Pular para o conteúdo principal

AVIÃO SOLAR É UM TRUNFO AMBIENTAL AINDA SEM APLICAÇÃO PRÁTICA







Solar Impulse, energia, Voo, avião, Ecologia, economia

EPA

O avião monolugar Solar Impulse, que funciona exclusivamente a energia solar, irá partir, em princípios de maio, para um novo voo experimental. Em dois meses ele deverá atravessar os EUA de costa a costa, de oeste para leste, da região de São Francisco para o estado da Virgínia.

Estão previstas várias escalas, inclusivamente em Nova York. As capacidades do avião serão assim testadas antes da realização de um projeto ambicioso – um voo à volta do mundo em 2015.

Já foi comprovado que o avião solar é capaz de realizar voos intercontinentais. No ano passado, o Solar Impulse percorreu uma distância pouco ambiciosa entre Espanha e Marrocos. Já há 3 anos, ele estabeleceu um recorde de 26 horas de voo ininterrupto. O perito da revista Aviatransportnoe Obozrenie (Revista dos Transportes Aéreos) Alexei Komarov descreve da seguinte forma esse avião:
"O avião consiste numa estrutura leve cuja superfície está completamente coberta com placas solares. Ele possui motores elétricos e baterias que acumulam energia a partir dos painéis solares durante o dia, devolvendo-a durante a noite. O avião é lento, tem uma velocidade até cem quilômetros por hora, por isso os seus voos de grandes distâncias demoram muito tempo".

O Solar Impulse pesa o mesmo que um automóvel normal, apesar de ter uma envergadura de asas como um Airbus A-380 de 500 toneladas. As suas grandes dimensões e a pequena capacidade de carga são o seu "pagamento" pela utilização da energia solar gratuita. Ele nem tem espaço para um copiloto. Será que esse tipo de veículos, aparentemente inúteis, faz algum sentido? Eis a opinião de Alexei Komarov:
"Os desenvolvedores desse avião sempre sublinharam que não é seu objetivo demonstrar e obter algum efeito prático imediato com esse aparelho. Eles querem sobretudo dar entender ao mundo que se está a descobrir uma nova área que, por agora, é tecnologicamente imperfeita e impossível de aproveitar em aviões de série e na aeronáutica em geral. No entanto, já há algumas perspetivas".

À medida que estes aparelhos, praticamente silenciosos, se vão aperfeiçoando, eles poderão atrair as atenções dos militares, é a previsão do editor da revista Air Fleet Vladimir Karnozov.

"Por enquanto não se vê nenhuma utilidade para a aviação tripulada nesses aparelhos. Também não se percebe muito bem a sua utilidade num futuro próximo. Essa tecnologia, no entanto, se se continuar a desenvolver, poderá ser muito interessante para a aviação não-tripulada. Existe uma necessidade de drones capazes de se manterem no ar por muito tempo em patrulhamento de áreas. Em geral, a temática da utilização da energia elétrica nos automóveis, submarinos, etc. tem um grande interesse por ser uma tecnologia do futuro".

Por enquanto é difícil dizer onde se poderá utilizar veículos movidos a energia solar. Os atuais automóveis solares ainda têm muito pouca potência e transportam com dificuldade apenas o condutor. Porém, a experiência do Solar Impulse irá de qualquer forma acrescentar dados à base científica. Se os seus criadores o utilizam para recordes e para a sua autopromoção, isso só por sim não tem nada de mau, diz Vladimir Karnozov.

O projeto é promovido por dois suíços: o empresário André Borschberg e o balonista Bertrand Piccard, o primeiro a realizar um voo de circum-navegação em balão. Não é por acaso que surge a ideia de repetir esse voo, desta vez com o conceito de um avião "solar". Ainda não foi esclarecido se será o próprio Piccard a pilotar o avião dentro de dois anos. Só se sabe que para esse voo serão selecionados pilotos capazes de não dormir durante cinco dias. Para aguentar esse períodos eles serão ensinados a realizar auto-hipnose e meditação.

fonte/VozDaRussia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA