Pular para o conteúdo principal

ATR ACIDENTADO EM TAIWAN TINHA 14 ANOS DE SERVIÇO

TransAsia ATR 72-500 B-22810_900

As autoridades aeronáuticas de Taiwan na sua mais recente comunicação sobre o acidente que hoje, quarta-feira, dia 23 de Julho, ocorreu com um avião ATR da TransAsia Airways na ilha de Penghu, no Estreito de Taiwan/Formosa, esclareceram que a aeronave colidiu com diversos prédios, na povoação de Xixi, a cerca de mil metros da pista 02 do Aeroporto de Makung, onde deveria aterrar.

A aeronave estava na aproximação final ao aeroporto num momento de fraca visibilidade e depois de ter feito uma primeira tentativa de aterragem. O avião perdeu altura repentinamente e acabou colidindo com prédios, incendiando-se em seguida e separando-se em diversas partes. Não se conhecem outras vítimas, além dos ocupantes do avião, no qual seguiam 54 passageiros e quatro tripulantes. Nos hospitais da ilha estão internadas 11 pessoas que vinham a bordo. As restantes, num total de 47, faleceram no desastre.

Por outro lado a TransAsia Airways, companhia que tem uma frota de cerca de 30 aviões, constituída por Airbus e ATR, esclareceu que o avião que está envolvido neste acidente tinha 14 anos de existência na companhia. Foi recebido directamente da fábrica, tendo feito o seu voo inaugural em 14 de Junho de 2000. O aparelho é um ATR 72-212A (500), registo B-22810. O esclarecimento desmente anteriores dados divulgados pelo site ‘Aviation Safety Network’, da Flight Safety Foundation, nos quais nos baseámos para a notícia anterior.

fonte/NewsAvia/foto/ToshikikoTakamizawa 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA