sábado, 20 de dezembro de 2008

EMBRAER PRETENDE CONSTRUIR AVIÃO CARGUEIRO, DISSE O PRESIDENTE DA EMPRESA DURANTE ALMOÇO

Aconteceu na quarta-feira (18) o almoço de confraternização da diretoria executiva da Embraer com a imprensa. Vários veículos de comunicação se fizeram representar, principalmente a imprensa regional.O encontro festivo foi realizado nas dependências do Nacional Clube, localizado na região do Pacaembu, em São Paulo, com a presença do presidente da Embraer, Frederico Fleury Curado, e também do vice-presidente Horácio Forjaz.Em nome da empresa, o presidente Frederico Fleury agradeceu a toda a sua diretoria, funcionários e imprensa, lembrando que esse almoço de confraternização já é o sexto consecutivo promovido pela Embraer. Também alertou sobre notícias infundadas sobre possíveis demissões na fábrica para os próximos dias, dizendo que a diretoria desmentiu publicações recentes de um órgão de imprensa regional.Também ressaltou a formação de 1.008 alunos e a necessidade de superação por parte dos funcionários, sempre em busca da eficiência e da produtividade. Sobre o momento econômico, o presidente da Embraer enfatizou que a palavra de ordem nas questões internas da empresa é flexibilidade, já que o momento impõe ao Brasil um relativo temor mundial, mas que a Embraer vem atingindo seus objetivos de receita, inclusive com novos contratos na ordem de US$ 7 bilhões.Sobre projetos em âmbito nacional a partir de 2009, Frederico Fleury anunciou que vem mantendo diálogo com o Comando da Aeronáutica para colocar em pauta o desenvolvimento de um nova aeronave, o C-390, que seria um novo cargueiro. "Estamos conversando com o comando e vamos aguardar o resultado", disse.
Fonte: Agora Vale

AIR EUROPA COMPRA 11 EMBRAER 195 POR 245 MILHÕES DE EUROS

A Air Europa, do grupo espanhol Globalia, anunciou a compra de 11 aviões Embraer 195, por 350 milhões de dólares (cerca de 245 milhões de euros), dos quais cinco deverão ser entregues em 2009 e os restantes seis em 2010.Os 11 aparelhos, com opção por mais um avião da mesma marca, serão utilizados no curto s médio curso, anunciou o presidente da Globalia, Juan José Hidalgo, citado pela imprensa espanhola.O primeiro voo do Embraer 195, com capacidade para 122 lugares, está previsto para 8 de Janeiro, entre Madrid e Paris.Segundo o executivo, este tipo de aparelho é “ideal em tempo de crises”, podendo poupar até 30% dos custos.
Fonte: PressTur (Portugal)

TAM CONSEGUE EMPRÉSTIMO DE US$ 525 MILHÕES

Em meio à forte crise de crédito internacional, a TAM acaba de obter a terceira parcela de um empréstimo de US$ 525 milhões para financiar a importação de quatro aviões da marca Boeing modelo 777-300 ER, com capacidade para 360 pessoas. A quarta e última parcela do financiamento será desembolsada também neste mês, diz José Maluf, diretor de contratos internacionais da TAM.A estrutura do empréstimo garantiu conforto aos bancos participantes e custos atrativos e prazos longos para a TAM. O prazo final é de 12 anos, com pagamentos trimestrais. Segundo Maluf, os juros ficaram abaixo da Libor, taxa interbancária de Londres.Trata-se de um leasing financeiro com seguro do Ex-Im Bank, agência de crédito à exportação do governo dos Estados Unidos, que cobre 85% do risco do empréstimo, de acordo com Paulo César Souza, diretor comercial do Société Générale, que estruturou a operação. " Conseguimos reduzir o custo para a empresa usando de benefícios com os acordos de bitributação do Brasil com outros países " , afirmou ele, sem querer revelar detalhes da estrutura para a concorrência. Os outros dois bancos líderes são Calyon e Natixis.As duas primeiras partes do empréstimo ingressaram no caixa da empresa em agosto e outubro, quando a TAM recebeu os dois primeiros aviões. O último Boeing 777-300 ER financiado pelos US$ 525 milhões chega ao país em janeiro, diz a TAM." Estamos em contato com vários bancos e todos estão fechados para este ano; ninguém quer assumir mais nada " , afirmou Maluf. Por isso, ele vai deixar para o primeiro trimestre do ano que vem a contratação do crédito para a importação de mais um avião dos seis que vai trazer ao país em 2009. " Os outros cinco já têm financiamento contratado " , afirma o executivo.Segundo ele, apesar dos tempos difíceis, a TAM não encontrou dificuldades em financiar sua frota neste ano. Obteve outros US$ 500 milhões em financiamentos para a importação de nove aeronaves, sempre por meio de empréstimos com a participação das agências de crédito à exportação. " A Airbus se dispõe a nos financiar desde 2005, mas não precisamos recorrer a isso " , diz Maluf.Segundo Souza, neste momento de alta forte nos prêmios de risco de crédito nos mercados internacionais, os custos das agências de crédito à exportação se tornaram atrativos, pois são mais estáveis e não subiram com a crise. Para os bancos, o seguro das agências dos países ricos permite a redução do risco e da alocação de capital, além de ampliar o retorno.Para 2009, a prioridade da TAM é manter o caixa elevado, diz Maluf. A empresa não tem nenhum vencimento relevante de dívida externa: seus eurobônus de US$ 300 milhões vencem em 2017. Em seu balanço do terceiro trimestre último, o caixa da empresa era de R$ 2,1 bilhões. A dívida de curto prazo era de R$ 836 milhões e a de longo prazo, de R$ 1,7 bilhão. Como a empresa vai devolver aviões MD-11 e outras aeronaves, essa dívida de curto prazo vai cair e a de longo, crescer, informa Maluf.
Fonte: Cristiane Perini Lucchesi (Valor Econômico)

TAM CRIA VÔOS EXTRAS PARA RECIFE E NATAL

A Tam inicia vôos extras de São Paulo para Recife e Natal com o propósito de atender à demanda da alta temporada. As operações começaram hoje (19/12) e vão até o dia 10 de janeiro.O vôo para Recife parte do Aeroporto Internacional André Franco Montoro (Guarulhos) diariamente, às 23h55, e chega à capital pernambucana à 1h55 (horário local). No sentido inverso, a decolagem ocorre às 2h50 (horário local), e a aterrissagem em São Paulo, às 7h. Na rota entre a capital paulista e Natal, o vôo extra também sai do Aeroporto Internacional André Franco Montoro (Guarulhos) diariamente, às 10h45, e chega ao destino às 13h (hora local). No retorno, deixa a capital do Rio Grande do Norte às 13h40 e pousa em São Paulo às 18h.
Fonte: Mercado & Eventos

MP VAI A JUSTIÇA CONTRA DECISÃO DA TAM E GOL DE MANTER APENAS DOIS VÔOS COM SAÍDA DE RORAIMA

O Ministério Público Federal em Roraima protocolou ação civil pública com pedido de liminar contra as companhias aéreas TAM e Gol, para que voltem a manter quatro vôos diários no estado. Atualmente são mantidos apenas dois vôos, um de cada companhia. A decisão foi tomada após denúncias de tumulto de pessoas que, com uma maior demanda no final de ano, não conseguem embarcar no aeroporto. A ação também é assinada pelo Ministério Público Estadual.Desde setembro, alegando falta de demanda, as empresas aéreas cancelaram dois dos quatros vôos diários. Com a decisão, quem precisa sair de Roraima por via aérea passou a ter somente uma opção pela tarde e uma outra de madrugada. De acordo com a ação, passageiros que programaram suas férias para viajar e doentes que precisam de tratamento em outros estados não conseguem embarcar porque não há vagas.Na opinião do procurador da República Leandro Antunes, autor da ação, as empresas aéreas têm o dever constitucional de prestar um serviço público adequado e a retirada dos vôos não reflete a realidade do estado de Roraima, localizado no extremo norte do país."Está comprovado nessa ação que há demanda mais do que suficiente para os quatro vôos diários", destaca o procurador da República.Segundo a ação, é indiscutível a necessidade urgente de mais vôos neste período do ano, e a restrição imposta pelas empresas aéreas, que diminuíram a quantidade de vôos e conseqüentemente de passagens, além de dificultar a integração nacional causa instabilidade política no estado de Roraima, acentua o sentimento de isolamento e ainda ofende os direitos daqueles que desejam embarcar e não conseguem. A ação destaca ainda que, um bilhete no trecho Boa Vista-Manaus, que antes era comercializado a R$ 250, hoje custa cerca de R$ 1.200.Na ação, o MP Federal e Estadual pedem que as empresas TAM e Gol voltem a ter dois vôos diários cada, no período compreendido entre 20 de dezembro a 30 janeiro de 2009, para atender a alta temporada, sob pena de multa diária no valor de R$ 200 mil por cada dia de descumprimento.
Fonte: O Globo

RÚSSIA OFERECE 10 AVIÕES MIG-29 AO LÍBANO

A oferta é vista como uma tentativa de Moscou conquistar influência em zonas de importância estratégica mundial.O anúncio foi feito pelo ministro da Defesa do Líbano, que revelou estar em aberto a possibilidade de o país vir a adquirir tanques e material de artilharia de fabrico russo.Os 10 aviões MIG-29 são um importante contributo para a renovação da antiquada força aérea libanesa, mas são sobretudo uma provocação aos EUA.É que Washington é o principal parceiro militar do Líbano, mas tem adiado a implementação dos planos de ajuda à restruturação das forças armadas libanesas.Oficialmente, a Rússia justifica a doação com o objectivo de estabilizar o país, abalado por constantes conflitos nas últimas décadas, mas o gesto está a ser interpretado como uma tentativa de ressurgimento da influência russa em zonas tradicionalmente dominadas pelos americanos.
Fonte: TV NET (Portugal)

AVIÃO DE EVO MORALES REALIZA POUSO DE EMERGÊNCIA NA BOLÍVIA

O avião no qual viajava na noite dessa quinta-feira (18) o presidente boliviano, Evo Morales, teve de realizar um pouso de emergência no aeroporto de Cochabamba, 45 minutos após ter decolado da cidade de Tarija, sul do país, com destino à capital La Paz, informou a Radio Erbol.A aeronave FAB-001 foi então submetida a um controle por parte dos técnicos do aeroporto de Cochabamba e cerca de 20 minutos após o pouso retomou sua viagem em direção a La Paz.Segundo informações preliminares da Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares para a Navegação Aérea da Bolívia (Aasana), o pouso de emergência da aeronave presidencial ocorreu devido a uma falta de combustível. O chefe de Comunicações da Força Aérea Boliviana, coronel René Terrazas, sustentou também que se tratou de um "simples reabastecimento de combustível", "o que geralmente é feito na plataforma dos aeroportos".Não é a primeira vez que Morales tem problemas com aeronaves que o transportam. Em março de 2006, um helicóptero no qual viajava realizou com dificuldade um pouso de emergência na região de Chapare, norte de Cochabamba.
Fonte: ANSA (19/12/2008)

POLICIA OBTÉM AUTORIZAÇÃO PARA UTLIZAR AVIÃO APRENDIDO DE TRAFICANTES

Aeronave foi apreendida em outubro do ano passado.Quatro traficantes foram detidos na época com 210 kg de cocaína.Um avião apreendido que era de traficantes de drogas será utilizado pela Polícia Civil para combater a violência no interior de São Paulo. A aeronove tem seis lugares, autonomia de vôo de quatro horas e meia e alcança 300 quilômetros por hora.O avião foi apreendido em outubro do ano passado. Trazia da Bolívia 210 quilos de cocaína. Um paraguaio, um colombiano e dois brasileiros foram presos na época. Com a autorização da Justiça, a partir de agora, a aeronave vai ajudar no combate à criminalidade em 79 cidades da região de Sorocaba, a 99 km de São Paulo.
Fontes: G1 / TV Tem

EMBRAER CONFIRMA VENDA DE 24 AVIÕES MILITARES AO EQUADOR

O vice-presidente de Defesa e Governo da Embraer, Luiz Carlos Aguiar, afirmou nesta quinta-feira (18) que a venda de aviões militares produzidos pela empresa para o governo equatoriano está confirmada. Independentemente das tensões diplomáticas envolvendo Brasil e Equador, Aguiar disse que o contrato firmado em julho está mantido e que a exportação dos 24 Super Tucanos foi previamente autorizada pelo governo brasileiro.“Não há problema algum”, afirmou Aguiar nesta quinta (18) em São Paulo. O executivo não quis fazer comentários sobre o processo de financiamento das aeronaves que será feito pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico (BNDES). Aguir explicou que o contrato de vendas de equipamentos bélicos prevê a confidencialidade de algumas informações, uma delas e a forma de pagamento, porém afirmou que tudo está dentro do que foi acertado entre empresa e o governo do Equador.Segundo o executivo, os aviões serão entregues a partir do ano que vem.Também em 2009, a Embraer entregará 12 Super Tucanos ao Chile. Já em 2010, será feita a entrega de outros oito Super Tucanos à República Dominicana.
Fonte: DCI

NOVO ACIDENTE AÉREO É QUESTÃO DE TEMPO, AFIRMA PRESIDENTE INTERINO DA INFRAERO

Cleonilson Nicácio Silva assume hoje interinamente a presidência da Infraero.Para ele, tragédias sempre ocorrerão porque "todos são humanos e erram" e, por isso, funcionários citados em inquérito terão apoio jurídico. O diretor de operações da Infraero, brigadeiro Cleonilson Nicácio Silva, assume hoje interinamente a presidência da empresa no lugar de Sérgio Gaudenzi, que se demitiu por discordar da decisão do governo de privatizar os aeroportos.Nicácio evita a polêmica, mas não se furta de outra. Ele diz que sua gestão dará "todo suporte jurídico" aos quatro funcionários da Infraero apontados pela polícia de SP entre os responsáveis pelo acidente da TAM. E que "é questão de tempo" para que tragédias voltem a ocorrer, porque errar é humano. Leia trechos da entrevista.
FOLHA - O sr. assume a Infraero enquanto o governo discute a concessão dos aeroportos para a iniciativa privada. Qual a sua posição?
CLEONILSON NICÁCIO DA SILVA - A Infraero é a terceira maior do mundo em embarque e desembarque de passageiros. Devemos chegar neste ano a 120 milhões. Crescemos à média de 10% ao ano. É uma empresa sadia. Agora, mudança de modelo não é da nossa alçada, é assunto de governo, que é o acionista único e principal da empresa.
FOLHA - O sr. no comando seria um obstáculo à privatização?NICÁCIO - Não. Vou ficar na empresa por um período de transição, meu tempo é limitado [pelas regras da Aeronáutica, em julho de 2009 ele tem que retornar para a ativa] e continuarei fazendo o que sempre fiz.
FOLHA - Como o sr. avalia o caso do acidente da TAM, em que servidores da Infraero foram responsabilizados pela polícia de São Paulo?
NICÁCIO - Sou aviador, pilotei Boeing 737, voei com o papa, com o presidente e sei a responsabilidade, tanto da pessoa mais simples, que é o caso dos dois garotos em Congonhas [que liberaram a pista no dia do acidente, após medição] quanto do piloto. Ninguém brinca com a vida, até porque, quando se está no avião, o primeiro a morrer é o piloto. O pára-choque do avião é a cabeça do piloto. Sempre ocorreram e sempre ocorrerão acidentes aeronáuticos. E não acabou. Quem acha que nunca vai haver um acidente igual ao da TAM, da Gol, da Vasp, isso é questão de tempo.
FOLHA - Mas a investigação policial apontou culpados...
NICÁCIO - A polícia faz o que ela quer. A da Aeronáutica não tem o caráter de buscar o culpado.
FOLHA - O que será feito com relação aos funcionários da Infraero apontados no inquérito da polícia?
NICÁCIO - Daremos suporte jurídico porque temos certeza de que não estão errados. Todos são humanos, todos erram.
FOLHA - Como vai ser a operação Feliz 2009?
NICÁCIO - Vamos reforçar todos os aeroportos geradores e receptores de tráfego. Nos principais, o desembarque será mais rápido. Haverá pessoas para liberar o fluxo de bagagens.
Fonte: Jornal Folha de S.Paulo

ANGOLA, AEROPORTO DE LUANDA VAI SOFRER REMODELAÇÃO PROFUNDA

O Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, vai ser alvo de uma remodelação profunda ao mesmo tempo que as obras do novo aeroporto internacional deverão ser retomadas em breve, informou o jornal Apostolado.O jornal adianta que as obras no actual aeroporto de Luanda vão ficar a cargo da empresa portuguesa Somague, com o contrato de adjudicação a envolver uma verba na ordem de 74 milhões de dólares.Actualmente, o aeroporto 4 de Fevereiro tem capacidade para receber apenas 1,2 milhões de passageiros, o que é insuficiente perante a crescente procura.No âmbito do projecto de ampliação e remodelação (onde a empresa brasileira Odebrecht também irá tomar parte), o aeroporto verá aumentada a área de recepção de bagagens e de balcões de atendimento e ainda a capacidade das salas de embarque.A área de entrada e saída dos aviões também verá as suas condições melhoradas. No exterior do edifício, o parque de estacionamento que serve o aeroporto terá uma lotação maior.Ao todo, o projecto em questão deve demorar o período de um ano até estar concluído.Esta solução é, porém, transitória, já que a ideia de um novo aeroporto, cujas obras já se haviam iniciado mas que foram entretanto interrompidas, volta a ver a luz do dia.As obras do novo aeroporto devem ser retomadas em breve, como foi adiantado durante a visita do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, à comuna de Bom Jesus, local que irá albergar o aeroporto internacional, a quarenta quilómetros da capital.
Fonte: MacauHub

OCEANAIR LANÇA ESTE MÊS SERVIÇO DE WEB CHECK-IN

Para facilitar o embarque dos passageiros, a OceanAir acaba de introduzir uma inovação nos aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio: o web check-in, destinado a viajantes adultos sem bagagem ou com apenas bagagem de mão. O novo sistema permite ao passageiro que efetue seu próprio check-in e imprima seu cartão de embarque antecipadamente na residência ou escritório.O sistema agiliza os procedimentos de embarque, sobretudo para os passageiros em viagens de negócios, na chamada Hiper Ponte Aérea, e também para aqueles que desejam aproveitar o verão carioca. No entanto, o novo serviço pode ser utilizado para qualquer destino coberto pela malha aérea da OceanAir, sempre que se embarcar de Congonhas ou Santos Dumont. "Nossa expectativa é beneficiar cerca de 40% dos passageiros que utilizam esses dois aeroportos", afirma Renato Pascowitch, diretor executivo da OceanAir, que faz parte do grupo Sinergy, controlador da Avianca, tradicional companhia aérea comercial mundial.
Fonte: DCI

CAPACIDADE AÉREA PARA FARO BAIXA 21% NO INVERNO E A EASYJET REDUZ OFERTAS DE VÔOS EM 25%

A oferta de voos de e para o Aeroporto de Faro regista uma queda de 21% em número de lugares no Inverno IATA, que vai de finais de Outubro a finais de Março, segundo informação do próprio Aeroporto, na qual é ainda referido que a low cost easyJet, número um em número de ligações e de passageiros, faz uma redução de 25% na oferta de voos regulares.Apesar desde decréscimo, a easyJet mantém o primeiro lugar, diz a mesma informação, que assinala a subida da Ryanair à posição, com a realização de mais 13 voos por semana que na época homóloga de 2007/2008.Este crescimento da Ryanair ocorre, designadamente, pela introdução de quatro novas rotas, com as quais eleva para nove as origens/destinos em Faro — Bruzelas-Charleroi, Dusseldorf-Weeze, Dublin, East Midlands, Frankfurt, Glasgow, Liverpool, Londres e Shannon — e prevê aumentar em 160 mil o número de passageiros transportados anualmente.Outra companhia que também a actividade em Faro é a Transavia, que tem mais sete voos por semana.A informação do Aeroporto especifica, em relação à queda prevista em 21% do número de lugares oferecidos neste Inverno pelo conjunto das companhias que operam para Faro, que esse decréscimo ocorre por uma redução em 19% em voos regulares, que representarão 90% do total da oferta, com um total de 173 partidas por semana para 35 aeroportos, e um decréscimo em 31% em voos charters.O Aeroporto indica ainda que as ligações com o Reino Unido, primeira origem/destino de voos em Faro, terão um decréscimo da oferta de lugares em 9%, para 611.504 (54% do total), com uma média de 95 voos regulares por semana.Este dado leva à conclusão que a redução da oferta de lugares de avião no Aeroporto de Faro nesta época do Inverno IATA é em cerca de 300 mil, para 1,13 milhões.A redução nas ligações com o Reino Unido é em cerca de 60 mil.Balanço do Verão IATAO Aeroporto de Faro estima que ajustado de efeitos de calendário teria registado crescimentos em 0,8% em número de movimentos de aviões (aterragens e descolagens) e em 1,1% em passageiros comerciais locais (exclui os trânsitos) no Verão IATA de 2008 (de Abril a Outubro).O ajustamento, justifica-se, segundo a informação do Aeroporto, por este ano o Verão IATA ter tido menos uma semana que no anterior, o que, associado à instabilidade nos mercados financeiros e à subida dos preços do petróleo, levou a que o balanço real acabe por ser uma descida em 2,4% no número de movimentos e uma redução em 2,4% em número de passageiros.A informação do Aeroporto evidencia que essa queda ocorreu por um decréscimo em 20,8% nos voos charter, que o crescimento em 3,7% em voos regulares “foi insuficiente para compensar”.Do mesmo modo, a informação indica que no Verão se verificou uma concentração nas companhias com maior peso no tráfego, ao referir que as cinco principais cresceram em conjunto acima dos 8% em número de passageiros, destacando a easyJet, com +38,4%, e a Transavia, com +14,8%.O Aeroporto assinala ainda “o aumento da eficiência comercial das companhias aéreas, traduzido por um aumento global do loa factor em 1,3 p.p.”.Relativamente às origens/destinos, a informação do Aeroporto de Faro assinala apenas que a quota de mercados das ligações com a Grã Bretanha atingiu 59,8% e que os voos de e para a Holanda tiveram um aumento do tráfego de passageiros em 2,8%.
Fonte: PressTur (Portugal)

TRIPULANTES DE CABINE DA TAP SUSPENDEM GREVE DE DOIS DIAS

Os tripulantes de cabine da companhia aérea portuguesa TAP decidiram, em assembléia geral, suspender a greve anunciada para este sábado e para 27 de dezembro.O Sindicato Nacional do Pessoal de Vôo da Aviação Civil propôs a suspensão dos dois dias de paralisação, uma decisão anunciada depois de nesta madrugada ter alcançado um acordo com a administração da TAP, num encontro onde também estiveram presentes o ministro das Obras Públicas, Mário Lino, e o vice-ministro, Paulo Campos.Nessa reunião, o governo e a administração da TAP assumiram o compromisso de iniciar "um processo de negociações objetivo, estruturado e calendarizado, segundo princípios previamente definidos e acordados pelas duas partes".Durante a assembléia geral, que foi realizada nesta tarde, os tripulantes de cabine aprovaram uma moção em que estabelecem que, caso as negociações fracassem, poderão apresentar um novo pré-aviso de greve "para data mais oportuna", que pode ter a duração de até três dias.Em declarações aos jornalistas, a presidente do sindicato, Cristina Vigon, disse que a intervenção de Mário Lino "garante que as negociações poderão decorrer com eqüidade e simetria".ReivindicaçõesNas negociações já realizadas, e mediadas pelo governo, os tripulantes de cabine e a TAP já chegaram a acordo quanto ao pagamento de horas extraordinárias, que segundo a presidente do sindicato "não eram pagas há quatro anos".O conjunto das reivindicações também inclui a atualização salarial no nível da inflação. "Pretendemos que tudo o que perdemos ao longo destes anos seja, de alguma forma, reposto", disse Cristina Vigon, evitando divulgar valores para os aumentos.A presidente do sindicato disse ainda que outra das reivindicações dos tripulantes de cabine é alta da componente fixa do salário,que atualmente pesa 48% da remuneração total, para cerca de 80%.O início das negociações entre a TAP e o sindicato está agendado para a primeira semana de janeiro.Se esta greve de dois dias se concretizasse, no sábado e em 27 de dezembro, a paralisação custaria cerca de 10 milhões de euros (R$ 33,69 milhões), segundo as contas do presidente da TAP, Fernando Pinto.A TAP acumulou prejuízos superiores a 170 milhões de euros (R$ 572,72 milhões) até outubro deste ano.
Fonte: Agência Lusa

NEVE SUSPENDE MAIS DE 650 VÔOS EM NOVA YORK

Mais de 650 vôos foram suspensos nos aeroportos de Nova York, em sua maioria no aeroporto de Newark, devido a uma forte nevasca que se espera que deixe mais de 30 centímetros de neve em Manhattan.Responsáveis dos respectivos aeroportos detalharam hoje que cerca de 420 vôos foram cancelados no de Newark, outros 150 no de LaGuardia e cerca de 100 no JFK, enquanto os atrasos médios superavam as duas horas.Trata-se da primeira nevasca forte desta temporada, por isso que as autoridades iniciaram diferentes medidas para tentar mitigar seus efeitos, entre eles, a disposição de até 193.000 toneladas de sal para espalhar por estradas e calçadas.
O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, detalhou hoje em entrevista coletiva que na cidade se esperava que caíssem até 12 polegadas de neve (30,5 centímetros), seguidas de chuva, por isso que também máquinas para remover a neve foram mobilizadas.Durante as primeiras horas do dia esteve nevando com força em toda Nova York e em algumas partes do norte de Manhattan, assim como dos outros quatro condados que compõem Nova York, de modo que a neve começou a se acumular nas calçadas.Os serviços de meteorologia advertiram que, embora as condições tenderão a melhorar amanhã, no domingo se espera a chegada de uma nova tempestade para dar as boas-vindas ao inverno, que oficialmente começa no dia 21 de dezembro.
Fontes: G1 / Jornal Nacional (TV Globo) / Agências Internacionais

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...