Pular para o conteúdo principal

"ACHEI AQUELA CORRIDA LOGA DEMAIS",RECORDA PASSAGEIRA APÓS PILOTO ABORTAR DECOLAGEM DO SALGADO FILHO

Avião da TAP teve problema de perda de força em um dos motores e clientes passaram a noite em hotel da Capital


"Achei aquela corrida longa demais", recorda passageira após piloto abortar decolagem no Salgado Filho Dani Barcellos/Especial
Avião permaneceu no pátio do aeroporto após suspensão do voo Foto: Dani Barcellos / Especial
A equipe de engenharia que analisou o voo abortado momentos antes da decolagem no aeroporto Salgado Filho, na noite de quinta-feira, verificou que houve perda de força em um dos motores do Airbus A330 da TAP. A aeronave já havia iniciado a manobra de saída da pista quando o piloto constatou o problema e cancelou o início da viagem.

Conforme a TAP, os passageiros que não tinham lugar para passar a noite foram alocados em um hotel da Capital. A estimativa da companhia é de que o voo 00048 saia por volta das 17h desta sexta-feira.

Mais calma após o susto da noite, a advogada Jussara de Almeida Roehe falou com Zero Hora na manhã desta sexta. Ela estava na aeronave no momento da abortagem. Moradora de Novo Hamburgo, terá de refazer a conexão para Milão, na Itália, após a chegada em Lisboa.

— Achei aquela corrida longa demais. De repente deu aquela freada, teve um impacto em quem estava sentado e nos assustamos, ficamos nervosos. Depois surgiu um cheiro de coisa queimada. Aí o piloto informou que a aeronave estava com problemas — recorda Jussara, que passará as festas de final de ano com a filha, que mora na Itália.

Em um primeiro momento, Jussara relata que os passageiros permaneceram apenas com a informação de que uma equipe de engenheiros iria averiguar o problema técnico. Em seguida, eles foram avisados que não havia possibilidade de uma nova decolagem na quinta-feira.

— Melhor um problema em terra do que no ar — diz a advogada.

fonte/foto/ZeroHora

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA