quinta-feira, 6 de agosto de 2015

SUPER TANQUE RUSSO T-14 ARMATA QUEBRA DURANTE DESFILE MILITAR


A-10 THUNDERBOLT II POUSANDO EM UM LAGO SECO NO DESERTO


SE A MODA PEGA - "DECORAÇÃO" NO COCKPIT EM UM SU-25 DA FORÇA AÉREA DA COREIA DO NORTE


Imagens de um vídeo transmitido pela televisão estatal norte-coreana foram publicados ontem pelo site de aviação militar Alert5.

Imagens dentro da cabine de caça SU-25 norte-coreano são muito raras, e o que é ainda mais interessante é a estranha (pelo menos para os padrões ocidentais) o adorno exposto pelo vídeo.

Na verdade, como notado pelo nosso amigo Tim Robinson, editor-chefe da indústria aeroespacial, da revista da Royal Aeronautical Society, há alguma cobertura rendadas no encosto de cabeça do assento de ejeção.

Se isto é uma decoração padrão ou uma personalização do piloto ainda não sabemos mas o fato está aberto ao debate com certeza não parece ser feito de material resistente ao fogo como se espera de quase tudo dentro do cockpit.

fonte/TheAviationist/foto/Alert5

LATAM DEVE INVESTIR US 40 MILHÕES EM NOVA MARCA

Aviação , Jerome Cadier, Mauricio Amaro, Claudia Sender e Enrique Cueto
Jerome Cadier, Mauricio Amaro, Claudia Sender e Enrique Cueto
O CMO do Grupo Latam, Jerome Cadier, foi o encarregado de detalhar o processo que Lan e Tam terão de atravessar a partir da criação da marca Latam. A previsão inicial do executivo é que as primeiras mudanças visíveis da nova identidade sejam observadas no primeiro semestre do ano que vem.

"A chegada da Latam, de forma unificada, exige uma série de adaptações no modelo de negócio que praticamos hoje. Estamos falando desde unificação de sistemas a pinturas de aeronaves e novos uniformes para a tripulação. Estamos estimando que essa exibição da nova marca deva custar cerca de US$ 40 milhões”, revelou Cadier, ressaltando que o valor não envolve tecnologia e projetos de comunicação que devem sair do papel nos próximos meses.

“Não nascemos de um dia para o outro. Há um período que precisamos passar para que todas as mudanças possam ocorrer da melhor forma possível. Ainda falta muito, é verdade, mas esse anúncio nos força a acelerar as etapas, portanto, muitas novidades estão por vir”, informou ele, despistando sobre uma possível aparição da Latam já nos Jogos Olímpicos Rio 2016, do qual a empresa é a transportadora oficial.

AÉREAS SEGUEM INDEPENDENTES
Durante sabatina, a CEO da Tam, Claudia Sender, reiterou que Lan e Tam continuarão a existir de forma jurídica. A própria executiva segue com o mesmo cargo, assim como outros profissionais do alto escalão do grupo.

“Existem regras locais que as companhias domésticas devem seguir e seremos 100% responsáveis no cumprimento das legislações dos países. Isso impacta, por exemplo, em ter um voo no Brasil com a garantia de um serviço prestado por uma tripulação brasileira. Continuaremos operando independentes em cada um dos sete países que atuamos. O intuito da nova marca é trazer uma experiência ao passageiro”, explicou ela. 

fonte/foto/PanRotas

BOMBARDIER LEVA TRES JATOS EXECUTIVOS PARA LABACE 2015

Bombardier-Learjet-75-Cockpit-full

A Bombardier Business Aircraft vai levar, este ano, três aviões do seu portfólio de jactos executivos ao Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (LABACE), que se realiza no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, de 11 a 13 de Agosto. Estarão em exposição os aviões Bombardier Learjet 75, Challenger 350 e Global 6000. “O LABACE está a ganhar importância a cada ano e, uma vez mais, temos orgulho em participar em força com três aviões das nossas famílias de produtos”, disse Stéphane Leroy, vice-presidente regional para as vendas na América Latina. “A nossa base de clientes na região está a aumentar constantemente e a Bombardier está em forte posição e com a linha perfeita de produto para satisfazer as necessidades dos nossos clientes na América Latina”, acrescentou.
A Bombardier afirma que é, atualmente, o líder de mercado com mais de 1900 aviões na região. Nos próximos 10 anos, a Bombardier Business Aircraft prevê entregar mais de 850 jatos, no valor de 24 mil milhões de dólares na totalidade do negócio da indústria da aviação na América Latina. Espera-se que a frota da região cresça a uma taxa anual de 3% durante este período. O LABACE 2015 é um evento de três dias realizado em São Paulo, no Brasil. O certame expõe produtos dos caminhos de ferro, à navegação e aviação, além de indústrias e serviços para negócios. Para a indústria da aviação, a América Latina é considerada um mercado em crescimento.
Bombardier-Learjet-75-cabine
Bombardier-Learjet-75-Cockpit-detalhe
Bombardier-Learjet-75-Cockpit
Bombardier-Learjet-75-exterior
fonte/foto/NewsAvia

Fotos de André Garcez , do Bombardier Learjet 75 que a equipa do NewsAvia visitou na AeroExpo 2015 em Friedrichshafen, Alemanha.

GLOBAL INFRASTRUCTURE PARTNERS COLOCA LONDON CITY AIRPORT À VENDA

O London City Airport, localizado na região de Royal Docks, em Newham (Reino Unido), foi posto à venda hoje por seus proprietários, o grupo norte-americano de investidores Global Infrastructure Partners. A companhia já designou especialistas para auxiliarem na transação, prevista para acontecer nos próximos meses.

A Global Infrastructure detém 75% das ações do aeroporto, ficando os 25% restantes com a Oaktree Capital.

O grupo adquiriu o aeroporto do milionário irlandês Dermot Desmond em 2006, pelo valor de 750 milhões de libras. O London City Airport foi desenvolvido pela empresa de engenharia Mowlen em 1986, e atualmente opera voos para destinos da Europa como Amsterdã, Dublin, Madri e Florença. 

fonte/PanRotas

AIRBUS REGISTRA PATENTE DE AVIÃO MAIS RÁPIDO QUE O SOM


A Airbus registrou no Departamento de Patentes do Estados Unidos a patente de um avião hipersônico com velocidade quatro vezes e meia superior à do som, que é de 340 metros por segundo, e duas vezes superior à do Concorde.

Com capacidade para transportar 20 passageiros, o avião utiliza diversos tipos de motores e ainda tem propriedades sustentáveis, utilizando como combustível uma combinação de oxigênio com o hidrogênio estocado a bordo do avião.

A performance da aeronave cobriria uma distância de nove mil quilômetros (a distancia entre Paris e são Francisco ou Tóquio e Los Angeles, por exemplo) em apenas três horas. Seguindo esta proporção, o trajeto entre São Paulo até Nova York seria feito no período de uma hora. 

fonte/foto/PanRotas

VÍDEO - PASSAGEIROS SE PREPARANDO PARA POSSÍVEL POUSO DE EMERGÊNCIA NO PACÍFICO - VOO CX-884 DA CATHAY PACIFIC - ALERTA DE FOGO - BOEING 777-300 POUSOU NA BASE AÉREA DOS EUA NA ILHA SHEMYA NO ALASKA



GOL FAZ HOMENAGEM AOS PAIS QUE AJUDARAM SEUS FILHOS A VOAR - FELIZ DIA DOS PAIS




fonte/GOL/Divulgação

PEDAÇOS DE POLTRONAS E DE JANELA DO VOO MH370 FORAM ENCONTRADOS NA ILHA REUNIÃO


Várias almofadas de poltronas e janelas de avião foram encontradas na ilha francesa de Reunião, no Oceano Índico, onde na semana passada foram localizados fragmentos de um avião Boeing 777, anunciou nesta quinta-feira o ministro malaio dos Transportes.
— Também encontramos pedaços como vidros, lâminas de alumínio e almofadas de poltronas — declarou Liow Tiong Lai, antes de explicar que se referia a poltronas e janelas de avião.

Saiba o que acontece quando um avião cai no mar
Especialistas australianos fizeram uma série de experimentos para simular a deriva das peças do avião da Malaysia Airlines que desapareceu em 8 de março de 2014, baseando-se nas correntes oceânicas da área onde supostamente ele teria caído. As informações são da AFP:

O que ocorre quando um avião cai no mar?
Quase sempre, algumas partes flutuam na água. A possibilidade de localizar essas peças na superfície diminui rapidamente durante as primeiras semanas após o acidente. Alguns destes fragmentos, menos permeáveis, flutuam por mais tempo, mas cada vez mais dispersos.

Que tipos de fragmentos de avião podem flutuar?
Objetos como almofadas, coletes salva-vidas ou tobogãs de evacuação de emergência são projetados para flutuar. Muitos outros materiais da cabine, como bandejas para alimentos, feitas de materiais sintéticos com uma baixa densidade, também flutuam, bem como vários componentes da estrutura da aeronave durante algum tempo.

Quanto tempo flutuam tais objetos?
Com o tempo, todos os destroços flutuantes absorvem água e afundam. Em alguns casos, o processo pode ser muito rápido. Por exemplo, objetos que flutuam por conter ar em seu interior afundam assim que esses espaços se enchem de água. Outras partes construídas com materiais menos permeáveis, tais como almofadas de assento, flutuam por um longo período, mas acabam afundando quando o material se decompõe, seja por processo químico ou mecânico.
Essa decomposição pode demorar muito para alguns materiais sintéticos, particularmente para os plásticos, mas é mais rápida para os materiais biodegradáveis.

É comum encontrar restos nos litorais?
A dispersão está diretamente vinculada à deriva superficial de alguns pedaços, que depende de suas características físicas, tamanho, forma e densidade. Para que um fragmento chegue até a costa, deve flutuar durante tempo suficiente e estar sujeito a uma boa combinação de ventos e correntes.

fonte/AFP/ZeroHora

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...