Pular para o conteúdo principal

MPE QUER SUSPENSÃO DE AERONAVES DO GRAESP DO PARÁ

MPE quer suspensão de operações com aeronaves

O Ministério Público do Estado (MPE) recomendou na quinta-feira (16), ao secretário de Segurança, Luiz Fernandes Rocha, que suspenda todas as operações militares e civis de segurança e de defesa civil com aeronaves do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp).



De acordo com o MPE, a recomendação, com prazo de 10 dias para acatamento, sob pena de evolução a processo judicial, baseia-se em Relatório de Vistoria de Segurança de Voo assinado em novembro pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), que adverte para riscos de sinistro com os aparelhos do Graesp.



Assinada pelos promotores de Justiça, Armando Brasil e Nelson Medrado, a recomendação, consubstanciada também no Procedimento Investigatório Criminal nº 004, de novembro de 2012, que tramita na 2ª Promotoria de Justiça Militar, aponta como mais grave das irregularidades a imperícia de pilotos civis emprestados pela locadora Helisul para missões militares a serviço da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Coordenadoria da Defesa Civil.



O Cenipa atestou que os pilotos comerciais despreparados para operações de risco representam perigo à segurança dos voos.



O documento, publicado ontem pelo MPE no Diário Oficial, recomenda ao governo estadual manter suas aeronaves em solo. Ele contém nada menos que 62 “considerandos” que detalham os perigos que rondam os céus do Pará a cada vez que uma aeronave do Graesp decola, ameaçando a vida de tripulantes e agentes do Estado escalados para as operações. Os pilotos são tão amadores para missões militares que um deles admitiu ao MP que viu uma pistola pela primeira numa operação no Pará.



ACIDENTES



A participação de pilotos privados de aeronaves comerciais em missões governamentais de segurança pública e de defesa civil contraria de forma contumaz, segundo o MP, os dispositivos da lei que criou o próprio Graesp. Os promotores lembram que o histórico de acidentes com aeronaves do Grupamento é preocupante. De 2004 para cá, já ocorreram cinco acidentes, incluindo perdas totais de um motoplanador e do “Estrela Azul” e prejuízos nas pás e turbina de helicóptero que caiu após bater na rede elétrica.



SEGUP
A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Segup) informou ao DOL que vai observar se o documento já foi apreciado pelo secretário e, em seguida, irá se pronunciar.

fonte/DOL
Enhanced by Zemanta

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA