terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

BRASIL REDUZ NÚMERO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS

Ficou mais seguro voar no Brasil. Dados do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) divulgados hoje mostram que no ano passado aconteceram 163 acidentes aeronáuticos, uma redução de 8,5% frente a 2012, quando foram registradas 178 ocorrências.

Em 2013, foram 140 acidentes com aviões e 23 com helicópteros, nenhum deles de grande porte. Caiu também o número de fatalidades: foram 72 vítimas fatais em 2013 contra 78 em 2012 e 96 em 2011.

A redução de 8,5% no número de acidentes aconteceu em um cenário do aumento da frota e do número de horas voadas na aviação brasileira. Dados do CENIPA mostram que, em média, em 2013 ocorreram 0,36 acidentes para cada um milhão de horas de voo. Em 2012 o índice ficou em 0,72 e em 2011 foi de 1,13. 

De acordo com o Chefe do CENIPA, Brigadeiro Luís Roberto Lourenço, não só os acidentes aeronáuticos diminuíram, mas também os incidentes. “A aviação brasileira está mais segura, mas isso não significa que estamos satisfeitos. A prevenção deve ser reforçada dia a dia, porque a nossa meta é zero acidente”, explicou.

O Brigadeiro lembrou ainda que os índices no Brasil são semelhantes aos dos países desenvolvidos, e que por aqui também se destaca o pequeno número de ocorrências na aviação regular. Em 2013, foi registrado apenas um caso.

Em parceria com o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o CENIPA desenvolve atividades de prevenção como palestras, seminários de prevenção e vistorias de segurança. "Nós estamos em todas as regiões do Brasil", disse o Brigadeiro Lourenço. As campanhas educativas envolvem desde as grandes empresas regulares até a aviação agrícola.

fonte/FAB

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...