quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

VÍDEO - AVIAÇÃO AGRÍCOLA EM 1957

PERU NEGOCIA COMPRA DE TANQUES CHINESES E AVIÕES DA EMBRAER


O governo peruano está perto de fechar um contrato para a compra de tanques da China. A declaração foi feita pelo ministro da Defesa peruano, Rafael Rey, que disse que o país também planeja comprar aviões Super Tucano da Embraer.

Os tanques que estão sendo negociados são os MBT-2000 e substituiriam antigos veículos soviéticos T-55. O ministro não disse quantas unidades estão sendo negociadas com a China nem quantos aviões planeja comprar do Brasil.

Mas, ao menos no caso dos tanques, o jornal peruano " La República " afirmou que a intenção do governo é de adquirir entre 80 e 120 unidades. O Peru estaria avaliando também carros de combate da Alemanha, da Rússia, da Ucrânia e da Polônia.

Na terça-feira, alguns dos tanques chineses - enviados por Pequim a título de teste - foram exibidos numa parada militar nas ruas de Lima.

http://1.bp.blogspot.com/_AxCuBauiBF0/SfPKn8Ik3lI/AAAAAAAACA8/ly6pUdi0O7A/s400/super+tucano+naval+-+us+navy.jpg
Conforme anunciamos em primeira mão o Super Tucano é principal opção para os Peruanos

Em entrevista a uma rádio local, Rey disse que o país estuda compras para a Marinha e a para a Força Aérea. Uma comissão militar peruana recomendou que o país optasse pelos " aviões brasileiros Super Tucano " . " Eles são muito simples de operar, mas têm tecnologia avançada " , disse o ministro.


Consultado ontem pelo Valor, o presidente da Embraer, Frederico Fleury Curado, não quis confirmar se há negociações em curso e disse que a empresa não comenta contratos em negociação. A empresa vendeu nos últimos anos - e também neste ano - aviões de combate Super Tucano para a Colômbia (25), Equador (24), Chile (12) e República Dominicana (8) e mais 99 para a Força Aérea Brasileira. Parte dos aviões já foi entregue; parte está em fase de entrega.

Rey disse que o objetivo do governo ao negociar novos equipamentos de defesa é assegurar que o Peru tenha uma capacidade mínima de defesa e de dissuasão.

O primeiro-ministro do país, Javier Velásquez, declarou ontem que a iniciativa peruana não contradiz a campanha que o governo do presidente Alan García empreendeu este ano contra uma " corrida armamentista " na América do Sul, em reação à compra de armas por parte de Venezuela, Brasil e Chile e também em reação à expansão militar dos EUA em bases colombianas. Segundo Velásquez, o Peru está apenas procurando repor equipamentos militares já desgastados. " Trata-se de uma reposição de equipamentos, e não de uma corrida armamentista incessante, que isso fique claro " , disse.
 
fonte/OGlobo

PATRONA DA AVIAÇÃO BRASILEIRA - NOSSA SENHORA DO LORETO



Diz a lenda que no dia 10 de dezembro de 1294, há 715 anos, apareceu numa colina da cidade italiana de Loreto (303 quilômetros de Roma) parte da casa onde viviam Maria e José, em Nazaré.
A casa da Santíssima Virgem tinha duas partes: uma gruta escavada na rocha, ainda hoje venerada na Basílica da Anunciação, e outra construída de pedras, em frente da gruta. Foi lá que o anjo Gabriel anunciou à Virgem Maria o nascimento de Jesus.

A tradição diz que a casa foi levada da distante Palestina até Loreto por anjos, protegendo a construção de profanações dos infiéis. Claro que escavações arqueológicas mostraram que as pedras foram levadas por homens. Seja qual for a verdade da Santa Casa, Loreto se transformou em local de peregrinação, inclusive dos chamados “trens brancos” que transportam doentes de todas as partes do mundo em busca de cura milagrosa.

Em 1728 o papa Bento 13 elevou o santuário à Basílica e em 1920 o papa Benedito 15 declarou Nossa Senhora de Loreto “Celestial Padroeira da Aviação” e de todas as pessoas que viajam pelo espaço aéreo, porque ela “atravessou os céus, da Palestina à Itália”. Os habitantes de Loreto afirmam que no céu sobre a cidade está a porta do paraíso.
Com os anos, Nossa Senhora de Loreto também passou a ser padroeira dos astronautas. E é patrona da Aviação Brasileira. 

 Oração à Nossa Senhora de Loreto

Ó Maria, Virgem Imaculada e Mãe nossa Santíssima, prostados em espírito junto de vossa Santa Casa, que os Anjos transportaram sobre a ditosa colina de Loreto, cheios de confiança em vós Mãe Santíssima, humildemente elevamos a nossa prece:

Entre aqueles santos muros vós fostes concebida sem pecado e mais bela que a Aurora viestes à luz; na oração e no amor o mais sublime, passastes os dias de vossa infância e juventude; aí fostes saudada pelo Anjo.

Bendita entre as mulheres e vos tornastes Mãe de Deus; por tudo isso, ó Maria, vossos olhos misericordiosos a nós volvei, humildes filhos vossos, peregrinos neste vale de lágrimas e concedei-nos todas as graças que vos pedimos; abençoai nossas famílias, consolai nossos doentes, dirigi os nossos passos para a bem-aventurança eterna onde possamos vos saudar com o Anjo: Ave Maria!

Nossa Senhora de Loreto, rogai por nós.

Assim seja!

Amém.

 fonte/Vinna/PousadaDasNoticias

TRABALHADORES E EMPRESAS AÉREAS NÃO ENTRAM EM CONSENSO, AMEAÇA DE GREVE NO NATAL É MANTIDA


Depois da manifestação da manhã desta quinta-feira (10) para reivindicar reajuste de 10% nos salários, trabalhadores da aviação civil e companhias aéreas não chegaram a um acordo durante audiência pública no Ministério Público do Trabalho (MPT), na tarde de hoje, na capital paulista.

A princípio, a greve marcada para os dias 23 e 24 de dezembro foi mantida, de acordo com a Fentac (Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil).

Os aeroviários (funcionários de empresas aéreas que trabalham em terra) e aeronautas (pilotos, co-pilotos e comissários) rejeitaram o aumento de 5,2% nos salários, proposta pelas companhias durante a audiência.

Para evitar o caos nos aeroportos em plena época de festas, o MPT ofereceu acordo de 6% para que as partes entrassem em consenso, mas tanto a Fentac quanto o Snea (Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias) não acharam o índice satisfatório.

Segundo a Fentac, os sindicatos dos profissionais da aviação civil marcaram assembleias na próxima segunda-feira (14) para discutir com os trabalhadores se os 6% oferecidos pelo Ministério Público serão aceitos ou se a ameaça de greve será mantida. Inicialmente, o Snea havia sugerido aumento de 4,5% nos salários.

Na próxima terça-feira (15), uma nova audiência foi marcada, entre os trabalhadores e as companhias aéreas, para resolver a questão e evitar a possível greve no Natal que pode prejudicar milhares de passageiros.
 
fonte/UOL

VIOLAÇÃO DE BAGAGENS EM AEROPORTOS BRASILEIROS


Você já teve uma bagagem violada ou extraviada? Se a resposta for “não” pode se considerar uma pessoa de sorte, porque esses incidentes estão sendo reportados com frequência nas viagens internacionais. Muitos brasileiros estão tendo a desagradável surpresa de, ao receberem suas malas, perceberam que elas foram abertas e alguns pertences roubados.

Isso tem acontecido muito com brasileiros que viajam dos Estados Unidos para o Brasil. De acordo com algumas das vítimas, os pertences foram roubados nos aeroportos no Brasil, em voos com conexão. A carioca Viviane L. S. Rodrigues sabe muito bem sobre o assunto. “Estava indo de férias para o Brasil com a mala cheia de presentes, escolhidos com muita antecedência e dedicação. Para minha surpresa, quando cheguei em casa não encontrei algumas coisas. Roubaram DVDs, perfumes e até bonecas que tinha comprado para sobrinhas. Liguei para a companhia aérea, mas a resposta foi frustrante. Eles me disseram que eu teria que ter feito um seguro antes do embarque, ou ter aberto a mala ainda no aeroporto”, afirmou a passageira.

Segundo a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) a primeira providência é registrar o incidente imediatamente à companhia aérea, ainda no aeroporto. A legislação que cuida do transporte aéreo estabelece que a companhia aérea, no momento do check-in, entregue o comprovante da bagagem embarcada, com indicação dos pontos de partida e do destino e o número da etiqueta, quantidade, peso e valor declarado dos volumes. Você deve guardar esse recibo com cuidado porque funciona como prova de contrato
do transporte da bagagem.

O que fazer

Em caso de dano ou sinais de violação da bagagem, o passageiro deve comunicar imediatamente a empresa aérea e preencher o Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB).

Antes do embarque, o passageiro tem a opção de declarar os valores atribuídos à sua bagagem. Para isso, é cobrada uma taxa suplementar (seguro) e a companhia pode pedir uma relação completa dos itens e verificar o conteúdo da mala. Se houver extravio, o viajante receberá o valor declarado e aceito pela empresa. Jóias, papéis negociáveis e dinheiro não são aceitos na declaração.

Quem não fizer declaração de valores tem direito a indenização limitada, caso ocorra extravio da bagagem. Em viagens internacionais, a Convenção de Varsóvia limita a responsabilidade de indenização da companhia em U$ 20 por quilo de bagagem extraviada. E o passageiro só recebe o valor máximo de US$ 400. Em voos nacionais, a compensação é feita de acordo com o Código Brasileiro de Aeronáutica.

Para constatar uma bagagem violada, mas ainda fechada, é feita uma pesagem. A diferença entre o peso registrado no Check-in (origem da viagem) e nessa verificação posterior é que, em princípio, vai determinar o valor da possível indenização.

Como evitar

Uma dica para tentar evitar o dano em sua bagagem é usar um bom cadeado e, além disso, envolvê-la naquele plástico resistente, geralmente um serviço oferecido no aeroporto próximo à área do Checkin. Com o cadeado e o plástico fica bem mais difícil violar a bagagem. Se a mala foi aberta, o passageiro notará logo que receber a mala na hora de desembarque, podendo então tomar providências com a empresa aérea responsável. Um custo adicional na sua viagem, mas que pode fazer uma grande diferença e evitar problemas futuros.

Vídeo ensina a abrir malas

Mas, mesmo os mais precavidos podem estar sujeitos ao furto. Um vídeo no You-Tube, mostra, ou até “ensina”, como é fácil abrir uma mala com cadeado, usando apenas uma caneta.

Orgãos governamentais

A nossa redação entrou em contato com a Infraero, órgão vinculado ao Ministério da Defesa, e que administra os aeroportos brasileiros. Segundo a assessora de imprensa do órgão em Brasília, a Infraero não tem responsabilidade com relação a danos nas bagagens dos passageiros. “A Infraero não manipula bagagem. Isso está sob a responsabilidade das companhias aéreas e da ANAC, que regula questões de violação, extravios, ressarcimento. A nossa preocupação é com a infra-estrutura.”

O site oficial americano do TSA (Transportation Security Administration) oferece informações sobre problemas com bagagens nos aeroportos e companhias aéreas americanas, além de outros assuntos relacionados a trasnporte aéreo: www.tsa.gov/index.shtm. Também o U.S. Department of Transportation (DOT) tem informações sobre o direito dos passageiros que viajam pelos Estados Unidos.

Infelizmente esse é um problema recorrente nos aeroportos brasileiros e em particular com algumas empresas aéreas brasileiras. As estatísticas na Europa são bem mais animadoras. Empresas como a British Airways, Lufthansa, Iberia, Scandinavian Airlines e Air France, registram poucas ocorrências de roubos em malas: acontecem com 3 a cada 100.000 passageiros.

Relato de um passageiro

O brasileiro José Daniel Filho afirmou que foi vítima de furto de bens por violação de bagagens num voo doméstico da Tam Airlines no trecho São Paulo para Porto Alegre. Ele e a família pegaram um voo de outra compania aérea, de Orlando para São Paulo, com escala em Miami. No embarque, as bagagens foram checadas e despachadas até o destino final, o Aeroporto Internacional Salgado Filho em Porto Alegre/RS.

Segundo José Daniel a viagem até São Paulo não houve nenhum contratempo. Eles passaram pelos trâmites normais e até então as bagagens estavam fechadas sem apresentar nenhum sinal de violação. “Ao desembarcarmos em Porto Alegre e retirarmos nossa bagagem da esteira, já na primeira mala, eram evidentes os sinais de violação e arrombamento”, disse.

José Daniel, entáo, procurou a TAM para informar do ocorrido, e registrou na ANAC queixa formal contra a companhia aérea. Sob orientação, ele fez a verifi cação completa dos itens faltantes e enviou cópias ao Departamento de Polícia Federal do aeroporto e à INFRAERO, responsável pelos serviços e infraestrutura aeroportuárias. Em seguida registrou Boletim de Ocorrência na 8ª Delegacia de Polícia Civil de Porto Alegre com as devidas notas fiscais dos itens comprados no exterior. O caso está na justiça e o passageiro aguarda decisão do juiz, que não conseguiu identifi car todos os itens relacionados por ele, devido as notas fi scais serem americanas. De acordo com o passageiro o caso já está sendo finalizado e ele garante que irá ganhar este processo.

fonte/ Gazeta Brazilian News

AVIAÇÃO NACIONAL TEM O MELHOR NOVEMBRO DESDE 2001

O transporte aéreo de passageiros no país registrou crescimento de 38,37% em novembro, na comparação com igual período do ano passado, divulgou na manhã de ontem a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). É o melhor desempenho para o mês de novembro pelo menos desde 2001, conforme um banco de dados do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea). Também é o quinto mês consecutivo de expansão da demanda doméstica acima de 20%. No ano, o crescimento acumulado é de 15,63%.

A oferta de assentos nos aviões registrou crescimento de 22,15% em novembro e alta acumulada de 14,5% nos 11 primeiros meses do ano. A demanda por voos ao exterior, por sua vez, teve crescimento de 12,05% em novembro, em relação ao mesmo período do ano passado, mas acumula queda de 1,82% no ano. A oferta de assentos nos aviões que voam para o mercado internacional registrou alta de 2,09% em novembro, ante igual mês de 2008, e acumula expansão de 0,56% de janeiro a novembro.

A TAM seguiu na liderança do mercado doméstico, com 43,94% de participação, seguida de perto pela Gol, controladora da Varig, com 42,25%. Juntas, as duas maiores companhias aéreas do país responderam por 86,18% dos voos nacionais em novembro. A Webjet foi a terceira maior empresa no país, com fatia de 4,56%. Logo atrás dela veio a Azul, com 4,31%. A OceanAir manteve-se na quinta colocação, com 2,35% do fluxo de passageiros transportados em novembro.

No mercado internacional, a TAM respondeu por 85,41% dos voos operados por companhias aéreas brasileiras, seguida pela Gol, com 14,59% de participação no mês passado.

fonte/Valor Online/O Globo

VAGAS DE EMPREGO NO AEROPORTO ZUMBI DOS PALMARES


A empresa Nordeste Aviação Regional (Noar) Linhas Aéreas, realiza seleção de pessoal para trabalhar no Aeroporto Zumbi dos Palmares, na função de auxiliar de pista de aeroporto, que será responsável pela colocação de escada na aeronave para embarque e desembarque de passageiros, limpeza da aeronave, levar bagagens para a aeronave e receber a aeronave na pista após o pouso.

Os interessados devem ter o segundo grau completo e experiência na área. A seleção acontece nesta sexta (11) e na próxima segunda-feira (14), de 8h às 14h, no posto de atendimento do Sine, no bairro de Jaraguá, em Maceió. Os interessados devem procurar a Central de Vagas e falar com Ana Lucena.

fonte/ Ascom /Aqui Acontece

MENOS PASSAGEIROS NOS AEROPORTOS PORTUGUESES



Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística revelam que, no terceiro trimestre de 2009, verificou-se uma quebra de 4,7% no trânsito de passageiros no Aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada. O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou, recentemente, os dados referentes ao trânsito de passageiros nos aeroportos portugueses, nos quais se incluem as infra-estruturas aeroportuárias açorianas. Os números avançados revelam nova quebra no Aeroporto João Paulo II, na ilha de S. Miguel.

Com efeito, segundo revela os dados do INE, o número de passageiros que circulou no aeroporto micaelense caiu em 4,7% no terceiro trimestre de 2009, face ao mesmo período de 2008.

O Aeroporto João Paulo II foi mesmo aquele que registou a maior quebra de entre os aeroportos nacionais, a par do aeroporto de Faro, que registou uma quebra de 4,6%.

Os aeroportos do Porto e da Madeira decresceram 3,2 e 3,3%, respectivamente. O estudo revela que o aeroporto menos afectado foi o de Lisboa, que decaiu 2,2%, no terceiro trimestre deste ano.

O estudo adianta também que é transportada mais carga e correio por via aérea para fora da Região, do que de fontes externas, para os Açores. O embarque de mercadorias cifra-se nos 53,1%, ao passo que o seu desembarque em terras açorianas se prende nos 46,9%.

Em termos de transporte de cargas, mas por via marítima, o porto de Ponta Delgada registou, no terceiro trimestre de 2009, 280 mil toneladas provenientes de destinos nacionais e 75 mil toneladas de fontes internacionais. Contudo, também aqui se verifica uma quebra, uma vez que o fluxo marítimo de mercadorias decresceu em 12,7% para o tráfego nacional e 9,7% no tráfego internacional. Estes valores foram obtidos por comparação com o período homólogo de 2008.

Pelos dados agora conhecidos, continua a verificar-se uma tendência de quebra na Região, ao nível de passageiros e transporte de cargas, algo que poderá encontrar explicação na actual conjuntura financeira que afecta o mundo

fonte/ Expresso das Nove

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...