domingo, 29 de maio de 2016

MONOMOTOR CAI EM CORUMBAÍBA, GOIÁS


Avião caiu durante voo panorâmico em Corumbaíba, em Goiás (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros) 
Avião caiu durante voo panorâmico em Corumbaíba (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Um avião de pequeno porte caiu neste domingo (29) às margens da GO-139, em CORUMBAÍBA, no sul de Goiás. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, quatro pessoas morreram no acidente.

A Polícia Rodoviária Estadual informou que a aeronave caiu no km 23, a 200 metros da rodovia e próximo a uma pista de pouso da região. Com o impacto, um incêndio carbonizou o avião e também os corpos dos ocupantes.

Após a queda, a polícia isolou o local e o Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar o incêndio e retirar os corpos dos destroços. "Está confirmado que era um piloto e três passageiros. Testemunhas disseram que ele fazia voos panorâmicos na região e, durante um desses passeios, aconteceu o acidente", explicou o subtenente da corporação, Fábio Mesquita.

Por telefone, a assessoria da Força Aérea Brasileira (FAB) informou que uma equipe do Cenipa já foi avisada e vai se deslocar para o local do acidente ainda nesta tarde para começar as investigações.

Avião caiu durante voo panorâmico em Corumbaíba, em Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera) 
Avião foi carbonizado após queda, em Corumbaíba (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Avião caiu durante voo panorâmico em Corumbaíba, em Goiás (Foto: Divulgação/Bombeiros) 
Segundo bombeiros (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
fonte/G1

sábado, 28 de maio de 2016

REPUBLIC P-47 THUMDERBOLT CAI NO RIO HUDSON

Republic P-47 Thunderbolt 900px

A queda de um avião Republic P-47 Thunderbolt no rio Hudson, entre as cidades norte-americanas de Nova Iorque e de Nova Jersey, na sexta-feira, dia 27 de maio, pelas 19h30 locais, provocou a morte do piloto e a perda total da aeronave.

Trata-se de um avião antigo, monomotor e monolugar, que voou ao serviço das Força Aérea dos Estados Unidos da América, durante a Segunda Grande Guerra Mundial, e que foi um dos mais temíveis e eficientes caças-bombardeiros no conflito, nomeadamente no cenário europeu.

O aparelho envolvido no acidente foi construído em 1944 e desde há 16 anos que pertencia ao ‘American Airpower Museum’ instalado no Aeroporto de Farmingdale/Republic, em Long Island. Fazia voos de demonstração e participava em ‘air shows’.

Na sexta-feira já tinha feito dois voos sem problemas e no momento em que caiu no rio Hudson estava com outros dois aviões, também antigos, numa sessão de fotografias e filmagens que seriam utilizadas para promoção do ‘Memorial Day’ do museu a que pertencia e que se celebra nas próximas semanas. Tinham por cenário a zona da Estátua da Liberdade, à entrada do Porto de Nova Iorque.

O avião e o corpo do seu piloto foram encontrados já de noite, a cerca de duas milhas a sul da Ponte George Washington e da Marina de Edgewater.

fonte/foto/NewsAvia

EMBRAER VENDE LEGACY À ALEMANHA


A Embraer e a Air Hamburg, operadora alemã de fretamento de aeronaves, assinaram acordo de compra para mais um Legacy 650, anunciado ontem durante a abertura da 16ª Convenção Europeia de Aviação Executiva, em Genebra, na Suíça. A entrega desta aeronave está prevista para o terceiro trimestre de 2016. Esta nova aquisição aumenta para nove o número de jatos executivos da Embraer na frota da Air Hamburg.

fonte/OVale

sexta-feira, 27 de maio de 2016

CONTROLADORES DE VOO FRANCESES PODERÃO ENTRAR EM GREVE EM JUNHO

Todos os sindicatos dos controladores aéreos franceses apresentaram um pré-aviso de greve para os dias 3, 4 e 5 de Junho, ou seja sexta, sábado e domingo da próxima semana, noticia o jornal francês La Tribuine. Depois das ameaças de greve da SNCF, a companhia francesa de caminhos-de-ferro, e dos pilotos da Air France, foi a vez dos controladores de tráfego aéreo. O objectivo desta greve é fazer parar as reduções de efectivos e melhorar a renegociação do quadro social e de compensações.

O objectivo do USAC-CGT, o primeiro sindicato francês da aviação civil (controladores, pessoal administrativo, engenheiros, técnicos, etc.) inscreve-se no quadro de uma mobilização interprofissional contra a reforma do direito do trabalho. Uma reforma que também já levou a greves das refinarias de produtos petrolíferos e ao anúncio de outra greve por parte dos trabalhadores de 19 centrais nucleares.

A Direcção-Geral da Aviação Civil francesa (DGAC) ainda espera conseguir evitar a greve numa última reunião para a negociação do quadro social aplicável a todos os controladores, marcada para dia 31. As discussões arrastam-se há meses e só nos últimos dias é que a DGAC terá prometido uma inflexão ao nível do emprego. Os sindicatos dizem que falta ainda saber de que nível será essa inflexão e que as respostas só serão conhecidas na reunião da comissão técnica a 31 de Maio.

Segundo a CGT (Confedédération Générale du Traval), a DGAC tem imposto um ritmo de 116 supressões de efectivos por ano desde 2008, o que perfaz mais de mil em dez anos. Uma redução que, dizem os sindicatos citados pelo La Tribune, já se faz sentir em todos os níveis e a resposta que obtêm é sempre: “Continuem a reorganizar-se”. Os sindicatos reclamam ainda a revalorização dos prémios, diversas medidas estatutárias e a melhoria das condições de acesso à reforma.
O pré-aviso de greve da CGT por causa do projecto de lei do trabalho fez com que a DGAC já recomendasse às companhias para reduzirem o programa de voos em 15% no aeroporto de Orly, revela o La Tribune. Num comunicado público, a DGAC diz esperar “perturbações” em todo o território e convida os passageiros a consultarem as respectivas companhias para saberem o estado dos respectivos voos.

A greve dos controladores de tráfego aéreo franceses vai afectar não só os voos de e para França, como também todos os que sobrevoam o território francês.

fonte/Sapo.pt

FONT

DIVULGAÇÃO - VULCANAIR BRASIL

Marinha chilena recebe Observer

Vulcanair entrega primeira das sete aeronaves encomendadas pela Armada local

Uma equipe da Vulcanair foi enviada ao Chile para auxiliar no início das operações

Mecânicos acertam detalhes finais para o primeiro voo
A Marinha chilena recebeu o primeiro Vulcanair Observer, aeronave bimotora italiana que será empregada em missões de patrulha, busca e salvamento, transporte, reconhecimento e evacuação médica. No total, sete aviões foram adquiridos pelos chilenos para substituir os seus veteranos Cessna O-2A Skymaster.
Capaz de voar por até 3.000 quilômetros e com autonomia de até nove horas, o Observer é equipado com aviônicos Garmin de última geração e dois motores Lycoming IO-360, que dão à aeronave o excelente consumo médio de 70 litros/hora. As unidades da Marinha chilena terão câmeras de vídeo infravermelhas e trarão o sistema life rafts (bote salva-vidas). “É com grande satisfação que entregamos o primeiro Observer à Marinha chilena, o nosso principal cliente da América do Sul. Temos certeza que o Chile fez a melhor escolha do mercado, que irá atender plenamente às suas necessidades”, comentou João Moutinho, diretor da Vulcanair.

ACIDENTE COM BOEING 777-300 DA KOREAN AIRLINES NO JAPÃO



A tripulação de um Boeing 777-300 da Korean Air interrompeu a descolagem no Aeroporto de Haneda/Tóquio, quando a aeronave já rolava sobre a pista para levantar voo, devido a fogo no motor esquerdo, nesta sexta-feira, dia 27 de maio, pelas 12h40 locais (03h40 UTC).

A bordo seguiam 302 passageiros e 17 tripulantes que foram imediatamente evacuados pelas mangas de desembarque de emergência, tendo os bombeiros aeroportuários conseguido controlar o fogo.

Segundo os canais televisivos japoneses, que mostraram vídeos feitos por pessoas que seguiam a partida do voo KE2708 da Korean para o Aeroporto Internacional de Seul/Gimpo, na capital da Coreia do Sul, e das câmaras de vigilância do aeroporto, registraram-se apenas sete feridos ligeiros, cinco mulheres e dois homens, nas operações de desembarque pelas mangas pneumáticas.
 
A companhia sul-coreana anunciou que os passageiros serão reembarcados num outro avião da companhia que partirá ainda nesta sexta-feira para o Japão, com o propósito de os levar para Seul.

Fontes aeroportuárias disseram aos jornalistas que a situação foi, felizmente, controlada com sucesso, quer pela tripulação técnica do Boeing 777-300, quer pelos bombeiros do aeroporto que deslocaram imediatamente para a pista todos os meios disponíveis. Cerca de três horas depois do incidente três das quatro pistas do Aeroporto Internacional de Tóquio/Haneda foram reabertas. A pista onde se encontra imobilizado o B777-300 da Korean só deve ser reaberta no fim de semana. As companhias que operam para a capital japonesa avisaram os seus passageiros de que são esperados atrasos ao longo desta sexta-feira e, até, no sábado, dado o desvio de mais de 250 voos.

O aeroporto de Haneda é um dos mais movimentados do Japão, recebendo por dia uma média de 550 aviões e tem um movimento anual de 75 milhões de passageiros.

Os prejuízos no avião são importantes, mas é cedo para fazer qualquer balanço, assim como tudo quanto se possa dizer sobre o fogo que se manifestou no aparelho é pura especulação, alertaram as autoridades japonesas. A entidade japonesa de aviação civil já nomeou uma comissão de inquérito ao incidente.

O avião envolvido no incidente é o Boeing 777-300 matrícula HL-7534. Foi construído no ano de 1998 e está ao serviço da Korean Air desde o final do ano de 1999. está equipado com motores Pratt & Whitney PW4000.

fonte/NewsAvia

VÍDEO - PRIMEIRO VOO DO EMBRAER E2


sexta-feira, 20 de maio de 2016

MONOMOTOR CAI NA ESPANHA APÓS COLIDIR COM URUBU

Robin DR-400 F-GXBB 900px

A queda de um avião ligeiro que caiu na quinta-feira, 19 de maio, na localidade de Arbizu (Sakana), na província e Comunidade Autónoma de Navarra, em Espanha, que tinha levantado voo do Aeródromo Municipal Bissaya Barreto, na cidade portuguesa de Coimbra, provocou três mortos e a perda total do aparelho.

Só na manhã desta sexta-feira, 20 de maio, foi possível esclarecer totalmente o que se passou, pois as notícias veiculadas pela imprensa e redes sociais em Espanha e em Portugal não coincidiam e eram pouco esclarecedoras acerca do que tinha acontecido e com quem tinha acontecido.

Na quinta-feira à noite, um despacho da agência de notícias Lusa confirmou que o número de vítimas mortais eram três cidadãos franceses e que o avião ligeiro em que seguiam tinha partido de Coimbra, segundo declarações do diretor do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA) de Portugal.

Álvaro Neves explicou que a aeronave ligeira, de quatro lugares, tinha regristo francês e transportava um casal e um outro passageiro.

O diretor do GPIAA acrescentou que o aparelho descolou do Aeródromo Municipal Bissaya Barreto, em Coimbra, por volta das 13h05, com destino a Dax, em França.

Inicialmente, as autoridades espanholas deram conta de apenas dois mortos, mas acabaram por encontrar o corpo de um terceiro ocupante, entre destroços do avião e dos telhados destruídos.

O avião era um Robin DR-400-180 Régent, construído em 2001 pela fábrica francesa ‘Avions Pierre-Robin’. Tinha a matrícula F-GXBB.

Acid Navarra 19maio2016 900px

A queda do aparelho, em Arbizu, uma localidade de cerca de 1.200 habitantes, localizada a 38 quilómetros de Pamplona, na região de La Barranca, foi presenciada por alguns populares e por uma patrulha da Guarda Civil que se encontrava na zona. O piloto ter-se-á desviado de um bando de abutres, mas não conseguiu evitar a colisão com um deles, que provocou o descontrolo da aeronave e queda, primeiro sobre uma residência, saltando depois para um intervalo entre duas outras habitações, detendo-se sobre um trator agrícola que estava estacionado no pátio de uma das casas, segundo relata nesta sexta-feira o ‘Notícias de Navarra’.

Na zona do acidente têm sido constantes nos últimos tempos os alertas da população para os cada vez mais frequentes bandos de abutres que frequentam aquela área, tendo até algumas destas portentosas aves atacado animais nos pastos das explorações agropecuárias.

O acidente, do qual resultou a morte confirmada dos três ocupantes da aeronave, aconteceu pelas 18h07 locais, não se tendo verificado quaisquer danos pessoais em terra. Os bombeiros e a Guarda Civil receberam a comunicação do desastre pelas 18h10 locais.

Alguns residentes, na maioria idosos, tiveram de ser assistidos numa unidade hospitalar, mas apenas devido ao susto que apanharam com a queda do avião sobre as suas residências. Todos regressaram a casa, depois de serem medicados..

Arbizu, na província e Comunidade Autónoma de Navarra, que integra o denominado País Basco, fica muito próximo da fronteira com a França.

fonte/foto/NewsAvia

C-95 DA FAB FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA APÓS COLIDIR COM URUBU



Um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) realizou na tarde desta quarta-feira (18/05), por volta das 15h05min (horário de Brasília), um pouso de emergência na Região de Campos dos Afonsos, no Rio de Janeiro, depois de colidir com uma ave. Apesar do susto e dos danos na aeronave, ninguém ficou ferido.

De acordo com informações do Centro de Comunicação Social da FAB, o incidente aconteceu durante um voo de treinamento, sendo que a aeronave estava transportando paraquedistas que iriam realizar saltos.
O piloto do avião sobrevoava a região, quando um urubu bateu no para-brisas da cabine que se estilhaçou. Os militares que estavam a bordo não se feriram, mas por precaução decidiram realizar uma aterrissagem de emergência.
Ainda de acordo com a FAB, a aeronave em questão é um modelo C95 (versão militar do BEM-110 Bandeirantes), e pertence ao 1º Esquadrão de Transporte Aéreo (ETA), localizado em Belém, capital do Estado do Pará. O impacto danificou o para-brisa esquerdo do avião, mas nenhum militar a bordo ficou ferido.
A aterrissagem de emergência ocorreu de forma segura, tendo todos os militares a bordo saído em segurança e sido examinados por uma equipe médica.
A FAB esclarece ainda que o avião modelo C95 tem por finalidade fazer o transporte de cargas e tropas, e está em operação há mais de 40 anos, sem ter sofrido qualquer tipo de acidente.

fonte/foto/AeroMagazine/CECOMSAER/foto/Oswaldo Gomes 

quinta-feira, 19 de maio de 2016

AIRBUS DA EGYPTAIR ESTÁ DESAPARECIDO (ATUALIZADO 17:42 LOCAL)






Autoridades gregas comunicaram às 14: 55L (12: 55Z) que as aeronaves de busca avistaram dois objetos que flutua na superfície do mar cerca de 50nm sul da última posição transponder e cerca de sudoeste 230nm de Creta (Grécia). Os objetos eram brancos e vermelhos e parecia ser feito de plásticos. Autoridades posteriormente relatados dois objetos laranja também visto parecem ser coletes salva-vidas de aeronaves, posição perto N33.3 E29.9 (cerca de 40nm leste de última posição transponder).

fonte/AvHerald

Detritos visto de busca do navio Maersk Ahram (Fotos: Tarek Wahba):




Avião egípcio terá caído no Mediterrâneo

O voo MS804 da EgyptAir enviou uma mensagem de emergência antes de desaparecer dos radares, tendo o sinal sido detetado pelo exército, revelou a transportadora.

A mensagem foi recebida pelas 04:26 (3:26 em Lisboa), dez minutos antes de o avião desaparecer, indicou a EgyptAir. 

fonte/JN.PT


Um Airbus A320-200 da Egyptair, registro SU-GCC executando o voo MS-804 (dep 18 de maio) a partir de Paris Charles de Gaulle (França) a Cairo (Egito) com 56 passageiros e 10 tripulantes, voando no FL370 sobre o Mar Mediterrâneo, 130nm norte de Alexandria (Egito) e cerca de 210 nm noroeste do Cairo quando os sinais do transponder da aeronave cessou em 02: 33L (00: 33Z).

OS 56 passageiros, incluindo uma criança e dois bebês, são de 12 nacionalidades diferentes, conforme foi dito pela empresa EgyptAir: egípcia (30 pessoas), francesa (15), iraquiana (2), britânica, belga, kuwaitiana, saudita, sudanesa, portuguesa, argelina, canadense e do Chad.

Ministro da Aviação Civil egípcio faz comunicação dentro de algumas horas - enquanto as autoridades tentam perceber se há ou não indícios de que se pode estar perante um atentado.

Entretanto, as buscas decorrem perto do local onde foi perdido o contacto com o avião, a cerca de 280 quilómetros da costa do Egito; a Grécia juntou-se às operações.

Uma fonte da autoridade egípcia responsável pela aviação civil diz, segundo avança a agência Bloomberg, que o avião que fazia a ligação entre Paris e o Cairo e que desapareceu dos radares, caiu – presume-se que no mar.

Entretanto, as autoridades francesas estão, segundo a mesma fonte, a preparar os meios para se juntarem aos egípcios nas buscas que será necessário começar a realizar.
A Reuters avança que o capitão de um navio mercante grego avistou uma "chama no céu" a 130 milhas da ilha de Karpathos, dando força à hipótese de se ter tratado de um atentado.

fonte/foto/Sapo.pt/AvHerald 



quarta-feira, 18 de maio de 2016

PASSAGEIRO FILMA QUEDA DE AVIÃO EM QUE VIAJA


Acid Paraquedistas_02 900px
O acidente registrou-se na quinta-feira, dia 12 de maio, mas só começou a chegar nesta segunda-feira, dia 16, à noite, às redes sociais e aos jornais através de um vídeo que foi obtido a bordo pelo passageiro Sebastian Alvarez.

O avião era um monomotor Cessna 208 utilizado no transporte e lançamento de pára-quedistas, de uma escola situada no Aeroporto de Lodi, no condado de San Joaquin, no Estado da Califórnia, nos Estados Unidos da América.

Levantou voo levando a bordo 18 pessoas, sendo 17 alunos pára-quedistas e um piloto. Logo após a descolagem o avião sofreu uma falha de motor, tendo o piloto levado a aeronave para um terreno agrícola, plantado com vinhas, o que suavizou a aterragem de emergência. Contudo os muitos arames existentes, que seguravam os vinhedos, levou a aeronave a ficar virada com as rodas para o ar. O piloto evitou diversas linhas de energia bem visíveis na zona e imobilizou a aeronave próximo da adega do vinhedo, em zona de fácil acesso para os meios de socorro, em caso de tragédia. Felizmente nada de muito grave, pois todos estavam preparados para aquela emergência e seguiram atentamente o desenrolar dos acontecimentos. Com tal perícia que apenas o piloto sofreu um sangramento no nariz, devido à colisão com o painel de instrumentos de bordo.

Acid Paraquedistas_01 650px

Sebastian Alvarez com a sua câmara de vídeo colocada no capacete conseguiu imagens que mostram todo o desenrolar da queda do Cessna e a saída dos pára-quedistas, mais descansados depois que um deles confirmou para dentro do aparelho que não havia fogo. Ouve-se a conversação entre os ocupantes da aeronave sinistrada, em inglês, com linguagem menos apropriada, questão para a qual alertamos os nossos leitores.

fonte/foto/NewsAvia 

quarta-feira, 4 de maio de 2016

CIRRUS LANÇA MODELO ESPECIALMENTE PARA O BRASIL

Cirrus-Potenza-Brasil-feat

O segundo maior evento de aviação geral do mundo, Sun and Fun 2016, que decorreu no  mês passado em Lakeland – Florida,  serviu de palco para o lançamento do CIRRUS SR22T POTENZA, que a Plane Aviation venderá no Brasil.

Num evento privado a Cirrus, construtora americana, ofereceu um “happy hour” a amigos e clientes, onde Dale Klapmeier, Presidente da empresa, fez a apresentação e o lançamento deste exclusivo modelo.
Essa aeronave destinada especificamente ao mercado brasileiro será fabricada em edição limitada. Isto porque Somente 5 clientes VIP serão proprietários do CIRRUS SR22T POTENZA.

O CIRRUS POTENZA será oferecido somente na versão “ TURBO” e virá com todos os equipamentos opcionais de fábrica instalados além da garantia estendida para 3 anos, fones Bose, kit de conforto e conveniência, kit de sobrevivência na terra e no mar e um equipamento de localização de emergência pessoal.

Cirrus-Potenza-Brasil-corpo

Este novo modelo tem proteção total anti-gelo e ar condicionado, novas travas nas portas, controle remoto para destravamento das portas à distância e acendimento automático das luzes internas e externas. Outra novidade é a conectividade Bluetooth em toda a cabine. O piloto pode transferir o plano de voo de seu telefone ou tablet diretamente para o painel de aviônicos e receber informações de meteorologia e GPS de volta em seus equipamentos portáteis.

O POTENZA, equipado com um motor Continental turbo – alimentado de 315 hps, poderá voar numa altitude de até 25.000 pés a uma velocidade de cruzeiro de 390 km/hora com um consumo de combustível de apenas 57 litros/hora.

O departamento de design da Cirrus trabalhou cuidadosamente nos detalhes do exterior e interior do POTENZA, deixando-o com uma aparência sofisticada e arrojada.
Estes 5 clientes muito especiais da Cirrus, poderão ainda escolher as cores e tons dos acabamentos do POTENZA.

A Cirrus programou fazer um tour com o POTENZA pelo Brasil no final do mês de Maio onde irá oferecer a clientes previamente selecionados a experiência de voar nesta aeronave que foi desenvolvida especialmente para o mercado brasileiro.

Para descarregar a apresentação e folha técnica do Cirrus POTENZA CLIQUE AQUI

fonte/foto/NewsAvia

terça-feira, 3 de maio de 2016

BOEING DA THY TURKISH AIRLINES SAI DA PISTA EM KOSOVO (02.05.2016)


Um Boeing 737-800 da Turkish Airlines, TC-JFY, realizando o voo TK-1019, de Istanbul (Turquia) para Pristina (Kosovo) com 143 passageiros e 8 tripulantes, sai da pista 35 após pouso.

A companhia informou que não houve feridos e a aeronave sofreu pequenos danos.

NOTAM:
A0192/16 - RUNWAY CLOSED FOR THE NEXT 1 HOUR DUE TO EMERGENCY IN PROGRESS. 02 MAY 22:20 2016 UNTIL 02 MAY 23:20 2016. CREATED: 02 MAY 22:20 2016

Metars:
BKPR 021900Z 13008KT 9999 -RA SCT015 BKN040 10/08 Q1007 NOSIG
BKPR 021830Z 12011KT 6000 -RA BKN012 OVC025 10/08 Q1006 RERA TEMPO 3500 RA
BKPR 021800Z 13009KT 5000 RA BKN012 OVC025 11/08 Q1006 NOSIG
BKPR 021730Z 08009KT 4000 RA BKN010 OVC025 12/09 Q1006 NOSIG
BKPR 021700Z 02009KT 8000 -RA SCT010 BKN025 11/09 Q1006 NOSIG
BKPR 021630Z 04011KT 9999 -RA SCT012 BKN030 12/09 Q1006 NOSIG
BKPR 021600Z 09011KT 7000 -RA SCT015 BKN030 13/09 Q1006 NOSIG
BKPR 021530Z 09012KT 9999 -RA SCT030 BKN050 14/08 Q1007 NOSIG
BKPR 021500Z 09011KT 9999 BKN035 14/08 Q1007 NOSIG
BKPR 021430Z 09012KT 9999 BKN035 15/08 Q1007 NOSIG
BKPR 021400Z 11017KT 9999 BKN035 15/08 Q1008 NOSIG 



fonte/foto/AvHerald

segunda-feira, 2 de maio de 2016

HELICÓPTERO ROBINSON R22 CAI EM CUBATÃO, DOIS MORTOS



Partes da aeronave foram encontradas em Cubatão (Foto: G1)Partes da aeronave foram encontradas em Cubatão (Foto: G1)
Um helicóptero caiu em uma região de mata localizada na cidade de Cubatão (SP) no começo da tarde desta segunda-feira (2). De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, pelo menos duas pessoas morreram no acidente. Os corpos das vítimas ficaram carbonizados, mas foram identificados por causa do prefixo da aeronave.

De acordo com informações apuradas pelo G1 com a Força Aérea Brasileira (FAB), o avião decolou às 11h20 do Campo de Marte, em São Paulo. O voo era particular, não de instrução, e a família de uma das vítimas já foi comunicada do acidente. Os nomes dos ocupantes da aeronave ainda não foram divulgados porque familiares da outra vítima ainda não foram localizados.

Equipes chegam em local de queda de aeronave (Foto: Rodrigo Nardelli/TV Tribuna) 
Equipes entram na região de mata para fazer o
resgate  (Foto: Rodrigo Nardelli/TV Tribuna)

Segundo informações de testemunhas e dos bombeiros, o helicóptero voava baixo e, antes de cair, atingiu a rede elétrica do local. Os bombeiros acreditam que o piloto não tenha visto a fiação elétrica por causa do sol. A aeronave acabou explodindo assim que tocou o solo.

A aeronave caiu em uma região de mata do bairro Mantiqueira, em CUBATÃO. O acidente aconteceu por volta das 12h, próximo ao km 260 da rodovia Cônego Domênico Rangoni.

Segundo informações dos bombeiros, o helicóptero é de modelo 'Robinson 22', MATRÍCULA PR-RCA e saiu da Escola de Aviação do Campo de Marte, em São Paulo. Duas pessoas sobrevoavam a serra do mar e estava retornando para São Paulo no momento do acidente.

Equipes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, e da Defesa Civil de Cubatão foram até o local para prestar atendimento a ocorrência.

Pedaço de helicóptero ficou preso na fiação (Foto: João Paulo de Castro/G1)Pedaço de helicóptero ficou preso na fiação do local (Foto: João Paulo de Castro/G1)


Acidente aconteceu no começo da tarde desta segunda-feira (2) (Foto: João Paulo de Castro/G1)Equipes entram na mata para retirar os corpos das vítimas (Foto: João Paulo de Castro/G1)
 fonte/foto/G1

DADOS DA AERONAVE VIA RAB

MATRÍCULA: PRRCA
Proprietário:
AMAURI GINEZ DANTAS
CPF/CGC:

Operador:
AGD AVIATION ESCOLA DE AVIAC.CIVIL LT-ME
CPF/CGC:

Fabricante:
ROBINSON HELICOPTER
Modelo:
R22 BETA
Número de Série:
3176
Tipo ICAO :
R22
Tipo de Habilitação para Pilotos:
HMNC
Classe da Aeronave:
HELICOPTERO 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
621 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
001


Categoria de Registro:
PRIVADA INSTRUCAO
Número dos Certificados (CM - CA):
15591
Situação no RAB:
COMODATO
Data da Compra/Transferência:
081209


Data de Validade do CA:
10/04/21
Data de Validade da IAM:
140417
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 02/05/2016 14:35:55

GREVE NO "HANDLING" MARACADA PARA DIA 4 VAI AFETAR AEROPORTOS EM PORTUGAL



Greve no 'handling' marcada para dia 4 vai afectar aeroportos nacionais
O SITAVA - Sindicato dos Trabalhadores e da Aviação, marcou para o próximo dia 4 várias acções de contestação ao processo de despedimentos coletivos que a Portway, empresa do grupo ANA, decidiu accionar há mais de um mês a 256 trabalhadores.

Segundo um comunicado do SITAVA, será cumprida uma greve dos trabalhadores da Portway entre as cinco horas e as 17 horas do próximo dia 4 de Maio.

Também para a Groundforce/SPdH está marcada uma greve para o mesmo dia, para o período entre as 10 horas e as 15 horas.

Estas duas paralisações deverão provocar vários constrangimentos no serviço de bagagens do aeroportos de Lisboa e dos restantes aeroportos nacionais geridos pela ANA, controlada pelo grupo francês Vinci.

O SITAVA agendou também para esta próxima quarta-feira uma concentração de trabalhadores destas duas empresas, nas chegadas do aeroporto da Portela, assim como uma marcha entre esse terminal e o terminal 2 (voos domésticos) do aeroporto de Lisboa. 

No passado dia 30 de Março, os representantes do SITAVA tiveram uma reunião com a Comissão Parlamentar de Trabalho e Segurança Social para alertar os deputados para as eventuais consequências do processo de despedimento colectivo decidido pela Portway.

O SITAVA reclama irregularidades no processo e pede a intervenção, não só da Assembleia da República e do Governo, mas também da ANAC, entidade reguladora do setor da aviação em Portugal, e da ACT - Autoridade para as Condições do Trabalho.

fonte/foto/JN.pt

VINTAGE POSTERS





EMBRAER PREVÊ MERCADO DE 240 JATOS PARA ÁFRICA ATÉ 2034


A Embraer já está de olho no mercado africano de aviões com capacidade entre 70 e 130 lugares. A Embraer já está de olho no mercado africano de aviões com capacidade entre 70 e 130 lugares.

Marcos Eduardo Carvalho
São José dos Campos

A Embraer, de São José dos Campos, tem projeção otimista para o mercado de aviação na África. Segundo a empresa, nos próximos 18 anos 240 jatos no segmento de 70 a 130 assentos deverão ser entregues no continente.
A perspectiva de mercado da fabricante joseense foi divulgada ontem, durante o Marrakech Air Show, uma feira de aviação realizada no Marrocos. Segundo a Embraer, a frota de jatos com essa capacidade em serviço na África crescerá das atuais 120 unidades para 260 até 2034.
Crescimento.  Ainda de acordo com a Embraer, ela detém mais de 40% de participação de mercado no segmento de jatos até 130 assentos. São cerca de 40 E-Jets em operação em seis países na re gião.
Simon Newitt, vice-presidente da América Latina, África e Portugal da Embraer Aviação Comercial, faz uma análise otimista para o mercado aeronáutico no continente nos próximos anos.
"Os africanos se voltam progressivamente para o transporte aéreo. Assim como na Ásia, a expansão econômica, a crescente classe média urbana, a contínua liberalização do mercado e a integração regional serão os principais fatores a impulsionar a procura por transporte aéreo", afirmou, por meio da assessoria de imprensa da companhia.
"Com aeronaves de tamanho correto, como a família de E-Jets, as empresas africanas seriam capazes de oferecer uma melhor combinação de capacidade e frequência nos mercados principais, bem como nos mercados de baixa e média densidade", completou.
A Embraer também ressalta que, atualmente, 83% dos voos dentro do continente africanos decolam com menos de 120 passageiros, gerando uma baixa rentabilidade em vários casos para as companhias aéreas locais.
Assim, os jatos com capacidade de 70 a 130 passageiros se encaixariam melhor na demanda aérea na África.
Milésimo. No último dia 19 de abril, a Embraer atingiu a marca histórica do milésimo jato executivo entregue. O avião, um Legacy 500, foi adquirido pela empresa Flexjet, com base em Cleveland, nos Estados Unidos.
A conquista ocorre pouco depois de a Embraer ter celebrado 10 anos de atuação no mercado de aviação executiva, com aeronaves entregues para mais de 60 países em todo o mundo.

fonte/foto/OVale

domingo, 1 de maio de 2016

HELICÓPTERO CAI EM VIAMÃO, RIO GRANDE DO SUL


Helicóptero caiu em propriedade de Viamão (Foto: Divulgação/CBCV Águas Claras)Helicóptero caiu em propriedade de Viamão (Foto: Divulgação/CBCV Águas Claras)


O helicóptero caiu em uma propriedade particular no bairro Vida Nova, e os feridos foram levados para o Pronto Socorro de Viamão, ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros.
Não foram informados maiores detalhes sobre as circunstâncias da queda ou maior detalhamento sobre a situação dos feridos.
Não havia pessoas nem residências próximas ao local da queda da aeronave, que ficou danificada com o impacto da queda.
A aeronave está em nome de Jairo Amilton Silva Muller, que é um dos feridos na queda. A aeronave  modelo R22 Beta é fabricada pela Robinson e estava registrada em nome de uma escola de aviação.

No entanto, conforme representantes da empresa, o helicóptero caiu durante um voo particular, conforme relatou Jairo, por conta de uma rajada de vento.
O representante da empresa informou ainda que os dois tripulantes sofreram ferimentos leves.

fonte/foto/G1

MATRÍCULA: PRYMO
 
 
Proprietário:
JAIRO AMILTON SILVA MULLER
CPF/CGC:

Operador:
FRISONFLY ESC.DE AVIACAO CIVIL LTDA-EPP
CPF/CGC:

 
Fabricante:
ROBINSON HELICOPTER
Modelo:
R22 BETA
Número de Série:
1193
Tipo ICAO :
R22
Tipo de Habilitação para Pilotos:
HMNC
Classe da Aeronave:
HELICOPTERO 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
621 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
001


Categoria de Registro:
PRIVADA INSTRUCAO
Número dos Certificados (CM - CA):
22954
Situação no RAB:
ARRENDAMENTO OPERACIONAL
Data da Compra/Transferência:
230215


Data de Validade do CA:
23/02/21
Data de Validade da IAM:
240217
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 01/05/2016 17:37:51

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...