Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 26, 2010

CHEQUE SUSTADO INVALIDA VENDA DE FAZENDA QUE PAGARIA EX-FUNCIONÁRIOS DA VASP

Valor do cheque sustado era 15% do total do imóvelA Fazenda Piratininga, cuja venda proporcionaria o pagamento de milhares de credores da empresa aérea Vasp, teve sua venda invalidada hoje. A empresa Conagro Participações, que arrematou o imóvel em leilão na última quarta-feira, sustou o cheque dado em sinal.
A fazenda pertenceu ao empresário Wagner Canhedo Azevedo, ex-dono da falida Vasp, e foi arrematada pelo valor mínimo estipulado pela Justiça do Trabalho de São Paulo - R$ 430 milhões. O valor do cheque sustado era 15% do total do imóvel.
Em face da sustação do cheque, a juíza do trabalho Elisa Maria Secco Andreoni determinou a quebra do sigilo bancário e fiscal da empresa Conagro, de seu diretor presidente, Francisco Gerval Garcia Vivoni, de Andrea Cristina Nalim Garcia, e dos demais sócios (Conagro Investment LLP e AFGV Participações Ltda).
A juíza ainda determinou o impedimento dessas empresas, e de seus representantes, de licitar perante o Tribunal Regional do Tra…

PERTO DE FECHAR NA CHINA, EMBRAER VÊ CONCORRENTE CRESCER

Enquanto a fábrica da Embraer na China, aberta há sete anos, vê o fechamento cada vez mais perto, o seu concorrente no país, a estatal Comac, anunciou a encomenda de 240 jatos regionais ARJ21-700 para o mercado local. Com capacidades que variam de 70 a 80 passageiros, os aviões foram desenvolvidos por outra estatal, a Avic (Corporação de Indústria da Aviação da China). É a mesma empresa sócia da Embraer na fábrica em Harbin, no nordeste da China, que será desmontada em março, caso não haja novos contratos.
As encomendas do ARJ21-700 foram feitas pela empresa estatal Chengdu Airlines, que opera voos regionais no oeste do país e tem a própria Comac como acionista. As primeiras unidades devem ficar prontas no ano que vem. Já a fábrica da Embraer vai em sentido contrário: só tem quatro unidades para entregar, que devem estar prontas até o início do ano que vem. Depois, ficará inoperante. São os últimos de um total de 25 aviões ERJ-145 (50 passageiros) para a empresa Hainan Airlines. …

JATO LEGACY DO ACIDENTE DA GOL CHEGA AOS ESTADOS UNIDOS

A aeronave Legacy 600 permanecerá em Cleveland por três meses para reparos

O jato executivo Embraer Legacy 600 que colidiu com um Boeing 737 da Gol sobre a floresta amazônica no Brasil em 2006 chegou aos Estados Unidos após mais de 4 anos parado na Base Aérea do Cachimbo, no Brasil, aguardando a investigação.
A colisão ocorrida numa altitude de 37.000 pés em 2006 ocasionou a morte de 145 pessoas que estava a bordo do 737 e danificou o jato Legacy, mas a tripulação conseguiu efetuar um pouso de emergência da Base Aérea do Cachimbo, onde a aeronave permaneceu até o dia 19 desse mês. O incidente iniciou uma briga diplomática internacional e uma discussão legal, fazendo com que os dois pilotos do Legacy ficassem detidos no Brasil por quase dois meses.
A aeronave Legacy estava efetuando o voo de translado para os EUA e havia recém sido entregue nova para o cliente norte americano, e foi declarado como perda total pela seguradora. Ela foi então adquirida por outro cliente norte a…

AIR FRANCE RESPONSABILIZA AIRBUS POR DEFEITO NO AVIÃO QUE CAIU EM 2009

Paris, 26 nov (EFE).- A Air France pretende transferir a responsabilidade judicial à Airbus por um suposto defeito na aeronave que caiu no dia 1º de junho de 2009, quando cobria a rota Rio de Janeiro-Paris, revelou o jornal "Libération" nesta sexta-feira.
O jornal francês publicou um relatório elaborado pela Air France e entregue no final de setembro à juíza que investiga o acidente na França. Nele, a companhia aérea detalha que a Airbus teria negligenciado os alertas sobre os incidentes que a empresa aérea vinha verificando com as sondas "Pitot".
Essas sondas, que medem a velocidade e são fabricadas pela companhia francesa Thales, não funcionaram quando o avião caiu no Atlântico após terem ficado cobertas por uma camada de gelo. A Air France alega que os aparelhos já tinham apresentado o mesmo tipo de problemas em cerca de 15 ocasiões nos dez meses que precederam o acidente em outros de seus aviões e afirma ter advertido a Airbus.
No documento entregue à juíza Sylvia…