VÍDEO FLAGRA HELICÓPTERO POUSANDO E DECOLANDO DE ÁREA RESIDENCIAL





Um vídeo mostra a atitude arriscada de um piloto de helicóptero que pousou e decolou próximo a um córrego, em Campinas (SP), para pegar uma passageira. A aeronave é de um empresário de Jundiaí (SP), que diz que desconhece a utilização da aeronave para este fim. No início da gravação é possível ver o helicóptero sobrevoando um bairro residencial, bem perto de casas e prédios, para fazer o contorno e pousar no local. (veja vídeo acima)

A manobra é feita perto de postes e fios de alta tensão. Quando o helicóptero começa a descer, a gravação mostra um motociclista passando bem perto. Em seguida, um carro também passa pelo local. Assim que a aeronave se aproxima do solo, surge uma nuvem de poeira, que vai em direção as casas. O helicóptero finalmente pousa. No video é possível ver que o motivo do pouso em um lugar inesperado é uma mulher, que atravessa a rua, entra na aeronave e, em alguns minutos depois, o piloto decola.

Na decolagem, o helicóptero novamente passa perto de fios de alta tensão e levanta mais sujeira. Do outro lado do córrego, onde a aeronave pousou, passa uma tubulação de gás natural. Segundo os moradores, o mesmo helicóptero desceu no local mais de uma vez.

Eles informaram à reportagem da TV TEM que o pouso flagrado nas imagens aconteceu há cerca de um mês. A dona de casa Sandra estava preparando o almoço quando escutou o barulho. Ela disse que achou que fosse um helicóptero da polícia, mas ficou supresa ao ver que era amarelo.
 
Repercussão
O presidente da Associação Brasileira de Pilotos de Helicópteros (Abraphe), Jorge Faria, assistiu às imagens e disse que o pouso violou as normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e de todo o sistema aéreo.

O helicóptero é de um empresário de Jundiaí, que atualmente está no Japão. Por telefone, João Toledo, que também é um dos pilotos da aeronave, disse que desconhece o pouso naquele local. "Se a Anac ver alguma coisa de irregularidade, se tiver alguma coisa de errado, a Anac que tome as providências", explicou.

Por meio de nota, a Anac confirmou a irregularidade e informou que vai apurar o caso, enviar um ofício ao proprietário do helicóptero, que deverá prestar informações sobre o ocorrido, o piloto e o diário de bordo. "A partir dessas informações, vamos tomar todas as medidas cabíveis. Se forem comprovadas irregularidades, a Anac pode aplicar sanções administrativas aos responsáveis, que variam de multa a cassação de habilitação", explicou a Anac.

Já a Força Aérea Brasileira informou que vai denunciar o caso à Junta de Julgamento da Aeronáutica para apurar e julgar as infrações de tráfego áereo.

fonte/foto/G1

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas