quarta-feira, 2 de março de 2011

PILOTO DO AVIÃO FOI DIRETOR DO LABORATÓRIO AISENGART DURANTE 22 ANOS

Alguém com grande experiência como condutor de aviões e um executivo de respeito. Esse era Victor Ascânio Caldonazzo, de aproximadamente 60 anos, morto no acidente aéreo no bairro Bacacheri, em Curitiba, na manhã desta quarta-feira (02). Victor pilotava aviões desde a década de 1980. Ele também foi diretor do laboratório Aisengart entre 1978 e 2000.

O farmacêutico/bioquímico deixa esposa e duas filhas. Na manhã de hoje, segundo os primeiros relatos da polícia, o avião de Victor não conseguiu decolar e acabou se chocando em uma casa. O piloto morreu ainda no local.

O acidente

0 avião de pequeno porte com o prefixo PT-OIS caiu sobre uma casa no bairro Bacacheri, em Curitiba, por volta de 9h30 da manhã de hoje (02). A residência fica na rua Paulo Idelfonso de Assunção, na cabeçeira da pista. No momento do choque havia duas pessoas na edificação, que funciona como escritório. Várias guarnições do Corpo de Bombeiros foram destacadas até o local e conseguiram controlar o incêndio por volta de 10:15.

fonte/BandaBAM850

APAIXONADOS POR AVIAÇÃO - PARTE 3 - PROGRAMA PLUG




fonte/RPCTV

APAIXONADOS POR AVIAÇÃO - PARTE 2 - PROGRAMA PLUG



fonte/RPCTV

APAIXONADOS POR AVIAÇÃO - PARTE I - PROGRAMA PLUG



fonte/RPCTV

ATUALIZADO POST - ACIDENTE EM BACACHERI


Um monomotor de pequeno porte caiu em cima de uma casa na Rua Paulo Ildefonso Assumpção, nas proximidades da Rua Fagundes Varela, no bairro Bacacheri, em Curitiba. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o avião caiu por volta das 9h30, na cabeceira do aeroporto.

O piloto Vitor Ascânio Caldonazo, que era o único ocupante do avião, morreu no local. Caldonazo foi diretor do laboratório Aisengart por dez anos.

A aeronave caiu sobre um terreno com duas casas, mas só uma delas, onde funcionava uma empresa de higiene, foi atingida. A aeronave explodiu com o choque. Duas pessoas estavam dentro da casa atingida, o proprietário da empresa, Antônio Reginaldo, e sua secretária. Depois de ouvirem o estrondo, os dois se afastaram rapidamente do local.

Na casa de trás, três pessoas, incluindo uma criança de oito meses, saíram momentos depois do acidente e não ficaram feridas.
O fogo já foi controlado e os bombeiros atuam no rescaldo.

O avião decolou da pista 18 do aeroporto do Bacacheri. A queda ocorreu durante o processo de decolagem.
Um vizinho da casa atingida teve de receber atendimento médico, após inalar fumaça do incêndio. Os demais vizinhos passam bem. As residências nas proximidades não sofreram nenhum dano. Ainda assim, os bombeiros fizeram um trabalho preventivo na residência dos fundos.

Agentes da Diretran e da polícia isolaram a área nas proximidades do local. Segundo a Diretran, o trânsito não chegou a ser afetado.
Uma equipe da Aeronáutica chegou ao local por volta das 10h40, para verificar o acidente.

fonte/GazetaDoPovo /fotoAndreAdão

BLOG/ESTÁ HAVENDO DIVERGÊNCIA QUANTO AO NOME DO PILOTO - VIDE POST ANTERIOR

AVIÃO CAI SOBRE CASA NO BACACHERI - PILOTO MORREU


Um avião de pequeno porte com o prefixo PT-OIF caiu sobre uma casa no bairro Bacacheri, em Curitiba, por volta de 9h30 da manhã de hoje (02). A residência fica na rua Francisco de Paula Moura Brito, na cabeçeira da pista e, por sorte, estava vazia. 

Várias guarnições do Corpo de Bombeiros foram destacadas até o local e conseguiram controlar o incêndio na edificação atingida pela aeronave por volta de 10h15.

Os bombeiros confirmaram a morte do piloto, identificado como Vitor Aizengart. Quatro pessoas que estavam em locais próximos a casa atingida foram socorridas nas ambulâncias com ferimentos leves. Um vizinho da casa, responsável pelo resgate dos moradores, ficou intoxicado com a cortina de fumaça que tomou conta do local e precisou ser encaminhado ao hospital. A área está completamente isolada.

A reportagem da rádio Banda B chegou rapidamente até o Bacacheri e ouviu pessoas envolvidas no episódio. Sabrina da Costa (Foto) tomava banho no momento em que foi surpreendida pela explosão. "Eu ouvi a explosão e senti um calor muito intenso no corpo, só deu tempo de pegar meu filho de oito meses e sair correndo para a rua", relatou a mulher, que não teve tempo nem de se vestir.

"Eu estava no meu escritório e vi o bico do avião sobre a minha mesa", narrou Antônio Reginaldo, gerente de uma empresa de limpeza, que teve a sede invadida pelo avião desgovernado.

Segundo o capitão Adilar, da Polícia Militar (PM), a aeronave modelo Bonanza não conseguiu decolar. "O monomotor tentava decolar do aeroporto do Bacacheri e, no final da pista, não conseguiu completar a operação. Não se sabe se houve problema mecânico.", relatou o capitão.

Para o capitão Sérgio Plácido, do Grupo Aéreo Policial de Resgate (GRAER), a perícia inicial realizada rapidamente pelos agentes indica que o monomotor não teve sustentação de vôo.

Apesar do susto, todos os feridos durante a ocorrência passam bem.

fontefoto//BandaB

BLOG - DIVERGÊNCIA QUANTO AO NOME DO PILOTO  - VEJA POST ATUALIZADO
Enhanced by Zemanta

CHINESES COMPRAM A CIRRUS

2003 model Cirrus SR22Image via Wikipedia
Cirrus Industries Inc., empresa-mãe da Cirrus Aircrafts, foi vendido para a China Aviation Industry Co. CAIGA de Zhuhai, na China, mas parece que a empresa vai continuar a construir peças em Grand Forks, ND, e montar aviões em Duluth, Minnesota.

Há muito tempo os rumores de que uma empresa chinesa iria adquir a Cirrus e o anúncio final foi feito ontem de manhã. CAIGA é uma subsidiária da Aviation Industry Corporation (AVIC), a companhia aérea estatal da China que faz tudo, desde aviões a jatos militares.

Em um comunicado à imprensa, O CEO da Cirrus, Brent Wouters disse que o negócio vai ser um tiro no braço para a empresa e para seus funcionários em Grand Forks e Duluth. "CAIGA compreende que a força e o talento da força de trabalho da Cirrus é o diferença da marca na aviação geral", disse Wouters. "Com esta transacção, a CAIGA vai investir em nossos funcionários, tanto em Minnesotaquanto em Dakota do Norte, comprometendo-se a usar de nossas instalações para produção mundial."

Embora não tenha sido expressamente mencionados na nota de imprensa, a operação poderia resultar em uma aceleração imediata do programa do jato da Cirrus Vision. O projeto do jato monomotor estagnou nos últimos anos devido à falta de financiamento, mas Wouters que tem mantido até o momento  injecção de capital para tentar reviver o jato. Por seu lado, CAIGA diz que seu foco será no mercado de pistão com o Cirrus. "Estamos muito otimistas para iniciar nossa parceria com a Cirrus e adicionar  a forte marca da Cirrus  como a pedra angular de nosso portfólio de produtos de aviação", disse o presidente da CAIGA, Meng Xiangkai.  

A Cirrus foi fundado por Alan Dale e Klapmeier há cerca de 12 anos e Dale Klapmeier é o atual presidente. Ele disse que estava "emocionado" ao fazer o anúncio. "Com esta transação, a Cirrus continuará a desenvolver e construir o melhor e o  mais excitante avião do mundo", disse Klapmeier. "O sonho original permanece vivo dentro da Cirrus. Estamos apenas iniciando um novo capítulo em um mundo global."

fonte/Avweb
Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...