Pular para o conteúdo principal

PAI NÃO RECONHECE CORPO DE PILOTO NA VENEZUELA E AGUARDA NOVOS EXAMES



Documentos do piloto Klender foram encontrados junto a destroços de avião abatido (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal) 
Pai e o padrastro de Klender Hideo viajaram para a Venezuela em busca de notícias do piloto  (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
 
O pai e o padrasto de Klender Hideo, que estaria entre os mortos após o abate de um avião na Venezuela, ainda não reconheceram o corpo do piloto. Segundo o tio de Klender, João Marcos Silva, que está em Manaus, os médicos venezuelanos devem fazer o reconhecimento por meio da arcada dentária do amazonense. O padrasto de Klender também viajou para o país vizinho.

Documentos de vítima foram encontrados entre destroços (Foto: (Foto: Reprodução)) 
Documentos de vítima foram encontrados entre
destroços (Foto: (Foto: Reprodução))
 
Os restos mortais atribuídos ao piloto e ao também amazonense Fernando Cesar Silva Graça continuam no Hospital Central da cidade de Valência.

"O padrasto dele falou comigo ontem [sexta-feira, 29] e disse que eles não conseguiram fazer o reconhecimento porque os corpos estão muito destruídos. Não se sabe o que é corpo de um e o que é de outro. Os médicos querem fazer o reconhecimento pela arcada dentária. Estamos correndo atrás de radiografia do Klender", disse João Marcos ao G1.

Segundo o tio do piloto amazonense, ainda não há previsão de retorno do pai e do padrasto dele a Manaus. "Eles vão ficar o tempo que for necessário para reconhecer o corpo", afirmou.

Entenda o caso
Um avião que teria saído do Brasil foi abatido na Venezuela no domingo e causado a morte de dois brasileiros. Conforme portais de notícias venezuelanos, foram encontrados mais de 600 pacotes de cocaína no local em que a aeronave caiu.

Segundo o Itamaraty, a Embaixada do Brasil em Caracas foi informada do ocorrido pelo Escritório Nacional Antidrogas (ONA), responsável pelo abatimento da aeronave.

Uma publicação do Ministério do Poder Popular para Relações Interiores, Justiça e Paz da Venezuela (MPPRIJP) afirma que o Comando de Defesa Aeroespacial Integral detectou a aeronave voando ilegalmente e, em seguida, teria deslocado aviões de caça para abordar a aeronave.


De acordo com o Ministério venezuelano, os tripulantes não responderam às tentativas de comunicação feitas pelas Forças Armadas, o que levou ao abate. O avião estava com falso registro venezuelano, afirmou o governo.

Família de Klender Hideo não consegue contato com ele há dias  (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal) 
Família de Klender Hideo não consegue contato
com ele há dias
(Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)
 
Sem resposta
Em Manaus, familiares tentam saber o paradeiro dos jovens em meio a informações desencontradas. "O documento e a bolsa [encontrados] são dele [Klender]. Não temos a certeza de que ele morreu, porque alguns sites venezuelanos dizem que o corpo não foi encontrado, outros veículos [de comunicação] dizem que o corpo dele foi carbonizado", afirmou João Marcos.
"Também disseram que o documento foi encontrado no bolso dele, mas como o documento não está queimado se o corpo foi carbonizado? A droga também estava intacta. Dizem que morreram, mas não mostraram os corpos. A gente está com esperança, acreditando em um milagre", disse o tio de Klender.
Sem notícias do filho, a mãe de Klender está debilitada, segundo o tio. "A família quer ver o corpo dele. A mãe dele está muito mal, não quer comer. Ontem [quarta-feira], ela teve alucinações. Está difícil", afirmou João Marcos.

O pai e o padrasto de Klender viajaram à Venezuela na quinta-feira (28). Na sexta (29), foram até Valência, cidade para onde os restos mortais das duas pessoas encontradas junto ao avião foram encaminhados.

fonte/foto/G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA