Pular para o conteúdo principal

SDE NEGOCIA COM EMPRESAS AÉREAS AMPLIAÇÃO DO NÚMERO DE VOOS NO AEROPORTO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS


 Mais uma tentativa de colocar o Aeroporto de São José dos Campos e o Vale do Paraíba na rotas das grandes companhias aéreas nacionais....


A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São José dos Campos lançou uma ofensiva para tentar ampliar a oferta de destinos e voos no aeroporto da cidade.

O titular da pasta, Sebastião Cavali, informou que estão sendo agendadas reuniões com representantes de companhias aéreas para dialogar a respeito, entre elas TAM, Gol e Avianca, entre outras.

Em fase de ampliação, o terminal, após a conclusão da obra, prevista para maio ou junho, irá triplicar a capacidade de passageiros, atualmente de 190,5 mil por ano.

"Uma vez terminada a obra de ampliação, que permitirá triplicar o número de passageiros, o terminal de São José dos Campos será uma alternativa viável aos aeroportos de Guarulhos e Viracopos, os dois maiores do Estado", destacou o secretário.

Exemplo.
Segundo avaliação de Cavali, a abertura de novas linhas aéreas deverá atrair grande parte dos moradores do Vale do Paraíba que têm hoje de se deslocar para São Paulo para embarcar.

Da mesma forma, o número de pessoas que desembarcarão diretamente em São José dos Campos sem passar por São Paulo ou Campinas será muito maior.
"O exemplo do aeroporto de Viracopos, em Campinas, é emblemático. Logo após sua inauguração, o terminal era pouco explorado pelas companhias aéreas comerciais. Porém, quando voos extras de Cumbica, que estava então em manutenção, foram redirecionados para Viracopos, o aeroporto atingiu outra dinâmica, fazendo com que chegasse à importância que tem hoje para a logística do Brasil", afirmou.
"Assim, a expectativa é que a nova estruturação do aeroporto seja um aspecto importante e estratégico para a competitividade dos negócios e empreendimentos em São José"
 
O terminal é administrado pela Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária).
Ao longo dos últimos dez anos, o aeroporto registrou momentos de boom na movimentação de passageiros e presença de companhias aéreas.

Já operaram no terminal empresas regionais, como Ocean Air (Avianca), Pantanal e grandes, como TAM e Gol.

O aeroporto opera atualmente com 3 voos diários, com destino, direto, a Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Em 2010, a Azul iniciou suas operações no aeroporto e hoje é a única empresa da aviação comercial a manter voos diários partindo do aeroporto.

No ano passado, o terminal registrou movimento de 150 mil passageiros. O pico de movimento entre 2003 e 2013 foi em 2011, com 236 mil passageiros, segundo a Infraero.
Movimento é de comércio exterior
Nos últimos dois anos o Terminal de Cargas do aeroporto de São José dos Campos movimentou cargas apenas de importação e exportação. No ano passado, o movimento atingiu 2.268 toneladas, sendo 1.046 toneladas de importação e 1.223 de exportação. Em 2012, foram 918 toneladas de importação e 974 de exportação, segundo a Infraero.


Histórico
O Aeroporto de São José dos Campos foi inaugurado na década de 1950 e passou a ser administrado pela Infraero em 18 de junho de 1996

Áreas
O sítio aeroportuário tem uma área de 1.197.580,66 m2.

Vocação
O aeroporto apresenta duas vocações distintas: a cargueira, que atende indústrias da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e do Cone Leste Paulista; outra, a turística

Negócios
O tráfego de passageiros é caracterizado predominantemente por viagens de negócios nos dias úteis.

fonte/OVale

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA