quinta-feira, 25 de março de 2010

BASE AÉREA DE CAMPO GRANDE COMEMORA O DIA DO ESPECIALISTA ANUNCIANDO CINCO NOVAS UNIDADES



Nesta quinta-feira (25), a Base Aérea de Campo Grande comemora o Dia do Especialista de Aeronáutica em solenidade militar que envolverá todo o efetivo. Para destacar a importância do profissional que cuida da parte operacional, a Força Aérea Brasileira tem o lema: “É mais fácil voar do que fazer voar”.
 
Durante a solenidade será anunciada a chegada de cinco novas Unidades a Base Aérea de Campo Grande nos próximos anos, sendo elas: Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (PARASAR), responsável pelas Operações Especiais da FAB; o 4º/1º Grupo de Comunicação e Controle; o 1º/16º Grupo de Aviação, que opera modernas Aeronaves de caça A1 - AMX; o Esquadrão de VANT (Veículo Aéreo não Tripulado); e a 2º CAAD (Responsável pela Artilharia Anti-Aérea em aeródromos). Serão investidos cerca de R$ 15 milhões, somente este ano, para preparar a Base e, assim, receber as novas Unidades.

Homenagens - O Especialista da Aeronáutica é um militar de importância ímpar na FAB pois, como lemento executor, é dele o respaldo de todo processo que garante a soberania dos céus do nosso País. Mecânicos de Aeronaves, Controladores de Voo, Meteorologistas, Enfermeiros, pessoal de administração e mais outras 20 especialidades somam esforços em prol do cumprimento da missão.
Durante a Solenidade alguns desses militares, pertencentes aos efetivos da BACG e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso, que se destacaram pelos serviços prestados à Aeronáutica Brasileira, serão homenageados com a Medalha Bartolomeu de Gusmão. O brasileiro Bartolomeu Lourenço de Gusmão tornou-se um dos precursores da aviação, através de seus trabalhos no campo da aerostação, motivo pelo qual é cultuado como símbolo de dedicação, zelo e amor à Aeronáutica.

Serão entregues, ainda, as medalhas “Marechal Mascarenhas de Moraes” e “Mérito Força Expedicionária Brasileira”. O agraciado com a primeira delas será o Comandante da Base Aérea de Campo Grande, Coronel-Aviador Reynaldo Pereira Alfarone Júnior, concedida pelos veteranos da Força Expedicionária Brasileira àqueles que prestaram significativos serviços à FEB, ou que venham a prestar relevantes serviços à associação ou à classe por ela assistida.

Já a “Medalha do Mérito Força Expedicionária Brasileira” tem por objetivo agraciar as pessoas e entidades que colaboram na difusão das atividades da Força Expedicionária Brasileira, serão homenageados na ocasião os seguintes militares: Coronel Dentista R1 Marconi Ramos, Tenente-Coronel-Aviador Henrique Garcia Schumann, Tenente-Coronel-Aviador André Luís Gomes Monteiro, Suboficial Paulo Henrique Cruz, Suboficial Rf Carlos Alberto de Carvalho e Segundo Sargento Newerton Antonio Monteiro.

Carreira militar
Muito concorrida e almejada por milhares de jovens, a carreira militar vem despertando grande interesse, devido a sua estabilidade e salários compatíveis. A Escola de Especialistas de Aeronáutica abre concursos todos os anos e tem tido grande procura, assim como as demais escolas militares. Este ano foram disponibilizadas 493 vagas e as inscrições estão abertas desde ontem, dia 24 de março e poderão ser feitas através dos sites www.fab.mil.br. Elas seguirão até as 15 horas do dia 20 de abril e têm o valor é de R$ 50,00.

fonte/FAB

EMBRAER QUE SER UM DOS MAIORES PLAYERS DO MERCADO MUNDIAL EM JATOS EXECUTIVOS ATÉ 2015


A Embraer, quarta maior fabricante de jatos do mundo, espera se tornar um dos maiores fabricantes do mercado mundial de jatos executivos até 2015, disse Breno Corrêa, vice-presidente de marketing e vendas de jatos executivos da empresa para a América Latina.

A Embraer entrou nesse mercado em 2002, transformando jatos comerciais regionais em jatos executivos, e, em 2005, a companhia decidiu se tornar um grande player global na área, afirmou o executivo, durante a Fidae International Air and Space Show (Feira Internacional do Ar e do Espaço), em Santiago, no Chile.

Durante os anos de 2008 e 2009, "nós vimos um importante crescimento na participação do mercado e nas vendas de unidades", destacou Corrêa. Ao longo de 2008, a Embraer conquistou 4,1% de participação no mercado mundial de jatos executivos e, em 2009, esse número cresceu para 6,4%. A companhia vendeu 3,3% das unidades do mercado em 2008 e 14% em 2009. O executivo atribuiu o crescimento acentuado das vendas da empresa ao novo modelo Phenom 100.

"Isso já coloca a Embraer na terceira posição das vendas mundiais de unidades", disse Corrêa. "Nós conseguimos isso porque tínhamos uma carteira de aviões adequada para todas as necessidades. Caso contrário, é impossível ser um grande player."

A Embraer oferece as séries Mileage e Legacy de jatos executivos para longa distância, e também a série Phenom de jatos menores, que inclui o Phenom 100, da categoria entry-level, para clientes que estão comprando seu primeiro avião. O interior do avião foi projetado pela BMW Design Works nos EUA.

Os jatos executivos responderam por 14% da receita da Embraer em 2008 e por 16% em 2009, afirmou Corrêa. "Nossa estimativa é que, em 2010, os jatos executivos irão representar 22% da receita da empresa, cerca de US$ 1,1 bilhão, de uma receita total de US$ 5 bilhões", acrescentou ele.

Excluindo a entrega de jatos para várias forças aéreas, a Embraer entregou 36 jatos executivos em 2008, 115 em 2009 e prevê entregar 137 ao longo de 2010.

Corrêa disse ainda que a América Latina é um grande mercado de jatos executivos. "O jato executivo é hoje reconhecido como uma ferramenta de negócios e não como um artigo de luxo, e temos visto uma migração do mercado dos EUA e da Europa para novos mercados não tradicionais, como a América Latina, Ásia e Oriente Médio". As informações são da Dow Jones.


fonte/Agência Estado

FABRICA ARGENTINA DE AVIÕES COMEÇARA A PRODUZIR PEÇAS PARA EMBRAER EM ABRIL

O secretário de Planejamento do Ministério da Defesa da Argentina, Oscar Cuattromo, anunciou hoje que a partir de abril uma fábrica de Córdoba, centro do país, começará a produzir peças para a Embraer.

Em declarações concedidas à agência estatal Telam, o funcionário explicou que "pela primeira vez a Fábrica Argentina de Aviões (FAdeA) Brigadier San Martín assumirá esta atividade".

Segundo ele, os trabalhos terão início "com peças simples, para somente depois avançarmos na produção de outros componentes de maior complexidade".

A fábrica, reincorporada pelo Estado argentino em agosto do ano passado, prevê para 2012 fornecer peças para a Embraer por um valor estimado entre US$ 10 milhões e US$ 20 milhões.

"Assumimos o controle em janeiro, após a designação da nova direção", disse Cuattromo, "e encontramos um quadro de falta de investimentos em ativos e de capacitação profissional".

A unidade foi privatizada durante a gestão do ex-presidente Carlos Menem (1989-1999). Para que o processo fosse revertido, foi acordado pagar ao grupo norte-americano Lockheed Martin a quantia de 67 milhões de pesos (cerca de US$ 17 milhões).

O secretário do Ministério da Defesa chamou a atenção para a necessidade de "recuperar capacidades técnicas que estavam quase perdidas". "Os 15 anos de uso da unidade como oficina de manutenção por parte da Lockheed tiveram suas consequências", afirmou ele.

fonte/ANSA


BRASILEIRO ESTRÉIA NO MUNDIAL DE CORRIDA AÉREA

Adilson Kindlemann durante os treinos em Abu Dhabi - Foto: 
Divulgação

Os treinos livres da Air Race nesta quinta-feira, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, marcaram a estreia oficial do brasileiro Adilson Kindlemann no Mundial de Corrida Aérea. Não foi uma estreia dos sonhos - o piloto paulista foi desclassificado por 'estolar' (manobra em que o avião perdeu sustentação) -, mas Kindlemann estava satisfeito mesmo assim.

- São várias novidades para mim. Quero usar esses treinos para aprender. Cada sessão é uma oportunidade para ganhar experiência, voando sempre com segurança.

Kindlemann participou da sessão oficial de treinos exibindo um novo visual em seu avião MXS-R, agora pintado nas cores verde e amarela.

O líder nos treinos foi o atual campeão mundial, o inglês Paul Bonhomme, seguido pelo compatriota Nigel Lamb. O francês Nicolas Ivanoff ficou em terceiro.

Na sexta-feira será disputado o treino de classificação, que leva os dez melhores direto para a corrida de sábado. Os cinco últimos disputam duas vagas através de uma repescagem.

fonte/foto/OGlobo

Adilson Kindlemann em Abu Dhabi - Foto: Divulgação

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...