Pular para o conteúdo principal

ANA RELATA FALHA EM PAINEL ELÉTRICO EM VOO DE TESTE DO B787 DREAMLINER

TÓQUIO, 16 Mai (Reuters) - A ANA Holdings, maior operadora mundial do 787 Dreamliner da Boeing, informou uma falha no painel elétrico durante um voo teste, conforme sua frota se prepara para retomar os serviços em junho, após ficar mais de três meses impedida de realizar voos.

Engenheiros encontraram descoloração em uma conexão de um painel elétrico, depois de um voo do aeroporto de Haneda, em Tóquio, a Sapporo, na ilha norte de Hokkaido, no dia 4 de maio, informou um porta-voz da ANA.

O painel, que não fazia parte do sistema de bateria dos aviões, foi alterado e o avião retornou a Tóquio. A ANA culpou uma porca solta pelo problema, o qual disse não ter comprometido a segurança da aeronave.

O 787 Dreamliner foi proibido de realizar voos em todo o mundo, em janeiro, depois que as baterias superaquecerem em jatos de propriedade da ANA e da Japan Airlines. A ANA, que recebeu a entrega de seus últimos Dreamliner na terça-feira, possui 18 desses aviões, com a JAL operando sete.

Investigadores nos Estados Unidos e no Japão ainda não descobriram o que causou o superaquecimento das baterias do 787.

fonte/Reuters/R7

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…