Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 28, 2013

AVIANCA APRESENTA NOVA MARCA EM BOGOTÁ (COLÔMBIA)

Na home, a aeronave com o novo logo. Aqui, os executivos da holding Avianca: Roberto Kriete, Fabio Villegas e Germán Efromovich Hoje foi o lançamento oficial da nova marca da Avianca, na capital colombiana, Bogotá. A companhia aérea passa a usar, comercialmente, somente o nome Avianca. A nova identidade tem o objetivo de mostrar a presença da companhia por toda América. “A ideia é recriar uma América que se conecta de norte a sul e de leste a oeste. Por isso, a companhia traz no logo seu voo por todos os céus do continente. É um novo capítulo da história, que busca a consolidação de sua oferta de produtos e serviços, convertendo-se na companhia ideal para os passageiros de negócios e lazer", diz o comunicado oficial.

A imagem estará presente em mais de 160 aviões, 14 mil poltronas a bordo, 214 pontos de vendas, 100 aeroportos, mais de 20 salas vip de aeroportos, salas de embarques em 25 países, nas sedes administrativas da empresa na América e na Europa, nos uniformes de…

MAIOR AVIÃO CARGUEIRO POUSA EM VIRACOPOS, SÃO PAULO

Fotos: divulgação
CAMPINAS - O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, foi a pista de estreia do 747-8F o maior e mais moderno jumbo da Boeing no Brasil. O cargueiro tem 68,5 metros de envergadura, 76,4 metros de comprimento, 19,5 metros de altura e tem capacidade para até 854,3 m³ de carga. Custa US$ 320 milhões. Somente mais uma aeronave no mundo enquadra-se nesta categoria: o Airbus A-380F.

A aeronave da Atlas Air pousou em Campinas hoje às 13h45, vinda de Miami (EUA), com o único objetivo de ser homologada em solo brasileiro. Exigiu alterações na cabeceira da pista, sinalização especial e até mais água para os bombeiros, no caso de necessidade. O voo seguiu para Quito, no Equador. Neste momento, a maior interessada em operar este equipamento no Brasil é a Cargolux, de Luxemburgo, mas a infraestrutura necessária para isso não é encontrada em todos os aeroportos brasileiros. Viracopos e Guarulhos são dois dos locais onde é possível esta operação. 

fonte/PanRot…

BOEING 747-800 EM VIRACOPOS - JÁ CAIU NA REDE...

vídeo/CesarAndrade

HAWKER 800 WING OSCILLATION (FLUTTER) - ASSUSTADOR

POLÍCIA FEDERAL PRENDE COMISSÁRIOS DE BORDO SUSPEITOS DE IMPORTAÇÃO ILEGAL

Dois comissários de bordo foram presos suspeitos de descaminho na manhã desta terça-feira (28) quando desembarcavam com mercadorias no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, de acordo com a Polícia Federal. Os dois traziam no avião, que vinha de Miami, uma carga ilegal de 14 smartphones, quatro tablets, três relógios e diversos jogos de videogame. Segundo a Receita Federal, as mercadorias foram avaliadas em US$ 25 mil.
Durante inspeção de rotina junto à máquina de raio-x, policiais encontraram muitos CDs de jogos e embalagens de smartphones e tablets vazias nas malas dos dois comissários. Questionados, disseram que os produtos haviam sido trazidos para o país em datas anteriores.

Porém, em uma revista pessoal, a Polícia Federal encontrou com eles smartphones, tablets e relógios, escondidos nas roupas que usavam. Os smartphones estavam ocultos em bermudas justas, usadas sob as calças dos uniformes. Os comissários também esconderam tablets debaixo das camisas e relógios em s…

ESTUDO PREVE NOVA CRISE AÉREA NO BRASIL EM SETE ANOS

O Brasil passará por um segundo gargalo aéreo na década de 2020, após a Copa do Mundo e as Olimpíadas. 
Hoje, os problemas se concentram nos terminais de embarque. Dez dos principais aeroportos brasileiros têm essa estrutura saturada. 
Mas mesmo que esse nó seja desatado, o país terá de lidar em seguida com a saturação nas pistas e no tráfego de aviões sobre os aeroportos. 
Hoje, já há uma pista sobrecarregada: a do aeroporto de Congonhas. Um novo estudo da FGV aponta que isso vai se alastrar. A pista de Viracopos deve chegar ao seu limite até 2020. A partir daí, a situação se complica: até 2030, mais uma dezena de aeroportos nas principais capitais vão precisar de investimentos em suas pistas. 
Isso porque o atual "caos aéreo" brasileiro não é exatamente aéreo, mas terrestre, no embarque. Já o número médio de pousos e decolagens por hora em si é baixo: 38, ante uma média global de 88. 
Com o tempo, a tendência é que o número brasileiro se aproxime do internacional.…

AEROPORTOS PRECISAM DE R$ 25 BI DE INVESTIMENTOS EM 17 ANOS, DIZ ESTUDO

Em 2030, o Brasil terá uma demanda anual de 312 milhões de passagens aéreas por ano, segundo estudo da Fundação Getulio Vargas divulgado nesta segunda-feira. Para poder atender a esse fluxo serão necessários investimentos entre R$ 25 bilhões e R$ 34 bilhões, de acordo com o trabalho elaborado pelo Grupo de Economia da Infraestrutura & Soluções Ambientais da instituição. Atualmente a oferta dos 20 principais aeroportos do País é cerca de 130 milhões de passageiros por ano.
 O estudo leva em consideração o crescimento expressivo do setor, que a partir de 2004 começou a expandir o número de passageiros em taxas superiores a 10% ao ano. "O Brasil, pela primeira vez, teve um sinal de massificação do transporte aéreo", disse o coordenador do grupo, Gesner Oliveira, ao indicar o aumento da renda, o aumento da oferta de crédito e a redução real dos preços das passagens como fatores responsáveis pelo fenômeno.
O grande crescimento no número de usuários não foi acompan…

CAÇA BOMBARDEIRO CAI NO MAR AO SUL DO JAPÃO

Um caça-bombardeiro F-15, das Forças Armadas americanas, caiu nesta terça-feira no mar em frente à costa de Okinawa, ao sul do Japão, embora o piloto tenha conseguido sair a tempo, informou a agência local "Kyodo".  Segundo o governo japonês, o avião partiu da base aérea americano de Kadena, no arquipélago de Okinawa, e caiu no mar a 100 quilômetros do litoral, por volta das 8h45 locais.
Após confirmar o acidente, o Exército americano, que ainda desconhece suas causas, avisou o serviço de guarda-costeira japonês, que, por sua vez, iniciou os trabalhos de busca com contingentes tanto pelo mar como pelo ar. De acordos com fontes do governo japonês, o acidente não causou vítimas, já que "o avião se encontrava em uma zona de exercícios" e sua queda não supôs risco à população.
O último acidente deste tipo aconteceu em julho de 2012, quando um F-16 das Forças Armadas americanas caiu no Oceano Pacífico, em frente à costa da cidade de Nemuro, na ilha de Hokkaido …