EMBRAER PREVÊ MERCADO DE 240 JATOS PARA ÁFRICA ATÉ 2034


A Embraer já está de olho no mercado africano de aviões com capacidade entre 70 e 130 lugares. A Embraer já está de olho no mercado africano de aviões com capacidade entre 70 e 130 lugares.

Marcos Eduardo Carvalho
São José dos Campos

A Embraer, de São José dos Campos, tem projeção otimista para o mercado de aviação na África. Segundo a empresa, nos próximos 18 anos 240 jatos no segmento de 70 a 130 assentos deverão ser entregues no continente.
A perspectiva de mercado da fabricante joseense foi divulgada ontem, durante o Marrakech Air Show, uma feira de aviação realizada no Marrocos. Segundo a Embraer, a frota de jatos com essa capacidade em serviço na África crescerá das atuais 120 unidades para 260 até 2034.
Crescimento.  Ainda de acordo com a Embraer, ela detém mais de 40% de participação de mercado no segmento de jatos até 130 assentos. São cerca de 40 E-Jets em operação em seis países na re gião.
Simon Newitt, vice-presidente da América Latina, África e Portugal da Embraer Aviação Comercial, faz uma análise otimista para o mercado aeronáutico no continente nos próximos anos.
"Os africanos se voltam progressivamente para o transporte aéreo. Assim como na Ásia, a expansão econômica, a crescente classe média urbana, a contínua liberalização do mercado e a integração regional serão os principais fatores a impulsionar a procura por transporte aéreo", afirmou, por meio da assessoria de imprensa da companhia.
"Com aeronaves de tamanho correto, como a família de E-Jets, as empresas africanas seriam capazes de oferecer uma melhor combinação de capacidade e frequência nos mercados principais, bem como nos mercados de baixa e média densidade", completou.
A Embraer também ressalta que, atualmente, 83% dos voos dentro do continente africanos decolam com menos de 120 passageiros, gerando uma baixa rentabilidade em vários casos para as companhias aéreas locais.
Assim, os jatos com capacidade de 70 a 130 passageiros se encaixariam melhor na demanda aérea na África.
Milésimo. No último dia 19 de abril, a Embraer atingiu a marca histórica do milésimo jato executivo entregue. O avião, um Legacy 500, foi adquirido pela empresa Flexjet, com base em Cleveland, nos Estados Unidos.
A conquista ocorre pouco depois de a Embraer ter celebrado 10 anos de atuação no mercado de aviação executiva, com aeronaves entregues para mais de 60 países em todo o mundo.

fonte/foto/OVale

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas