Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 10, 2009

PILOTOS RECLAMAM QUE O A380 É MUITO SILENCIOSO PARA DORMIR

Uma viagem de avião ideal é tranqüila e silenciosa, certo? Não é bem assim. Pelo menos, não no modelo A380 da Airbus. Pilotos têm reclamado que o super avião faz tão pouco barulho que começam a enfrentar problemas para dormir. “Estamos recebendo muitas queixas”, diz o capitão Ed Davidson, vice-presidente sênior de frotas da Airbus.
“Em nossas outras aeronaves, o barulho das turbinas cancela os ruídos da cabine, mas no A380 esses ruídos chegam até os pilotos.”
Na companhia aérea Emirates, os funcionários reclamam que ouvem cada choro de bebê, ronco ou descarga nos banheiros, o que os impede de dormir em seus intervalos de descanso durante os vôos.
Enquanto a Airbus lida com esse contratempo inesperado, a Boeing faz graça dos problemas de sua rival ao dizer que já previa a situação. Randy Tinseth, vice-presidente de marketing da companhia, escreveu em seu blog sobre a cobertura da imprensa em relação às qualidades do A380: “Em notícias publicadas no começo do ano, passageiros mencionaram q…

HOMENAGEM A AEROMOÇA HÁ MAIS TEMPO EM ATIVIDADE NO PAÍS

Aos 80 anos, a aeromoça há mais tempo em atividade no país revela sua história .Fazer o que mais ama na vida é para poucos. E o que dizer então de descobrir uma paixão por algo que nada tinha a ver com sua rotina, conhecimentos ou gostos? Para Alice Editha Klausz, a aeromoça há mais tempo em atividade no país (e, quem sabe, no mundo), sua carreira na aviação começou quase que por acaso, quando ela descobriu sobre uma certa empresa aérea que estava contratando em sua região. A empresa era a Varig e a região, o belo Rio Grande do Sul.
DE LIVROS A AVIÕES
“Tudo começou em 1947, quando me formei em Biblioteconomia”, conta Tia Alice, como gosta de ser chamada. “Na época, fui chamada para organizar a biblioteca do Daer (Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem) do RS, além de ajudar nas primeiras bibliotecas circulantes do Sesi e Sesc. Era um trabalho gratificante, mas eu não era feliz lá,” revela. Por conta de dificuldades financeiras da repartição pública, Alice não conseguia realizar se…

NOVA AERONAVE NO MERCADO BRASILEIRO

A aeronave Virus-Sw fabricada pela Pipistrel quando equipada com o motor Rotax 912S com 75% de potência desenvolve uma velocidade de 273km/h e velocidade stol Vso de 64km/h com flaps. O lançamento será no dia 07 de Março. Informações podem ser obtidas diretamente com o Representante no Brasil- Vector Aviation -(21)-2226-2574 ou no site www.vectoraviation.com.br

PIPER IRÁ INTERROMPER SUAS OPERAÇÕES POR DUAS SEMANAS

A produção será interrompida durante uma semana em Maio e por uma semana em Junho devido a crise econômica que atinge também o mercado de aeronaves. A medida pretende normalizar a produção e afetará todos os funcionários da empresa. O mercado de aeronaves novas e usadas está saturado e não existem linhas de créditos para movimentar as vendas.
Fonte: AOPA/foto/divulgação

MUSEU DA TAM LANÇA BLOG COM INFORMAÇÕES

Atualmente sendo reformulado, o Museu TAM lançou um blog (www.museutam.com.br) que ficará no ar até o final do primeiro semestre, quando o espaço deve ser reaberto ao público.
O site oficial do museu voltará na mesma data. O blog traz comunicados do museu e tem espaço para imagens e vídeos por meio do Flickr e do YouTube com material sobre a história do museu e as aeronaves do acervo. Com a reformulação, o museu terá área de 83 mil m2 e um auditório para 300 pessoas.
O museu TAM vai estar cheio de novidades. E para a reinauguração, iniciamos a construção de um Ultra-Leve conhecido por Breezy. Trata-se de um dos mais antigos aviões Ultra-Leves do mundo. Ele está sendo montado com duas asas de J-3 e motorizado com um Lycoming 0-235, cuja hélice é montada atrás do motor. Possui três assentos, sendo um para o piloto na frente, sem qualquer proteção e dois passageiros atrás. Com certeza, será uma grande atração do museu que fará parte da esquadrilha de aeronaves que irão voar.
Além disso, es…

AVIÃO DE DEPUTADO CAI EM FAZENDA DE MATO GROSSO, PILOTO MORRE

O avião Beech Bonanza A36, prefixo PT-LKH, do deputado estadual de Mato Grosso Percival Muniz caiu, na tarde de domingo (08), numa fazenda da região do rio Araguaia. O piloto, que morreu no acidente, estava sozinho na aeronave e buscaria o deputado para levá-lo até Cuiabá.O local do acidente fica a 40 km de Querência (a 944 quilômetros de Cuiabá). A aeronave teria decolado do município de Barra do Garças e estaria a caminho de uma fazenda no município de São José do Xingu para buscar o deputado que passava o final de semana no local.A mulher de Muniz, Ana Carla, telefonou nesta manhã para assessores no gabinete e informou sobre a morte do piloto, identificado como Rhenner Régis de Oliveira e Silva, 22 anos. As causas do acidente são desconhecidas."Ele está todo enterrado no chão. Pelo jeito, ele caiu de bico, no meio do plantio de soja", disse, ao Só Notícias, o gerente da fazenda Macaré, Eder Pereira. "Não houve explosão, mas o avião ficou todo destruído. Só os pneus e…

IRÃ ANUNCIA QUE ARMOU CAÇAS COM MÍSSEIS DE ALCANCE MÉDIO

O Irã conseguiu equipar seus aviões de combate com mísseis de alcance médio, capazes de fazer alvo a 110 quilômetros de distância, informou hoje a agência de notícias local "Fars".Trata-se de "um míssil ar-mar de direção automática projetado e fabricado no Irã, que pesa mais de 500 quilos e tem a capacidade de levar ogivas de combate", acrescentou a fonte.O Irã sofre um embargo militar internacional desde a vitória da Revolução Islâmica, que em 1979 acabou com o reinado do último xá da Pérsia, o pró-ocidental Mohamad Reza Pahlevi.Apesar disso, em 1992, iniciou seu próprio programa de desenvolvimento bélico que o permitiu ter moderna tecnologia, incluindo mísseis de longo alcance, capazes de percorrer mais de 2 mil quilômetros.Em 2002, os Estados Unidos, com apoio de Israel e da União Europeia, acusaram o regime dos aiatolás de esconder um programa nuclear paralelo para a aquisição de um arsenal de armas nucleares.Teerã nega as acusações e afirma que seu único fim é…

CHINOOK BRITÂNICOS COM CUSTO ACIMA DO ESPERADO

Os problemas com os helicópteros Chinook adquiridos pela Grã Bretanha à Boeing estão no meio de uma chuva de críticas contra as autoridades militares do país, porque após a sua compra em 1995, os militares britânicos ainda não conseguiram colocar os helicópteros ao serviço.Como resultado, há missões que os militares britânicos são obrigados a fazer por estrada, quando poderiam com maior facilidade faze-lo por helicóptero, o que também reduziria os riscos a que os militares estão sujeitos no Afeganistão.A história remonta a 1995, quando oito Chinook versão HC2 foram adquiridos pela Grã Bretanha, uma versão mais barata e menos sofisticada que a HC3 que já estava disponível na altura.O Ministério da Defesa da Grã Bretanha decidiu iniciar um processo próprio de modernização que permitiria modificar os helicópteros para a versão HC3 mais sofisticada, mas que utilizaria sistemas de navegação e outros equipamentos electrónicos de origem britânica, com o objectivo de tornar a aeronave mais ba…

MINISTRO DA DEFESA AFIRMA QUE BRASIL QUER SER POTÊNCIA NA REGIÃO

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, ressaltou hoje, em Manaus, a importância militar do Brasil para as Américas. Ao receber a visita do chefe do Estado-Maior de Defesa das Forças Armadas dos Estados Unidos, Mike Mullen, Jobim declarou que o estreitamento das relações militares entre Brasil e Estados Unidos representa a consolidação de um patamar de relações Norte-Sul.Segundo o ministro, um dos maiores compromissos do Brasil com o mundo é cuidar da Amazônia.'A visita de Mullen ao Brasil mostra a importância do nosso país e o nível de relacionamento que passamos a ter, ou seja, de relacionamento olho-no-olho, com posições claras e definidas. Temos exatamente a intenção de sermos uma potência, participando na América Latina e lembrando sempre que a Amazônia brasileira é cuidada pelos brasileiros em favor do Brasil e do mundo. Ou seja, não há tutela possível sobre a Amazônia que não seja a brasileira', afirmou o ministro.Mullen e Jobim se encontraram pela manhã no Comando Militar …

A RÚSSIA TENTA SALVAR A MIG DA FALÊNCIA COMPRANDO MIG-29 KUB, MESMO SEM PRECISAR DELES

A fusão MiG-Sukhoi que já anunciámos no Quintus torna-se cada vez mais essencial à sobrevivência da MiG… A Argélia, que tinha encomendado aviões MiG-29Sm e que cancelou a entrega dos últimos aparelhos da encomenda, pode ter dado o golpe final na MiG.A empresa que acumula um déficit de 11 biliões de rublos em 2008 e uma dívida total acumulada de 44,8 biliões de dólares. Estas dificuldades poderão levar à perda do importante concurso indiano, onde o MiG-29OVT/-35 parecia relativamente bem posicionado para ganhar e até a entrega de MiG-29K para o porta-aviões indiano.Assim, no curto prazo, somente o Estado russo parece capaz de salvar a MiG, quer pressionando pela rápida fusão com a Sukhoi, quer forçando a força aérea russa a comprar a versão naval do MiG2-29, a MiG-29 KUB… ainda que não precise dele, uma vez que a Rússia só tem um porta-aviões e que não há planos imediatos para construir mais nenhuma unidade naval desse tipo… embora existam planos para a construção de seis novos porta-a…

LINEAGE 1000 DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SERÁ ENTREGUE ATÉ JUNHO

Os negócios da Embraer com a área nacional de Defesa são bons. Há quatro dias o contrato para modernização de 53 caças bombardeiro AMX, subsônicos, foi fixado em R$ 740,7 milhões.
Em um hangar de acesso restrito está na fase de acabamento o primeiro dos dois jatos da versão presidencial do modelo Emb-190, comprados por R$ 211 milhões. O primeiro será entregue até junho. O segundo, cinco meses depois. Vão substituir os Boeing-737, "Sucatinhas" que servem à Presidência desde 1974. Por pouco mais de R$ 1 bilhão estão na linha de produção 99 turboélices Super Tucano, de ataque e treinamento, mais cerca de 59 supersônicos F-5E em processo de revitalização tecnológica, e, em fase de especificação para operação semelhante, 12 caças Skyhawk da força aérea Naval. Um pacote adicional de US$ 60 milhões.
fonte: Estadão/foto/divulgação

GOVERNO BANCA CARGUEIRO DA EMBRAER

O governo vai aplicar entre R$ 50 milhões e R$ 60 milhões no programa do novo cargueiro militar da Embraer, o KC-390. Esse aporte inicial é equivalente a 5% do investimento na etapa de desenvolvimento. O detalhamento da participação será anunciado até abril. O Comando da Aeronáutica incluiu o jato médio de transporte no plano de longo prazo, que fixa metas até 2023.O contrato de venda só entrará na pauta mais adiante. Todavia, os primeiros estudos do negócio consideram a encomenda de 22 a 30 aeronaves com entregas previstas a partir de 2015. O valor do pacote é estimado em US$ 1,3 bilhão.A entrada da Força Aérea no empreendimento havia sido revelada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no encontro entre sindicalistas e executivos da Embraer, no Palácio do Planalto, dia 4. A empresa demitiu 4,2 mil funcionários há três semanas. O processo do cargueiro pode ajudar a evitar novos cortes. Para o presidente da Embraer, Frederico Curado, "o KC-390 é um produto com muita chance de …

CORREIOS PODERÃO TER AVIÕES DE CARGA

O governo planeja criar uma companhia aérea, subsidiária da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT), para fazer o transporte de cartas e encomendas postais. Com esse objetivo, está em negociações com a Embraer para comprar até 19 aeronaves. A fabricante de jatos já desenvolveu um modelo cargueiro, batizado inicialmente de C-390, que usa estrutura e equipamentos tecnológicos adotados no E-190, da nova família de aviões para passageiros.A idéia da subsidiária surgiu porque os Correios gastam anualmente R$ 450 milhões com o pagamento de transporte aéreo de cargas a empresas como Skymaster, Beta e VarigLog - alvos de investigações na CPI dos Correios, em 2005 - e porque há dificuldades na renovação dos contratos, que deve ser feita todos os anos. Nos últimos meses, a ECT e o Ministério das Comunicações, pasta à que a estatal é vinculada, propuseram parcerias com TAM, Gol e com a própria VarigLog, mas não houve interesse. Passou-se então ao planejamento de uma nova empresa, que daria mais a…