SELFIES COM PILOTO DURANTE VOO PODEM TER DERRUBADO AERONAVE NOS EUA


Um acidente fatal com um avião monomotor na cidade de Watkins, no Colorado, EUA, que matou o piloto e um passageiro em 31 de maio de 2014, pode ter sido parcialmente causado pela distração com selfies durante o voo.


A queda do Cessna 150 aconteceu durante um voo noturno e foi devida à perda da noção espacial por parte do piloto, segundo relatório da agência americana National Transportation Safety Board (NTSB). O avião teria decolado e subido cerca de 250 metros quando fez uma curva abrupta à esquerda e perdeu rapidamente altitude até cair em uma plantação.
Segundo a NTSB, o exame da aeronave não identificou problemas aparentes que poderiam ter causado a queda. A agência, no entanto, resgatou uma câmera GoPro entre os destroços que registrou a agitação a bordo com o piloto e passageiros fazendo selfies com smartphones durante vários estágios do voo noturno, incluindo decolagem, subida da aeronave e passagem pela área do aeroporto, com uso de flash.
Com base em padrões de comportamento, a NTSB concluiu que "é muito provável que o uso de smartphone durante o voo distraiu o piloto e contribuiu para a desorientação espacial que gerou a perda de controle da aeronave". Segundo o relatório, "a evidência é consistente com a queda brusca em espiral no solo". O relatório também ressalta que o piloto não tinha certificação suficiente para voar à noite com passageiros ou voar sozinho com instrumentos.

fonte/IDGNow

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas