guarapuava fica no km 342 da BR-277.
Fonte: Gazeta do Povo

QUEDA DE AVIÃO EM NY É INVESTIGADA COM CAUTELA

Os investigadores perguntarão aos pilotos quanta neve eles viram ao voar pela área de Buffalo na noite de quinta-feira, mais ou menos no momento em que um vôo que partiu de Newark caiu, matando 50 pessoas, mas um membro do Conselho Nacional de Segurança nos Transportes (NTSB) dos Estados Unidos instou "cautela quanto a conclusões apressadas de que o gelo causou a queda".De fato, algumas das informações que costumam surgir depois de acidentes causado por gelo - como informações de outros pilotos sobre problemas de congelamento em seus aviões, ou comentários a respeito de congelamento de superfícies de controle nas comunicações do avião que caiu - não surgiram até o momento durante a investigação sobre a queda do voo 3.407 da Continental Connection.O avião que caiu, um bimotor a hélice Bombardier Dash 8 Q400, atingiu uma casa em Clarence Center, Nova York, causando a morte das 49 pessoas que estavam a bordo e de um homem que estava na casa.Houve informações de que havia congelamento moderado na área, disse Steven Chealander, do NTSB. Mas outro aparelho regional da Continental Airlines - também um Dash 8 Q400 - voou a mesma rota do voo 3.407, de Newark a Buffalo, apenas 27 minutos mais tarde e concluiu a viagem sem incidentes, ele disse.Havia equipes procurando pedaços do avião na segunda-feira, e não fosse a presença dos policiais e de flores deixados ali em homenagem às vítimas, o local poderia confundido com um canteiro de obras. Mas o equipamento pesado foi desligado por algum tempo e os trabalhadores suspenderam seus esforços enquanto alguns familiares de vítimas chegavam de ônibus para ver o local pela primeira vez."Nós suspendemos o nosso trabalho", diz Chealander, "para permitir que eles prestassem sua homenagem às pessoas que perderam. Não posso dizer mais que isso. Foi um momento privado, para eles, e não o descreveria de outra maneira".Sempre que um avião a hélice cai no inverno, o congelamento se torna causa provável imediatamente. Engenheiros, pilotos, controladores de tráfego aéreo e outros especialistas sabem há anos que o gelo pode causar problemas graves a um avião porque altera o fluxo de ar pela forma finamente esculpida do aparelho.Aparelhos como o Dash 8 contam com um revestimento pneumático feito de um material semelhante à borracha que se infla e desinfla para romper o gelo acumulado nos bordos de ataque das asas. Mas há ocasiões em que gotas de chuva ou gelo podem escapar a esse sistema e começar a se acumular no tipo da asa, uma área desprotegida pelo sistema. Em 1994, um ATR-72 caiu em Roselawn, Indiana, por conta do congelamento de superfícies que ajudaram a criar um vácuo parcial por trás delas, levando o avião a perder a sustentação.Uma das dificuldades de voar em nevascas é que a tripulação precisa decidir se existe gelo na cauda - invisível da cabine de pilotagem - ou nas asas. A correção adotada pelo piloto para o gelo nas asas pode agravar o problema gerado por gelo na causa. As pistas são muito sutis; por exemplo, gelo nas asas pode fazer o avião oscilar, mas gelo na cauda pode fazer com que os controles oscilem.Em um vídeo que a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa) produziu para instrução de pilotos em 1997, William Rieke, piloto e pesquisador do Centro Lewis de Pesquisa da Nasa, em Cleveland, alerta que, se o gelo causou estol aerodinâmico da cauda e o piloto o confunde com estol das asas, "você e seus passageiros podem sofrer as consequências"."Lembre-se de que você tem muito pouco tempo para diagnosticar corretamente o problema e tomar medidas corretivas", aconselha o vídeo.Apontar o nariz para baixo, o que permite que o avião ganhe velocidade e protege contra formação de gelo nas asas, muda o ângulo no qual o vento encontra a cauda e pode tornar o estol mais provável. Na noite de quinta-feira, um sistema automático no avião cujo objetivo é combater o estol de asas forçou o nariz do aparelho para baixo.O nariz em seguida voltou a subir, e a descer outra vez, enquanto o avião rolava para um dos lados. A altitude era baixa demais para permitir que a tripulação retomasse o controle.Uma das questões a determinar é se a tripulação elevou o nariz intencionalmente ou se isso aconteceu por outro motivo.O avião estava voando a cerca de 255 km/h, disse Chealander, acima da velocidade de estol de 190 km/h. A velocidade de estol é a velocidade mínima para que um avião continue em voo.Mas por algum motivo um sistema automático de prevenção de estol aerodinâmico entrou em ação, desligando o piloto automático que estava conduzindo o aparelho ao aeroporto, cerca de 10 km adiante. Isso aconteceu quando a tripulação estava abaixando os flaps, controles aerodinâmicos nas asas que ajudam a voar em baixa velocidade.Tom Ratvasky, engenheiro aeronáutico da Nasa, diz que sua agência e a Administração Federal da Aviação (FAA) têm trabalhado com mais afinco nos últimos anos para ensinar aos pilotos sobre os riscos de voar em situações de congelamento.
Fonte: Terra

AVIÃO DA BASE AÉREA DE SALVADOR FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA


Uma aeronave da Base Aérea de Salvador apresentou problemas no motor e teve pouso de emergência no Aeroporto Internacional da capital baiana no início da tarde desta terça-feira (17). Ambulâncias e bombeiros foram acionados, chamando a atenção de quem estava no local, mas não houve feridos.A aeronave Embraer EMB-111 Bandeirante Patrulha era utilizada por quatro militares em treinamento e apresentou problemas no motor. 'Os tripulantes acionaram os meios de alerta por conta do funcionamento anormal de um dos motores, mas não houve maiores conseqüências porque isso é um procedimento normal de segurança', informou o chefe de operações da Base, major Adolfo.Segundo informações da Infraero, a solicitação de pouso foi feita às 12h20 e o procedimento não provocou transtornos no aeroporto.
Fonte: correio24horas.globo.com

AVIÃO DESAPARECE NA VENEZUELA COM 7 PESSOAS A BORDO




Um avião monomotor com sete pessoas a bordo foi dado nesta terça-feira como desaparecido, após não chegar como planejado a seu destino na cidade e Bethel, estado de Bolívar, sul da Venezuela.A aeronave, de matricula YV2480, modelo Cessna 182N, havia decolado de Santa Elena de Uarién, cidade próxima da fronteira com o Brasil. Segundo informações iniciais, viajavam no avião o piloto Robert Norton e os passageiros Neila de Norton, uma professora, um adulto que acompanhava um adolescente de 14 anos e uma mulher que levava uma criança pequena.


Date:16-FEB-2009
Time: 09:30
Type:
Cessna 182N
Operator:Robert Norton
Registration:YV2480
C/n / msn:182-60266
Fatalities: Occupants: 7
Airplane damage:Unknown
Location: Venezuela
Phase:En route
Nature:Ambulance
Departure airport:Karun
Destination airport:Bethel
Narrative:Missing. Cessna aircraft Model c182N, color white with grey red black stripes down side.
fonte: Aviation Safety Network
Fonte: ANSA

LAJES RISCADA DO MAPA: SATA CONCENTRA ATIVIDADE EM S. MIGUEL

Com a renovação da frota da SATA a Terceira deverá perder a única aeronave que pernoita na aerogare das Lajes.Segundo alguns funcionários a decisão já foi tomada, a empresa vai aproveitar a renovação da frota para centralizar todas aeronaves na ilha de S. Miguel. “A intenção é eliminar a base de operação na ilha”. Recorde-se que o Dornier é a única aeronave que opera a partir das Lajes desde do início da década de 90.Para os funcionários esta decisão, a ser confirmada, prejudicará a ilha e poderá afectar a todo pessoal especializado que se encontra a laborar na Base das Lajes.Os mesmos funcionários alegam que o estacionamento de todas aeronaves na ilha de S. Miguel deverá, a curto prazo, encerrar vários serviços e postos de trabalho na Terceira.Por outro lado, argumentam, em caso de mau tempo (ventos e nevoeiros que inviabilizam a operacionalidade do aeroporto de Ponta Delgada) todos os açorianos turistas e viajantes serão prejudicados e com uma aeronave na Terceira, pelo menos, as situações de emergência estariam garantidas. Nestes casos, alegam, se a SATA dispuser de uma aeronave a operar na Terceira permanente, “como acontece actualmente”, poderá fazê-la deslocar para outras ilhas e garantir o serviço mínimo. Perante o cenário, os funcionários desafiam os responsáveis da Protecção Civil dos Açores a emitirem parecer sobre a matéria.A SATA anunciou que um dos Dash 8 – Q200 deveria servir o grupo Ocidental, S. Jorge e Graciosa, por isso, alguns funcionários questionam se fará sentido colocar esta aeronave em Ponta Delgada.Exemplificando com o facto da companhia aérea açoriana ter um ATP estacionado na ilha da Madeira, onde não existe manutenção, questionam se existe justificação para a SATA retirar o único avião que pernoita nas Lajes. A mesma fonte alega que a transportadora aterra mais vezes (diariamente) na Terceira do que em S. Miguel e lembra o velho conceito de “placa giratória” aplicado às Lajes por ser mais central nos voos para o arquipélago.Existem ainda outras questões que levam os funcionários a exigirem o envolvimento do poder político nesta matéria.A manutenção do Dornier na Terceira e o facto de toda a sua operação ser programa a partir das Lajes não deixam dúvidas que uma alteração da política aérea regional poderá prejudicar a ilha.Fontes contactadas pelo nosso jornal garantem que a hipótese da SATA, com a nova frota, centralizar todas aeronaves em S. Miguel é consensual junto da administração da transportadora e até de alguns membros do governo regional. Segundo conseguimos apurar, face ás alterações previstas, alguns funcionários da companhia poderão mesmo ir residir para S. Miguel.
Fonte: A União (Açores - Portugal)

MEMORIAL PARA VÍTIMAS DE TRAGÉDIA COM BOEING DA GOL PODE SER CONSTRUÍDO

A proposta para construção de um memorial em Mato Grosso, para as 154 pessoas vítimas do acidente aéreo com o boeing da Gol, em 29 de setembro de 2006, na região Norte de Mato Grosso – 200 Km de Peixoto de Azevedo – tramita na Assembléia Legislativa. A proposta é de autoria do deputado José Domingos Fraga (DEM), que sugere ainda a criação do dia em memória às vítimas.O dia será celebrado, anualmente, em 29 de setembro. De acordo com o texto do projeto de lei, o Executivo estadual está autorizado a construir no local do acidente, um monumento memorial. Para a construção, o governo poderá firmar parceria público-privada.O acidente aéreo é o segundo maior da aviação brasileira. No desastre morreram 154 pessoas, sendo 148 passageiros e seis tripulantes. O Boeing 737-800, da Companhia Gol Transportes Aéreos, prefixo PR-GTD fazia o vôo de Manaus a Brasília. Um choque co o o jato executivo Embraer Legacy 600, prefixo N600XL, que fazia a etapa Brasília-Manaus, resultou na queda do avião.A tragédia foi menor somente em relação ao acidente da TAM 3054, ocorrido em São Paulo, no dia 17 de julho de 2007, onde morreram 199 pessoas. Desse total, 187 pessoas estavam no vôo e outras 12 em solo.
Fonte: Só Notícias

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...