Pular para o conteúdo principal

ATUALIZADO 16:05 - AVIÃO CAI E MATA 4 PESSOAS EM MATO GROSSO


Governador lamenta morte de engenheiros em queda de avião

Em nota publicada no site da Secretaria de Comunicação Social do Estado (Secom) o governador Silval Barbosa disse lamentar a morte de dois engenheiros da Secretaria de Transporte e Pavimentação Urbana, Orlando Monteiro da Silva e Sidney Benedito Nunes, ambos de 57 anos e vítimas de acidente aéreo ocorrido na tarde desta quinta-feira (1º), entre os municípios de Chapada dos Guimarães e Nova Brasilândia. 
O avião com os corpos do engenheiros, além do piloto Thyago Santoro, 24, e o co-piloto ainda não identificado, foi encontrado na manhã desta sexta-feira (02). Silval externou suas condolências às famílias neste momento de dor. "Estendo meu pesar aos familiares nesse momento de dor. Uma tragédia que nos deixa muito tristes". Ainda não há previsão do horário em que os corpos serão translados para Cuiabá.



Quatro pessoas ocupantes de um avião de pequeno porte que, segundo informações preliminares, saiu do município de Confresa (1.160 Km a nordeste da Capital) com destino a Cuiabá morreram após o avião bater em uma serra e cair numa região de mata em uma fazenda de Nova Brasilândia (215 Km ao sul de Cuiabá). O primeiro contato com o Corpo de Bombeiros da região foi feito por equipes de Brasília por volta das 18h40 desta quinta-feira (1º). Equipes de busca composto por bombeiros e policiais militares passaram a noite realizando buscas vindo a encontrar o avião somente na manhã desta sexta-feira (02) com todos os ocupantes mortos. As 4 vítimas são homens.

No avião que acredita-se que seja um monomotor, estavam o piloto, co-piloto e outros 2 passageiros que segundo as primeiras informações da Polícia Militar da cidadade, seriam 2 engenheiros. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Campo Verde (131 Km ao sul de Cuiabá), ainda não há identificação das vítimas, uma vez que a equipe de perícia que foi atender o caso ainda não retornou. 

Suspeita-se que a aeronave apresentou algum tipo de problema e o piloto tentou fazer um pouso de emergência, mas foi surpreendido pelo início da Serra do Roncador e tentou arremeter. Sem sucesso. Acabou colidindo na serra e o avião caiu numa região de mata. As buscas tiveram início por volta das 22h de quinta-feira e somente na manhã desta sexta-feira é que foi localizado o avião parcialmente destruído. Não houve incêndio. Chovia na região no momento do acidente.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, antes da queda o piloto passou um SOS (pedido de socorro) indicando problemas na aeronave. O sinal foi captado por uma base aérea em Brasília que logo depois acionou os bombeiros da região. O cabo Vitor de Souza, da Polícia Militar de Nova Brasilândia informou que o local é de difícil acesso e não há sinal para celular. Ele informou que no local estão uma viatura da PM e outra da Polícia Civil da PM da cidade, além de outras 2 viaturas da PM de Campo Verde e Chapada dos Guimarães. Um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) deve retirar os corpos do local nesta sexta-feira. Provavelmente, os corpos serão levados para Instituto Médico Legal de Primavera do Leste, que geralmente atende a demanda da cidade. 

fonte/GazetaDigital

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…