quinta-feira, 31 de julho de 2014

COLISÃO EM VOO DE PLANADORES NA INGLATERRA

Martin-Boos--Mid-Air-Colission-2

Fotografias espetaculares, capturadas pelo fotógrafo Martin Boos, no sábado passado, dia 26 de Julho, em Little Paxton, na Inglaterra, depois de dois planadores terem chocado em pleno voo durante uma competição.

As fotos mostram o piloto a saltar da cabina do planador, a libertar-se com sucesso depois do embate. Mostrou uma objetividade e sangue frio impressionantes.

O planador precipito-se ao solo momentos depois, enquanto o piloto, descia são e salvo de paraquedas.


Martin-Boos---Mid-Air-Colission

O segundo planador interveniente no acidente, sofreu danos menores e conseguiu voltar à pista sem mais complicações.

O acidente foi reportado ao gabinete de investigação de acidentes aéreos ingleses que posteriormente passou para a BGA ( British Gliding Association), para abertura de inquérito.

fonte/foto/CambridgeNews/NewsAvia/MartinBoos

    CALENDÁRIO DE PORTÕES ABERTOS DA FAB EM 2014


    AEROVIÁRIOS DA AIR FRANCE MARCAM GREVE PARA SÁBADO (2)



    Sindicatos de aeroviários da Air France anunciaram paralisação para o próximo sábado (2), no final de semana em que se encerram as férias de verão. Segundo o PRESSTUR, parceiro da PANROTAS em Portugal, a greve afetará os dois maiores aeroportos franceses – Charles de Gaulle e Orly – além de aeroportos regionais.

    O motivo da paralisação seriam más condições de trabalho decorrentes de reduções de funcionários ocorridas recentemente. A Air France alerta que o movimento poderá provocar atrasos nos voos. 

    fonte/Presstur/Panrotas

    ESPECIALISTA EM TRANSPORTES DEFENDE O USO MILITAR DO AEROPORTO AUGUSTO SEVERO


    Contrariando a opinião da classe empresarial e de gestores públicos, o professor de engenharia de transporte da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Rubens Ramos, defende a utilização militar do espaço físico do desativado Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim, acreditando no potencial tecnológico da estrutura para ser transformado em Centro de Desenvolvimento Aeroespacial. 

    O posicionamento do especialista em transportes se baseia na anunciada instalação do Centro de Treinamento Operacional para pilotos pela Força Aérea Brasileira (FAB), que será a primeira estrutura do tipo no país. Pelo que divulgou as autoridades militares, o local vai congregar uma série de cursos para formar aviadores militares e capacitar oficiais em rotinas administrativas.

    As informações sobre a nova estrutura ainda são mantidas em sigilo pelo alto comando da Aeronáutica. Segundo a assessoria de imprensa da FAB, o centro vai ser ajustado à estrutura da Base Aérea de Natal (BANT), que opera na vizinhança do antigo Augusto Severo, fechado para a aviação comercial no último dia 31 de maio.

    A base potiguar é usada hoje para finalizar a formação do piloto aéreo militar brasileiro, sendo responsável pelo treinamentos de segurança do espaço aéreo nacional em caças supersônicos. “Falta uma compreensão da importância daquele espaço. A área do Augusto Severo sempre foi estratégica para a aviação e deve continuar assim”, defende o especialista, que tem pós-doutorado em Economia de Transporte pela Universidade de Lyon, na França.

    Ele acredita ser um desperdício transformar o antigo terminal aeroportuário numa rodoviária, como foi sugerido pela classe empresarial potiguar. A sugestão da Federação da Indústria do Rio Grande do Norte (FIERN) é de que a área do Augusto Severo poderia ser transformada em Centro de Convenções, rodoviária e museu. Ramos contrapõe esta possibilidade, justificando as condições estratégicas e geográficas da estrutura de Parnamirim para a aviação internacional.

    “Serviu de ponto de rota para os aviões que cruzaram o Atlântico durante os anos de 1930. Depois disso, durante a Segunda Guerra, foi base aérea do Exército americano. Isso mostra que Parnamirim é privilegiado para a aviação. Pensar de outra forma é ingenuidade”, diz.

    Na visão de Rubens Ramos, a estrutura especializada em engenharia aeroespacial vai atrair ainda uma extensa cadeia produtiva para a cidade. “Será um local voltado para a inovação e produção tecnológica. Com isso, o centro vai necessitar de uma estrutura de suporte, de logística e de corpo técnico. São profissionais que terão de ser trabalhados e capacitados para o serviço. Também abre espaço para a abertura de novos postos de trabalho para a população local”, avalia.

    As perdas econômicas com o fim do aeroporto (fechamento de postos de trabalho e redução na arrecadação do ICMS), segundo o professor, seriam recompensadas com uma nova leva de empregos, empresas e movimentação financeira. “Serão centenas de novos trabalhadores, todos capacitados, com bons salários, que irão consumir em Parnamirim”, explica.

    O especialista ressalta ainda que a engenharia aeroespacial perfaz o desenvolvimento e fabricação de drones (aeronaves não-tripuladas) e satélites. “O Rio Grande poderá se tornar importante centro de tecnologia. Vale lembrar que muitas das tecnologias que utilizamos hoje, como GPS e a internet, foram desenvolvidas em unidade militares”, detalha.

    Outra possibilidade para o uso do antigo aeroporto foi levantada pelo Governo do Estado, que sugeriu para o local a instalação do campus do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) para o Rio Grande do Norte. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) disporia, inclusive, de recursos provenientes do programa RN Sustentável para viabilizar a empreitada. No entanto, o projeto não foi encampado pela Força Aérea Brasileira.

    FORMAÇÃO DE PILOTOS

    Ao que se sabe, o futuro centro de treinamento vai congregar o corpo instrutivo para preparar aviadores militares. O espaço não terá apenas a função operacional, mas também a especialização dos militares da Aeronáutica.

    Atualmente, a formação de pilotos militares é iniciada na Escola Preparatória de Cadetes do Ar, em Barbacena (MG). Por lá, os alunos cursam o equivalente ao ensino médio regular. Após a formatura, ao apresentarem condições favoráveis de saúde e psicológicas, os cadetes são aprovados para a Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga (SP).

    Neste local, o alunos recebe as primeiras experiências na aviação. O aprendizado é encerrado quando o oficial atinge 125 horas de voo de instrução. Por fim, o militar é enviado à Base Aérea de Natal para receber a capacitação final, passando a operar helicópteros, caças, aviões de patrulha e de transporte.

    A ideia é agregar todas as fases dentro do centro de treinamento potiguar. Além disso, a nova estrutura poderá receber parte da instrução administrativa e funcional dos militares oferecida no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), na cidade de Belo Horizonte (MG), ou na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais da Aeronáutica (EAOAR), no Rio de Janeiro (RJ).

    Defesa Nacional
    O fortalecimento da base aérea potiguar também é vista pelo aspecto da segurança nacional. Rubens Ramos explica que a estrutura militar cobre todo o raio de combate da região Nordeste. O governo brasileiro, em dezembro de 2013, adquiriu da Suécia 36 caças Gripen por R$ 10,8 bilhões. Os aviões militares perfazem 1,3 mil quilômetros sem a necessidade de reabastecimento. "A Base Aérea de Natal é a única que fica dentro desta circunferência, é um ponto estratégico", detalha o professor Rubens Ramos.

    Os novos aviões de combate estarão em funcionamento em 2018. Dentro do valor de compra, a Força Aérea Brasileira terá direito à tecnologia. Além disso, o caça será montado no Brasil.

    Hoje, no Nordeste, apenas Fortaleza (CE), Recife (PE), Salvador (BA) e Natal têm bases da Aeronáutica. A capital pernanbucana é sede do Comando Regional do Ar (COMAR) - a estrutura militar-administrativa que gerencia as atividades da FAB na região. "Uma estrutura ampla aqui no Rio Grande do Norte, por abranger os estados nordestinos, vai otimizar o uso dos recursos na defesa nacional", finaliza Ramos.

    fonte/NovoJornal(RN)

    FAMÍLIA GUINLE PEDE INDENIZAÇÃO POR TERRENO DE CUMBICA


    Os herdeiros da família Guinle entraram na Justiça na segunda (28) para pedir de volta o terreno onde hoje está o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Grande SP) --ou receber indenização, em valor ainda a ser definido.
     
    É a terceira investida recente na Justiça dos herdeiros da família que já foi dona do Copacabana Palace, em uma disputa que deve levar alguns anos para ter fim.

    O terreno, de 9,7 milhões de metros quadrados, havia sido doado pela família em 1940, na Segunda Guerra, ao então Ministério da Guerra.

    A condição era que fosse erguido um aeroporto militar.

    As condições para a doação foram quebradas, diz o advogado Fábio Goldschmidt. Isso porque o aeroporto passou em 2011 da gestão militar (Ministério da Defesa) à civil (Secretaria de aviação Civil). E, em 2012, foi concedido à iniciativa privada.

    "São mil hectares doados em benefício do povo brasileiro revertidos para particulares para geração de lucro."

    Com base no gasto do governo com desapropriações no entorno, a defesa crê que o terreno valha R$ 5 bilhões.

    A disputa começou em novembro, com uma notificação, entre outros, à União, à Anac (Agência Nacional de aviação Civil) e à Invepar, controladora da concessionária que administra Cumbica.
    Segundo Goldschmidt, como não houve resposta, ele propôs duas ações: a de segunda-feira e uma com pedido de liminar, de junho, na qual as empresas processadas têm de declarar aos acionistas a disputa pelo terreno.

    A liminar foi negada em primeira instância e dada em segunda, pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

    O advogado da família Guinle pediu ao juiz o benefício da Justiça gratuita, em que não há cobrança de despesas processuais --ainda não houve resposta.

    O argumento foi que poucas famílias no país teriam condições de arcar com as despesas do processo, que envolvem bilhões de reais.

    A Advocacia-Geral da União e a Anac disseram não ter sido notificadas ainda da ação mais recente. A GRU Airport, que administra Cumbica, não quis se pronunciar.

    Caso Guarulhos - entenda a disputa
    1940
    Família Guinle doa o terreno onde hoje está o aeroporto, sob a condição de que ali houvesse um aeroporto militar
    2011
    Gestão dos aeroportos passa da Aeronáutica para a Secretaria da aviação Civil
    2012
    A empresa Invepar ganha a concessão do aeroporto de Guarulhos após leilão
    2013
    Família Guinle notifica a União por descumprimento do acordo sobre o terreno
    Anteontem (28/7)
    Os Guinle entram na Justiça e pedem revogação da doação ou pagamento pelo terreno

    fonte/FolhaSP

    AVIÃO CAI EM ESRACIONAMENTO DE SHOPPING NOS EUA

    Inspetor de aviação analisa pequeno avião que caiu em estacionamento de shopping em San Diego, nos EUA, nesta quarta-feira (30) (Foto: UT San Diego, Hayne Palmour IV/AP)Inspetor de aviação analisa pequeno avião que caiu em estacionamento de shopping em San Diego, nos EUA, nesta quarta-feira (30) (Foto: UT San Diego, Hayne Palmour IV/AP)

    Um avião de pequeno porte caiu no estacionamento de um shopping de San Diego, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (30), causando a morte de uma pessoa e deixando outra gravemente ferida, informaram as autoridades locais.

    A vítima fatal foi um homem de 80 anos que era passageiro da aeronave. O piloto, de 52 anos, teve ferimentos graves e foi encaminhado para um hospital.

    O avião pegou fogo após a queda, mas ninguém foi atingido pelo impacto. Segundo as autoridades, o avião era um Mooney M-20L de 1988.

    Um piloto de helicóptero que voava próximo ao local do acidente disse ter ouvido o piloto dizer por rádio que havia perdido a potência na decolagem.

    fonte/foto/G1

    quarta-feira, 30 de julho de 2014

    VÍDEO - ATAQUE ISRAELENSE AO BAIRRO SAJAIHEH (CENAS FORTES - PARA MAIORES DE 18 ANOS)




    fonte/OInformante

    VÍDEO - BRIGADAS DE EZZEDEEN AL-QASSAM ATACAM SOLDADOS ISRAELENSES EM NAHAL OZ



    fonte/Blog O Informante

    NOVIDADE NO MERCADO DE MONOMOTORES O " VULCANAIR V.1" - DIVULGAÇÃO


    VULCANAIR AIRCRAFT NA LABACE 2014

    DIVULGAÇÃO - BAA E NEWSAVIA OFERECEM DESCONTO NO CURSO DE ATPL...


    CAMPANHA FECHADA! VOLTAREMOS EM BREVE COM MAIS NOVIDADES E PROMOÇÕES

    Infografico-BalticAviationAcademy1Infografico-BalticAviationAcademy2Infografico-BalticAviationAcademy3



    AVIÕES DA TACV AVARIADOS BLOQUEIAM PASSAGEIROS NOS ESTADOS UNIDOS E EUROPA

    TACV B757-200

    Mais de cinco centenas de passageiros estão retidos nos aeroportos de Cabo Verde e de Boston (EUA) devido a avarias nos dois Boeings da TACV – Transportes Aéreos de Cabo Verde, noticia hoje o jornal online cabo-verdiano ‘A Semana’.

    Os voos para o Aeroporto Internacional de Lisboa, principal linha da companhia, têm sido assegurados com o fretamento de um Airbus A320 da companhia espanhola Evelop Airlines.
    Entretanto, nesta manhã de quarta-feira, dia 30 de Julho, o Boeing 737-800 (registo D4-CBX ‘Mindelo’) partiu da Praia (ilha de Santiago) para o Aeroporto Charles de Gaulle/Paris, de onde já retomou a viagem de regresso à cidade da Praia (TCV645 com aterragem prevista para as 16h10 locais). Este avião esteve avariado desde o passado sábado, dia 26 de Julho. Tinha descolado da Praia com 155 passageiros com destino a Paris quando após 10 minutos de voo “apresentou uma avaria técnica e teve de aterrar no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, na ilha do Sal, que oferece mais condições de segurança para uma aterragem de emergência”. Hoje de manhã foi dado como apto para continuar a operação.

    O outro Boeing da companhia, modelo B757-200 (registo D4-CBP ‘Emigranti’) encontra-se parado desde a passada quinta-feira, dia 24 de Julho. Voava entre os aeroportos de Fortaleza, no Nordeste Brasileiro, e da Praia, quando o comandante optou por divergir para a ilha do Sal por causa de uma fuga de óleo no sistema hidráulico, refere ‘A Semana’. Ainda não está totalmente reparado.

    Trata-se de uma situação muito penalizante para a companhia de bandeira de Cabo Verde, cuja frota para voos internacionais está desde há algum tempo reduzida a apenas duas aeronaves, um Boeing 737-800 e um Boeing 757-200, a braços com diversas avarias. Outro facto que desespera os passageiros, sobretudo os que estavam retidos em Boston, e, a partir de amanhã, os que ficarão em Fortaleza, também a aguardar transporte, é de que a companhia não conseguiu encontrar ainda um avião com certificação adequada para fazer essas linhas.

    “Estamos à procura de aviões, mas aqui o processo é mais complexo porque se trata de uma operação transatlântica – os EUA exigem que os aparelhos tenham um certificado ETOPS (Extended Twin Engine Operations). Estamos a fazer todos os demarches. Está difícil conseguir aviões com esta certificação, sabemos que os EUA impõem um certo rigor na autorização. Mas continuamos a fazer diligências e em breve teremos alguma indicação de disponibilidade de aparelho para substituir o nosso Boeing”, disse Laura Mariano, do departamento de Marketing dos TACV ao jornal online ‘A Semana’.

    fonte/foto/NewsAvia

    segunda-feira, 28 de julho de 2014

    AVIÂO FAZ POUSO FORÇADO EM PLANTAÇÃO NO INTERIOR DO PARANÁ


    Avião caiu em meio a uma plantação, na área rural de Foz do Iguaçu (Foto: Emerson de Jesus/ RPC TV )Avião caiu em meio a uma plantação, na área rural de Foz do Iguaçu (Foto: Emerson de Jesus/ RPC TV )
    Um avião fez um pouso de emergência na tarde desta segunda-feira (28), na área rural de Foz do Iguaçu, no oeste do PARANÁ. De acordo com as primeiras informações, três pessoas estavam na aeronave, o piloto, copiloto e um passageiro, mas apenas o copiloto ficou  ferido, segundo o Corpo de Bombeiros. Às 18h03 o Corpo de Bombeiros informou que havia mais um passageiro no avião, totalizando quatro pessoas. O ocupante também não se feriu. Neste horário, o copiloto ferido já tinha recebido alta do hospital. Ele passa bem.

    O destacamento de controle do espaço aéreo de Foz do Iguaçu informou que o avião é da empresa de táxi aéreo Ribeiro. Ele decolou de uma pista particular de Foz com destino ao aeroporto do Bacacheri, em Curitiba. Por volta das 14h30, o piloto fez o pouso de emergência, porém ainda não se sabe o motivo.

    Segundo o paraquedista Rodrigo Pedroso, que estava na pista de onde o avião decolou, o piloto avisou pelo rádio que estava com problemas mecânicos. “Eu vi ele decolando, e logo ele [o piloto] chamou no rádio e disse que estava com emergência. Eu vi que ele perdeu altura, já foi alinhando e disse que estava com problemas mecânicos e não conseguia resolver”, conta.

    Ainda conforme o destacamento de controle do espaço aéreo, um perito do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA 5) de Porto Alegre deve chegar no fim da noite desta segunda e começar a coleta de dados na manhã de terça-feira (29). Até lá, a aeronave continuará no mesmo local. Em 30 dias o laudo ficará pronto.

    fonte/foto/G1

    Dados da aeronave via RAB


    MATRÍCULA: PTTAW
    Proprietário:
    J.C.R. ADMINISTRACAO E PARTICIPACOES S/A
    CPF/CGC:
    xxxxxxxxxxxxxxxx
    Operador:
    J.C.R. ADMINISTRACAO E PARTICIPACOES S/A
    CPF/CGC:
    xxxxxxxxxxxxxxxx
    Fabricante:
    EMBRAER
    Modelo:
    EMB-110P1
    Número de Série:
    110258
    Tipo ICAO :
    E110
    Tipo de Habilitação para Pilotos:
    E110
    Classe da Aeronave:
    POUSO CONVECIONAL 2 MOTORES TURBOHELICE
    Peso Máximo de Decolagem:
    5670 - Kg
    Número Máximo de Passageiros:
    018


    Categoria de Registro:
    PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
    Número dos Certificados (CM - CA):
    18031
    Situação no RAB:

    Data da Compra/Transferência:
    110414


    Data de Validade do CA:
    03/10/14
    Data de Validade da IAM:
    270115
    Situação de Aeronavegabilidade:
    Normal
    Motivo(s):

    Consulta realizada em: 28/07/2014 19:02:26

    CADELA FICA FERIDA APÓS CAIR DE AVIÃO E CLIENTE RECLAMA DE EMPRESA AÉREA


    O cliente de uma empresa área afirmou que sua cadela ficou machucada após uma viagem de Maceió (AL) para Florianópolis. Em uma rede social, Rodrigo Farah publicou fotos mostrando os ferimentos do seu animal de estimação e o estado da caixa de transporte após a mesma ter caído do porão do avião da empresa TAM na pista de pousco. Em uma semana a publicação teve mais de 5 mil compartilhamentos. 

    "Minha cadela saiu correndo apavorada e ao olhar de perto pude observar os ferimentos na cabeça causados pela queda", afirmou Rodrigo. Segundo ele, o incidente ocorreu no Aeroporto Internacional Hercílio Luz no dia 21 de julho. Shiva, que tem 1 ano e meio e é da raça bull terrier, saiu de Alagoas em uma caixa transportadora.

    Queda de 3 metros
    Em seu perfil na rede social, Rodrigo reclamou da falta de cuidado com o animal. "Uma passageira veio me informar que viu minha caixa de transporte onde se encontrava minha cadela caindo do porão do avião para a pista, algo em torno de 3 metros de altura. Fui verificar e o portão estava torto, o lacre violado e a lateral da caixa quebrada. Ao retirar a fita com logomarca da TAM, que colocaram para segurar o portão, pois após a queda não fechava mais, minha cadela saiu correndo apavorada", detalha Rodrigo no texto.

    Caixa transportadora ficou quebrada após a queda  (Foto: Rodrigo Farah/ Arquivo Pessoal)Caixa transportadora ficou quebrada após a queda
    (Foto: Rodrigo Farah/ Arquivo Pessoal)
    Shiva correu pelo saguão do aeroporto e quando Rodrigo a chamou para entrar na caixa é que percebeu os ferimentos na cabeça da cadela. "Ela é uma bull terrier, uma raça mais forte. Se fosse outra poderia ter acontecido algo pior. Da outra vez aconteceu a mesma coisa, a caixa caiu do carrinho enquanto eu esperava as malas na esteira, o funcionário pediu desculpas e eu não falei nada", afirmou ao telefone. 

    Posicionamento da TAM
    Por e-mail, a empresa aérea disse lamentar o acidente. "A TAM Linhas Aéreas lamenta o episódio e informa que está entrando em contato com o cliente para esclarecimentos. A companhia ressalta que se trata de um caso isolado e que não condiz com seus procedimentos para o manuseio de bagagens e transporte de animais".


    Conforme o cliente da empresa aérea, no aeroporto nenhum funcionário fez qualquer menção ao incidente e mesmo após a repercussão na internet, até as 9h desta segunda-feira (28) a empresa não havia entrado em contato. "Em nenhum momento a TAM me procurou, nem por telefone, por e-mail, nada. Vou providenciar um advogado e entrar com um processo contra eles", explica Rodrigo, que não registrou boletim de ocorrência.

    FONTE/FOTOg1

    QUEDA DE PEQUENO AVIÃO EM PRAIA MATA PAI E FERE FILHA NOS EUA


    Equipes de emergência são vistas ao lado de avião que caiu em praia da Flórida neste domingo (27), matando um homem e ferindo sua filha de 9 anos. Ambos estavam na areia e foram atingidos pela aeronave (Foto: Sarasota County Sheriff's Office/AP)Equipes de emergência são vistas ao lado de avião que caiu em praia da Flórida neste domingo (27), matando um homem e ferindo sua filha de 9 anos. Ambos estavam na areia e foram atingidos pela aeronave (Foto: Sarasota County Sheriff's Office/AP)
     
    Um avião de pequeno porte caiu em uma praia da Flórida, nos Estados Unidos, neste domingo (27), matando um homem que andava na praia e ferindo gravemente sua filha de 9 anos. As duas pessoas que estavam na aeronave não se feriram.

    O acidente aconteceu em uma praia de Venice. Segundo a polícia do condado de Sarasota, o avião teve um problema elétrico e acabou pousando de maneira forçada na praia, onde o homem de 36 anos e sua filha andavam.

    A menina foi levada de helicóptero para um hospital, onde foi internada em estado grave.
    As vítimas foram identificadas como Ommy Irizarry e Oceana Irizarry. Pai e filha eram do estado da Geórgia.

    Segundo a polícia local, o piloto do avião era Karl Kokomoor, de 57 anos. O único passageiro era David Theen, de 60anos. Ambos são de Englewood, na Flórida.

    As autoridades de avião americanas investigam o caso.

    FONTE/FOTO/g1

    quinta-feira, 24 de julho de 2014

    ENCONTRADOS DESTROÇOS DO MD-83 NO MALI

    EPA Imagem de arquivo fornecida pela Swiftair de um avião McDonnell Douglas MD-83 igual ao fretado pela Air Algérie / EPA

    As tropas francesas estacionadas no Mali detetaram os destroços do avião da Air Algérie (SwiftAir) entre Gao e Kidal, na zona desértica do Mali, anunciou em comunicado o aeroporto internacional de Ouagadougou, capital do Burkina Faso.



    A companhia aérea da Argélia perdeu contacto com voo AH 5017, com 116 pessoas a bordo, que tinha partido de Ouagadougou para Argel, 50 minutos depois de ter descolado, numa altura em que sobrevoava Gao, a 500 km da fronteira com a Argélia.

    Em comunicado do site, o aeroporto internacional de Ouagadougou acrescenta que a zona onde os destroços foram descobertos é de acesso muito difícil, pelo que as equipas médicas de Gao não deverão conseguir chegar hoje ao local.

    A bordo do voo AH 5017 seguiam 110 passageiros e seis elementos da tripulação. A maioria dos passageiros era francesa e a tripulação espanhola.

    Este avião tinha sido fretado pela Air Algérie à companhia espanhola Swiftair.
    Nacionalidade dos passageiros fornecida pelo aeroporto de Ouagadougou:
    • 20 libaneses
    • 26 burquinenses
    • 51 franceses
    • 5 canadianos
    • 4 alemães
    • 1 luxemburguês
    • 1 suíço
    • 6 elementos da tripulação espanhóis
    fonte/Sic\Noticias.Sapo.Pt

    MORRE JOVEM PILOTO QUE REALIZAVA VOLTA AO MUNDO


    Haris Suleman (direita) realizava uma volta ao mundo de avião para promover o ensino entre as crianças pobres
    Foto: The Indianapolis Star, Robert Scheer / AP
    O piloto paquistanês-americano de 17 anos Haris Suleman, que realizava uma volta ao mundo de avião para promover o ensino entre as crianças pobres, morreu nesta quarta-feira em um acidente aéreo diante das Ilhas Samoa.

    Haris, que estava próximo de concluir sua viagem aérea de 30 dias, realizava a aventura com seu pai, que ainda é procurado pelas equipes de resgate. Daniel Moorani, diretor do braço americano da The Citizens Foundation, para a qual pai e filho realizavam a volta ao mundo de avião, disse à AFP que "soube do ocorrido há apenas duas horas e meia". "Estamos devastados."

    Um porta-voz da NTSB, a autoridade americana de segurança aérea, revelou à AFP que o órgão investiga o caso de "um avião que caiu em Pago Pago com um jovem piloto a bordo", sem dar mais detalhes.

    Haris Suleman, que estava próximo de concluir sua aventura como o piloto mais jovem a dar a volta ao mundo em um avião monomotor, Beechcraft A-36 Bonanza, prefixo N20TC, partiu de Indianapolis (norte dos Estados Unidos) e passou por Groenlândia, Egito, Paquistão e Sri Lanka antes de seguir das ilhas Samoa para Fiji. As últimas etapas seriam Havaí e San Francisco, antes de retornar a Indianapolis".

    Segundo Noorani, o corpo do adolescente será repatriado aos Estados Unidos, enquanto prosseguem as buscas pelo pai, Babar Suleman. Segundo a Citizens Foundation, Haris Suleman voava há oito anos com o pai e até o momento não se sabe a causa do acidente.

    fonte/foto/AFP/Terra

    MD-83 DA SWIFTAIR DESAPARECEU NA ÁFRICA - 116 PESSOAS A BORDO - ATUALIZADO

    Swiftair MD-83 EC-LTV_900

    MD-83 da Swiftair teria caídoem Niamey, no Níger

    Notícias não confirmadas oficialmente, mas insistentemente referidas em mensagens nas redes sociais, nomeadamente no Twitter, indicam que o avião McDonnell Douglas MD-83 da companhia espanhola Swiftair, se despenhou próximo da cidade de Niamey, capital do Niger.

    O avião terá solicitado a mudança de corredor sobre território do Mali, próximo da fronteira com a Argélia, para poder fugir a um temporal e para desviar-se da rota Argel-Bamako, onde correria o perigo de colisão.

    O avião birreactor, de registo espanhol (EC-LTV), saiu de fábrica em 1996, e estava a realizar o voo 5017 para a Air Algérie, entre Ouagadougou, capital do Burkina Faso, e Argel, capital da Argélia, um trajecto de cerca de quatro horas. A bordo seguiam 110 passageiros e seis tripulantes.

    atualizado 10:00 hs
     

    Um avião MD-83 da companhia espanhola Swiftair, registo EC-LTV, está desaparecido em África, confirmou esta manhã a empresa em Espanha.

    A aeronave fazia um voo regular para a Air Algérie quando a companhia perdeu o contacto, cerca de 50 minutos após a descolagem do aeroporto Internacional de Ouagadougou, capital do Burkina Faso com destino ao aeroporto de Argel, capital da Argélia, no Norte de África.

     A bordo seguiam 110 passageiros e seis tripulantes (dois pilotos e quatro assistentes de bordo), estes todos de nacionalidade espanhola. O avião deveria aterrar em Argel pelas 01h55 (UTC) de quinta-feira, dia 24 de Julho.

    A Swiftair é uma companhia espanhola, fundada em 1986, com base em Madrid.
    A empresa opera voos de passageiros e de carga, sobretudo na vertente de charters e alugueres ‘wet-lease’, em diversos continentes.

    fonte/foto/NewsAvia/AvHerald/wikimedia

    ATR ACIDENTADO EM TAIWAN TINHA 14 ANOS DE SERVIÇO

    TransAsia ATR 72-500 B-22810_900

    As autoridades aeronáuticas de Taiwan na sua mais recente comunicação sobre o acidente que hoje, quarta-feira, dia 23 de Julho, ocorreu com um avião ATR da TransAsia Airways na ilha de Penghu, no Estreito de Taiwan/Formosa, esclareceram que a aeronave colidiu com diversos prédios, na povoação de Xixi, a cerca de mil metros da pista 02 do Aeroporto de Makung, onde deveria aterrar.

    A aeronave estava na aproximação final ao aeroporto num momento de fraca visibilidade e depois de ter feito uma primeira tentativa de aterragem. O avião perdeu altura repentinamente e acabou colidindo com prédios, incendiando-se em seguida e separando-se em diversas partes. Não se conhecem outras vítimas, além dos ocupantes do avião, no qual seguiam 54 passageiros e quatro tripulantes. Nos hospitais da ilha estão internadas 11 pessoas que vinham a bordo. As restantes, num total de 47, faleceram no desastre.

    Por outro lado a TransAsia Airways, companhia que tem uma frota de cerca de 30 aviões, constituída por Airbus e ATR, esclareceu que o avião que está envolvido neste acidente tinha 14 anos de existência na companhia. Foi recebido directamente da fábrica, tendo feito o seu voo inaugural em 14 de Junho de 2000. O aparelho é um ATR 72-212A (500), registo B-22810. O esclarecimento desmente anteriores dados divulgados pelo site ‘Aviation Safety Network’, da Flight Safety Foundation, nos quais nos baseámos para a notícia anterior.

    fonte/NewsAvia/foto/ToshikikoTakamizawa 

    CONGRESSO DA AVIAÇÃO AGRÍCOLA EM FOZ DO IGUAÇU NO MÊS DE AGOSTO

    Ipanema Pulverizador agrícola_900

    O Congresso Nacional de Aviação Agrícola e XXIV Reunião do Comitê Executivo Aeroagrícola do Mercosul (Sindag Mercosul) é promovido pelo Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) e este ano vai decorrer nos dias 20, 21 e 22 de Agosto, em Foz do Iguaçu, no Estado do Paraná (Brasil). Como sempre, o encontro terá debates e palestras de autoridades governamentais, pesquisadores, técnicos e operadores aeroagrícolas. Isso além da mostra de tecnologias e equipamentos e das demonstrações de aeronaves.

    O Congresso Sindag vai apresentar este ano novidades em tecnologias de aplicação e boas práticas operacionais, com destaque para a segurança operacional. As discussões vão abordar ainda legislação, estratégias e políticas para desenvolver o setor.

    Num comunicado de imprensa distribuído pelo organizador, o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola destaca ainda os balanços do programa de  Certificação Aeroagrícola Sustentável (CAS) e do Convênio SINDAG/Embrapa para tecnologias de aplicação de lavouras de interesse estratégico para o País.

    Trata-se de duas as principais ações em andamento hoje para melhoria na segurança e eficiência do setor aeroagrícola brasileiro.

    Nas discussões envolvendo o Mercosul, o foco deverá ser sobre a busca de linguagem comum nas normas que regulamentam o setor nos países vizinhos. “A regulamentação existente hoje no Brasil para a aviação agrícola (Regulamento Brasileiro de Aviação Civil/RBAC 137) está servindo de modelo para legisladores vizinhos”, explica o presidente do Sindag. No entanto, mesmo o RBAC 137, que entrou em vigor em Maio de 2012, ainda precisa de ajustes.

    “O Sindag trabalhou durante quase uma década junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) pela elaboração do RBAC e agora estamos trabalhando pelo seu aperfeiçoamento. O que pretendemos é trocar informações sobre as experiências da Argentina, Uruguai e outros países, ao mesmo tempo em que mantemos os hermanos a par dos avanços buscados por aqui”, revela Paim.
    O debate deverá entrar também no processo de elaboração do Regulamento Aeronáutico Latino-americano (LAR, na sigla em espanhol). O que está sendo tocado em parceria entre a Comissão Latino Americana de Aviação Civil (CLAC) e a Organização de Aviação Civil Internacional (ICAO, na sigla em inglês).

    Inscrições para o Congresso, expositores, localização e outras informações podem ser conferidas no site www.congressosindag.com.br.

    fonte/NewsAvia/foto/Divulgação

    AVIÂO CAI EM TAIWAN DURANTE POUSO, 47 MORTES


    Uma agência de notícias taiwanesa informou que um avião caiu em Taiwan durante um pouso de emergência. Ao menos 47 pessoas morreram no acidente. A Taiwan News chegou a divulgar, citando o chefe do Corpo de Bombeiros local, que 51 pessoas haviam morrido, mas a informação foi corrigida a partir de declarações do ministro de Transportes do país, Yeh Kuang-shih, que afirmou ainda que 11 pessoas sobreviveram. 

    A aeronave da companhia aérea TransAsia Airways caiu nas ilhas Penghu, de acordo com a agência de notícias. O voo GE 222 levava 54 passageiros e quatro tripulantes de Kaohsiung para Magon, onde foi feita uma tentativa de pouso de emergência.

    O avião, um ATR-72, deveria ter saído de Kaohsiung às 16h (horário local), mas decolou às 17h43 por causa do mau tempo na região, afetada pelo tufão Matmo. Teria sido pedido ao piloto que aguardasse até as 19h06 antes de dar a ele a autorização para o pouso.
    Uma primeira tentativa de descida falhou, e o piloto pediu para realizar uma segunda tentativa, mas em seguida a torre de controle perdeu contato com a aeronave.

    fonte/foto/AgInternacionais/UOL

    quinta-feira, 17 de julho de 2014

    VÍTIMAS SÃO LEMBRADAS SETE ANOS APÓS ACIDENTE COM VOO DA TAM

    Familiares e amigos das vítimas do voo JJ 3054, da TAM, se reuniram na tarde desta quinta-feira (16) na Praça Memorial 17 de Julho, localizada na Avenida Washington Luiz, em frente ao Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, para relembrar os 7 anos da tragédia.

    Em 17 de julho de 2007, o avião da TAM, ao tentar pousar em Congonhas, não conseguiu parar na pista e chocou contra o prédio da TAM Express, resultando na morte de 199 pessoas. O encontro simbólico para homenagear as vítimas teve início às 16h. As homenagens serão realizadas em São Paulo e em Porto Alegre, de onde o voo havia partido naquele fatídico dia em direção à capital paulista, segundo a Associação de Amigos e Familiares das Vítimas do Voo TAMJJ3054 (Afavitam).

    Por falta de iluminação na praça memorial, a programação que relembra a tragédia prosseguirá no próximo sábado (19). Confira:


    Em São Paulo
    Das 12h às 12h30 – nova homenagem às vítimas na Praça 17 de Julho, na Av. Washington Luiz;
    Das 14h às 16h - reunião na Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, próxima à praça memorial, onde serão debatidos temas relativos à expectativa da decisão da Justiça no processo criminal; a situação do processo sobre o Seguro RETA, e um balanço sobre a trajetória e os rumos da Afavitam;
    Das 16h às 17h  - Missa na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, localizada na Ra República do Iraque, 1839, no Campo Belo, na Zona Sul de São Paulo, próximo ao local do acidente.

    FONTE/Terra

    FAMILIARES PRESTAM HOMENAGEM ÀS VÍTIMAS DO VOO JJ3054 EM PORTO ALEGRE


    Familiares prestam homenagem às vítimas do voo JJ 3054 em Porto Alegre Mauro Vieira/Agencia RBS
    Homenagem reuniu dezenas de pessoas no Largo da Vida, próximo ao Aeroporto Salgado Filho Foto: Mauro Vieira / Agencia RBS
    Nesta quinta-feira, em Porto Alegre e em São Paulo, a Afavitam (Associação dos Familiares das Vítimas do Voo JJ 3054) prestou homenagem às vítimas da tragédia de Congonhas.

    Há exatos sete anos, o voo JJ 3054 da TAM atravessava a pista do aeroporto de paulista e, sem conseguir frear, colidia com o prédio de cargas da própria empresa aérea. Entre ocupantes da aeronave e pessoas que estavam no solo, 199 morreram no desastre.

    A Afavitam organizou duas manifestações paralelas para lembrar as pessoas que morreram no acidente. Em Porto Alegre, às 15h, e em São Paulo, às 16h, as famílias se reuniram nos aeroportos Salgado Filho e Congonhas para homenagear as vítimas.

    — Fizemos a leitura de algumas poesias referentes à saudade. Foi um momento de reflexão, de oração e de pensamento voltado a eles (as vítimas) — relata Fernanda Vinholes Oliveira, 24 anos, que perdeu o pai no acidente.

    O processo

    Em 2014, o processo iniciado após o acidente em 2007 ainda corre. Denise Abreu, ex-diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Alberto Fajerman, ex-vice-presidente de Operações da TAM e Marco Aurélio dos Santos de Miranda e Castro, ex-diretor de Segurança de Voo da TAM são os únicos acusados no caso. O inquérito está na fase de espera do pronunciamento da sentença pelo juiz titular da 8ª Vara Criminal Federal de São Paulo.

    Atualmente, o inquérito está na fase de espera do pronunciamento da sentença pelo Juiz Titular da 8ª Vara Criminal de São Paulo.

    — Esperamos que o juiz dê a sentença o mais breve possível, e esperamos a condenação dos três, para que sirva de exemplo. Isso não pode acontecer novamente no nosso país — declarou Dario Scott, 51, que perdeu sua filha única no acidente.

    fonte/ZerHora

    BOEING 777-200 DA MALAYSIA AIRLINES CAI NA UCRÂNIA - ATUALIZADO 15:50

    S



    PASSAGEIRO COLOCA FOTO DO BOEING ANTES DE EMBARCAR E DIZ SE AERONAVE SUMIR É ESTE O BOEING..,...

    an Dutch passenger on board post on Facebook before departure: "Should he disappear, This is how he looks."





    The following photos, that appear to be of debris, have appeared on Twitter…
    Malaysia Airlines flight #MH17 just before it disappeared over Ukraine.
    Malaysia Airlines flight #MH17 just before it disappeared over Ukraine.




    Um Boeing 777-200 da Malaysia Airlines prefixo 9M-MRD, realizando o voo MH-17 de Amsterdã (Holanda) para Kuala Lumpur (Malásia) com 280 passageiros e 15 tripulantes, caiu a cerca de 50nm a noroeste de Donetsk (Ucrânia.). O sinal do transponder foi perdido no FL330 na posição N48.56 E37.21 às 13:43 Z.

    Relatórios  da Interfax citam que uma fonte da indústria que  o Boeing da Malásia  que ia de Amsterdã a Malásia caiu perto da fronteira ucraniana / russo, os destroços em chamas foi localizado.
    O avião foi derrubado segundo a agência.

     A Malaysia Airlines confirmou um incidente,o Boeing não entrou no espaço aéreo russo, até agora, cerca de duas horas após a entrada estimada do espaço aéreo. Às 15:40 Z Malaysia Airlines twittou: "Malaysia Airlines perdeu contato de MH17 que decolou  de Amsterdam, a última posição conhecida era sobre o espaço aéreo ucraniano Mais detalhes a seguir..."

    Ministério do Interior da Ucrânia confirmaram a queda do Boeing, não houve sobreviventes.

    Fumaça subindo de suposto local do acidente (Vídeo: Secretaria de HQ da Resistência Nacional da Ucrânia).




    Related NOTAMS:
    A1508/14 - SEGMENTS OF ATS ROUTES CLOSED:
    T242 NALEM MASOL M996 ABUGA GUKOL
    G476 MASOL OLGIN W533 TOROS KUBIR
    L32 NALEM KW P851 LS NESLO
    A83 LS DIMAB L980 GANRA TAMAK
    W538 GANRA FASAD W633 LUGAT MAKAK
    L69 LAMIV GONED W644 DON GETBO
    M70 BULIG TAMAK B493 PODOL FASAD
    L984 BULIG FASAD W531 KOVIL PW
    M136 MEBAM DON M995 OLGIN PENAK
    L140 KOVIL FASAD.
    FM FL320 UP TO UNL. 17 JUL 15:00 2014 UNTIL 17 AUG 23:59 2014 ESTIMATED. CREATED: 17 JUL 15:02 2014

    A1507/14 - TEMPO RESTRICTED AREA INSTALLED WITHIN FIR DNIPROPETROVSK
    BOUNDED BY COORDINATES :
    495355N 0380155E 485213N 0372209E 480122N 0370253E
    471352N 0365856E 465018N 0374325E 465900N 0382000E
    470642N 0381324E THEN ALONG STATE BOUNDARY
    UNTIL POINT 495355N 0380155E.
    RESTRICTION NOT APPLIED FOR FLIGHTS OF STATE ACFT OF UKRAINE. FL320 - UNL, 17 JUL 15:00 2014 UNTIL 17 AUG 23:59 2014 ESTIMATED. CREATED: 17 JUL 14:56 2014

    A1493/14 - SEGMENTS OF ATS ROUTES CLOSED:
    T242 NALEM MASOL M996 ABUGA GUKOL
    G476 MASOL OLGIN W533 TOROS KUBIR
    L32 NALEM KW P851 LS NESLO
    A83 LS DIMAB L980 GANRA TAMAK
    W538 GANRA FASAD W633 LUGAT MAKAK
    L69 LAMIV GONED W644 DON GETBO
    M70 BULIG TAMAK B493 PODOL FASAD
    L984 BULIG FASAD W531 KOVIL PW
    M136 MEBAM DON M995 OLGIN PENAK
    L140 KOVIL FASAD.
    FM FL260 UP TO FL320. 14 JUL 18:00 2014 UNTIL 14 AUG 23:59 2014 ESTIMATED. CREATED: 14 JUL 15:58 2014

    A1492/14 - TEMPO RESTRICTED AREA INSTALLED WITHIN FIR DNIPROPETROVSK
    BOUNDED BY COORDINATES :
    495355N 0380155E 485213N 0372209E 480122N 0370253E
    471352N 0365856E 465018N 0374325E 465900N 0382000E
    470642N 0381324E THEN ALONG STATE BOUNDARY
    UNTIL POINT 495355N 0380155E.
    RESTRICTION NOT APPLIED FOR FLIGHTS OF STATE ACFT OF UKRAINE. FL260 - FL320, 14 JUL 18:00 2014 UNTIL 14 AUG 23:59 2014 ESTIMATED. CREATED: 14 JUL 15:48 2014
    fonte: AVHerald/fotos/Ag Inernacionais/Twitter/AdrienThomas

    fotos/Maxim Zmeyev/Reuters/

    MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

    Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...