Pular para o conteúdo principal

NÚMERO DE AERONAVES PARTICULARES NO BRASIL CRESCE 4,9% EM 2013


A frota brasileira de aviões privados e helicópteros cresceu 4,9% no ano passado, alcançando 14.648 aeronaves. A taxa mostra um desaquecimento do setor, que cresceu acima de 6% nos últimos dois anos (6,7% em 2012 e 6,4% em 2011). Foram adicionadas 756 aeronaves no ano passado, das quais 283 são novas e 473 usadas.
Os dados constam do Anuário Brasileiro da Aviação Geral 2014, produzido pela Associação Brasileira da Aviação Geral (Abag).
De acordo com o levantamento, a frota da aviação geral é estimada em US$ 12,4 bilhões, número que leva em conta depreciações, valorizações e desvalorizações.
Os aviões particulares movidos a jato representam apenas 5% da frota mas, em termos financeiros, já correspondem a 35% do total.
PIB DO SETOR
A aviação geral (que inclui empresas de táxi aéreo e aeronaves particulares) movimentou R$ 12,5 bilhões no ano passado, número inclui receitas com a fabricação, a operação e a manutenção de aeronaves.
De acordo com o levantamento da Abag, que pela primeira vez fez o cálculo do impacto econômico do setor, para cada R$ 1 movimentado pela aviação geral, R$ 3,71 são adicionados à economia brasileira.
Segundo o diretor-geral da Abag, Ricardo Nogueira, não foi possível calcular a taxa de crescimento do setor pois não há dados históricos. “Só a partir do ano que vem poderemos fazer esse acompanhamento.”
COPA
Mas o ano será afetado pela Copa do Mundo, evento em que se registrou queda no movimento de aeronaves da aviação geral, principalmente em São Paulo.
Conforme Nogueira, é cedo para saber se 2014 será um ano de queda, mas os prejuízos da Copa do Mundo dificilmente serão recuperados até o final do ano. “A Copa paralisou a atividade econômica e o setor em particular. O que se perdeu perdeu. Agora vem eleições, é difícil fazer previsões.”

fonte/DiarioDaManha

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA