sábado, 11 de setembro de 2010

AVIÃO TANQUE DA FORÇA AÉREA COLOMBIANA CONCLUE VOOS DE PROVA

Itzhak Nissan, Presidente da Israel Aerospace Industries: “Estamos orgulhosos de trabalhar com nosso clinete Força Aérea da Colombia e estamos contenetes em saber que fomos escolhidos para o projeto de upgrade dos aviões Kfir e de uma aeronave para reabastecimento aéreo.Essses projetos refletem a força da IAI e sua capacidade de integração.”
Uma série de voosde prova exitosos foram concluídos com o Boeing B767-200ER de segunda mão, convertido pela Bedek Aviation Group, subsidiaria da Israel Aerospace Industries (IAI)  e configurados para  Multi Mission Tanker Transport (MMTT) para e governo Colombiano e o usuário final, la Força Aérea Aérea Colombiana.
A aeronave convertida esta equipada com dois Pods de Reaprovisionamiento Aereo nas asas (Wing Air Refueling Pods – WARP) de modelo ARP3, desenvolvidos e fabricados pela IAI. 
fonte/MáquinaDeCombate/foto/Divulgação
Enhanced by Zemanta

NOTA À IMPRENSA - LOCALIZADO O HELICÓPTERO NA SERRA DO MAR

O Comando da Aeronáutica informa que por volta das 10h50min, horário de Brasília, uma aeronave SC-105 Amazonas da Força Aérea Brasileira (FAB) avistou destroços de uma aeronave a noroeste da fazenda Mambu, no Município da Itanhaém – SP.

Por se tratar de um local de difícil acesso, um helicóptero H-34 Super Puma da FAB desembarcou uma equipe do PARA-SAR na região e, no início da tarde, foi confirmado que os destroços são do helicóptero Robinson R-44, matrícula PT–YON, desaparecido desde a tarde de ontem (10/09). Até o presente momento uma vítima foi localizada e não há indícios do outros desaparecidos.


A tripulação do H-34 está realizando o resgate do corpo localizado para a fazenda Mambu e o entregará às autoridades policiais.


Sob coordenação do SALVAERO
Curitiba, participam dessa operação de busca e resgate 15 militares da FAB distribuídos em duas aeronaves, um SC-105 Amazonas e um helicóptero H-34 Super Puma.

A investigação das possíveis causas do acidente será realizada pelo Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA-4).

 
Brasília, 11 de setembro de 2010.

MARCELO KANITZ DAMASCENO – Coronel Aviador
Chefe Interino do CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA AERONÁUTICA
 

fonte/ CECOMSAER
Enhanced by Zemanta

FAB ENCONTRA CORPO JUNTO A DESTROÇOS DE HELICÓPTERO EM SÃO PAULO

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou na tarde deste sábado que as equipes de busca encontraram um corpo junto aos destroços do helicóptero Robinson R-44, matrícula PT-YON, a noroeste da fazenda Mambu, em Itanhaém, no litoral de São Paulo. A aeronave estava desaparecida desde sexta-feira, quando decolou de Peruíbe, em direção ao aeroporto Campo de Marte, na capital paulista.
Conforme a nota divulgada pela FAB, não há indícios do outros desaparecidos. O corpo era resgatado no final da tarde e seria entregue às autoridades policiais. Mais cedo, o presidente do Ilha Clube Aerodesportivo de Peruíbe (ICA), Paulo Ortega, havia informado que estariam a bordo do aparelho um piloto experiente, de cerca de 30 anos, e um homem de 55 anos, que seria pai do dono da empresa.
"Eles marcaram um encontro na pista com outro helicóptero, que vinha de Joinville (SC). O helicóptero (desaparecido) pousou às 10h45 e decolou logo em seguida, às 11h", disse Ortega. Segundo o presidente do aeroclube, a rapidez do encontro pode ter sido o motivo pelo qual o piloto deixou de fazer a notificação oficial de decolagem, procedimento padrão da aviação.
Também na manhã de hoje, a Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) informou que o helicóptero tem capacidade para até três pessoas e está com a manutenção regularizada.
A investigação das possíveis causas do acidente será realizada pelo Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa-4). A operação de resgate conta com 15 militares da FAB em duas aeronaves, um C-105 Amazonas e um helicóptero H-34 Super Puma.
Mau tempo
Ortega disse que voou na manhã em que o helicóptero desapareceu. Segundo ele, a aeronave desaparecida pode ter enfrentado mau tempo na rota rumo à capital. "Nesse horário eu também estava voando pelo litoral, onde havia condição boa para voo. Mas quem tinha que ir para São Paulo, as condições de visibilidade estavam muito ruins na região da Serra, por causa da neblina", afirmou.
fonte/Terra
Enhanced by Zemanta

DESTROÇOS ACHADOS EM SÃO PAULO PODEM SER DE HELICÓPTERO DESAPARECIDO

O Centro de Coordenação de Salvamento (Salvaero) de Curitiba (PR) informou, por volta das 11h deste sábado, que uma aeronave avistou destroços que podem ser do helicóptero desaparecido desde a manhã de sexta-feira, quando decolou de Peruíbe, no litoral de São Paulo, com duas pessoas a bordo, em direção ao aeroporto Campo de Marte, na capital paulista.
Segundo o Salvaero, um pedaço da cauda e a cabine de um helicóptero foram encontrados a cerca de 20 km do município de Itanhaém, na Baixada Santista. Às 13h, um helicóptero do Salvaero estava no local para identificar os destroços. A Aeronáutica ainda não conseguiu entrar em contato com a equipe de buscas para confirmar se as peças localizadas nesta manhã são de fato do aparelho que sumiu.
Uma aeronave SC 105 Amazonas, pertencente ao 2°/10º Grupo de Aviação da Força Aérea, sobrevoava a região desde as 8h30, segundo o Centro de Comunicações da Aeronáutica. A Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) informou que o helicóptero modelo Robinson R44 prefixo PT-YON tem capacidade para até três pessoas e está com a manutenção regularizada.
De acordo com o presidente do Ilha Clube Aerodesportivo de Peruíbe (ICA), Paulo Ortega, a o helicóptero pertence à escola de pilotagem Brava. Estariam a bordo da aeronave, segundo Ortega, um piloto de cerca de 30 anos e um homem de 55 anos, que seria pai do dono da empresa.
"Eles marcaram um encontro na pista com outro helicóptero, que vinha de Joinville (SC). O helicóptero (desaparecido) pousou às 10h45 e decolou logo em seguida, às 11h", disse Ortega. Segundo o presidente do aeroclube, a rapidez do encontro pode ter sido o motivo pelo qual o piloto deixou de fazer a notificação oficial de decolagem, procedimento padrão da aviação.
Mau tempo
Ortega disse que voou na manhã em que o helicóptero da Brava desapareceu. Segundo ele, a aeronave desaparecida pode ter enfrentado mau tempo na rota rumo à capital. "Nesse horário eu também estava voando pelo litoral, onde havia condição boa para voo. Mas quem tinha que ir para São Paulo, as condições de visibilidade estavam muito ruins na região da Serra, por causa da neblina", afirmou.




fonte/Terra
Enhanced by Zemanta

BUSCAS POR HELICÓPTERO SÃO RETOMADAS NA MANHÃ DESTE SÁBADO

Continuava desaparecido, até o final da madrugada deste sábado, o helicóptero que, na manhã desta sexta-feira, partiu de Peruíbe, litoral sul paulista, com destino ao Campo de Marte, na zona norte da capital. As informações são do Clube de Ultraleve do Município, em Peruíbe, de onde a aeronave decolou, e da assessoria de imprensa da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Até cerca de 4 horas de hoje, o piloto não tinha feito contato com a torre.

No final da tarde desta sexta-feira, a assessoria de imprensa da Aeronáutica confirmou o desaparecimento da aeronave, modelo Robinson R44 prefixo PT-YON, e informou que está apurando o paradeiro do helicóptero, que pertence a empresa "Brava" de transportes aéreos. O helicóptero teria saído de Peruíbe, no litoral sul paulista, a 135 quilômetros da capital, por volta das 11H15 de ontem com previsão de chegada ao Campo de Marte às 12h10.

Buscas foram realizadas ao longo de todo a sexta-feira, por terra e com helicópteros da PM. Segundo o Centro de Comunicação social da Aeronáutica, as buscas dependem de uma varredura de comunicação que está sendo feita pelo Salvaero de Curitiba (PR), órgão do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta) 2. A partir desses dados, será possível saber em que horário e com quem foi feito o último contato do piloto. 

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o helicóptero desaparecido está com a manutenção regularizada, já que a próxima inspeção da aeronave, que tem capacidade para três pessoas, deveria ser realizada apenas em abril de 2011. A aeronave, de acordo com o dono, tinha apenas 70 horas de voo. Além do piloto, um passageiro estava a bordo. As buscas estão sendo retomadas na manhã deste sábado.




fonte/Estado/ATribuna

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...