segunda-feira, 11 de novembro de 2013

AVIÃO MONOMOTOR FAZ POUSO FORÇADO NA ZONA RURAL DE JARINU

Um avião monomotor de pequeno porte fez um pouso forçado por volta das 11h desta segunda-feira (11) em uma fazenda na zona rural de Jarinu (SP), na região de Jundiaí (SP). O acidente aconteceu em uma área de difícil acesso no bairro Nova Odessa, às margens da rodovia Natal Lorencini, durante uma aula prática de voo. 

O helicóptero Águia da Polícia Militar chegou a ser acionado para atender a ocorrência, mas as duas pessoas que estavam na aeronave não ficaram feridas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, aluno e piloto desceram da aeronave logo depois do acidente e conseguiram apagar rapidamente um princípio de incêndio com a ajuda do extintor da aeronave.


Segundo os bombeiros, as vítimas informaram aos socorristas que saíram do aeroporto de Jundiaí para uma aula prática de voo quando perceberam que havia algo errado com o monomotor e tiveram que procurar uma área para pousar. O piloto assumiu a condução da aeronave e conseguiu evitar o acidente.

A perícia técnica esteve no local. Técnicos da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) também vão investigar o acidente.

Acidente aconteceu em uma área de difícil acesso no bairro Nova Odessa durante uma aula de instrução (Foto: Reprodução TV Tem)Acidente foi em uma área de difícil acesso em Jarinu (Foto: Reprodução TV Tem)
 
fonte/foto/G1 

Dados da aeronave/Via RAB



 
Fabricante:
CESSNA AIRCRAFT
Modelo:
152
Número de Série:
15283807
Tipo ICAO :
C152
Tipo de Habilitação para Pilotos:
MNTE
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
757 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
001


Categoria de Registro:
PRIVADA INSTRUCAO
Número dos Certificados (CM - CA):
17571
Situação no RAB:

Data da Compra/Transferência:
070308


Data de Validade do CA:
28/02/14
Data de Validade da IAM:
211213
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 11/11/2013 21:59:07

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...