Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 17, 2010

MEGA OPERAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL APREENDE AVIÃO E R$ 500 MIL DE TRAFICANTES

A Polícia Federal em São Paulo desarticulou uma quadrilha internacional de tráfico de drogas formada por brasileiros, colombianos, bolivianos e europeus, com sede na capital paulista.

Ao longo de um ano e meio de investigação, a PF apreendeu 2,3 toneladas de cocaína, 33 veículos, uma aeronave avaliada em R$ 250 mil e aproximadamente R$ 500 mil. Durante esse período, 21 pessoas foram presas em flagrante.

A organização trazia cocaína proveniente da Bolívia e fazia a distribuição para Europa e África, além de abastecer o Brasil. As investigações contaram com a cooperação de organismos policiais da Europa e da América Latina. Pelo menos 50 mandados de prisão temporária e 38 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos hoje pela PF em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais, durante a Operação Deserto.

Também foram apreendidos produtos químicos e maquinários usados para preparação e adulteração de drogas, além de armas e munições, incluindo dez gra…

PILOTO SONOLENTO CAUSOU ACIDENTE AÉREO NA ÍNDIA

Image via Wikipedia
Um piloto sonolento que se aproximava da pista de pouso em um ângulo errado e ignorou os sinais de alerta foi o culpado por um acidente aéreo no sul da Índia que matou 158 pessoas em maio, informou o relatório da investigação.
Uma Comissão de Investigação concluiu que o piloto da Air India Zlatko Glusica, da Sérvia, estava dormindo em grande parte das três horas de voo e estava "desorientado" quando o avião começou a descer, afirmou o jornal Hindustan Times.
O avião da companhia aérea de baixo custo Air India Express voava de Dubai à cidade de Mangalore quando ultrapassou a pista, caiu em um barranco e pegou fogo. Oito pessoas sobreviveram.
O relatório oficial do acidente, que não foi divulgado publicamente, foi apresentado ao ministério da Aviação Civil nesta terça-feira (16).
Gravações de voz mostram o copiloto H.S. Ahluwalia falando: "Nós não temos pista sobrando", segundos antes do desastre. Piloto era experiente O relatório afirmou ainda…

CAÇA F=22A QUE VOAVA NO ALASCA ESTÁ DESAPARECIDO

Image via Wikipedia
A U.S. Air Force confirmou que um Lockheed Martin F-22A Raptor operando a partir da Base Conjunta de Elmendorf no Alaska está desaparecido desde a última noite, às 19:40 horário local, enquanto efetuava uma missão de treinamento.
Uma busca está em andamento. A 3ª Ala de Elmendorf possui três unidades de caças F-22A operacionais, os esquadrões de caça 90º, 302º e 525º.
fonte/MAviação

Related articlesAlaska military base searching for overdue F-22 (sfgate.com)Joint Base Elmendorf F-22 Missing. (planenews.com)Alaska military base searching for overdue F-22 (seattletimes.nwsource.com)Search under way for missing F-22 fighter jet: US Air Force (alternet.org)Air Force searching for F-22 fighter overdue in Alaska (chron.com)

ANAC VAI REAJUSTAR TARIFAS DE AEROPORTOS

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) iniciou ontem uma consulta pública para reajustar as tarifas aeroportuárias de embarque, pouso e permanência (para a aviação regular) e dos preços unificado e de permanência (para a aviação geral). A ideia é atrelar os aumentos tarifários ao cumprimento de metas de eficiência que serão definidas individualmente para cada aeroporto do país, salvo os concedidos à iniciativa privada e que estejam sob condições tarifárias específicas.
O último reajuste de tarifas de embarque foi em 2005 para os voos nacionais e em 1997 para os internacionais. A tarifa de pouso para voos nacionais não é corrigida desde 1997 e a internacional, desde 1994. A tarifa de permanência em pátio de manobras teve aumento em 1995 para voos nacionais e em 1994 nos voos internacionais.
Segundo informações que foram fornecidas pela Anac, não existe uma regulamentação específica para a correção dessas tarifas que, anteriormente, estavam sujeitas a aumentos esporádic…

TAM COBRA POR ASSENTO NA SAÍDA DE EMERGÊNCIA

As companhias aéreas ampliam a cobrança por serviços que eram oferecidos de graça. A partir de hoje, a TAM venderá os assentos das primeiras filas e da área de emergência em 22 voos nacionais e internacionais. A Gol estuda, no ano que vem, expandir os trechos em que vende serviço de bordo extra.

As poltronas da saída de emergência e também as da primeira fila, que oferecem mais espaço para as pernas, começaram a ser vendidas pela TAM em fevereiro deste ano, em projeto piloto, em sete rotas internacionais.

O preço era US$ 50 (R$ 87). Os custos foram reajustados e de hoje em diante começam a variar de US$ 30 (R$ 52,20) a 50 (R$ 137,08).

A partir de agosto, a opção passou a ser testada em voos nacionais, em seis rotas partindo do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos. Hoje, a empresa começa a vender o serviço adicional do Aeroporto paulista para outros oito destinos no Nordeste, totalizando 15 rotas nacionais com a opção do assento à venda.

O chamado "Assento Conforto" c…

AEROPORTOS TÊM DINHEIRO PARA REFORMAS, MAS SÓ USARAM 22% DOS RECURSOS

Image via Wikipedia
Falta esteira que funcione, banheiro e vaga no pátio para o avião. Dinheiro no orçamento tem, mas ficou quase todo no cofre. Com Copa do Mundo e Jogos Olímpicos, quando os aeroportos vão receber investimentos?
Viajar de avião está virando um problema. O que era para ser uma solução rápida e eficiente, às vezes um prazer, pode ser um transtorno e um sacrifício, por causa dos aeroportos. Até chegar a eles é difícil. Começa pelo estacionamento. Depois, vem a confusão lá dentro. A solução é investimento o que o governo não fez. Tem dinheiro no orçamento que não foi usado.
Mais vios, mais aviões, mais passageiros. E os aeroportos não conseguem acompanhar as mudanças nem o governo. De cada R$ 5 destinados a ampliar e melhorar os aeroportos, apenas R$ 1 foi aplicado neste ano. Problema número 1: chegar ao aeroporto. “Não tem vaga suficiente. Tem carro que estaciona em lugar proibido dentro do estacionamento”, alega um rapaz.
A média mundial é de duas vagas …

APÓS CHOQUE COM AVE, BOEING DA QANTAS FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA

Um Boeing 747 da Qantas, com 171 passageiros a bordo, foi obrigado a retornar a Johannesburgo, África do Sul, depois de um choque com um pássaro, um incidente que danificou um motor, anunciou a companhia australiana nesta quarta-feira (17).
Com um motor fora de funcionamento, o avião retornou pouco depois da decolagem e fez um pouso de emergência. Não há registro de incidentes durante a aterrissagem da aeronave. 
De acordo com um porta-voz da empresa, lâminas da turbina foram afetadas. Segundo a mesma fonte, a Qantas registra em média por ano duas ou três colisões com pássaros.
Nas últimas semanas a empresa australiana registrou vários incidentes. Na segunda-feira (15), um problema elétrico durante um voo obrigou um Boeing 747 da companhia que viajava para a Argentina a retornar para Sydney após duas horas de viagem. No dia 5 de novembro, um Boeing 747-400 foi obrigado a fazer um pouso de emergência em Cingapura por uma falha em um motor. Um dia antes, um Airbus A380…

AEROPORTO DE CONGONHAS

O aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, está fechado para pousos desde as 6h10 desta quarta-feira (17). Segundo a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), o motivo do fechamento é a forte neblina que atinge parte da capital paulista. Não há previsão para a normalização do serviço.

Ainda de acordo com a Infraero, do início do fechamento até as 7h, dois voos foram desviados do local: o 1219 da companhia aérea Gol, que vinha de Campo Grande (MS) e foi remanejado para Guarulhos, na Grande São Paulo; e o 3471 da TAM, que vinha de Goiânia (GO) e foi para Viracopos, em Campinas, a 93 km de São Paulo. 


Congonhas está aberto para decolagens, mas opera apenas por instrumentos.
A neblina também deixa o aeroporto internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, operando apenas por instrumentos para pousos e decolagens desde a madrugada desta quarta-feira. Dois voos programados para decolar do local foram cancelados até as 7h.
fonte/R7

PASSAGEIROS DESCONTENTES SE RECUSAM A DESCER DE AVIÃO DA RYANAIR

BRUXELAS, 17 Nov 2010 (AFP) -Mais de 100 passageiros descontentes se negaram durante várias horas a sair de um avião da companhia irlandesa de baixo custo Ryanair desviado para um aeroporto regional belga, e exigiram o prosseguimento da viagem para a França.
Depois do pouso, os passageiros, em sua maioria turistas que retornavam de férias no Marrocos e deviam aterrissar em Beauvais, ao norte de Paris, permaneceram sentados no avião em sinal de protesto.
Deixados no escuro durante quatro horas, depois que os pilotos e os membros da tripulação desceram do avião pouco após o pouso no aeroporto de Liege (leste da Bélgica), os passageiros aceitaram aceitaram deixar a aeronave no meio da madrugada.
Os passageiros explicaram que o avião decolou de Fez, no Marrocos, com três horas de atraso e não conseguiu pousar em Beauvais porque o aeroporto estava fechado.
fonte/lth/afp/Terra