Pular para o conteúdo principal

CONTROLADORES DE VOO PORTUGUESES ANUNCIAM 5 DIAS DE GREVE

Seis sindicatos representativos dos trabalhadores da NAV Portugal vão fazer uma greve de duas horas, durante cinco dias, o primeiro já na próxima quinta-feira, para alertar para a situação de abandono em que vive a empresa.

"Os trabalhadores da NAV Portugal veem-se forçados a recorrer ao derradeiro instrumento constitucional para chamar a atenção do País para os impactos decorrentes da situação que se vive na empresa e do abandono a que tem sido votada", lê-se no comunicado enviado esta terça-feira pela plataforma sindical, que integra seis sindicatos representativos dos trabalhadores. 

Os pré-avisos de greve abrangem períodos diários de duas horas na quinta-feira, dia 30 de Junho (das 14h00 às 16h00) e nos dias 8, 15, 22 e 29 de Julho (das 8h00 às 10h00). 

A NAV é a empresa responsável pelos serviços de tráfego aéreo português, o que significa que controla os voos com partida e chegada aos aeroportos nacionais, mas também o sobrevoo do espaço aéreo português (ligações internacionais através do espaço aéreo português). 

Segundo o comunicado, "há vários meses que os sindicatos representativos dos trabalhadores da NAV Portugal vêm alertando o Governo, através do Ministério do Planeamento e Infraestruturas, para os graves problemas que afetam a empresa e os seus trabalhadores". 

"Os alertas têm sido reiterados em relação às implicações negativas de não haver um Conselho de Administração devidamente capacitado para a normal gestão da empresa e para o bloqueio na implementação do quadro orçamental previsto no Plano Nacional de Desempenho, já devidamente validado pela Comissão Europeia", explicam. 

Os sindicatos referem "os progressos ocorridos" com a designação do tenente-coronel Albano Coutinho para presidir a partir de 1 de Julho, em regime de substituição, ao Conselho de Administração da NAV Portugal. 

No entanto, realçam que "esta nomeação única não altera em nada a atual situação de incapacidade de gestão da Empresa, exigindo-se a nomeação imediata da totalidade dos três membros do Conselho de Administração". 

"É imperioso que sejam tomadas as decisões estratégicas que se impõem numa organização como a NAV Portugal, sob pena de ficar em causa, de forma grave, a operacionalidade da empresa que é responsável pela segurança de mais de 100 milhões de passageiros que anualmente utilizam o espaço aéreo nacional", 

advertem em comunicado conjunto o Sindicato dos Técnicos de Informação e Comunicações Aeronáuticas, o Sindicato dos Controladores de Tráfego Aéreo, o Sindicato dos Técnicos de Segurança Aérea, Sindicato dos Técnicos de Navegação Aérea, Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos, Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil. 

fonte/Sapo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA