Pular para o conteúdo principal

90% DOS HELICÓPTEROS USADOS PARA TRANSLADOS PARA O AUTÓDROMO DE INTERLAGOS NESTE FIM DE SEMANA DO GP DE FÓRMULA UM SÃO ILEGAIS

  ANAC não sabia ????........fiscalização ???? 
 
Mais de 90% dos helicópteros usados para o transporte de passageiros para o Autódromo de Interlagos, em São Paulo, para a corrida de Fórmula 1, no fim de semana, são irregulares e configuram o que a ABTAer (Associação Brasileira de Táxis Aéreos) chama de: transporte aéreo clandestino. São aeronaves particulares usadas para transportar passageiros de maneira ilegal, oferecendo risco para o passageiro e para a cidade como um todo. 
 
“Basta conferir e vai comprovar que a maioria das aeronaves usadas no traslado para Interlagos é particular e sem autorização para transporte remunerado de passageiros”, disse o presidente da entidade, Comandante Milton Arantes. A ABTAer vai inclusive formalizar denúncia junto à ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) para que o fato seja investigado e os envolvidos sejam punidos.

Segundo o presidente, com a elevada demanda provocada pela corrida de Fórmula 1, proprietários de aeronaves particulares, não homologadas para esse fim, utilizam seus helicópteros ou colocam à disposição de terceiros que querem ganhar dinheiro com o evento. “Quem escolhe voar em um helicóptero de transporte aéreo clandestino não sabe em que aeronave está voando, que tipo de manutenção tem sido feita, não conhece o piloto, pois normalmente são freelancers, não sabe se quer se ele é habilitado para voar naquele tipo de aeronave e nem que hábitos de vida possui”, afirma o comandante. Muitas vezes os passageiros não sabem que este tipo de irregularidade existe e, consequentemente, desconhecem o risco. 

Aeronaves licenciadas para o fretamento nestes casos são apenas as aeronaves das companhias de táxi aéreo que são regulamentadas pela ANAC para o transporte de passageiros. Para isso, são fiscalizadas com muito mais rigor que as aeronaves particulares em termos de manutenção, precisam trabalhar apenas com tripulação contratada e ainda são obrigadas a cumprir jornadas de trabalho com as tripulações para evitar os riscos de cansaço e de excesso de horas de voo em um dia. “No transporte aéreo clandestino não há nada disso, o risco é enorme para todos”, afirma o Comandante Milton. 

A ABTAer é uma organização não governamental, de âmbito nacional, sem fins lucrativos, composta atualmente por quarenta e duas empresas associados, representando 16 Estados. A entidade nasceu há dois anos da iniciativa dos empresários do setor, que buscam a solução para os problemas que atingem esse segmento. O objetivo da ABTaer é interagir com os Órgãos Reguladores da Aviação Civil e apoio político, visando mitigar os problemas e dificuldades que atingem a categoria. Mais informações em www.abtaer.com.br
 
fonte/Egom Assessoria de Imprensa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA