Pular para o conteúdo principal

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ADMINISTRARÁ AEROPORTO DE MARICÁ

Conforme reportagem exclusiva publicada no ITAIPUAÇU SITE em 27 de maio último, o convênio de delegação do Aeroporto de Maricá, assinado entre a Prefeitura de Maricá e o Governo Federal, está prestes a ser cassado a pedido do Ministério Público.
Segundo informações, a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC-PR) determinou que a Prefeitura de Maricá não será mais responsável pela administração, operação e exploração do Aeródromo de Maricá (RJ). A portaria que deverá ser publicada nos próximos dias no Diário Oficial da União (DOU) revoga essas atribuições à prefeitura e informa que a delegação e a gestão do terminal ficarão sob a administração do Estado do Rio de Janeiro. O ofício de convênio que delega as atividades ao Estado deverá ser assinado em aproximadamente 30 dias. O secretário de Desenvolvimento Econômico de Maricá, Lourival Casula, esteve na Secretaria de Aviação Civil - SAC -, em Brasilia, na última quarta-feira (4/6) e tomou ciência do fato.
No último dia 26 de março o diretor de outorgas da Secretaria de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann, enviou um ofício ao Secretário de Transportes do Rio de Janeiro, Júlio Lopes, no qual informa sobre a possibilidade de perda da outorga pelo município de Maricá, então delegatário da União, por eventual descumprimento de obrigações assumidas no convênio de delegação e consulta acerca de eventual interesse do Estado do Rio de Janeiro em assumir a exploração do Aeródromo de Maricá, mediante a celebração de um novo convênio junto à União. Confira as imagens desse ofício, com exclusividade, a seguir:




fonte/Itaipuacusite.com.br
Acompanhe as notícias em nosso site oficial: www.itaipuacusiteoficial.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA