AIRBUS DA EGYPTAIR ESTÁ DESAPARECIDO (ATUALIZADO 17:42 LOCAL)






Autoridades gregas comunicaram às 14: 55L (12: 55Z) que as aeronaves de busca avistaram dois objetos que flutua na superfície do mar cerca de 50nm sul da última posição transponder e cerca de sudoeste 230nm de Creta (Grécia). Os objetos eram brancos e vermelhos e parecia ser feito de plásticos. Autoridades posteriormente relatados dois objetos laranja também visto parecem ser coletes salva-vidas de aeronaves, posição perto N33.3 E29.9 (cerca de 40nm leste de última posição transponder).

fonte/AvHerald

Detritos visto de busca do navio Maersk Ahram (Fotos: Tarek Wahba):




Avião egípcio terá caído no Mediterrâneo

O voo MS804 da EgyptAir enviou uma mensagem de emergência antes de desaparecer dos radares, tendo o sinal sido detetado pelo exército, revelou a transportadora.

A mensagem foi recebida pelas 04:26 (3:26 em Lisboa), dez minutos antes de o avião desaparecer, indicou a EgyptAir. 

fonte/JN.PT


Um Airbus A320-200 da Egyptair, registro SU-GCC executando o voo MS-804 (dep 18 de maio) a partir de Paris Charles de Gaulle (França) a Cairo (Egito) com 56 passageiros e 10 tripulantes, voando no FL370 sobre o Mar Mediterrâneo, 130nm norte de Alexandria (Egito) e cerca de 210 nm noroeste do Cairo quando os sinais do transponder da aeronave cessou em 02: 33L (00: 33Z).

OS 56 passageiros, incluindo uma criança e dois bebês, são de 12 nacionalidades diferentes, conforme foi dito pela empresa EgyptAir: egípcia (30 pessoas), francesa (15), iraquiana (2), britânica, belga, kuwaitiana, saudita, sudanesa, portuguesa, argelina, canadense e do Chad.

Ministro da Aviação Civil egípcio faz comunicação dentro de algumas horas - enquanto as autoridades tentam perceber se há ou não indícios de que se pode estar perante um atentado.

Entretanto, as buscas decorrem perto do local onde foi perdido o contacto com o avião, a cerca de 280 quilómetros da costa do Egito; a Grécia juntou-se às operações.

Uma fonte da autoridade egípcia responsável pela aviação civil diz, segundo avança a agência Bloomberg, que o avião que fazia a ligação entre Paris e o Cairo e que desapareceu dos radares, caiu – presume-se que no mar.

Entretanto, as autoridades francesas estão, segundo a mesma fonte, a preparar os meios para se juntarem aos egípcios nas buscas que será necessário começar a realizar.
A Reuters avança que o capitão de um navio mercante grego avistou uma "chama no céu" a 130 milhas da ilha de Karpathos, dando força à hipótese de se ter tratado de um atentado.

fonte/foto/Sapo.pt/AvHerald 



Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas