sexta-feira, 21 de outubro de 2011

AEROPORTUÁRIOS DE CAMPINAS DECIDEM MANTER GREVE EM VIRACOPOS

Ao contrário dos aeroportuários de Brasília e Guarulhos, os funcionários do aeroporto de Campinas (Viracopos) decidiram em assembleia, na tarde desta sexta-feira, continuar a greve contra a privatização dos três aeroportos. Com a decisão, as indústrias da região devem ser as mais afetadas. 

Embarque e desembarque estão acontecendo normalmente no aeroporto de Campinas, mas já há acúmulo de carga aérea por falta de trabalhadores.  

As indústrias da região devem ser as grandes prejudicadas com a decisão dos trabalhadores. Viracopos recebe, por dia, mais 800 toneladas de produtos. Mais de 1,6 tonelada de insumos para as indústrias da região estão parados no pátio da Infraero após dois dias de paralisação. 

A Folha apurou que, em aproximadamente quatro ou cinco dias, as linhas de produção que dependem das importações que chegam ao país por Viracopos podem começar a parar por falta de insumos. O setor industrial que se utiliza do aeroporto, em sua maioria, não opera com estoques. 

Hoje pela manhã, o sindicato dos funcionários da Infraero, empresa que administra os aeroportos, conseguiu desmobilizar a paralização nos outros dois aeroportos que o governo deseja conceder à iniciativa privada. Mas os trabalhadores de Viracopos decidiram manter a greve, que deveria durar até a meia-noite de hoje, por tempo indeterminado. 

CETICISMO
O Sina (Sindicato Nacional dos Aeroportuários) argumentou que não há garantias do governo da realização da reunião marcada para a próxima quarta-feira (26) e que o governo tem se utilizado de instrumentos jurídicos para tentar cancelar a greve. 

No aeroporto de Cumbica, os funcionários da Infraero aceitaram retornar ao trabalho, mas vão permanecer em estado de greve até quarta-feira (26), quando deve acontecer a reunião com o governo às 10h, no Palácio do Planalto, em Brasília. 

Wagner Bittencourt, ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, representantes da secretaria-geral da Presidência, diretores da Infraero e representantes do sindicato dos aeroportuários deverão comparecer ao encontro. 

PROPOSTAS
Entre as propostas encaminhadas pelo governo estavam a inclusão dos funcionários da Infraero nos debates sobre a possível privatização dos aeroportos e a aceitação de garantias de trabalho, como a representação sindical. 

O governo também havia concordado em retomar as negociações com os trabalhadores sobre a questão da estabilidade em um possível novo modelo de concessão. Até então, os grevistas não haviam aceitado a proposta de estabilidade de até 24 meses e reivindicavam um período de cinco a dez anos. 

fonte/Folha

CINDACTA II REALIZA EXPOSIÇÃO NO AEROPORTO INTERNACIONAL AFONSO PENA, CURITIBA

No período de 20 a 30 de outubro, as pessoas que passarem pelo Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais/PR, poderão conhecer de perto como é realizado o controle do tráfego aéreo.

No local, há um stand do Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II), sediado em Curitiba/PR, que controla o movimento aéreo nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e parte de São Paulo.

A atividade, comemorativa à Semana da Asa e aos 70 anos da FAB, expõe duas consoles, uma operando o software X-4000, utilizado em algumas Unidades, e a outra o SAGITARIO, já em operação no CINDACTA II e CINDACTA III, no Recife/PE.

Na console do Sistema X-4000 serão visualizadas, em tempo real, as aeronaves monitoradas pelo Controle de Aproximação de Curitiba (APP), órgão responsável pelo controle, num raio de aproximadamente 80 km do aeroporto, de todas as aeronaves em procedimentos para pousos e decolagens nos aeródromos localizados na área do terminal de Curitiba.

Já o Sistema SAGITARIO, utilizado, há cerca de um ano, pelo Centro de Controle de Área de Curitiba (ACC) do CINDACTA II, controla as demais aeronaves que voam além do limite citado e em níveis de voos mais altos.

No stand, profissionais habilitados  tiram as dúvidas dos interessados e distribuem  publicações  institucionais como o guia de profissões, que traz informações sobre as  formas de ingresso e as diversas carreiras da Força Aérea.

O espaço foi oficialmente aberto pelo Comandante do CINDACTA II, Cel Av Walcyr Josué de Castilho Araújo, e pelo Superintendente do Aeroporto Internacional Afonso Pena, Antonio Pallu, nesta quinta-feira (20/10).

A cerimônia de abertura ainda contou com a presença de representantes do CINDACTA II, funcionários da comunidade aeroportuária instalada no Afonso Pena e órgãos de imprensa.

No discurso, o Comandante do CINDACTA II ressaltou a importância da união das duas instituições para mostrar à sociedade brasileira como o trabalho no setor está se aperfeiçoando. “Voar no país é seguro”, assegurou o Comandante.

Como representante da Infraero, Pallu parabenizou o Centro pela iniciativa e aproveitou a oportunidade para cumprimentar os profissionais e a instituição: “Parabéns aos Controladores de Tráfego Aéreo pelo seu dia internacional, aos Aviadores que comemoram a Semana da Asa e à Força Aérea Brasileira pelos seus 70 anos”.

Controladores de tráfego aéreo permanecem no local até o dia 30/10 no local esclarecendo aos interessados como o CINDACTA II está cumprindo a sua missão, numa das áreas de maior circulação aérea nacional, com 2100 movimentos diários.

Saiba mais sobre o SAGITARIO

Sigla de Sistema Avançado de Gerenciamento de Informações de Tráfego Aéreo e Relatório de Interesse Operacional, o SAGITARIO é um software nacional capaz de processar dados de diversas fontes de captação como radares e satélites e consolidá-los em uma única apresentação visual para o controlador de voo.

O SAGITARIO traz várias inovações em relação ao X-4000. O software permite a sobreposição de imagens meteorológicas sobre a imagem do setor sob controle, para acompanhar, por exemplo, a evolução de mau tempo em determinada região do país.

Os planos de voo também podem ser editados graficamente sobre o mapa possibilitando a inserção, remoção e reposicionamento de pontos do plano e cancelamento de operações, o que permitirá ao controlador acompanhar melhor a evolução do que estava previamente planejado para o voo.

Além disso, etiquetas inteligentes, por meio de cores diferentes de acordo com o nível de atenção para o cenário, indicam informações essenciais para o controle de tráfego aéreo.

fonte/FAB
Enhanced by Zemanta

DCTA É SEDE DE COMPETIÇÃO ESTUDANTIL COM AEROMODELOS

Começa nesta quinta-feira em São José dos Campos a 13ª Competição SAE BRASIL AeroDesign, uma competição entre 97 aviões radiocontrolados contruídos por estudantes de engenharia do Brasil, Venezuela e México.

Marcada para começar no Dia do Aviador, a disputa seguirá até domingo no DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial), em São José.

Considerado um celeiro de novos talentos da engenharia, o torneio reunirá cerca de 1,4 mil participantes, entre estudantes de engenharia, professores orientadores e pilotos brasileiros e estrangeiros.

Das 97 equipes inscritas, seis equipes são da Venezuela e duas do México. O Brasil tem equipes de 15 estados, sendo 35 do Estado de São Paulo. Destas 35, oito são do Vale do Paraíba. Cinco destas oito são de São José: três do ITA (Instituto Tecnológico da Aeronáutica), uma da Unip (Universidade Paulista/São José dos Campos) e uma da Fatec (Faculdade de Tecnologia de São José dos Campos). As outras três são da Unitau (Universidade de Taubaté) e da Unesp (Universidade Estadual Paulista/Guaratinguetá).

O regulamento foi modificado para a disputa deste ano. Os estudantes tiveram de desenvolver aeronaves ainda mais leves, com aerodinâmica conciliada a um alto volume do compartimento de carga, capaz de decolar numa distância menor. Tiveram, ainda, de buscar novas opções em materiais, sistemas adicionais de frenagem e tecnologia embarcada para acompanhar o tempo de voo.

A principal novidade, porém, está na chamada Classe Micro, onde os competidores têm agora a opção de lançamento da aeronave a mão. Na categoria, os aviões não têm restrições geométricas nem ao número de motores, porém a equipe deve ser capaz de transportar a aeronave dentro de uma caixa de 0,125m³. As aeronaves podem usar motores elétricos e, de acordo com as mudanças no regulamento, os aviões devem decolar em até 25m (30m em 2010).

Ao final do evento, duas equipes da Classe Regular, uma da Classe Aberta e uma da Classe Micro ganharão o direito de representar o Brasil na SAE Aerodesign East Competition, em 2012, nos EUA.

Programação
Dia 20 – das 8h30 às 17h – solenidade de abertura, showroom dos projetos no Prédio de Eletrônica e Computação do ITA e apresentações orais das equipes nas salas do Prédio da Divisão Aeronáutica do ITA.
Endereço – praça Marechal Eduardo Gomes, 50, Jardim das Acácias, São José dos Campos
De 21 a 23 - das 7h às 18h – Competição de Voo, na Pista de Táxi do Aeroporto do DCTA – aberta ao público. Acesso pela avenida dos Astronautas, ao lado da Embraer

fonte/ValeParaibano

FUNCIONÁRIOS DA INFRAERO ENCERRAM GREVE APÓS AVANÇO NA NEGOCIAÇÃO

Os funcionários da Infraero, empresa que administra os aeroportos, encerraram nesta manhã a paralisação nos aeroportos de Brasília, Guarulhos (SP) e Viracopos (Campinas), que estava prevista para durar até a meia-noite desta sexta-feira. 

De acordo com Samuel Santos, diretor financeiro e administrativo do Sina (Sindicato Nacional dos Aeroportuários), houve avanço nas negociações e o governo encaminhou propostas que são consideradas satisfatórias pelos trabalhadores. 

A greve em Brasília terminou por volta das 11h. Em seguida, devem ser encerradas as paralisações nos outros dois aeroportos. Entre as propostas encaminhadas pelo governo estão a inclusão dos funcionários da Infraero nos debates sobre a possível privatização dos aeroportos e a aceitação de garantias de trabalho, como a representação sindical. 

O governo também concordou em retomar as negociações com os trabalhadores sobre a questão da estabilidade em um possível novo modelo de concessão. Até então, os grevistas não haviam aceitado a proposta de estabilidade de até 24 meses e reivindicavam um período de cinco a dez anos. Segundo o diretor do Sina, as discussões serão reabertas. 

"Isso é prova de que temos responsabilidade e vontade de discutir o tema seriamente. Propôs-se a discussão do tema, nós aceitamos", disse Santos. 

Uma reunião entre os trabalhadores e o governo deve acontecer na próxima quarta-feira (26), às 10h, no Palácio do Planalto, em Brasília. Wagner Bittencourt, ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, representantes da secretaria-geral da Presidência, diretores da Infraero e representantes do sindicato dos aeroportuários deverão comparecer ao encontro. 

fonte/Folha

VOO DA LUFTHANSA É DESVIADO POR ODOR SUSPEITO A BORDO

Um voo da companhia alemã Lufthansa que viajava de Frankfurt a Madri foi desviado para o aeroporto de Zurique por causa de um odor suspeito e de problemas respiratórios sofridos por alguns membros da tripulação, informou a polícia suíça. 

O Airbus A320-200, matrícula D-AIQD, realizando o voo LH-1110, com 85 passageiros e seis tripulantes a bordo, aterrissou sem problemas em Zurique. "Odores não identificados foram sentidos na cozinha de bordo durante o voo", afirmou um porta-voz da companhia, acrescentando que não houve fumaça na aeronave.

Três tripulantes foram levados para o hospital e vários membros dos serviços de socorro também se queixaram de problemas respiratórios depois de entrar no avião.

As autoridades suíças estão investigando a origem dos odores e dos problemas respiratórios sofridos pelos tripulantes. 
fonte/AFP/AvHerald/Terra
Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...