terça-feira, 13 de março de 2012

MANOBRA DE PILOTO EVITOU QUE ACIDENTE DO MONOMOTOR EM LUIS ALVES FOSSE MAIS GRAVE


O piloto do avião monomotor que caiu sobre um bananal no mubicípio de Luis Alves, no Vale do Itajaí, por volta das 13h30min desta segunda-feira, evitou que o acidente fosse mais grave ao fazer uma manobra. A queda ocorreu no Bairro Vila do Salto, próximo ao Batalhão dos Bombeiros.

O local da queda teria sido calculado por Rodrigo Braguetto Fortunato, piloto de 27 anos e mais de 500 horas de voo, que comandava o monomotor. Antes de cair, o avião circundou a região duas vezes, com sinais de falha no motor. Na primeira volta, Fortunato teria identificado um local seguro para pousar.


Na segunda, já planando, desceu o suficiente para colocar a aeronave em segurança no chão, mas acabou embicando no solo. A aeronave havia saído do Aeroclube de Blumenau por volta do meio-dia para sobrevoar Luis Alves. O piloto decolou em companhia de Bruno Rafael Cordeiro, 24 anos, que faria um voo panorâmico de caráter turístico na cidade.

Na queda, Fortunato não atingiu nenhuma das casas das redondezas, e evitou dois morros que ficam próximos do pasto. Uma choque, ali, poderia ter sido fatal, segundo o instrutor chefe do Aeroclube de Blumenau, Alexandre Carneiro:

— O piloto escolheu uma área isolada, um campo aberto. O acidente não foi mais grave por mérito dele. 

fonte/ClickRBS

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...