sábado, 28 de fevereiro de 2009

AEROPORTO MUNICIPAL DE SÃO PEDRO SERÁ REABERTO HOJE


Oficialmente liberado pela Anac, Aeroporto Municipal de São Pedro retoma as atividadesUma grande festa aviatória vai tomar conta do Aeroporto Municipal de São Pedro nesta manhã. Localizado na Rodovia SP-304, na proximidade que liga São Pedro à Águas de São Pedro, o local ficou cerca de seis anos interditado. Com apoio da Prefeitura e do comandante Luiz Bandini - atual responsável pelo Aeroporto - o local só pode ser reativado depois de regulamentar algumas normas determinadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).Para garantir a diversão na reabertura, o evento contará com a participação do grupo de Apoio à Força Aérea Brasileira (Gafab)."Vamos dar uma pequena demonstração do tipo de eventos que podem acontecer neste espaço, como balonismo, paraquedismo e vários shows aéreos", disse o integrante do Gafab, Phelippe Longo, ao explicar que se trata de uma entidade sem fins lucrativos que promove eventos aéreos com o objetivo de divulgar a aviação civil e a Força Aérea Brasileira.Inaugurado na década de 40 pelo fundador da cidade de Águas de São Pedro, Octávio Moura Andrade, o aeroporto de São Pedro foi construído para facilitar o acesso de quem visitava o Grande Hotel São Pedro. Com algumas modificações nos anos 60, o lugar foi usado para grandes eventos. "Houve uma revoada com a participação de 400 aviões de todos os lugares do mundo", informou Bandini.No final do ano passado, um grupo de empresários eslovenos esteve no aeroporto para conhecer sua infraestrutura. De acordo com a secretaria de comunicação, o objetivo dos visitantes é o de construir um hangar para a montagem de aviões ultraleves - que viriam da Eslovênia."Graças ao trabalho conjunto com o Aeroclube de São Pedro, conseguimos a homologação do aeroporto e a liberação para pousos e decolagens", enfatizou o prefeito de São Pedro, Eduardo Modesto, ao lembrar que, além da Anac, o processo de reativação também contou com um técnico do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp).MUDANÇASCom 1.100 metros de comprimento, 30 de largura e 50 de "stop way" em cada cabeceira, a pista foi sinalizada com balizamentos, "táxi way" e biruta. Aeronaves bimotor e monomotor, de pequeno e médio porte agora podem aterrissar e decolar no Aeroporto de São Pedro, que é identificado pela sigla "SD-AE" (Serra Delta - Alfa Eco). De sua posição sobre a Terra, a longitude é de 47°, 53 minutos e 44 segundos; a latitude é de 22°, 34 minutos e 59 segundos; e, a altitude em relação ao nível do mar é de 566,35 metros e 1.869ft (pés).

Fonte: Daniella Oliveira (Gazeta de Piracicaba)

PASSAGEIROS SAEM ILESOS EM POUSO DE EMERGÊNCIA NA ROMÊNIA



Cerca de 20 ambulâncias aguardavam a aterrissagem para socorrer possíveis feridos.
Um avião da companhia romena Carpatair teve neste sábado que fazer uma aterrissagem de emergência no aeroporto da cidade de Timisoara (oeste), devido a problemas no trem de pouso, mas as 51 pessoas a bordo saíram ilesas, informou a imprensa local.
Os 47 passageiros da aeronave e os quatro membros da tripulação não sofreram nenhum ferimento no incidente, disse a porta-voz do terminal aéreo, Carmen Stoica.
O avião, um Saab 2000, voava de Chisnau (República da Moldávia) para Timisoara, mas, antes de pousar, sobrevoou por mais de uma hora e meia a cidade de destino devido aos problemas no trem de aterrissagem. Segundo o vice-presidente da Carpatair, Dan Andrei, o trem de pouso dianteiro emperrou.
"Na aterrissagem, o avião desceu com os dois trens laterais, freou bruscamente e depois, a uma velocidade reduzida, inclinou-se para frente. (Durante as manobras,) O trem de pouso dianteiro permaneceu emperrado", disse Andrei à agência Agerpres.
Cerca de 20 ambulâncias e equipes da polícia e do Corpo de Bombeiros aguardavam a aterrissagem do avião para socorrer possíveis feridos e evitar a explosão da aeronave.

fonte: terra

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

SISTEMA DE RADAR BASEADO NO JATO ERJ-145, ATRASOU ENTREGA PARA FORÇA AÉREA HELÊNICA


Sistema de radar baseado no jato brasileiro ERJ-145atrasou por conta do radar suecoA Força Aérea Helênica (grega) aceitou formalmente sua frota de quatro aeronaves AEW&C Embraer ERJ-145 embarcadas com o sistema Erieye sueco para uso operacional, depois de seguidos atrasos na entrega do equipamento eletrônico de vigilância.A cerimônia de entrega das aeronaves aconteceu na base aérea de Elefsis, e marcou a entrada em serviço do sistema de radar de rastreio e busca ativo Saab Microwave Systems Erieye pela primeira vez em uma nação pertencente ao tratado da OTAN.Atenas encomendou a versão modificada do Embraer ERJ-145 em 1999, com as entregas iniciais esperadas para 2002, mas atrasos no cronograma resultaram em três aeronaves entregues em 2003 e no final de 2005.A Força Aérea Grega recebeu formalmente apenas a última unidade no final do ano passado, depois da complementação de testes de sistemas da aeronave de vigilância.“A Força Aérea Helênica foi um cliente muito exigente, mas sempre atuava em um espírito de abertura e equilíbrio”, disse Kenth Börjesson, diretor de vendas para o sudoeste europeu.

Fonte: Brasilturis Jornal/foto:Embraer/divulgação

O MASSACRE DA EMBRAER FOI MORTE ANUNCIADA

Há uma semana, diante da notícia do massacre da Embraer, no qual foram destruídos quatro mil empregos, Lula indignou-se. Segundo a narrativa de sindicalistas que estavam com ele, Nosso Guia teria dito: “É um absurdo que uma empresa que recebeu recursos do BNDES ao longo dos últimos anos, ao primeiro sinal de problemas, promova este enorme corte, sem uma única conversa com alguém do governo, sem nos procurar.”De duas uma: Lula está fazendo teatro (a melhor hipótese) ou disse a verdade, revelando que não tem ideia do que acontece no país e no seu governo. Pior: seus ministros do Trabalho, do Desenvolvimento e da Fazenda também não.A informação de que a Embraer pretendia demitir quatro mil funcionários era pública desde dezembro do ano passado. Foi revelada pelo repórter Julio Ottoboni, referindo-se a um boletim interno da empresa. Ottoboni informou o tamanho da carnificina, “quatro mil funcionários”, e a época, o início de 2009. Lula e seus ministros podem dizer que não leem jornal, mas a informação constou da sinopse que a Radiobrás organiza diariamente.Os sindicalistas de São José dos Campos sabiam do plano da Embraer e dizem que tentaram negociar com a empresa mecanismos semelhantes aos que têm protegido milhares de empregos. José Lopes Feijoó, da executiva da CUT, contou que a Embraer chegou a marcar um encontro com o ministro Guido Mantega, mas não apareceu. Discutiriam a qualidade dos sambas-enredo das escolas?Quem diz que foi surpreendido ofende quem lhes dá crédito. Com o tempo vai-se saber quem conversou com quem. Por enquanto, fica a possibilidade de ter havido um acordo tácito: a Embraer faz o massacre, eu digo que não sabia, falo mal de seus diretores durante uma semana e depois voltamos às práticas de sempre.Que práticas? Desde o tempo dos generais a Embraer é uma queridinha do palácio. Se o presidente precisa de um cenário para bombar os avanços tecnológicos de seu governo, marca um evento em São José dos Campos e aparece na foto ao lado de jatos, robôs e máquinas fantásticas. Quando o tucanato precisou bombar sua publicidade, os marqueteiros selecionaram um plantel de bem-sucedidos para ilustrar anúncios pelo Brasil afora. Na lista, o presidente da Embraer.A intimidade do Planalto com a Embraer chegou ao apogeu em 2004, quando Nosso Guia encomendou o AeroLula à empresa europeia Airbus, ao preço de US$ 56,7 milhões. Presidindo um país onde funcionava a quarta maior fábrica de aviões do mundo, teria sido razoável encaminhar o pedido à Embraer. Empregaria 400 pessoas durante seis meses. Segundo o Planalto, o Airbus era essencial porque sua autonomia permitia voos diretos até Paris ou Nova York. Considerando que esses trajetos não são frequentes, ficava pelo menos a dúvida. Ela foi desfeita pela Embraer, que se apressou em respaldar a decisão, informando que não produzia o tipo de avião pedido, nem pretendia fazê-lo nos próximos cinco anos. Caso raro de empresa amparando uma preferência pelo concorrente.George Bush e Henry Paulson, seu secretário do Tesouro, fizeram muitas besteiras, mas nunca lhes passou pela cabeça armar um jogo ao fim do qual pudessem dizer que não sabiam que o banco Lehman Brothers estava quebrado.
Fonte: Gazeta do Povo/Hélio Gaspari

TAP INVESTE NA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E AMBIENTAL



Primeiro de seis novos A320 poupa 8% ao anoA TAP recebeu o primeiro de seis novos Airbus A320-214. As aeronaves serão entregues ao longo de 2009. Quatro dos novos aviões irão substituir progressivamente os Airbus A320-211, atualmente em serviço, e os outros dois destinam-se as novas rotas para Moscou, Varsóvia e Helsinque, no próximo mês de junho.
O Airbus A320-214, prefixo F-WWDQ
O novo avião proporcionará, face ao anterior modelo, um acréscimo médio de eficiência energética e ambiental de cerca de 8%, permitindo a redução das emissões anuais em 2200 toneladas de dióxido de carbono, CO2, que correspondem a uma poupança de combustível de aproximadamente 700 toneladas.Estes ganhos de eficiência constituem uma das prioridades do programa de renovação e modernização da frota da TAP, que está alinhado com os “Princípios Orientadores” da empresa em matéria de meio ambiente, designadamente no que diz respeito à utilização de práticas e tecnologias eco-suficientes que conciliem o crescimento com a proteção do meio ambiente.Além deste princípio, outros se destacam também nesse âmbito, nomeadamente: a integração das questões ambientais em todas as atividades desenvolvidas pela empresa; a promoção tanto da melhoria contínua do desempenho ambiental como da consciência ambiental dos trabalhadores e fornecedores e o respeito dos princípios fundamentais do “UN Global Compact”.Após passagem pela unidade de manutenção e engenharia da Companhia, a nova aeronave entrará em operação no médio-curso neste mês de fevereiro.A entrada dos novos aviões proporcionará ainda consideráveis benefícios, tanto ao serviço e conforto oferecidos a bordo aos passageiros, como no desempenho operacional e da manutenção, enquadrando-se, além do mais, na estratégia seguida pela TAP, que alia o desempenho econômico à responsabilidade assumida pela companhia para com a sociedade e o meio ambiente.A TAP também participa nos seguintes programas de valorização/reciclagem de resíduos: Ecolub, reciclagem de óleo usado; Ecopilhas, reciclagem de pilhas e acumuladores usados e Programa + Valor, transformação dos resíduos orgânicos produzidos nos refeitórios e jardins em adubo e energia do biogás.Mais sobre a TAPA TAP é atualmente a companhia aérea com as melhores ligações entre o Brasil e a Europa, partindo de oito capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Recife, Fortaleza e Natal para Lisboa. A Companhia cobre atualmente 59 destinos em 26 países a nível mundial. Operando em média mais de 1.850 vôos por semana, a TAP dispõe de uma moderna frota de 53 aviões Airbus, aos quais acrescem mais 16 aviões ao serviço da PGA, adquirida em 2007, totalizando assim uma frota global de 69 aeronaves.

Fonte: Portugal Digital - Foto: : Jacques Panas

FOTO DE ACIDENTE AÉREO NA HOLANDA APARECEU PRIMEIRO NO TWITTER, DIZ CNN

Rede social está entre os primeiros sites a noticiar a queda da aeronave.
CNN correu para confirmar informação após vê-la no serviço de 'microblog'.
A rede social Twitter, que permite a publicação de textos com até 140 caracteres, está entre os primeiros endereços da internet a divulgar o acidente com um avião de passageiros da Turkish Airlines, que caiu nesta quarta-feira (25) com 134 pessoas a bordo. De acordo com a CNN, um usuário da página foi responsável por publicar a primeira foto do acidente aéreo.A queda foi próxima ao aeroporto internacional de Schiphol, a cerca de 20 km do centro de Amsterdã. Segundo autoridades holandesas, 9 pessoas morreram e 50 ficaram feridas.Segundo a CNN, poucos momentos após o acidente a notícia já estava no site. “Essa é uma história que apareceu antes no Twitter e começou a ganhar desdobramentos a partir de lá. Testemunhas escreveram sobre o choque de ver o avião ‘mergulhar’ e também de ver pessoas saírem andando de dentro da fuselagem”, contou Errol Barnett, correspondente internacional do site colaborativo “iReport”, ligado à CNN.Barnett disse que a primeira foto do avião, feita após a queda, foi divulgada também via Twitter. “Ela foi tirada por uma testemunha que dirigia pela estrada A-9, ao norte do local do acidente.”
Fonte: G1

CRONOLOGIA DOSACIDENTES AÉREOS DESTA DÉCADA NA EUROPA

25 julho 2000: um avião Concorde da companhia Air France com destino a Nova York cai nas proximidades do aeroporto de Roissy, em Paris. Todos os seus 114 ocupantes morrem no desastre.
8 outubro 2001: o choque entre um avião com 104 passageiros da companhia escandinava SAS com um pequeno avião particular na pista do aeroporto de Linate, em Milão (Itália), mata 118 pessoas.
1º julho 2002: um Boeing 757 de carga da empresa DHL e um Tupolev de passageiros da companhia Bashkirian se chocam no sul da Alemanha, matando 71 pessoas, 52 delas estudantes.
6 novembro 2002: vinte pessoas morrem quando um Fokker 50 da Luxair tenta aterrissar em meio a um denso nevoeiro em Luxemburgo, em voo que saiu de Berlim.
8 janeiro 2003: um avião RJ100 da Turkish Airlines se acidenta na aterrissagem após um voo entre Istambul e Diyarbakir, também na Turquia. De seus 80 ocupantes, 75 morrem.
6 de agosto de 2005: treze pessoas morrem, três desaparecem e 23 são resgatadas com vida na queda de um aparelho ATR72 da companhia tunisiana Tuninter em águas da Sicília (Itália).
14 agosto 2005: os 121 ocupantes de um Boeing 373 das linhas aéreas cipriotas Helios Airways morrem depois de o aparelho cair em Gramatiko, ao nordeste de Atenas, três horas após decolar do Chipre.
janeiro 2006: a queda de um aparelho Antonov An-24 mata 42 soldados eslovacos no nordeste da Hungria. Os militares retornavam de uma missão da Otan no Kosovo.
30 novembro 2007: um acidente durante a aterrissagem de um avião tipo MD83 da companhia AtlasJet mata 57 pessoas em Isparta, no centro da Turquia.
23 janeiro 2008: vinte militares poloneses morrem na queda de um avião de transporte que tentava aterrissar na cidade de Miroslawiec (oeste da Polônia).
23 julho 2008: quatro pessoas morrem na queda de um pequeno avião de turismo entre as localidades de Munster e Geschinen, na Suíça.
17 agosto 2008: dois pequenos aviões se chocam no centro da Inglaterra, matando cinco pessoas.
20 agosto 2008: a queda de um avião MD-82 da Spanair no aeroporto de Barajas (Madri) mata 154 pessoas e deixa 18 feridos.
25 fevereiro 2009: um Boeing 737 da companhia Turkish Airlines cai nas cercanias do aeroporto internacional de Schiphol, na Holanda. Dos 135 passageiros, nove morrem e 50 ficam feridos.
Fonte: EFE via Último Segundo

CORINTHIANS - PÂNICO NO AR



A noite da última terça-feira foi de pânico no elenco do Corinthians. Uma forte turbulência enfrentada no voo de São Paulo a Presidente Prudente deixou o clima tenso. Ronaldo, em sua primeira viagem com a delegação, começou com o pé esquerdo. Quem relata o ocorrido é Fabinho.
“O piloto falou que teve de passar por Londrina para tentar fugir da tempestade, mas no fim precisou enfrentar a chuva e as nuvens pesadas. Nunca vi um avião balançar daquele jeito, voando quase de lado. No começo o pessoal brincou, mas depois todo mundo ficou muito nervoso”, contou o volante ao UOL Esporte.
Segundo o corintiano, alguns jogadores apelaram às orações durante os minutos de instabilidade no ar. “Quando você está passando por alguma perto se apega à fé. Todo mundo tomou um susto grande. Até eu que sempre procuro manter a calmo fiquei muito nervoso.”
O goleiro Julio Cesar, que não gosta de viajar de avião, sofreu bastante. “Ele tem medo de avião e sofre mesmo. O Julio estava de pé quando começou a balançar. Ele correu para o banco, apertou o cinto e ficou muito nervoso, a cabeça dele estava até vermelha”, contou Fabinho.
O trauma dos corintianos foi tão grande que alguns já cogitam até retornar à capital de ônibus no próximo domingo, após jogo diante do Marília. “Já tem alguns jogadores querendo voltar de ônibus, perguntando quanto tempo demora”, completou Fabinho, titular da equipe na última quarta-feira, na vitória por 2 a 0 sobre o Noroeste.
fonte: uol/foto:divulgação Total Linhas Aéreas)

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

NOVE PESSOAS MORTAS E 50 ESTÃO FERIDAS NO ACIDENTE DO B737-800 DA TURKISH AIRLINES EM AMSTERDÃ





























(CNN) - Um jato de passageiros turco caiu quando ele tentou aterrar em Amesterdão matando pelo menos nove pessoas e ferindo mais de 50, 25 a sério, holandês autoridades aeroportuárias disseram.
Relatórios dizem que alguns sobreviventes escaparam do avião através de fissuras na fuselagem.
A Turkish Airlines Boeing 737-800, que tinha 127 passageiros e sete tripulantes, partiu em três pedaços de impacto em uma área perto do Aeroporto Schiphol. Um fotógrafo no local disse que viu um número desconhecido de organismos mentir sob um "névoa", Maaike Voersma, um jornalista do jornal holandês De bros, disse à CNN.
Um passageiro, que falou sobre o plano para turco DHA rede disse que o viu feridos e pessoas presas e espremidas entre os bancos, quando ele saiu do avião. O Boeing 737-800, decolou de Istambul, Turquia, estava tentando pousar em Schiphol quando caiu às de 10:40 hora local, disseram funcionários do aeroporto holandês.
Fotos do acidente mostraram o avião quebrado em três pedaços.


Uma ""rasgo" estava a frente de uma asa, e maior rachadura foi ao longo da fuselagem. A maioria dos feridos estavam sentados na parte de trás do avião, onde foi a maior parte dos danos sofridos, um passageiro no avião turco disse estação NTV. Muitos dos passageiros simplesmente sairam do avião através das fissuras na fuselagem, as testemunhas disseram NTV. Imagens da cena mostrou médicos tratando os passageiros sobre o terreno ao lado do "pontão" colocado ao do avião, enquanto bombeiros e a polícia examinavam a aeronave.
As saídas de emergência foram abertas e que não havia sinais de fogo na fuselagem. Também foi visível um dos motores da aeronave, aparentemente separado e despedaçado dos restos de uma das asas.
O avião pousou em uma área plana de agricultura perto do aeroporto, a jornalista Greg Crouch dissse a CNN que o tempo no momento estava parcialmente ensolarado, sem vento ou chuva.
Testemunhas disseram que viram o nariz do avião subir e repentinamente aconteceu o acidente, disse Crouch.
Um gerente de banco, passageiro no avião NTV disse que não havia anúncios de emergência. A última mensagemda tripulação foi para apertar cintos e preparar para a aterrissagem, disse o gerente de banco.
Ele disse que sentiu o piloto dando mais potência nos motores antes de uma queda súbita.. Ele descreveu o acidente como semelhante a um impacto súbito em questão de segundos.
Kieran Daly, da Air Transport Intelligence afirmou o impacto tinha sido grave, mas grande parte dos sobreviventes foi devido à falta de incêndio. Ele acrescentou que houve grande melhorias nos materiais utilizados para construir aviões, o que significa que eles não queimariam tão facilmente.
Daly também disse que o Boeing 737-800 é um avião confiável que tem sido bem recebido pelas empresas, um avião seguro.
Eles são realmente muito bonitos, um estado-da-arte como todos os aviões modernos.
Você seria otimista de que seria muito difícil sobreviver em um acidente, Daly disse que a indústria da aviação turca tem um "histórico" de segurança, e que a Turkish Airlines, a transportadora nacional, tem um "muito bom registo."
O último acidente foi de um pequeno jacto Commuter em 2003, disse ele. Foi um acidente fatal que ocorreu em um campo de pouso remoto no leste da Turquia, disse ele. O último acidente no aeroporto Schiphol, foiDezembro de 2003, quando um voo da EasyJet transportando 103 passageiros para Londres, colidiu com um poste enquanto decolava durante uma nevasca, segundo a Aviation Safety Network's Web site. O acidente causou danos significativos para a aeronave, mas ninguém foi morto.
Os outros dois mais recentes acidentes de Schiphol - em 1998 e 1997 - também não resultou em perda de vidas, de acordo com a rede.
O último incidente fatal ocorreu no aeroporto de Amesterdão, em Abril de 1994, quando uma aeronave KLM caiu pouco depois de decolar, uma vez que tentou voltar para Schiphol. Três dos 24 passageiros e tripulação morreram.



fonte: CNN fotos: CNN/Reuters

AVIÃO DA TURKISH AIRLINES CAI EM AMSTERDÃ


Um avião da companhia aérea Turkish Airlines (THY) caiu nesta quarta-feira durante o pouso no aeroporto internacional de Schiphol, em Amsterdã, informou a agência turca Anatolia. Um porta-voz do aeroporto onde aconteceu o acidente disse à CNN que poderiam haver vítimas, porém o diretor da companhia aérea, Temel Kotil, confirmou à agência EFE que ninguém morreu no acidente.
"Estamos felizes de dizer que ninguém morreu no acidente. O piloto Hassan Tahsin Ari tem muita experiência. Do ponto de vista técnico, não podemos dizer que tenha caído. Foi uma aterrissagem forçada e o piloto manobrou muito habilmente", disse Kotil.
O presidente da Turkish Airlines, Candan Karlitekin, disse que o aparelho teve que aterrissar apenas 500 m antes do aeroporto de Schiphol e que se partiu em três partes.
Karlitekin acrescentou que a bordo do Boeing viajavam 127 passageiros e sete membros da tripulação, dos quais cerca de 20 ficaram feridos, mas que não houve vítimas fatais. A princípio, divulgou-se que 135 pessoas estariam no avião.
Autoridades no aeroporto Ataturk, em Istambul, disseram que o avião havia decolado na capital turca. O aeroporto de Schiphol foi fechado para pousos e decolagens após o acidente.
Um passageiro do Boeing disse à imprensa turca que viu as pessoas apertadas entre os assentos depois do pouso, mas que não se tratava de uma situação de emergência extrema. Ele disse ainda que sentiu o piloto dando mais potência, uma turbulência e que depois a aeronave bateu com a parte traseira no chão.
fonte: agências internacionais

AVIÃO CAI NA ALEMANHA OS 4 OCUPANTES MORRERAM


O avião particular Cirrus SR 22, prefixo D-EPDK, caiu nesta terça-feira (24) por volta das 16:00 (hora local) em Helserdeich, no estado de Schleswig-Holstein, na Alemanha.Os quatro ocupantes morreram no acidente. Informações - ainda não confirmadas - falam em dois adultos e duas crianças.As causas da queda da aeronave em uma fazenda ainda são desconhecidas.O Cirrus 22 é dotado de um equipamento de emergência, um paraquedas para a aeronave, mas esse dispositivo não foi acionado.

Fontes: kn-online.de / ASN - Foto: Karsten Sörensen

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

MUSAL DEVERÁ RECEBER JUNKERS JU-52/3M DE PORTUGAL

A imagem “http://www.areamilitar.net/DIRECTORIO/IM_aer/Ju52_001.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Estão em fase final as negociações entre o Museu Aeroespacial (Musal), pertencente à Força Aérea Brasileira (FAB), e a Força Aérea Portuguesa (FAP), para que esta doe à mais importante instituição museológica brasileira um exemplar do clássico transporte militar e comercial alemão Junkers Ju-52/3m.
Falando com exclusividade para a reportagem de ASAS, o diretor do Musal, brig. R/R Márcio Bhering Cardoso, disse que o acordo final ainda não foi assinado, mas tudo está andando muito bem, e ele acredita que o projeto será coroado de sucesso. O brigadeiro também comentou que o exemplar, embora em boas condições, não é uma aeronave já restaurada, e assim precisará, segundo o brigadeiro, de uns três anos de trabalho no Musal, para ser colocada em exibição ao público. Segundo ele, um dos maiores desafios será a restauração do interior da aeronave.

A imagem “http://www.geocities.com/h_zoeller/ju52_a4.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Embora nunca tenha voado na aviação militar brasileira, o Ju-52/3m teve um papel fundamental, pioneiro e heróico, no surgimento e consolidação da aviação comercial no Brasil. Inúmeros exemplares voaram no país, nas cores de empresas como Syndicato Condor, VArig e VASP. O modelo também foi usado em diversos outros países da América Latina, como Colômbia, Peru, Chile e Argentina.
A legenda do Ju-52/3m começou a surgir nos anos 30, quando o modelo entrou em serviço comercial na companhia aérea alemã Lufthansa, logo consagrando-se como um dos aviões de passageiros mais seguros de sua época - conquistando operadores em lugares tão distantes como Rússia e China! Suas qualidades logo atraíram a atenção da Luftwaffe (força aérea alemã), e o tipo acabou tornando-se o modelo de transporte padrão da Alemanha, durante a 2ª Guerra Mundial, participando literalmente desta até os últimos dias. As atuações dos Ju-52/3m em operações como a conquista do Forte Eben-Emael, a tomada de Creta, as pontes-aéreas de Demyansk e Stalingrado, só fizeram crescer ainda mais a sua fama.
A Força Aérea de Portugal operou uma respeitável frota destes robustos e guerreiros trimotores.
fonte: Revista Asas

AVIÕES DO GRUPO REBELDE TIGRES DO TAMIL ATACA CAPITAL DO SRI LANKA



Dois aviões do grupo rebelde Tigres do Tamil atacaram a capital do Sri Lanka, Colombo, nesta sexta-feira, bombardeando um prédio do governo e ferindo ao menos 27 pessoas.
"Um avião lançou uma bomba no prédio da Receita Federal no Fort, iniciando um incêndio", disse o porta-voz da Defesa Keheliya Rambukwella. A região do Fort é perto do porto de Colombo.
Autoridades militares disseram que ao menos 27 pessoas foram levadas a hospitais após a explosão no prédio, que ocorreu durante intenso tiroteio de artilharia antiaérea que era visível na região central de Colombo.
"Nós derrubamos um avião em Katunayake e encontramos os destroços da aeronave e o corpo do piloto", Rambukwella disse mais tarde, se referindo ao aeroporto internacional nos arredores de Colombo.
Mais cedo, Rambukwella disse que um avião havia desaparecido do radar enquanto jatos perseguiam outra aeronave.
Os rebeldes separatistas do Tigres do Tamil, encurralados em uma zona de guerra que se encolhe rapidamente, têm uma frota de pequenos aviões usados para ataques aéreos no passado.
Embora grande parte do território do grupo tenha sido ocupada pelo rápido avanço militar, nenhum de seus monomotores foi encontrado pelas tropas.
A guerra civil do Sri Lanka, o conflito mais longo da Ásia, já matou 70.000 pessoas desde o seu começo, em 1983.

Fonte: Reuters/Brasil Online (Reportagem de Bryson Hull) Via O Glob

AERONAVE COM MINISTRA DO PARAGUAI PERDE RODA DURANTE POUSO

O pequeno avião no qual viajava a ministra da Saúde do Paraguai, Esperanza Martínez, perdeu hoje (21) uma de suas rodas na aterrissagem e parou quando se chocou contra uma cerca, informaram fontes oficiais.
Apesar do susto, ninguém ficou ferido no incidente, no qual o trem de aterrissagem da aeronave das Forças Armadas perdeu a roda no aeroporto da cidade de Pilar, no extremo sul do país, a 380 quilômetros de Assunção.
A avaria fez com que o pequeno avião perdesse o controle e fosse parar em uma cerca do aeroporto de Pilar, onde a ministra inaugurou nesta sexta-feira obras de infraestrutura de centros médicos do Ministério da Saúde.

Fonte: EFE - Foto: ABC Digital

EMBRAER DEMITE 220 EM BOTUCATU

A Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. (Embraer) demitiu 220 funcionários da empresa em Botucatu (100 quilômetros de Bauru). Os trabalhadores atuavam na área do “chão de fábrica” e foram avisados de última hora sobre as dispensas. O motivo alegado para a dispensa foi a crise financeira mundial.
O sindicato que representa os trabalhadores contestou a política da empresa e vai se reunir para discutir o assunto. A Força Sindical e o Conlutas, em conjunto com os sindicatos dos metalúrgicos de São José dos Campos, Botucatu e Gavião Peixoto, irão entrar na Justiça contra as demissões na Embraer. A ação judicial será ajuizada na quarta-feia no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Campinas contra as 4.200 demissões anunciadas em todas as unidades da empresa de aeronave.
Os trabalhadores foram “pegos de surpresa” com a demissão na troca dos turnos na tarde da quarta-feira. De acordo com Abelardo Wanderlino da Costa Neto, vereador (PV) e vice-presidente do Sindiaeroespacial, não houve lealdade e democracia nas demissões, que foram feitas em cima da hora. “Não houve diálogo e a empresa não avisou nada”, lamentou.
Abelardo relatou que o sindicato vem buscando conversar com a empresa desde outubro do ano passado, mas sem resultados. Entre dezembro do ano passado e o começo deste mês, outros cerca de 80 funcionários foram dispensados aos poucos pela unidade botucatuense. “Eles não deram respostas. Havia excelentes profissionais que foram mandados embora, alguns com até dez anos na empresa”, disse. O sindicato calcula que as demissões ficaram em 13% na empresa local.
Na próxima quinta-feira, o sindicato pretende analisar a situação daqueles que foram demitidos. Neto quer confirmar se havia funcionários que estavam para se aposentar e se tinham alguma pendência de acidente de trabalho. Para o vice-presidente da organização que representa os trabalhadores, a empresa poderia ter adotado outra postura. “Poderia ter sido algo democrático, como a redução de salário com garantia de emprego (aprovado em assembléia) ou um programa de demissão voluntária”, explicou.
A Embraer, que tem unidade em São José dos Campos e Gavião Peixoto, não quis se manifestar sobre os desligamentos regionais em Botucatu. Em comunicado à imprensa, a empresa destacou que “como decorrência da crise sem precedentes que afeta a economia global, em particular o setor de transporte aéreo, tornou-se inevitável efetivar uma revisão de sua base de custos e de seu efetivo de pessoal, adequando-os à nova realidade de demanda por aeronaves comerciais e executivas”.
A Embraer destacou que, embora tenha sede no Brasil, depende fundamentalmente do mercado externo e do desempenho do mercado externo e da economia global – mais de 90% de suas receitas são provenientes de exportações, pouco se beneficiando, da resiliência que o mercado doméstico brasileiro vem demonstrando”. As demissões representam cerca de 20% do efetivo de 21.362 empregados da empresa, com exceção das subsidiárias OGMA (Portugal) e HEAI (China). A mão-de-obra dispensada se concentra nas áreas operacional, administrativa e lideranças, além da eliminação de um nível hierárquico de sua estrutura gerencial.
A empresa também informou que reviu suas estimativas e previsão de investimentos para 2009. A Embraer lidera na fabricação de jatos comerciais de até 120 assentos e é uma das maiores exportadoras brasileiras. Na empresa de Botucatu havia cerca de 2 mil funcionários, onde há produção do avião Ipanema, fabricação de peças, estruturas e cablagens para os jatos das famílias ERJ 145, Embraer 170/190 e Phenom, montagem da estrutura da fuselagem do Super Tucano e fabricação de ferramental. Preocupados com as demissões nas indústrias nos últimos meses, os subsecretários Antônio Carlos Stein (Comércio e Serviços), e Paulo Urbanavicius (Indústria) se reuniram com o diretor regional do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) de Botucatu, Moacir Fernandes. O prefeito de Botucatu, João Cury (PSDB), está preocupado com as demissões no município.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru

EMBRAER ENTREGA PRIMEIRO E-JET 170 PARA FUJI DREAM AIRLINES




A Embraer entregou hoje o primeiro jato Embraer 170 para a Fuji Dream Airlines, do Japão, uma empresa do Grupo Suzuyo. A companhia aérea encomendou também outro Embraer 170, cuja entrega está programada para este ano. “O início das entregas a um novo cliente é sempre um desafio para nós. No caso específico da Fuji Dream é mais do que isso, pois estamos participando do nascimento de uma nova companhia aérea em um mercado altamente competitivo e exigente como o doJapão”, afirmou Mauro Kern, vice-presidenteeExecutivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial. “Temos orgulho de fazer parte desta iniciativa de negócios liderada por uma empresa aérea vibrante como a Fuji Dream.”
Este Embraer 170 da Fuji Dream acomoda confortavelmente 76 passageiros em classe única e operará a partir do Aeroporto Monte Fuji Shizuoka, no centro do Japão.
O Embraer 170, juntamente com o Embraer 175, o Embraer 190 e o Embraer 195,constituem a família dos E-Jets, que possuía 876 pedidos firmes e 810 opções em 31 de dezembro de 2008. Com mais de 500 aeronaves entregues, os E-Jets ultrapassaram 2,4 milhões de horas de vôo, transportando mais de 100 milhões de passageiros.
Perfil do Grupo Suzuyo - O Grupo Suzuyo iniciou suas atividades em 1801, no porto de Shimizu, localizado no centro do Japão. A companhia expandiu seus negócios, adaptando-se às mudanças, e agora possui mais de 130 empresas afiliadas. As atividades do grupo incluem uma malha logística que cobre o Japão, América do Norte, Europa e sudeste da Ásia, negociação e venda de energia, produtos alimentícios, construção e manutenção predial, bem como Tecnologia da Informação (TI), desenvolvimento regional, recursos humanos e outros serviços.
Como empresa-cidadã, o Grupo Suzuyo também está envolvido em atividades sociais e financia projetos de educação, cultura e bem-estar, incluindo a gestão de uma universidade científica e tecnológica e o patrocínio de um time de futebol profissional do Japão, o Shimizu S-Pulse.
A Fuji Dream Airlines foi criada em junho de 2008 para ser o braço de transporte aéreo do Grupo. Ao entrar no negócio de aviação, desenvolvendo a conveniência do Aeroporto Monte Fuji Shizuoka, o Grupo Suzuyo contribui para o desenvolvimento econômico de Shizuoka.
Sobre a Família Embraer 170/190 de E-Jets - A família Embraer 170/190 de E-Jets é composta por quatro jatos comerciais com 70 a 122 assentos, fruto de um projeto de engenharia avançado que apresenta desempenho destacado, grande economia operacional, baixo nível de emissão de poluentes e uma ampla cabine.
Os E-Jets têm velocidade de cruzeiro máxima de Mach 0,82, voam a uma altitude de até 12.497 metros (41.000 pés) e possuem alcance de 4.400 km (2.400 milhas náuticas). O alto grau de comunalidade entre as quatro aeronaves – Embraer 170, Embraer 175, Embraer 190 e Embraer 195 – resulta em excepcional redução nos custos de treinamento, manutenção e peças de reposição para os operadores. Outro destaque é o emprego da moderna tecnologia fly-by-wire, que aumenta a segurança operacional e reduz a carga de trabalho dos pilotos e o consumo de combustível.
A família de jatos Embraer 170/190 oferece conforto superior com o projeto da fuselagem em dupla-bolha, que inclui duas entradas principais para passageiros e duas portas de serviço, que minimizam o tempo de permanência em solo. Os E-Jets oferecem muito mais espaço ao passageiro que qualquer outra aeronave de tamanho equivalente.
Perfil
A Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A.) é uma Empresa líder na fabricação de jatos comerciais de até 120 assentos e uma das maiores exportadoras brasileiras. Com sede em São José dos Campos, no Estado de São Paulo, a Empresa mantém escritórios, instalações industriais e oficinas de serviços ao cliente no Brasil, Estados Unidos, França, Portugal, China e Cingapura. Fundada em 1969, a Embraer projeta, desenvolve, fabrica e vende aeronaves para os segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, e Defesa e Governo.
A Empresa também fornece suporte e serviços de pós-vendas a clientes em todo o mundo. Em 31 de janeiro de 2009, a Embraer contava com 21.362 empregados – número que não inclui empregados de suas subsidiárias não-integrais OGMA e HEAI. Em 31 de dezembro de 2008, a carteira de pedidos firmes da Embraer totalizava US$ 20,9 bilhões.

Fonte: Portal Fator Brasil - Foto: Divulgação

AVIÃO DA TAM TEM PROBLEMAS NO TREM DE POUSO AO ATERRISAR NA PARÍBA

Um avião da TAM apresentou problemas no trem de pouso pouco antes de aterrissar no aeroporto Presidente Castro Pinto, em Bayeux (PB), na Região Metropolitana de João Pessoa, na tarde deste sábado (21).
A aeronave chegou a arremeter por duas vezes e, apenas na terceira tentativa de aterrissagem, o trem de pouso conseguiu ser ativado e o Airbus pousou.
O voo JJ 3860 partiu de Brasília com destino a João Pessoa e escala no Recife. Uma das pistas do aeroporto chegou a ser interditada para que fossem feitos reparos no avião. Segundo a Infraero, a aeronave foi depois rebocada para um pátio para manutenção.
Alguns passageiros que embarcariam na mesma aeronave com destino a Brasília foram de carro até o Recife para tentar pegar outro voo. Outros foram encaminhados a hotéis e devem ser embarcados em um voo para Brasília na madrugada de domingo (22).
Fonte: G1



AVIÃO DA TAM ARREMETEU POR INDICAÇÃO TÉCNICA DO PAINEL

Uma "indicação técnica no painel fez com que um avião arremetesse duas vezes na noite de sábado durante os procedimentos de aterrisagem em João Pessoa, na Paraíba, de acordo com a nota oficial divulgada neste domingo pela TAM.
A companhia informou que o pouso do voo JJ 3860 no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, na capital da Paraíba, ocorreu normalmente. Na nota, a TAM enfatizou que "a arremetida é um procedimento comum na aviação civil, realizado para garantir a segurança dos passageiros e tripulantes".
A aeronave foi encaminhada para manutenção, o que provocou o cancelamento do voo JJ 3861 (João Pessoa/ Recife/ Brasília), que seria feito com o mesmo equipamento. Os 117 passageiros receberam a assistência necessária e foram acomodados em outros voos da empresa, de acordo com a companhia aérea.
Fonte:IG

CRISE PÕE EM RISCO PROJETO DE PONTA DA EMBRAER

Não há momento bom para crise, mas este, que determinou as 4.200 demissões de funcionários feitas pela Embraer, não poderia ser pior para a empresa. A Embraer está batalhando parcerias internacionais para o desenvolvimento de um projeto militar ambicioso, o cargueiro e avião tanque C-390. O valor estimado da fase inicial do programa fica entre US$ 500 milhões e US$ 600 milhões.
O presidente da companhia, Frederico Curado, tinha a expectativa de anunciar os acordos ao longo do ano. Na sexta-feira, em São José dos Campos, um executivo ligado à vice-presidência para o mercado de defesa disse ao Estado que "a vida ficaria um pouco mais fácil" se o Comando da Aeronáutica confirmasse suas encomendas desse jato, "já anunciadas, mas não formalizadas".
Esse pacote é coisa de 22 unidades iniciais, ao custo de US$ 1,3 bilhão. A aviação militar precisa reforçar a frota de transporte rápido para atender ao conceito do Plano Estratégico de Defesa, apresentado em dezembro de 2008, que pretende ter Forças Armadas com grande poder de deslocamento.
O ministro da Defesa, Nelson Jobim, revelou a expectativa de receber os aviões a partir de 2015. O C-390 voa a 850 km/hora e leva 19 toneladas de carga útil. Abriga 64 paraquedistas equipados para combate ou 84 soldados de infantaria convencional, além de um arranjo para a retirada de feridos ou doentes em zonas de alto risco.
Um pedido firme da aeronáutica ajudaria a ofensiva comercial da companhia no segmento da nova geração de transportadores médios, um mercado que envolve 700 aeronaves em 77 países e não menos de US$ 13 bilhões em novos negócios. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Fonte: Agência Estado

EMBRAER MIRA RENOVAÇÃO DA FROTA DA AEROLINEAS ARGENTINAS

A Embraer analisa participar da renovação da frota da Aerolineas Argentinas como medida para driblar a crise financeira que também afeta o setor de fabricação de aviões.
Em entrevista ao jornal argentino "Clarín", o novo vice-presidente da empresa para a América Latina, Luis Hamilton Lima, considerou que a região, e particularmente a Argentina, pode ser um dos maiores mercados para os aviões comerciais e até militares da empresa.
"O mundo está em um momento de inflexão e as empresas aéreas não estão fora disso. É óbvio que os diretores revisam a demanda em função das previsões de transporte de passageiros. Os anos de 2009 e 2010 serão de transição na economia mundial", disse.
Porém, Lima vê na crise uma "grande oportunidade" para a Embraer. Segundo ele, a firma conta com o produto ideal para um mercado em retração, já que pode "substituir aeronaves de maior porte e adequar a oferta de assentos à demanda.
"Em países como Argentina, Brasil e México, com grandes distâncias, as companhias aéreas não perderão tráfego doméstico", comentou o diretor da firma, que tem os Estados Unidos como seus maiores clientes - com 60% da produção.
"Neste contexto, a Argentina é muito importante porque a Aerolineas Argentinas deve renovar sua frota de aeronaves na transição ao Governo argentino. Há um potencial de substituição que podemos realizar", explicou.
O Governo argentino reconheceu que manteve contatos com a Embraer desde o ano passado. Ainda há a possibilidade de a firma brasileira abrir uma instalação para fabricar peças na província de Córdoba, no centro da Argentina, com ajuda do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
"A Embraer entra perfeitamente porque nossas aeronaves atendem uma faixa de mercado diferente à da Airbus. É uma faixa de 76 a 120 assentos. Em rotas de alta densidade é melhor um avião com maior capacidade, mas nossos aviões são complementares: permitem aumentar as freqüências onde a demanda é menor", apontou.
Fonte: EFE

sábado, 21 de fevereiro de 2009

POUSO COM RETARDO DAS MANETES

As investigações sobre um pouso duro em Algiers por um A321 da companhia francesa, Aigle Azur, descobriram que o piloto falhou ao retardar as manetes. O piloto antes se queixou que estava desconfortável ao voar na cadeira do co-piloto, do lado direito da cabine.
France’s Bureau d’Enquetes et d’Analyses disse que o piloto - que tinha 1,200 horas na aeronave e 6,200h no total - nunca tinha voado no A321 do lado direito da cabine como co-piloto. E durante a aproximação para a pista 23 ficou se remexendo diversas veses.
Em 1,300ft o piloto disconectou o autopilot mas manteve o auto-thrust acoplado.
Somente após o avião iniciar o flare, três “retard” call-outs soaram em mais ou menos 20ft. Mas as manetes da aeroanve ficaram ainda na posição “climb” em uma razão de descida de 600ftmin. Os spoilers não abriram e a potência aumentou para 50% de N1. O A321 voou por, aproximadamente, 3s, e subiu a uma altura de 7ft, antes do piloto reduzir a manete para “iddle” e ativar os spoilers.
A potência da aeronave estava a 57% de N1 antes de cair. Com a aeronave estava descendo, o piloto aumentou o pitch mas a aeronave pousou com uma VS de 850ft/min e um impacto de 3,3g.
1,5s antes do toque, o pitch da aronave passou do limite de 9,8º e a traseira do avião tocou no solo. O trem de pouso dianteiro só veio a pousar 11s após o segundo do contato do trem principal.


Fonte: FlightGlobal

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

HELICÓPTERO CAI EM AEROPORTO PANAMENHO E MATA 3



Um helicóptero Robinson R44 caiu na quinta-feira (19) no aeroporto Internacional de Tocúmen, no Panamá, matando seus três ocupantes, informaram fontes oficiais.Emissoras de TV mostraram imagens dos corpos das vítimas e destroços da aeronave, que ficaram espalhados numa nova área de estacionamentos do terminal aéreo.Além do capitão Gary Muschette, morreram no acidente os passageiros Arturo Kam Tello e Ramón Ricardo Pérez, que aparentemente voltavam de uma viagem de trabalho.Por conta da queda do helicóptero, as operações no aeroporto de Tocúmen foram temporariamente suspensas.Testemunhas que estavam no local disseram à imprensa local que, antes de cair, o aparelho pegou fogo.

Fonte: Terra - Foto: Reprodução CNN

AVIÃO DE CARGA CAI APÓS DECOLAR E MATA 5 NO EGITO


Autoridades disseram que piloto não realizou manobra como deveria.Avião era um Antonov AN-124, que fazia o trajeto Uganda-Ucrânia.Um avião ucraniano de carga caiu na madrugada (local) desta sexta-feira (20) imediatamente após decolar do aeroporto egípcio de Luxor, matando as cinco pessoas que estavam a bordo, informaram fontes oficiais citadas pela agência de notícias local "Mena".Segundo a agência, o avião, um Antonov AN-124 que fazia o trajeto Uganda-Ucrânia, saiu às 4h18 (23h18 de quinta-feira, 19, em Brasília) do aeroporto de Luxor, a 700 km ao sul do Cairo, onde tinha aterrissado para abastecer.O diretor da autoridade de aviação civil egípcia, Imad Salam, assegurou que "foram tomadas todas as medidas para que o avião pudesse decolar, mas o piloto não conseguiu fazer a manobra como deveria".Segundo ele, por essa razão "o avião caiu a uma distância de 700 metros da pista de decolagem".Fontes asseguraram que já foi criado um comitê de investigação para determinar as causas do acidente do avião, que tinha partido horas antes do aeroporto de Entebbe, em Uganda.
Fonte: EFE via G1

HELICÓPTERO FAZ POUSO FORÇADO PERTO DE USINA NUCLEAR NOS EUA


Um helicóptero McDonnell Douglas 600N fez um pouso forçado próximo à usina nuclear de San Onofre, na Califórnia, na noite de quinta-feira (19). De acordo com a rede de TV americana CNN, três pessoas que estavam a bordo da aeronave ficaram feridas.O helicóptero, obrigado a pousar por problemas no motor, voava do aeroporto de Long Beach, na Califórnia, para o de Brown Field, na San Diego, informaram autoridades.A agência de aviação americana, a Federal Aviation Administration, informou que a aeronave trabalhava na patrulha de fronteiras. O Departamento Nacional de Segurança dos Transportes (NTSF, na sigla em inglês) está investigando o caso.

fonte: Terra

PNEU DE AVIÃO DE ACRGA ESTOURA DURANTE POUSO EM PORTO ALEGRE


Incidente ocorreu nesta manhã, no Aeroporto Salgado Filho.Segundo Infraero, ninguém ficou ferido.
Aeronave da empresa de cargas Total foi retirado para a lateral da pista.Um pneu de um Boeing 727-200 de carga da empresa Total estourou durante o pouso no Aeroporto Internacional Salgado Filho, na Zona Norte, às 6h03min de hoje (20). A aeronave levava correspondências e a tripulação era formada por três pessoas. Ninguém se feriu.Depois de o pneu estourar — da roda esquerda traseira —, o avião, que havia partido de Guarulhos (SP), foi retirado para a lateral da pista. No local, a carga foi retirada. O motivo do problema é desconhecido e será investigado.O incidente não atrapalhou os demais pousos e as decolagens, conforme a Infraero. O aeroporto funcionava normalmente na manhã de hoje.

Fonte: Zerohora.com - Foto: Ronaldo Bernardi

TAP INTENSIFICA NEGOCIAÇÕES COM GOVERNO ANGOLANO

Transportadora quer ser parceira em Angola. A TAP está a tentar reforçar a operação em Angola. Depois da carta enviada ao Governo local, manifestando disponibilidade para prestar serviços à TAAG, Fernando Pinto, presidente da companhia de aviação portuguesa, reuniu-se com os seus congéneres para "fortalecer as relações bilaterais".De acordo com um comunicado da TAAG, que foi recentemente reestruturada e viu o seu conselho de administração ser demitido devido aos maus resultados financeiros e ao facto de continuar na lista negra da Comissão Europeia (que a impede de voar na Europa), "uma delegação de alto nível da TAP Portugal, chefiada pelo seu presidente, Fernando Pinto, reuniu-se nos dias 17 e 18 de Fevereiro, com o corpo directivo" da transportadora angolana.Nessa reunião, ocorrida em Luanda, foi discutido "o fortalecimento das relações bilaterais entre as duas congéneres", acrescenta o documento.Refere-se ainda que, durante o encontro, se "efectuou a identificação extensiva dos possíveis campos de cooperação, nomeadamente nas áreas de formação, bem como em eventuais parcerias nos projectos de criação do Centro de Manutenção Aeronáutica de Angola, Centro de Formação Aeronáutica, Central de Carga Aérea e outros projectos de serviços auxiliares aeronáuticos".A atenção dada a estes projectos vem no seguimento da aproximação da TAP à companhia de aviação angolana no início deste ano. Como o "Público" noticiou nessa altura, a transportadora portuguesa enviou uma carta ao Governo local, manifestando interesse em firmar parcerias com a TAAG, no âmbito da certificação, da manutenção e do handling.O comunicado diz ainda que "todos os participantes foram unânimes em reconhecer que o diálogo franco foi muito produtivo, augurando um futuro promissor para as relações entre as duas companhias".
Fonte: Público.pt

AZUL BATIZA SUAS DUAS NOVAS AERONAVES

As duas novas aeronaves Embraer 190 da Azul Linhas Aéreas Brasileiras já foram batizadas e receberam os nomes "Azul Paulista" (prefixo PR-AZB) e "Céu Azul" (prefixo PR-AZC). A companhia agora conta com uma frota de sete aeronaves, todas fabricadas pela Embraer, três do modelo 195, com capacidade para 118 passageiros, e quatro 190, para 106 passageiros.As demais aeronaves da Azul: "O Rio de Janeiro continua Azul", depois "Azulville", em homenagem à sede da empresa em Alphaville, "Azul é Brasil", "Tudo Azul" e "A Liberdade é Azul."Ao todo a empresa já encomendou 40 aeronaves Embraer, e foi feita a opção de compra para outras 36. Ao longo de 2009, a Azul vai receber um novo avião por mês, chegando a 14 aeronaves em dezembro.
Fonte: Mercado & Eventos

ANAC AUTORIZA NOVOS VOOS DA TAM PARA CHILE E URUGUAI

A TAM passará a oferecer no início de março mais um voo diário entre Brasil e Chile. A nova frequência será operada pela Lan Airlines entre Santiago do Chile e o Rio de Janeiro (aeroporto Antonio Carlos Jobim/Galeão). A operação foi aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) na semana passada.A Anac concedeu ainda mais sete frequências semanais entre o Brasil e o Chile para a TAM. "Com esta decisão, a TAM - que já opera voos diários para o Chile utilizando o B777-300 de 365 assentos - terá oportunidade de oferecer mais sete serviços semanais, ampliando o número de opções aos usuários", afirma o vice-presidente comercial e planejamento da TAM, Paulo Castello Branco.Outra decisão tomada pela agência foi a autorização para a TAM operar 14 frequências semanais para voos regulares mistos de longo curso entre o Brasil e o Uruguai. A TAM já voa diariamente para Montevidéu desde 2007. Castello Branco afirma que as novas frequências autorizadas permitirão o início de um segundo serviço diário para a capital uruguaia."Vale destacar que estas 14 novas frequências são de longo curso, o que possibilitará à TAM comercializar no mercado uruguaio passagens para Estados Unidos e Europa passando pelo Brasil", destaca o executivo. A implementação destas novas frequências se dará em seis meses.A agência aprovou também que a Lan Peru ofereça assentos nos voos operados pela TAM diariamente entre São Paulo e Lima, capital peruana. "Esta nova fase da parceria entre TAM e Lan facilita também à empresa peruana oferecer mais destinos dentro do Brasil, em voos operados pela TAM: a partir de São Paulo voando para Brasília, Recife, Fortaleza, Natal e Maceió", diz o executivo.
Fonte: Agência Estado

BOEING PROPÕES À PRODUZIR CAÇA SUPERSÔNICO EM SÃO PAULO


De caráter sigiloso, a oferta ainda está em negociação e pode abranger uma parceria na construção do cargueiro a jato C-390; FAB vai testar aviões em abril.
A norte-americana Boeing propôs à FAB construir os caças supersônicos F-18 Super Hornet no Brasil. Segundo a Folha apurou, a linha de montagem do avião de combate seria instalada na fábrica da Embraer no município de Gavião Peixoto, interior de São Paulo.A oferta sigilosa está em negociação e poderá abranger parceria na construção da fuselagem do cargueiro a jato C-390 - ousado projeto militar da Embraer, que ontem anunciou a demissão de 4,3 mil funcionários. A companhia não comentou a proposta, mas disse que o F-X2 poderá agregar tecnologia à indústria aeronáutica.A Boeing é a primeira finalista a propor a montagem dos aviões. A francesa Dassault (Rafale) e a sueca Saab (Gripen NG) cogitaram, mas não concretizaram a oferta. A fabricação no Brasil está condicionada ao volume da encomenda. Sem entrar na questão, Chris Chadwick, presidente da Boeing Military Aircraft, disse à Folha que o pacote de "off set" é "robusto e poderá beneficiar até 60 empresas brasileiras".A FAB informou à reportagem que a partir do mês abril fará visitas aos concorrentes para testar os caças.Paralelamente, o governo de Barack Obama entrou na articulação para aumentar as chances da Boeing. Número um para a América Latina no Departamento de Estado, Thomas Shannon defendeu o negócio como ponto de inflexão na cooperação militar."É a oportunidade para uma aliança ampla, que garanta a modernização das Forças Armadas brasileiras", disse à imprensa em reunião organizada pela Boeing. Shannon afirmou que as decisões sobre transferência tecnológica serão tomadas "caso a caso" e não garantiu a abertura dos códigos fontes, exigência da FAB para integrar ao caça mísseis nacionais.
Fonte: Folha Online

AIRBUS CORTA PRODUÇÃO, MAS DESCARTA IMPACTO NOS EMPREGOS

A Airbus vai reduzir seus níveis de produção para a família de aeronaves A320 e reavaliar o cronograma planejado para a produção de modelos A330/A340, enquanto a crise financeira global torna as companhias aéreas mais cautelosas nos pedidos de novas aeronaves.A Airbus, parte da companhia aeroespacial europeia EADS, informou nesta quinta-feira que não descarta novos cortes de produção no futuro.A produção da família A320 poderá ser reduzida de 36 para 34 unidades por mês, enquanto os níveis de produção dos A330/340 deverão permanecer em 8,5 por mês, e não crescer, como anteriormente planejado.Os objetivos de entrega de aviões deste ano permanecem inalterados e a Airbus informa que as mudanças não irão afetar os postos de trabalho."Esta decisão reflete a atual visão da Airbus sobre a demanda do mercado em tempos de adaptação das companhias aéreas às suas capacidades e às contínuas incertezas causadas pela crise econômica mundial", disse a empresa, em um comunicado.A Airbus planeja entregar um número similar de aeronaves este ano em relação ao do ano passado, quando entregou 483 aviões, um recorde para a empresa.
fonte: Reuters

FORTE TURBULÊNCIA DEIXA 32 FERIDOS EM VOO NO JAPÃO

Pelo menos 32 pessoas ficaram feridas hoje, duas delas em estado grave, ao enfrentarem forte turbulência a bordo de um avião da Northwest Airlines que sobrevoava o Japão antes de aterrissar no aeroporto de Narita, que serva a Tóquio.Segundo o departamento de bombeiros, citado pela agência de notícias local "Kyodo", 30 pessoas apresentaram ferimentos leves e outras duas, graves.A aterrissagem do Boeing 747-400 da Northwest Airlines, procedente de Manila, aconteceu perto das 12h19 (0h19 de Brasília), segundo o Ministério de Infraestrutura, Transporte e Turismo do Japão.O voo, que levava 408 passageiros e 14 tripulantes, enfrentou fortes turbulências quando esperava a autorização para aterrissar em Narita.Segundo a companhia aérea americana, o sinal luminoso que pede que os passageiros coloquem o cinto de segurança estava aceso no momento das turbulências.Uma passageira americana de 55 anos que viajava no avião disse à agência local de notícias que escutou gritos quando começaram as turbulências, cerca de meia hora antes da aterrissagem.A passageira explicou que o aeronave teve uma queda brusca, seguida de uma subida que fez com que as pessoas que estavam sem cinto de segurança fossem jogadas contra o teto.Segundo outras fontes ministeriais citadas pela "Kyodo", dez pessoas ficaram feridas com gravidade e 16 apresentaram ferimentos leves no acidente.Masashi Takahashi, porta-voz do aeroporto de Narita, em Tóquio, adiantou que "a turbulência foi sentida 25 a 30 minutos antes da aterragem, quando se acendeu a luz de apertar os cintos".
Fontes: EFE via G1

AEROPORTO DE BUFFALO TEVE PROBLEMAS ANTES DE ACIDENTE, DIZ CNN

Uma companhia aérea americana advertiu a seus pilotos sobre problemas no aeroporto de Buffalo, no estado de Nova York, uma semana antes de 12 de fevereiro, quando um avião da Continental caiu na região, informou hoje a rede de TV "CNN".O alerta foi feito pela Southwest Airlines, que afirmou que havia problemas com os instrumentos de aproximação do aeroporto, que devem mostrar aos pilotos em suas telas de cabine a pista de pouso quando a visibilidade é pouca.Segundo disse então a empresa aérea, os pilotos poderiam enfrentar problemas ligados aos ventos e à perda de velocidade.Como fontes, a "CNN" citou declarações de uma porta-voz da Southwest Airlines, que assinalou que os problemas foram devido a uma interferência na transmissão de sinais no final da pista 23 do aeroporto de Buffalo.Segundo do canal americano, o problema alteraria dados sobre a altura em que o avião se encontra no momento da aproximação da pista ou da decolagem.A Administração Federal de Aviação (FAA) americana já se manifestou, afirmando ser muito pouco provável que exista uma relação entre esse problema e o acidente.Segundo dados recolhidos junto à caixa-preta, o avião caiu devido a uma súbita perda de velocidade.O acidente com o voo 3407 da Continental custou a vida das 49 pessoas a bordo e de uma outra, atingida em terra pela aeronave.
Fonte: EFE via G1

VOO DA GOL TEM DECOLAGEM ABORTADA EM SÃO LUÍS

Quem estava no aeroporto Marechal Cunha Machado na madrugada de ontem (19), em São Luís, no Maranhão, passou por um susto: um voo da Gol, com destino a Fortaleza e Brasília, teve a decolagem abortada por causa da fumaça que invadiu a aeronave depois de um problema no ar condicionado do avião.O Boeing permanece no pátio do aeroporto e, segundo a Assessoria de Comunicação da Gol, todos os passageiros foram atendidos de acordo com as normas e recomendações da Anac.Os passageiros seguiram viagem em outro voo, que saiu de São Luís às 2h da tarde.
Fonte: Imirante.com (MA)

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

IRÃ DIZ TER CONSTRUÍDO AVIÃO DE VIGILÂNCIA NÃO-TRIPULADO


O vice-ministro de Defesa iraniano, Ahmad Vahidi, afirmou nesta quarta-feira que Teerã construiu um avião de vigilância não-tripulado com um alcance de mais de mil quilômetros.O vice-ministro não quis dar maiores detalhes, segundo a agência de notícias Fars, mas afirmou que o desenvolvimento desta tecnologia era uma "conquista importante".Irã já afirmou outras vezes ter construído aviões não-tripulados, uma tecnologia que implementa não apenas a capacidade de defesa do país, como também o alcance de seus ataques --sem o risco para soldados iranianos.Esta, contudo, é a primeira vez que um funcionário de alto escalão do governo afirma que a tecnologia foi construída. Segundo o alcance do avião, estipulado por Vahidi, a aeronave poderia alcançar solo israelense, considerado o principal inimigo do Irã na região.O Irã iniciou seu programa de desenvolvimento de armas durante a guerra entre 1980 e 1988 com o vizinho Iraque, em retaliação a um embargo de armas imposto pelos Estados unidos. Desde 1992, o Irã disse já ter produzido seus próprios jatos militares, torpedos, mísseis antirradar, tanques e veículos blindados.Recentemente, o Irã afirmou ter colocado um satélite de fabricação própria em órbita, com a ajuda do foguete Safir-2. Segundo Teerã, o satélite foi lançado "puramente para fins pacíficos" e todas as nações devem se beneficiar da tecnologia.Caso seja confirmada a entrada em órbita do satélite, batizado de Omid, o Irã será o segundo país da região, depois de Israel, com capacidade para lançar satélites.O alarme pelo lançamento de um satélite do Irã dominou as primeiras reuniões de Hillary Clinton como secretária de Estado americana, e Washington teme que com essa tecnologia Teerã desenvolva mísseis de longo alcance.

Fonte: Gazeta do Sul

EMBRAER ANUNCIA MAIS DE 4 MILDEMISSÕES POR CONTA DA CRISE


Fabricante diz que impacto da crise é forte sobre o setor aéreo.Segundo nota, 90% do faturamento da receita vêm do mercado externo.A fabricante de aeronaves Embraer divulgou comunicado nesta quinta-feira (19) informando que, em decorrência da "crise sem precedentes que afeta a economia global", está reduzindo seu quadro de 21.362 empregados em 20%, o que acarretará mais de 4 mil demissões.Segundo a nota da empresa com sede em São José dos Campos (SP), as áreas operacional, administrativa e de liderança, incluindo a eliminação de um nível hierárquico na estrutura gerencial, estão entre as afetadas.A assessoria de imprensa da companhia afirmou não poder informar qual o número exato cortado e nem a modalidade das demissões - se diretas ou por meio de planos de incentivo, como um Programa de Demissões Voluntárias (PDV). Caso a conta de 20% do quadro seja exata, o número de vagas fechadas soma 4,27 mil.Entretanto, um comunicado interno da empresa divulgado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos afirma que "20% de nossas pessoas estão nos deixando neste momento", o que evidenciaria que os cortes já foram feitos. De acordo com o sindicato, a sede principal da empresa, no interior paulista, tinha cerca de 16 mil funcionários antes do anúncio desta redução.Mercado externoA companhia afirmou que, apesar de estar sediada no Brasil, mais de 90% de seu faturamento é provenienete do mercado externo. Por isso, a empresa não se beneficiaria da maior força que o mercado nacional vem mostrando diante da crise financeira internacional.Em comunicado, a empresa afirmou que, em virtude do cenário que se apresenta, a Embraer reviu suas estimativas para 2009. A empesa estima entregar 242 aeronaves no período, com uma receita prevista de US$ 5,5 bilhões. A estimativa de investimentos também foi revisada, e agora é de US$ 350 milhões para o ano.PerfilFundada em 1969, a companhia com sede no Brasil também tem operações em países como Estados Unidos, França, Portugal, China e Cingapura. A companhia desenvolve aeronaves comerciais, executivas e de defesa. A carteira de pedidos firmes da Embraer somava US$ 20,9 bilhões ao fim de 2008.
Fonte: G1

ANAC INTENSIFICARÁ FISCALIZAÇÃO MAS NÃO FARÁ ESQUEMA ESPECIAL EM AEROPORTOS NO FERIADO

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), prevendo tranquilidade nos aeroportos durante o carnaval, não programou qualquer operação especial para o feriado. Ainda assim, mesmo sem ampliar o número de funcionários de serviço, a agência promete intensificar a fiscalização e, assim, tentar evitar problemas como atrasos e a prática do overbooking (venda de passagens além da capacidade do vôo).Segundo a assessoria do órgão, a diretoria decidiu não implementar esquemas especiais por não esperar aumento significativo no movimento de passageiros. Em 2008, a Anac realizou a Operação Carnaval e, em 2007, apenas intensificou o trabalho de fiscalização.Além disso, a agência alega que os atrasos e cancelamentos de vôos vêm caindo nos últimos tempos. Questionada sobre os atrasos registrados no fim de 2008, a assessoria afirmou se tratar de problemas operacionais da empresa Gol.Já a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) irá reforçar as equipes dos aeroportos mais movimentados durantes os dias e horários de pico. Segundo o superintendente de operações da estatal, Marçal Goulart, a empresa adequou-se para atender a um aumento de usuários de até 7%. A estimativa, segundo o próprio Goulart, é alta, “justamente para que não sejamos pegos de surpresa”.“Todos os equipamentos prioritários ao atendimento de passageiros e para as companhias aéreas ficarão sob uma supervisão diferenciada durante esse período”, afirmou Goulart à Agência Brasil. “Durante os horários de pico, as equipes de trabalho contarão com reforços, elevando em até 20% a quantidade de funcionários de serviço. A empresa pagará horas extras e reduzirá as folgas, compensando-as em outros dias.”De acordo com o superintendente, a colaboração de quem vai viajar também é importante para a normalidade das operações. “O conhecimento e o cumprimento das regras facilitam muito o fluxo operacional. Os passageiros têm que colaborar. Eles precisam se apresentar [para o check-in] com no mínimo duas horas de antecedência; identificar suas bagagens e atentar para as questões de segurança. A partir do momento em que todos esses requisitos são atendidos, o usuário não fica desnecessariamente parado no raio-x.”Mesmo assim, Goulart destaca que a Infraero, sozinha, não pode evitar transtornos, já que a estatal é responsável apenas pela administração dos aeroportos. “Dependemos de diversos fatores. Dependemos da pontualidade das empresas e de que as condições climáticas não impossibilitem as operações. O setor aéreo funciona como uma grande malha. Se qualquer elo é quebrado, principalmente nos grandes centros, todo o resto é prejudicado”.Por razões estratégicas, as empresas aéreas resistem a divulgar detalhes sobre suas operações. Mesmo assim, procuradas pela reportagem, TAM, Gol, Varig e Azul indicaram estar satisfeitas com as vendas de passagens para o período.Segundo o presidente da Azul, Pedro Janot, vôos para destinos muito procurados pelos carnavalescos, como Salvador (BA) e Recife (PE), estão praticamente esgotados. A empresa, que opera desde o início deste ano, não teme problemas durante seu primeiro carnaval, já que as operações estão centradas no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), e não, como as das demais empresas, em aeroportos quase saturados como o Galeão (RJ); Congonhas (SP) e Brasília.Já a assessoria da TAM informou que devido à forte procura e ao número de reservas feitas com antecedência, a companhia disponibilizou, desde ontem (18), 20 vôos extras partindo dos aeroportos de Guarulhos (SP), Viracopos, Galeão, Brasília e Confins (Belo Horizonte, MG) para cidades como Salvador, Porto Seguro (BA) e Recife. Também foram programados vôos extras de retorno a partir da Quarta-Feira de Cinzas (25) e no dia 2 de março.
Fonte: Alex Rodrigues (Agência Brasil)

BRA DEVE VOLTAR A VOAR DEPOIS DO CARNAVAL

A BRA deve voltar a voar após o Carnaval. A empresa, que está em recuperação judicial e não voa desde novembro de 2007, foi aprovada hoje no voo de certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A empresa estava com o Certificado de Homologação de Transporte Aéreo (Cheta) suspenso e, com a aprovação no voo de certificação, essa suspensão deve ser revogada nos próximos dias. O plano da companhia, porém, prevê a retomada das operações apenas com voos de fretamento. A empresa não tem planos de competir no mercado de voos regulares.Quando entrou com pedido de recuperação judicial em dezembro de 2007, a BRA tinha uma dívida de R$ 220 milhões, a maior parte com instituições financeiras. Ao aprovar o plano de recuperação, em setembro do ano passado, os credores concordaram com descontos de 50%a 70% na dívida.
Fonte: Agência Estado

PILOTOS DEVEM COMPROVAR PROFICIÊNCIA EM INGLÊS A PARTIR DE MARÇO

A partir do dia 05 de março todos os pilotos brasileiros que desejarem voar para o exterior deverão apresentar em suas habilitações a proficiência linguística em inglês, no mínimo no nível 4 (o máximo é o nível 6), certificada pela Agência Nacional de Aviação Civil – Anac. A exigência é uma determinação da Organização da Aviação Civil Internacional (Oaci) a ser cumprida por todos os países signatários.

O teste "Santos Dumont English Assessment" é composto de duas fases: o Pre-Test e o Proficiency Test, conforme recomendado pela Oaci. Em ambos, as questões são relacionadas ao universo da aviação civil e as comunicações radiotelefônicas entre pilotos de aeronaves, controladores de tráfego aéreo e operadores de estações aeronáuticas. As habilidades avaliadas são pronúncia, estrutura gramatical, vocabulário, fluência, compreensão e interação.

O Pre-Test constitui-se de duas partes: a compreensão oral e a compreensão escrita. O candidato necessita de no mínimo 70% de acertos em cada parte para ser aprovado e proceder ao Proficiency Test.

Atualmente, 4.137 pilotos brasileiros já são habilitados no nível 4 ou superior. Para fazerem o teste e obterem o certificado, os pilotos podem procurar as gerências regionais da Anac ou as escolas credenciadas.

Fonte: Mercado & Eventos

LAN É A COMPANHIA AÉREA PREFERIDA PELOS PASSAGEIROS DE NEGÓCIOS NA AMÉRICA LATINA

De acordo com o ranking publicado pela revista América Economia, a LAN foi escolhida como a preferida pelos passageiros de negócios que viajam na América Latina.A LAN, que obteve o primeiro lugar com 38% da preferência, também foi eleita a melhor empresa aérea por seus assentos nas classes Executiva e Econômica e liderou nos items de melhor pontualidade, atenção e menu a bordo e melhor carta de vinhos/licores.Na edição especial, denominada Viajeros 2009, a América Economia publicou os resultados da pesquisa online que foi respondida por 1.422 executivos de toda a região. A revista informa que toda viagem de negócios começa e termina no aeroporto, em uma companhia aérea, portanto, a análise revê as preferências dos executivos no momento de iniciar a viagem.Para Armando Valdivieso, Gerente-Geral de Passageiros da LAN, “é uma honra receber este importante reconhecimento de experimentados passageiros de negócios de nível internacional que viajam pela região. Continuaremos trabalhando para oferecer sempre um produto de excelência com os mais elevados níveis de segurança da indústria aérea mundial”.
Fonte: Aviação Brasil

AIRBUS REDUZIRÁ PRODUÇÃO DE AVIÕES A320 A PARTIR DE OUTUBRO

O fabricante aeronáutico Airbus anunciou hoje que reduzirá a produção de aparelhos A320 a partir do mês de outubro e que não aumentará a dos aviões da família A330 e A340.Esta decisão não terá "nenhum impacto sobre o quadro de funcionários", afirma o consórcio em comunicado. O presidente da Airbus, Tom Enders, disse que não descarta "reduzir ainda mais o ritmo de produção se for necessário"."A Airbus adapta atualmente o ritmo de produção de sua família A320, que passará de 36 para 24 aparatos, a partir de outubro de 2009", afirmou o fabricante."A produção da família A330/340 se manterá ao nível atual de 8,5 aparelhos por mês e não será objeto de um aumento suplementar, previsto inicialmente", conclui o comunicado.
Fonte: EFE

POLÍCIA FECHA RÁDIO PIRATA QUE INTERFERIA NO AEROPORTO DE CUMBICA

Estúdio funcionava a menos de 3 km do maior terminal aéreo do país. Sinal interferia na comunicação entre aviões e a torre de controle. Uma operação da Polícia Civil de São Paulo tirou do ar nesta quinta-feira (19) uma rádio pirata que interferia no trabalho dos controladores de vôo do aeroporto de Guarulhos, o mais movimentado do país.Também foi fechada nesta quinta-feira uma rádio que funcionava dentro da Unicamp. A universidade não quis comentar o fato. A Anatel informou que a fiscalização das rádios piratas é constante. O telefone para denunciar é 133.Em Guarulhos, Durante duas semanas a reportagem gravou como a interferência dessas rádios atrapalha na comunicação entre os pilotos e a torre de controle dos principais aeroportos do país. Durante um dos diálogos, quando a rádio transmitia um funk, o piloto chega até a comentar sobre a escolha das músicas.Os pilotos identificam a frequência da rádio que está interferindo e comunicam a torre. Os pilotos reclamam do problema que coloca em risco a segurança de milhares de pessoas.Nesta quinta, a ação da polícia foi simultânea em dois locais onde a rádio funcionava. Um grupo de investigadores entrou em um sobrado onde funcionava a torre de transmissão. Era um imóvel alugado pelo dono da rádio pirata. O dono da casa diz que recebia R$ 200 de aluguel.Outros policiais foram para o estúdio. A investigação mostrou que a programação era transmitida de outro lugar, uma casa com câmera de monitoramento e com portão de ferro trancado. A rádio estava no ar logo cedo.Mas, assim que os policiais bateram no portão, a rádio saiu do ar. Dentro da casa estava apenas um rapaz que se recusou a abrir a porta. Segundo a polícia, esta era apenas uma das várias rádios piratas que interferem na comunicação entre aviões e aeroporto.ProximidadeOs aviões passam sobre a rádio pirata quando estão estão prestes a pousar. A programação era transmitida de uma casa que fica a menos de 3 km do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos.De acordo com Agência Nacional de Telecomunicações, em 2008 foram fechadas em 1.252 rádios piratas em todo o país.
Fonte: G1

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

BOMBA EXPLODE EM AVIÃO DA POLÍCIA NA COLÔMBIA

Pelo menos oito pessoas ficaram feridas nesta quarta-feira na explosão acidental de uma bomba de gás lacrimogêneo no interior de um avião da polícia, na Colômbia.
O general Dagoberto Rodríguez, comandante da polícia de Medellín, contou à imprensa que a explosão, que partiu em dois o avião da corporação, aconteceu no aeroporto de Medellín.
Segundo o oficial, a aeronave iria transportar 27 agentes do Batalhão de Choque ao departamento de Chocó, onde amanhã está prevista uma greve.
A explosão aconteceu às 15h10 (17h10 de Brasília). Para investigar o ocorrido, foram enviados a Medellín os generais Guillermo Aranda e Álvaro Caro Meléndez, inspetor e diretor antinarcóticos, respectivamente.
"Segundo as primeiras avaliações médicas, quatro dos feridos, que foram enviados para a Policlínica de Medellín e para a Clínica das Américas, apresentam ferimentos consideráveis, ao passo que outros quatro só apresentaram sintomas de atordoamento", contou o general Rodríguez.
O acidente causou a suspensão temporária das operações no terminal aéreo.
fonte: terra/efe

BOGOTÁ - Os cinco ocupantes de um avião AC-47 da Força Aérea Colombiana morreram nesta quarta-feira devido à queda da aeronave durante uma missão de treinamento no município de La Dorada, Departamento de Caldas, no centro do país, disseram autoridades militares.
A aeronave, modernizada e adaptada para fins de espionagem e ataque com equipamentos de alta tecnologia, decolou da base de Palanquero, perto da localidade de Puerto Salgar, Departamento de Cundinamarca.
Investigadores foram enviados ao local do acidente para tentar determinar a causa do acidente, segundo nota da Força Aérea. O avião ficou completamente destruído.
O comandante da Força Aérea, brigadeiro Jorge Ballesteros, descartou a hipótese de um ataque ou sabotagem da guerrilha Farc.
"Descartamos que pessoas que não deveriam ter acesso ao avião possam ter tido. O avião estava fazendo treinamento em uma área restrita e controlada", disse ele a jornalistas.

fonte: Abril/Reuters

HELICÓPTERO COM 18 PESSOAS A BORDO CAI NA COSTA DA ESCÓCIA


Um helicóptero modelo Super Puma com 18 pessoas a bordo caiu no Mar do Norte, a pouco mais de 190 km da cidade escocesa de Aberdeen, nesta quarta-feira. As informações são da CNN.
Segundo a BBC, todos os ocupantes do helicóptero foram resgatados e nenhum deles se feriu no incidente.
O aparelho fez essa manobra forçada quando se dirigia a uma instalação petrolífera marinha, pouco antes das 16h (de Brasília). Segundo a BBC, que cita como fonte a Guarda Costeira britânica, dois tripulantes e 16 passageiros viajavam no aparelho.
Um porta-voz do Ministério da Defesa do Reino Unido afirmou que "este foi um incidente civil, mas que está recebendo o auxílio" da pasta.
Vários helicópteros da Força Aérea Britânica (Royal Air Force, RAF) foram enviados à região para auxiliar nos trabalhos de resgate, acrescentou o porta-voz.
fonte: EFE.

QUEDA DE HELICÓPTERO MATA 14 PESSOAS NO CHILE


Região do acidente é de difícil acesso. A queda de um helicóptero em Chanco, 440 quilômetros ao sul de Santiago, causou a morte de 14 pessoas, informou o jornal El Mercurio. O acidente aconteceu por volta de 17h (de Brasília) de domingo (15), quando funcionários da Celco foram ao setor de La Vega para combater os incêndios que afetam a região. A confirmação foi feita pela intendente interina região de Maule, María del Carmen Pérez, e pelo promotor de Cauquenes, Héctor de la Fuente.Pérez afirmou não ter informações sobre os mortos, mas explicou que membros das equipes de Bombeiros e Carabineiros e o encarregado de emergência regional foram ao local do acidente, que é de difícil acesso. Em entrevista à Radio Cooperativa, o diretor interino da Corporação Nacional Florestal (Conaf) em Maule, Dante Bravo, assegurou que os brigadistas deviam ter "entre 18 e 30 anos", e "muitos deles eram pais de família".Bravo afirma que os mortos estavam combatendo desde sexta-feira um incêndio florestal de 310 hectares que afetava vários prédios de diferentes empresas, entre elas a Celco, tarefa na qual trabalhava um total de 96 pessoas com dois helicópteros.— Ao fim do dia, (o helicóptero) aparentemente caiu em algum setor das colinas — explicou Bravo.O helicóptero era o Bell UH-1H Iroquois (205) da Flight Service Helicopteros.
Fontes: EFE / ASN

ACIDENTE DE HELICÓPTERO DE RESGATE MATA 2 NA POLÔNIA


Duas pessoas morreram e outra ficou gravemente ferida devido à queda hoje (17) do helicóptero Mi-2 Plus, prefixo SP-SXF, registrado para Polish Medical Air Rescue, que estava indo socorrer os feridos em uma colisão registrada em uma estrada da região polonesa de Silésia, atingida pelo mau tempo.As condições meteorológicas adversas, com fortes nevascas, podem ter sido a causa que o aparelho tenha caído nas cercanias da localidade de Budziszow Wielki, no sudoeste da Polônia, segundo as primeiras informações.A pessoa que ficou ferida conseguir avisar sobre o acidente e notificar a posição, o que permitiu uma rápida reação dos serviços de emergência locais.O aparelho voava para ajudar os feridos em um acidente na estrada na região de Silésia, no qual foram envolvidos vários veículos e nove pessoas ficaram feridas, entre elas uma mulher grávida.O gelo e a neve foram as causas desta batida múltipla que envolveu carros, caminhões e um ônibus.
Fontes: EFE / ASN

AERPORTO DE GUARAPUAVA VOLTARÁ A TER VOOS REGULARES PARA CURITIBA EM MARÇO

A companhia aérea NHT operará com aeronave de 19 lugares, que realizará um voo de ida e um de retorno de Curitiba de segunda a sexta-feiraA partir do dia 2 de março, o Aeroporto Tancredo Thomaz de Faria, localizado em Guarapuava, na região Central do Paraná, voltará a ter voos regulares, com serviços prestados pela companhia aérea NHT. O anúncio será feito nesta terça-feira (17) pelo deputado estadual Fernando Carli Filho em reunião com políticos e empresários da região. A princípio, o terminal contará, diariamente, com um voo de ida e um de retorno do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.Há cerca de dez anos o Aeroporto de Guarapuava deixou de realizar voos regulares. A implantação de uma linha aérea na cidade foi resultado de um movimento formado por lideranças políticas da região, incluindo prefeitos, vereadores e dirigentes empresariais e comunitários.A NHT deverá operar com uma aeronave de 19 lugares, que sairá de Curitiba, de segunda a sexta-feira, às 12h15, com previsão de chegada em Guarapuava às 13h09. O retorno à Curitiba ocorrerá, também em dias úteis, às 13h29, com chegada às 14h23. A tarifa inicial está prevista em R$ 209,00. O Aeroporto de Guarapuava fica no km 342 da BR-277.
Fonte: Gazeta do Povo

QUEDA DE AVIÃO EM NY É INVESTIGADA COM CAUTELA

Os investigadores perguntarão aos pilotos quanta neve eles viram ao voar pela área de Buffalo na noite de quinta-feira, mais ou menos no momento em que um vôo que partiu de Newark caiu, matando 50 pessoas, mas um membro do Conselho Nacional de Segurança nos Transportes (NTSB) dos Estados Unidos instou "cautela quanto a conclusões apressadas de que o gelo causou a queda".De fato, algumas das informações que costumam surgir depois de acidentes causado por gelo - como informações de outros pilotos sobre problemas de congelamento em seus aviões, ou comentários a respeito de congelamento de superfícies de controle nas comunicações do avião que caiu - não surgiram até o momento durante a investigação sobre a queda do voo 3.407 da Continental Connection.O avião que caiu, um bimotor a hélice Bombardier Dash 8 Q400, atingiu uma casa em Clarence Center, Nova York, causando a morte das 49 pessoas que estavam a bordo e de um homem que estava na casa.Houve informações de que havia congelamento moderado na área, disse Steven Chealander, do NTSB. Mas outro aparelho regional da Continental Airlines - também um Dash 8 Q400 - voou a mesma rota do voo 3.407, de Newark a Buffalo, apenas 27 minutos mais tarde e concluiu a viagem sem incidentes, ele disse.Havia equipes procurando pedaços do avião na segunda-feira, e não fosse a presença dos policiais e de flores deixados ali em homenagem às vítimas, o local poderia confundido com um canteiro de obras. Mas o equipamento pesado foi desligado por algum tempo e os trabalhadores suspenderam seus esforços enquanto alguns familiares de vítimas chegavam de ônibus para ver o local pela primeira vez."Nós suspendemos o nosso trabalho", diz Chealander, "para permitir que eles prestassem sua homenagem às pessoas que perderam. Não posso dizer mais que isso. Foi um momento privado, para eles, e não o descreveria de outra maneira".Sempre que um avião a hélice cai no inverno, o congelamento se torna causa provável imediatamente. Engenheiros, pilotos, controladores de tráfego aéreo e outros especialistas sabem há anos que o gelo pode causar problemas graves a um avião porque altera o fluxo de ar pela forma finamente esculpida do aparelho.Aparelhos como o Dash 8 contam com um revestimento pneumático feito de um material semelhante à borracha que se infla e desinfla para romper o gelo acumulado nos bordos de ataque das asas. Mas há ocasiões em que gotas de chuva ou gelo podem escapar a esse sistema e começar a se acumular no tipo da asa, uma área desprotegida pelo sistema. Em 1994, um ATR-72 caiu em Roselawn, Indiana, por conta do congelamento de superfícies que ajudaram a criar um vácuo parcial por trás delas, levando o avião a perder a sustentação.Uma das dificuldades de voar em nevascas é que a tripulação precisa decidir se existe gelo na cauda - invisível da cabine de pilotagem - ou nas asas. A correção adotada pelo piloto para o gelo nas asas pode agravar o problema gerado por gelo na causa. As pistas são muito sutis; por exemplo, gelo nas asas pode fazer o avião oscilar, mas gelo na cauda pode fazer com que os controles oscilem.Em um vídeo que a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa) produziu para instrução de pilotos em 1997, William Rieke, piloto e pesquisador do Centro Lewis de Pesquisa da Nasa, em Cleveland, alerta que, se o gelo causou estol aerodinâmico da cauda e o piloto o confunde com estol das asas, "você e seus passageiros podem sofrer as consequências"."Lembre-se de que você tem muito pouco tempo para diagnosticar corretamente o problema e tomar medidas corretivas", aconselha o vídeo.Apontar o nariz para baixo, o que permite que o avião ganhe velocidade e protege contra formação de gelo nas asas, muda o ângulo no qual o vento encontra a cauda e pode tornar o estol mais provável. Na noite de quinta-feira, um sistema automático no avião cujo objetivo é combater o estol de asas forçou o nariz do aparelho para baixo.O nariz em seguida voltou a subir, e a descer outra vez, enquanto o avião rolava para um dos lados. A altitude era baixa demais para permitir que a tripulação retomasse o controle.Uma das questões a determinar é se a tripulação elevou o nariz intencionalmente ou se isso aconteceu por outro motivo.O avião estava voando a cerca de 255 km/h, disse Chealander, acima da velocidade de estol de 190 km/h. A velocidade de estol é a velocidade mínima para que um avião continue em voo.Mas por algum motivo um sistema automático de prevenção de estol aerodinâmico entrou em ação, desligando o piloto automático que estava conduzindo o aparelho ao aeroporto, cerca de 10 km adiante. Isso aconteceu quando a tripulação estava abaixando os flaps, controles aerodinâmicos nas asas que ajudam a voar em baixa velocidade.Tom Ratvasky, engenheiro aeronáutico da Nasa, diz que sua agência e a Administração Federal da Aviação (FAA) têm trabalhado com mais afinco nos últimos anos para ensinar aos pilotos sobre os riscos de voar em situações de congelamento.
Fonte: Terra

AVIÃO DA BASE AÉREA DE SALVADOR FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA


Uma aeronave da Base Aérea de Salvador apresentou problemas no motor e teve pouso de emergência no Aeroporto Internacional da capital baiana no início da tarde desta terça-feira (17). Ambulâncias e bombeiros foram acionados, chamando a atenção de quem estava no local, mas não houve feridos.A aeronave Embraer EMB-111 Bandeirante Patrulha era utilizada por quatro militares em treinamento e apresentou problemas no motor. 'Os tripulantes acionaram os meios de alerta por conta do funcionamento anormal de um dos motores, mas não houve maiores conseqüências porque isso é um procedimento normal de segurança', informou o chefe de operações da Base, major Adolfo.Segundo informações da Infraero, a solicitação de pouso foi feita às 12h20 e o procedimento não provocou transtornos no aeroporto.
Fonte: correio24horas.globo.com

AVIÃO DESAPARECE NA VENEZUELA COM 7 PESSOAS A BORDO




Um avião monomotor com sete pessoas a bordo foi dado nesta terça-feira como desaparecido, após não chegar como planejado a seu destino na cidade e Bethel, estado de Bolívar, sul da Venezuela.A aeronave, de matricula YV2480, modelo Cessna 182N, havia decolado de Santa Elena de Uarién, cidade próxima da fronteira com o Brasil. Segundo informações iniciais, viajavam no avião o piloto Robert Norton e os passageiros Neila de Norton, uma professora, um adulto que acompanhava um adolescente de 14 anos e uma mulher que levava uma criança pequena.


Date:16-FEB-2009
Time: 09:30
Type:
Cessna 182N
Operator:Robert Norton
Registration:YV2480
C/n / msn:182-60266
Fatalities: Occupants: 7
Airplane damage:Unknown
Location: Venezuela
Phase:En route
Nature:Ambulance
Departure airport:Karun
Destination airport:Bethel
Narrative:Missing. Cessna aircraft Model c182N, color white with grey red black stripes down side.
fonte: Aviation Safety Network
Fonte: ANSA

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...