NA FICÇÃO E NA REALIDADE, MINEIROS ENCARAM O SONHO DE FAZER O PRÓPRIO AVIÃO


 (Paris Filmes/Divulgação)
O sonho de ser piloto de avião, levou o menino Fernando a construir em casa a sua própria aeronave.

Na construção, usou rodas de bicicleta, bambu, tecido e câmara de ar de pneu para dar a propulsão. Na companhia de seus amigos, o menino iniciou a corrida de decolagem em uma rua tranquila de Belo Horizonte, no final dos anos de 1930. Conseguiu subir alguns metros, mas o avião caseiro se espatifou em caixotes de galinhas em uma feira, no fim da rua.



É com essa travessura, sonhada por tantas crianças na faixa dos 10 anos, que começa o filme 'O menino no espelho', inspirado no romance homônimo de Fernando Sabino.

Para as gravações, foram usados três protótipos idênticos, sendo um deles 'pré-quebrado', usado apenas na cena em que o equipamento bate na feira. “Enquanto um avião estava gravando, o outro já estava sendo preparado para o take seguinte”, explicou o técnico de efeitos especiais Guilherme Steger.

 Assista ao making off do filme:




Na trama, a construção do avião parece ser algo simples e caseiro, mas não é nada disso. Para chegar ao ponto da gravação, a direção do filme pediu ao técnico para fazer um projeto de um avião inspirado nas aeronaves experimentais do início do século passado. Todo o avião é feito de tubos de ferro de 0,5 polegada com pintura imitando bambu. Para as asas e leme, foram usados pedaços de lençóis. Projeto terminado, chegou a hora de concretizar o protótipo. Para as hélices de madeira continuarem girando durante a gravação, um motor elétrico foi adaptado. Foram dois dias diretos de gravações na cidade de Leopoldina, na Zona da Mata mineira. Como a rua é toda calçada com pedras, o técnico teve que colocar uma suspensão nas rodas para que o conjunto nas despedaçasse durante as gravações. 

Projeto do avião feito para o filme foi inspirado em aviões do início do século passado, como o Demoiselle (Paris Filmes/Divulgação)
Projeto do avião feito para o filme foi inspirado em aviões do início do século passado, como o Demoiselle

O motor instalado serve apenas para girar a hélice e para o voo foi usada uma tirolesa, presa a uma caminhonete no início da rua e a um guindaste no fim da via. Cada protótipo ficou com cerca de 40 kg e o projeto completo custou R$ 20 mil.

Brincadeira real de adulto
A história do garoto Fernando no filme 'O menino no espelho', lembra a do engenheiro mineiro Ronaldo Santiago, que construiu seu próprio avião no quintal de casa em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Se na ficção, o prefixo 'PT-P.E.I.D.O' foi apenas um detalhe da brincadeira, na realidade, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), homologou o prefixo PU-RST no avião do engenheiro, que pilota pelo Brasil afora.

Com autonomia para voar até sete horas, o Zodíaco pode ir de Belo Horizonte a Recife, sem escalas, mas o piloto com experiência de 230 horas/voo, ainda não explorou a autonomia total do avião. Seus destinos mais longe foram as férias em Guarapari (ES) e Porto Seguro (BA) . Por voar baixo (teto máximo de 14.500 pés, ou 5 mil metros de altura), não há necessidade da cabine ser pressurizada. 

Avião 'caseiro' do mineiro Ronaldo tem autonomia de sete horas e voa em altitude de até cinco mil metros (Juarez Rodrigues/EM/D.A PRESS)
Avião 'caseiro' do mineiro Ronaldo tem autonomia de sete horas e voa em altitude de até cinco mil metros

Os primeiros testes foram feitos de forma parecida com o voo do filme. Ronaldo levou o avião experimental para o Aeroporto de Divinópolis e fez voos rasantes sobre a pista, com toques e arremetidas, apenas para conhecimento dos sistemas operacionais. A aeronave começou a voar com autorização da Anac em 2010, desde então, Ronaldo Santiago vem aperfeiçoando a aeronave.


Serviço
O filme 'O menino no espelho' estreia em 15 cinemas de Belo Horizonte no dia 19 de junho e logo em seguida irá entrar em circuito nacional. 

 Assista ao trailler do filme:







fonte/foto/EstadoDeMinas.vrum 

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas