AIRBUS NÃO ESPERA O FINAL DO INQUÉRITO E REVELA O MOTIVO DA QUEDA DO A400

A400-military

O software de controlo dos motores incorrectamente instalado foi a causa do acidente fatal com um A400M em Espanha, revelou um executivo do Grupo Airbus, numa entrevista ao jornal financeiro Handelsblatt. A instalação incorrecta do referido software teve lugar na montagem final. Os dados da caixa negra analisados, esta semana, confirmaram a hipótese de que não havia qualquer problema com o próprio avião. “A caixa negra assegura que não existem defeitos estruturais, mas temos um problema sério na montagem final”, concluiu Marwan Lahoud, chief strategy officer da Airbus.

A notícia surgiu dois dias depois do presidente do Grupo Airbus, Tom Enders ter criticado as agências espanholas por não divulgarem os dados das caixas negras do aparelho. “Gostaríamos de ver os dados e de compará-los com a nossa hipótese para perceber rapidamente as causas do acidente, de modo a que o nosso avião possa voltar a voar”, disse aos accionistas da Airbus, na assembleia-geral da empresa, em Amesterdão, no dia 27 de Maio. Dos cinco países que operam o A400M, apenas a França continuou a voar com a sua frota de seis aviões. A Alemanha, a Malásia, a Turquia e o Reino Unido suspenderam as operações de voo. As autoridades espanholas continuam a impedir os voos de teste dos novos aviões saídos das linhas de montagem de Sevilha, mas os testes de voo dos protótipos continuam.

fonte/foto/NewsAvia

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas