domingo, 12 de janeiro de 2014

AVIÃO FAZ VOOS RASANTES EM PRAIA DE JOÃO PESSOA, PARAÍBA


Uma aeronave monomotor assustou banhistas da praia de Camboinha, em Cabedelo, na Grande João Pessoa, neste domingo (12). O piloto do avião PR-RRP, modelo Piper PA-28RR201 fez várias manobras arriscadas em baixa altitude chegando bem próximo das pessoas que estavam na areia da praia e do mar.

Um vídeo, em que mostra a aeronave fazendo um voo rasante e está circulando nas redes sociais. No Instagram internautas relataram que a manobra de baixa altitude foi repetida pelo menos três vezes.

Assista ao vídeo 

A imprudência do piloto foi denunciada por banhistas ao Aeroclube de João Pessoa. A secretária do Aeroclube informou ao Portal Correio, que o piloto não é paraibano e chegou à cidade há quatro dias.
Após as denúncias, o presidente do Aeroclube, Rogério Iazaby, se reuniu com o piloto que foi advertido e denunciado à Polícia Federal.

Segundo informação do Areporto Castro Pinto, o piloto foi levado para sede da Superintendência da Polícia Federal para prestar esclarecimentos. 

Até o fechamento dessa matéria, às 17h30, a reportagem tentou sem sucesso, entrar em contato com a Polícia Federal.

fonte/foto/UOL

Dados da aeronave/Via RAB


MATRÍCULA: PRRRP
 
 
Proprietário:
FABIO BEZERRA DE MELO PEREIRA
CPF/CGC:
00110758137
Operador:
FABIO BEZERRA DE MELO PEREIRA
CPF/CGC:
00110758137
 
Fabricante:
PIPER AIRCRAFT
Modelo:
PA-28R-201
Número de Série:
28R-7837023
Tipo ICAO :
P28R
Tipo de Habilitação para Pilotos:
MNTE
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
1247 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
003


Categoria de Registro:
PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
Número dos Certificados (CM - CA):
19896
Situação no RAB:

Data da Compra/Transferência:
230813


Data de Validade do CA:
29/04/17
Data de Validade da IAM:
070614
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 12/01/2014 20:42:41


AVIÃO DE PEQUENO PORTE CAI NA ALEMANHA E DEIXA QUATRO MORTES


Bombeiros veem destroços de jato de pequeno porte que caiu na Alemanha (Foto: Thomas Frey/AFP/Germany out )Bombeiros veem destroços de jato de pequeno porte que caiu na Alemanha (Foto: Thomas Frey/AFP)
 
Um jato Cessna 501 Citation 1/SP, registro N452TS, caiu neste domingo (12) perto de um campo de pouso no oeste da Alemanha e deixou quatro mortos, segundo a polícia local. O avião havia decolado do sul da Inglaterra e estava se aproximando do aeroporto de Foehren, perto da cidade de Trier, em meio a uma espessa neblina, quando atingiu um poste de eletricidade da linha ferroviária Koblenz-Trier.

A aeronave caiu pouco depois, perto de um aterro sanitário, e explodiu. De acordo com a polícia de Trier, todas as quatro pessoas (dois passageiros e dois tripulantes) a bordo morreram: um empresário da região de 61 anos, sua mulher, de 60 anos, o piloto e o copiloto. Nenhum deles foi identificado imediatamente.

As causas do acidente ainda não foram esclarecidas. Bombeiros foram enviados ao local onde o bimotor executivo caiu.

fomte/foto/AP/ASN/G1
Enhanced by Zemanta

ALERTA DE BOMBA PROVOCA POUSO DE EMERGÊNCIA EM AVIÃO QUE IA PARA SÃO PAULO


Um avião da companhia Turkish Airlines que tinha como destino a cidade de São Paulo foi obrigado a realizar um pouso de emergência neste domingo no Aeroporto Mohammed V, no Marrocos, após um alerta de bomba, noticiou a agência AFP.
 
Após decolar de Istambul, na Turquia, a aeronave precisou pousar no aeroporto de Casablanca, a maior cidade do Marrocos. "Estamos procedendo com o protocolo de segurança no avião. Quando terminar, o avião retomará seu voo a São Paulo", disse uma fonte à agência francesa, sob condição de anonimato.

Um responsável do aeroporto marroquino confirmou a aterrissagem de uma aeronave turca e que um alerta de bomba havia sido emitido. Segundo a mídia marroquina local, investigadores foram deslocados para periciar a aeronave, um Airbus A340, que transportava 229 passageiros.
O voo, de número 0015, tem como destino o Aeroporto de Guarulhos. Inicialmente como chegada prevista para as 19h10, o sistema da Infraero indica agora a chegada confirmada do voo para as 22h45, o que indica que a aeronave já retomou seu curso.

fonte/AFP/Terra

"CONDIÇÕES INSEGURAS"ATRASAM E CANCELAM VOOS DA TAM EM BELÉM


O acúmulo de água sobre a pista de pouso e decolagem do Aeroporto Internacional de Belém tem feito com que, nos últimos dias, diversos voos da TAM tenham sido atrasados e cancelados. No entanto, na contramão da explicação da empresa, os clientes prejudicados vêm protestando contra e causando tumulto em indignação com a situação. 

Segundo nota da TAM, a razão para as complicações no cumprimento da grade de voos é o "caso de acúmulo de lâminas d’água ou pista severamente molhada" em Belém, o que fez com que, desde a última quarta-feira, "alguns voos com origem ou destino nesse aeroporto (tenham sido) impactados". A nota acrescenta que a prioridade da empresa é garantir a segurança dos passageiros, razão pela qual novos voos poderão vir a ser cancelados ou alternados para outros aeroportos nos próximos dias.

Segundo mostrou o Jornal Nacional, passageiros da companhia protestaram na última sexta-feira em virtude dos atrasos e cancelamentos, muitos dos quais sem saber o que estava acontecendo. De acordo com a Infraero, não há distúrbios similares sendo verificados nas outras companhias em Belém. Ainda não foi divulgado o número total de atrasos e cancelamentos durante o período em questão.

Confira, abaixo, a nota da TAM sobre a situação de seus voos em Belém, atualizada na noite deste sábado:


"A TAM Linhas Aéreas informa que, após uma análise minuciosa das condições de decolagem e aterrissagem no Aeroporto Internacional de Belém, a companhia decidiu não operar no local em caso de acúmulo de lâminas d’água ou pista severamente molhada, já que sua prioridade é prestar um transporte seguro aos seus passageiros. Por isso, desde a última quarta-feira (8), alguns voos com origem ou destino nesse aeroporto foram impactados.

Caso a pista do aeroporto de Belém continue apresentando condições inseguras para pouso e decolagem, de acordo com os critérios de segurança da empresa, novos voos poderão ser cancelados ou alternados para outros aeroportos.  Importante que o clientes procurem informações junto à empresa antes do embarque do seu voo. 

Os passageiros impactados estão recebendo toda a assistência necessária. A empresa lamenta os transtornos causados aos clientes e esclarece que isentará da cobrança de taxa de remarcação ou diferença de tarifa, no prazo de 30 dias a partir da data do voo, os passageiros afetados.
A TAM reitera que a segurança de voo é um valor imprescindível e todas suas ações visam garantir uma operação segura."

fonte/Terra

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...