Pular para o conteúdo principal

EMBRAER E SINDICATO DISCUTEM REDUÇÃO DE JORNADA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

An Embraer 175, one of the newest and most suc...
 (Photo credit: Wikipedia)


Representantes da Embraer e do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos debatem hoje, no Ministério do Trabalho, em São Paulo, a jornada de trabalho na empresa, uma das mais altas do setor.

Segundo o sindicato, os cerca de 17 mil funcionários da companhia no Brasil trabalham 43 horas por semana.

A entidade defende a redução para 40 horas. A empresa é contra, alegando risco de queda na competitividade.

Após duas reuniões anteriores, em 2010 e em dezembro do ano passado, o Ministério do Trabalho pediu que a Embraer apresentasse hoje documentos para justificar a impossibilidade de reduzir a jornada.

Segundo Herbert Claros da Silva, vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, um estudo feito pela entidade, com apoio do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), mostrará a viabilidade econômica da redução.

“Defendemos a redução na jornada sem corte nos salários. É bom para a economia, a empresa e os funcionários.”

O sindicalista estima que a redução da jornada possa gerar cerca de 1.300 empregos diretos na Embraer.

Silva informou que o sindicato está disposto a aceitar um acordo para reduzir a jornada, mesmo que gradualmente.

“Aceitaremos uma proposta de escalonar essa redução, mas a Embraer tem se recusado a negociar a redução.”

Outro lado.
A Embraer confirmou a participação no encontro na capital, mas não comentou o assunto.


fonte/OVale
Enhanced by Zemanta

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA